conecte-se conosco


Economia

Auxílio Emergencial: funcionários públicos são acusados de desviar R$ 1,3 milhão

Publicado

Economia


source
null
Redação 1Bilhão Educação Financeira

undefined


O Ministério Público Federal ( MPF ) denunciou sete pessoas – entre elas, um funcionário da Caixa Econômica Federal de Goiás e um servidor do Tribunal Regional Eleitoral do Estado – por fraudar 1.570 saques do auxílio emergencial com CPFs falsos. O prejuízo estimado é de R$ 1,3 milhão aos cofres públicos.

Os crimes são:

  • formação de quadrilha; 
  • estelionato por 1.570 vezes;
  • inserção de dados falsos em sistemas de informação;
  • corrupção passiva e ativa e;
  •  violação de dever funcional por 6.296 vezes.

O processo corre sob sigilo, mas o MPF aponta os seguintes agravantes:

Você viu?

  • motivo torpe; 
  • abuso de poder ou violação de dever inerente a cargo,ofício, ministério ou profissão; 
  • e em momento de calamidade, considerando pandemia da covid-19.


A procuradoria pede a manutenção das prisões preventivas dos denunciados, argumentando que há provas de materialidade e autoria suficientes.

Entre as evidências estão as conversas entre os acusados, com mensagens em que eles combinam como serão feitos os saques e a divisão dos valores.

O mandato requer que o grupo seja condenado a reparar pelos danos causados pelo crime com uma indenização de no mínimo R$ 1,2 milhão. Segundo o MPF, a quadrilha onerou os cofres públicos e causou dano moral coletivo.

“Como é de notório saber, filas e filas em lotéricas e agências da Caixa Econômica Federal foram ocasionadas por fraudes, saques indevidos, e a organização criminosa investigada atuou especificamente para obter lucros nessas falhas e situações de pandemia experimentadas pelo Brasil. O valor ilicitamente retirado da União totaliza o mesmo que 8.661 pessoas que teriam direito ao auxílio emergencial”, aponta a acusação.

Comentários Facebook

Economia

Número de fusões e aquisições em 2021 supera 2020

Avatar

Publicado


source
Número de fusões e aquisições em 2021 supera 2020
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Número de fusões e aquisições em 2021 supera 2020

O mercado de fusões e aquisições está em alta. Segundo dados da Bloomberg, o primeiro trimestre deste ano acumulou um recorde de US﹩ 1,1 trilhão em negócios firmados no mundo todo. Foi o melhor começo de ano para o setor desde 1998.

Um levantamento da empresa de consultoria Alvarez & Marsal também confirma esse cenário promissor para M&A. No primeiro trimestre houve um aumento de 26% no número de transações em relação à média trimestral de 2020. A expectativa é que em todo o ano de 2021 o número de processos de M&A cresça 25%.

Fusões e Aquisições

As startups não ficaram de fora desse boom em fusões e aquisições. Segundo um estudo da Distrito, foram registradas 77 operações somente no começo deste ano. Em todo o ano de 2020, foram realizados 100 processos de fusões e aquisições, o que mostra que 2021 poderá superar esse número.

Veja Também  Ministério da Economia diz que pandemia se estabilizou e não espera  agravamento

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

IRPF 2021: BS2 dá 8 dicas de como declarar seus investimentos

Avatar

Publicado


source
IRPF 2021: BS2 dá 8 dicas de como declarar seus investimentos
Redação 1Bilhão Educação Financeira

IRPF 2021: BS2 dá 8 dicas de como declarar seus investimentos

Apesar de um ano marcado por forte volatilidade do mercado financeiro, muitas pessoas começaram a investir em 2020. Somente na Bolsa de Valores , houve um aumento de 92% no número de investidores, ou seja, mais de 1,5 milhão de novas contas de pessoas físicas.

O que muitos não sabem é que esse e outros tipos de investimentos realizados no último ano precisam constar na declaração anual do Imposto de Renda Pessoa Física , que deve ser finalizada e enviada para a Receita Federal até as 23h59 do dia 31 de maio de 2021.

Confira a reportagem completa aqui

Comentários Facebook
Veja Também  Bolsonaro aprova redução de 13% para 10% de biodiesel na mistura do óleo diesel
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana