conecte-se conosco


Mato Grosso

Museu de História Natural e o Museu de Arte Sacra integram programação nacional

Publicado

Mato Grosso


O Museu de História Natural e o Museu de Arte Sacra integram a programação da 19ª Semana Nacional de Museus promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) no período de 17 a 23 de maio. Aderindo ao tema ‘O futuro dos museus: recuperar e reimaginar’, os equipamentos culturais da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) realizam atividades online e gratuitas.

Com ações simultâneas em todo o país, a Semana Nacional de Museus deste ano visa fomentar as discussões do campo museal ao propor a reflexão sobre o futuro dos museus a partir do compromisso criativo com o presente. 

Museu de História Natural de Mato grosso

Com live, oficina, contação de história e vídeos educativos, a programação do Museu de História Natural de Mato grosso conta com atividades para adultos e crianças e será transmitida nas plataformas digitais do equipamento.

Série ‘Por dentro do acervo’

A série três vídeos mostram o acervo e a reserva técnica do Museu de História Natural. Buscando tornar o acervo mais acessível ao público e compartilhar as práticas cotidianas dos profissionais que trabalham no museu, o material traz informações sobre preservação, documentação e como o processo é essencial na produção e transmissão do conhecimento. 

Os vídeos serão publicados nas redes sociais do Museu nos dias 17, 20 e 23 de maio.

Live “Qual Museu de História Natural de MT queremos para o futuro?”

Abordando temas como tecnologia, acessibilidade, redes sociais e globalização, convidados dialogam sobre o papel social do museu na contemporaneidade, os impactos da pandemia e como o Museu de História Natural se manterá relevante com as constantes e cada vez mais rápidas transformações sociais.

Veja Também  Procon-MT suspende expediente no período vespertino nesta quarta-feira (23)

O secretário de Estado, Alberto Machado, e o secretário adjunto de Cultura, Jan Moura, representam a Secel no encontro online. Participam ainda da atividade, a diretora do Instituto Ecossistemas e Populações Tradicionais (Ecoss), Suzana Hirooka, o museólogo do Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará, Saulo Moreno Rocha, o educador museal e coordenador da Rede de Educadores em Museus e Patrimônio de Mato Grosso, Jonilken Almeida, e a curadora do Museu de História Natural de Mato Grosso, Vitória Ramirez Zanquetta.

A live, que contará com intérprete de libras, será transmitida no canal de YouTube do Museu de História Natural de Mato Grosso, na quarta-feira (19.05), às 19h.

Contação de História “A Casa Dom Aquino”

A artista educadora Liudmila Diaz contará de forma lúdica a história da Casa Dom Aquino, que abriga o Museu de História Natural de Mato Grosso e é um importante patrimônio histórico do estado.

O material será compartilhado no Instagram, Facebook e canal no YouTube do Museu, na sexta-feira (21.05).

Oficina de Carimbos

A oficina vai ensinar como criar carimbos com diferentes materiais disponíveis em casa. Os carimbos produzidos terão foco na arte rupestre e nos padrões típicos de algumas etnias indígenas mato-grossenses. 

Quem ministra o curso prático é a artista educadora Liudmila Diaz. A transmissão acontece no Instagram, Facebook e canal no YouTube do Museu, no sábado (22.05).

Veja Também  Mulheres vítimas de violência passam a contar com botão do pânico via aplicativo de celular

Museu de Arte Sacra de Mato Grosso

A programação apresenta lives e oficinas sobre arte e rituais sagrados e objetos religiosas, que serão transmitidas pelas plataformas do Museu de Arte Sacra de Mato Grosso.

Live Arte Sacra Contemporânea

A artista Sacra, especialista em Arte Sacra, Espaço Litúrgico e Mariologia, Mari Bueno, expõe informações sobre arte sacra contemporânea.

A transmissão será feita pelo facebook do Museu de Arte Sacra de Mato Grosso, na quinta-feira (20.05), às 19h.

Oficina Relicário 

A oficina vai ensinar a confeccionar relicários com a utilização de caixas de fósforo. Com a atividade prática, o Museu busca promover o conhecimento e estimular a reflexão sobre o respeito à diversidade religiosa.

Em formato de vídeo, a oficina estará disponível nas plataformas digitais do Museu de Arte Sacra de Mato Grosso na sexta-feira (21.05).

Live ‘Os Bóe e os rituais sagrados’

A apresentação será feita por Adriano Bororo Makuda, indígena da etnia Bóe Bororo. Adriano é bacharel em Direito pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Mestre em Antropologia também pela UFMT, e professor na Escola Estadual Indígena Sagrado Coração de Jesus na Aldeia Meruri.

A live será transmitida pelo pelo facebook do Museu de Arte Sacra de Mato Grosso na sexta-feira (21.05), às 19h

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Elevador do mirante está em perfeitas condições; Sema-MT agiliza contratação de empresa de manutenção para liberar uso

Publicado


A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) informa que o elevador que leva ao topo do novo Mirante do Parque Mãe Bonifácia está em perfeitas condições de uso. A secretaria está agilizando a contratação de empresa que fará a manutenção do equipamento para liberar a utilização nos próximos dias.

Os cuidados são necessários para garantir a segurança e bem estar dos usuários da atração turística, bem como integridade do bem. 

Assim que disponível para a população, o elevador atenderá idosos, gestantes e deficientes físicos.

O Mirante está com o acesso liberado pelas escadas. A lotação máxima é de 20 pessoas na estrutura e o uso das escadas deve ser consciente, ou seja, apenas para acessar a vista panorâmica e não para atividades físicas de impacto.

O Parque Mãe Bonifácia está localizado na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, e aberto para visitação todos os dias, das 6h às 18h.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Veja Também  Em Mato Grosso, 28 municípios estão com risco muito alto de contaminação pela Covid-19
Continue lendo

Mato Grosso

Governo de MT já pactuou mais de 90% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

Publicado


O Governo de Mato Grosso recebeu, até a manhã desta terça-feira (22.06), 1.684.920 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e já disponibilizou 1.571.901 aos 141 municípios do Estado, ou seja, 93,2% do total recebido.

As doses da última remessa entregue pelo Ministério da Saúde já estão sendo pactuadas. Tratam-se de segundas doses da vacina AstraZeneca, que devem ser distribuídas próximas da aplicação.

A disponibilização das doses é resultado da soma da primeira e segunda doses (1.404.590), acrescida das doses destinadas às populações indígenas aldeadas (54.120) e dos arredondamentos técnicos (113.191) necessários para o ajuste volumétrico dos frascos disponibilizados pelo Ministério da Saúde.  

Das 1.404.590 doses retiradas pelos municípios, as prefeituras aplicaram 1.136.645 (80%), sendo 831.728 como primeira dose e 304.917 como segunda dose. O percentual da semana passada era de 78%.  

Os 10 municípios que mais aplicaram vacinas, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, foram: Porto Esperidião (98%), Novo Mundo (97%), Araputanga (97%), Ribeirãozinho (96%), Santa Terezinha (96%), Paranaíta (94%), Ponte Branca (93%), Nova Monte Verde (93%) e Jaciara (93%). 

Veja Também  Terça-feira (22): Mato Grosso registra 442.382 casos e 11.752 óbitos por Covid-19

Confira o ranking completo de aplicação das vacinas no Boletim Informativo nº 471 ou no Painel de Distribuição de Vacinas Covid-19.

Considerando as vacinas destinadas à população indígena, alguns municípios podem contabilizar as doses aplicadas em aldeias pertencentes a territórios vizinhos e ultrapassar o limite de 100% da aplicação.

A Vigilância Estadual alertou que a utilização de unidades de segunda dose como primeira dose pode comprometer o esquema vacinal da população do município, considerando o fornecimento e as orientações feitas pelo Ministério da Saúde.

Sobre a distribuição

Na força-tarefa da vacinação, cabe ao Governo do Estado fazer a logística de distribuição, que é definida pela Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT), composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

A escolta dos materiais até os 14 polos de distribuição é feita pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), além das Polícias Federal e Rodoviária Federal e do Ministério da Defesa. O Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) também disponibiliza sua frota aérea para dar celeridade à distribuição.

Veja Também  Escola estadual faz ‘festa’ junina para entregar materiais didáticos

É importante ressaltar que o Governo Federal define o total de doses que cada estado recebe. Essa definição ocorre de acordo com a quantidade de pessoas que pertencem aos grupos prioritários e não pela quantidade absoluta da população.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana