conecte-se conosco


Mato Grosso

Seduc lança guia para auxiliar professores da Educação Infantil

Publicado

Mato Grosso


A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), por meio da Coordenadoria de Ensino Fundamental, elaborou um manual orientativo que vai ajudar professores nos desafios da Educação Infantil em tempos de pandemia, com foco no ensino remoto. O material foi disponibilizado para duas creches estaduais, localizadas em Cuiabá, e será encaminhado à União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), que por sua vez fará a distribuição aos municípios.

Autora e organizadora do guia, a assessora técnica pedagógica da Seduc, Jussana Valéria de Souza, disse que esse tipo de material já tinha sido elaborado para demais séries, mas não para a Educação Infantil. “Ainda não havia nada específico para essa etapa da aprendizagem, que precisa ser pensada de forma específica, direcionada para essas crianças”, disse.

O guia orientativo relembra que o momento é desafiador tanto para educadores quanto para pais e alunos, e que o contato com o professor, ainda que virtual, leva segurança e acolhimento aos estudantes, e vai motivá-los a fazer as atividades propostas. 

Veja Também  Governo de MT já pactuou mais de 90% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

Outro ponto abordado é que os educadores devem planejar as atividades de ensino conforme a necessidade das crianças, sempre questionando se elas têm condições de realizar as tarefas propostas no ambiente em que vivem. Para isso, o contato constante com a família é fundamental. 

De maneira simples e didática, o guia orienta que os professores priorizem atividades lúdicas a fim de envolver os menores, para que não somente aprendam o conteúdo repassado, mas que guardem na memória a experiência vivida.

Metodologias e avaliações
O guia dá sugestões de metodologias de ensino. Sugere, por exemplo, que os professores gravem aulas priorizando histórias, músicas e brincadeiras, com interação com as crianças, e que realizem pelo menos uma aula ao vivo por semana. Além disso, pede que os docentes utilizem redes sociais de fácil acesso para aumentar a participação dos alunos.  

O orientativo tem ainda planilhas de progressão e de registro de atividades, e exemplos de modelo de relatórios. Professores têm que registrar e avaliar o desenvolvimento e dificuldades dos alunos em planilhas, via observação e análise crítica e criativa, feedback dos pais e das crianças, garantia do espaço de escuta dos alunos e conselho semanal entre professor e coordenação. 

Veja Também  CGE orienta órgãos sobre autoavaliação do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção

Depois dessa avaliação, o educador deve dar início ao processo de intervenção pedagógica para ajudar a criança a avançar naquilo que está com dificuldades. 

Mais informações sobre a cartilha podem ser obtidas pelo e-mail: [email protected] ou pelo telefone (65) 3613-6414.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Elevador do mirante está em perfeitas condições; Sema-MT agiliza contratação de empresa de manutenção para liberar uso

Publicado


A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) informa que o elevador que leva ao topo do novo Mirante do Parque Mãe Bonifácia está em perfeitas condições de uso. A secretaria está agilizando a contratação de empresa que fará a manutenção do equipamento para liberar a utilização nos próximos dias.

Os cuidados são necessários para garantir a segurança e bem estar dos usuários da atração turística, bem como integridade do bem. 

Assim que disponível para a população, o elevador atenderá idosos, gestantes e deficientes físicos.

O Mirante está com o acesso liberado pelas escadas. A lotação máxima é de 20 pessoas na estrutura e o uso das escadas deve ser consciente, ou seja, apenas para acessar a vista panorâmica e não para atividades físicas de impacto.

O Parque Mãe Bonifácia está localizado na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, e aberto para visitação todos os dias, das 6h às 18h.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Veja Também  Em Mato Grosso, 28 municípios estão com risco muito alto de contaminação pela Covid-19
Continue lendo

Mato Grosso

Governo de MT já pactuou mais de 90% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

Publicado


O Governo de Mato Grosso recebeu, até a manhã desta terça-feira (22.06), 1.684.920 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e já disponibilizou 1.571.901 aos 141 municípios do Estado, ou seja, 93,2% do total recebido.

As doses da última remessa entregue pelo Ministério da Saúde já estão sendo pactuadas. Tratam-se de segundas doses da vacina AstraZeneca, que devem ser distribuídas próximas da aplicação.

A disponibilização das doses é resultado da soma da primeira e segunda doses (1.404.590), acrescida das doses destinadas às populações indígenas aldeadas (54.120) e dos arredondamentos técnicos (113.191) necessários para o ajuste volumétrico dos frascos disponibilizados pelo Ministério da Saúde.  

Das 1.404.590 doses retiradas pelos municípios, as prefeituras aplicaram 1.136.645 (80%), sendo 831.728 como primeira dose e 304.917 como segunda dose. O percentual da semana passada era de 78%.  

Os 10 municípios que mais aplicaram vacinas, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, foram: Porto Esperidião (98%), Novo Mundo (97%), Araputanga (97%), Ribeirãozinho (96%), Santa Terezinha (96%), Paranaíta (94%), Ponte Branca (93%), Nova Monte Verde (93%) e Jaciara (93%). 

Veja Também  Mulheres vítimas de violência passam a contar com botão do pânico via aplicativo de celular

Confira o ranking completo de aplicação das vacinas no Boletim Informativo nº 471 ou no Painel de Distribuição de Vacinas Covid-19.

Considerando as vacinas destinadas à população indígena, alguns municípios podem contabilizar as doses aplicadas em aldeias pertencentes a territórios vizinhos e ultrapassar o limite de 100% da aplicação.

A Vigilância Estadual alertou que a utilização de unidades de segunda dose como primeira dose pode comprometer o esquema vacinal da população do município, considerando o fornecimento e as orientações feitas pelo Ministério da Saúde.

Sobre a distribuição

Na força-tarefa da vacinação, cabe ao Governo do Estado fazer a logística de distribuição, que é definida pela Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT), composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

A escolta dos materiais até os 14 polos de distribuição é feita pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), além das Polícias Federal e Rodoviária Federal e do Ministério da Defesa. O Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) também disponibiliza sua frota aérea para dar celeridade à distribuição.

Veja Também  Governo de MT já pactuou mais de 90% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

É importante ressaltar que o Governo Federal define o total de doses que cada estado recebe. Essa definição ocorre de acordo com a quantidade de pessoas que pertencem aos grupos prioritários e não pela quantidade absoluta da população.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana