conecte-se conosco


Mato Grosso

Primeira-dama entrega 2,5 mil cartões do auxílio emergencial em municípios do interior de MT

Publicado

Mato Grosso


Os cartões do Ser Família Emergencial começaram a ser entregues para famílias carentes do interior de Mato Grosso. Nesta segunda-feira (03.05), a primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, e a secretária de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria Carvalho, estiveram presentes nos municípios de Campo Verde, Dom Aquino, Jaciara, Juscimeira e São Pedro da Cipa entregando quase 2,5 mil documentos para as pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza. Durante a entrega, também esteve presente o presidente da Assembleia Legislativa, Max Russi. 

“Esse auxílio foi idealizado com muito carinho e responsabilidade para atender pessoas que estão precisando nesse momento. Isso foi possível através de parcerias importantes como a da secretária Rosamaria, do deputado Max , da Polícia Militar e de todos os municípios”, pontuou a primeira-dama. 

A secretária da Setasc explica que o benefício vai atender mais de 100 mil famílias de todos os 141 municípios que recebem até R$ 70 per capita no mês. “São famílias que sobrevivem com muito pouco. A ajuda de R$ 150 por cinco meses vai oferecer um pouco de conforto, principalmente na segurança alimentar”. 

Veja Também  SES prepara programação virtual para discutir aleitamento materno e substitutos

O presidente da Assembleia, que tem acompanhado as ações de assistência social do Estado, ressaltou a preocupação do Governo do Estado com o social. “É um programa que vai fazer a diferença na vida de muitas pessoas. O Governo está investindo em outros áreas mas está olhando também para as pessoas mais simples”.

Em Dom Aquino, o prefeito Valdecio Luiz da Costa comemorou a inclusão no programa. “Recebemos com muita satisfação um projeto dessa magnitude. Assim como em outros municípios, estamos passando por dificuldades financeiras com a perda de arrecadação. Só posso agradecer o governador e a primeira-dama pelo empenho em ajudar essas famílias carentes”.

Janeide Pereira, 44 anos, tem que cuidar dos netos e estava bastante preocupada com a dificuldade em colocar alimento na mesa da família, pois está desempregada. “Essa ajuda veio em boa hora. O leite do meu neto está garantido”. 

O prefeito de Campo Verde, Alexandre Lopes, parabenizou o Estado pela ação. “Muito importante para o município receber essa ajuda. O estado esta de parabéns por olhar para o lado social. É um governo que tem investido em infraestrutura e no desenvolvimento do Estado, mas também tem tido a preocupação mais sensível com a população”.

Veja Também  "Comunidade esperava por isso há mais de 10 anos", afirma diretora durante entrega da escola Arlete Maria em VG

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Governo de MT vai enviar projeto de lei para reduzir descontos de aposentados e pensionistas

Avatar

Publicado


O Governo de Mato Grosso vai enviar projeto de lei que visa reduzir os valores descontados dos servidores aposentados e pensionistas que ganham até R$ 9 mil. A proposta ainda deverá passar pelo Conselho da Previdência antes de ser encaminhada à Casa de Leis.

A definição do projeto foi feita após reunião com a Comissão de Previdência da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (17.05), representada pelos deputados estaduais Eduardo Botelho, Carlos Avalone, Allan Kardec e Wilson Santos. Também participaram os secretários Mauro Carvalho (Casa Civil), Rogério Gallo (Fazenda), Elliton Oliveira (MT Prev) e a primeira-dama Virginia Mendes.

“Fechamos um acordo com a Assembleia e vamos acrescentar um rebate de R$ 3,3 mil para quem ganha até R$ 9 mil, a partir da aprovação dessa lei. Existe um trâmite para que isso aconteça, teremos que submeter ao Conselho da Previdência e depois enviar à Assembleia Legislativa para adicionar esse rebate na base de cálculo”, afirmou o governador Mauro Mendes.

De acordo com o governador, se aprovado o projeto, os servidores inativos que ganham até R$ 9 mil não terão mais o desconto de 14% aplicado sobre o valor total do rendimento, mas somente sobre os valores acima de R$ 3,3 mil.

Veja Também  Segunda-feira (17): Mato Grosso registra 384.443 casos e 10.464 óbitos por Covid-19

Ou seja, o servidor aposentado ou pensionista que ganha R$ 9 mil, por exemplo, terá os 14% descontados apenas sobre R$ 5,7 mil, recebendo isenção nos R$ 3,3 mil restantes. Os aposentados que ganham abaixo de R$ 3 mil continuam totalmente isentos.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo de MT vai enviar projeto de lei que vai reduzir descontos de aposentados e pensionistas

Avatar

Publicado


O Governo de Mato Grosso vai enviar projeto de lei que visa reduzir os valores descontados dos servidores aposentados e pensionistas que ganham até R$ 9 mil. A proposta ainda deverá passar pelo Conselho da Previdência antes de ser encaminhada à Casa de Leis.

A definição do projeto foi feita após reunião com a Comissão de Previdência da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (17.05), representada pelos deputados estaduais Eduardo Botelho, Carlos Avalone, Allan Kardec e Wilson Santos. Também participaram os secretários Mauro Carvalho (Casa Civil), Rogério Gallo (Fazenda), Elliton Oliveira (MT Prev) e a primeira-dama Virginia Mendes.

“Fechamos um acordo com a Assembleia e vamos acrescentar um rebate de R$ 3,3 mil para quem ganha até R$ 9 mil, a partir da aprovação dessa lei. Existe um trâmite para que isso aconteça, teremos que submeter ao Conselho da Previdência e depois enviar à Assembleia Legislativa para adicionar esse rebate na base de cálculo”, afirmou o governador Mauro Mendes.

De acordo com o governador, se aprovado o projeto, os servidores inativos que ganham até R$ 9 mil não terão mais o desconto de 14% aplicado sobre o valor total do rendimento, mas somente sobre os valores acima de R$ 3,3 mil.

Veja Também  Governo de MT vai enviar projeto de lei que vai reduzir descontos de aposentados e pensionistas

Ou seja, o servidor aposentado ou pensionista que ganha R$ 9 mil, por exemplo, terá os 14% descontados apenas sobre R$ 5,7 mil, recebendo isenção nos R$ 3,3 mil restantes. Os aposentados que ganham abaixo de R$ 3 mil continuam totalmente isentos.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana