conecte-se conosco


Economia

Secretaria de Fazenda do Rio estima sonegação de quase R$10 bilhões da Petrobras

Publicado

Economia


source
Secretaria de Fazenda estima sonegação de quase R$10 bi por parte da Petrobras (PETR4)
Osni Alves

Secretaria de Fazenda estima sonegação de quase R$10 bi por parte da Petrobras (PETR4)

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) estima sonegação de R$ 9,8 bilhões por parte da Petrobras (PETR4).

O órgão fluminense promoveu um levantamento, divulgado no início desta semana, que indica que o Rio de Janeiro possa ter perdido esse montante em receitas de Royalties e Participações Especiais (PE) nos últimos dez anos.

Para a Sefaz, as petroleiras não dão clareza à divulgação de valores de sua movimentação e, assim, houve redução na arrecadação de receitas compensatórias da exploração de petróleo e gás no Estado.

Você viu?

O assunto foi elencado na segunda reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada pela Assembleia Legislativa do Estado pelo secretário Guilherme Mercês.

Veja Também  Produção de aço soma 11,8 milhões de toneladas de janeiro a abril

Ele destacou que a falta de transparência é uma “manobra absolutamente incompatível com a postura que tais companhias deveriam adotar”.

Leia a matéria completa no  site do 1Bilhão.

Comentários Facebook

Economia

Guedes não deve continuar no governo em caso de reeleição de Bolsonaro; entenda

Avatar

Publicado


source
Guedes estuda deixar o governo em caso de reeleição de Bolsonaro
Edu Andrade/Ascom/ME

Guedes estuda deixar o governo em caso de reeleição de Bolsonaro

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse a interlocutores que não deve continuar no governo em caso de reeleição de Bolsonaro em 2022. A informação é do jornal O Globo .

Guedes afirmou que pretende entregar “um país democrático”, com a apresentação de reformas e privatizações. À frente da pasta, o ministro apresentou a reforma da previdência , aprovada em 2019, além das reformas administras e tributárias , ainda em discussão no Congresso Nacional.

Paulo Guedes foi protagonista de diversas polêmicas envolvimento discórdias políticas ou com o presidente Jair Bolsonaro. A mais forte foi no começo deste ano, após a aprovação da Lei Orçamentária Anual de 2021 . Após alterações na peça orçamentária, Guedes ameaçou cortar as verbas e atiçou a ala política do Palácio do Planalto. Durante as discussões, parlamentares pediram o desmembramento da pasta e Bolsonaro precisou tomar frente às negociações.

Veja Também  Empresário interessado na compra particular de vacinas é convocado à CPI

Após os boatos e a sinalização positiva de Bolsonaro para desmembrar os setores da Indústria e Planejamento do Ministério da Economia, Guedes ameaçou desembarcar do governo, mas recuou após conversas com interlocutores. No entanto, a retirada de secretarias não agrada ao ministro e seus assessores.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Empresário interessado na compra particular de vacinas é convocado à CPI

Avatar

Publicado


source
O empresário Carlos Wizad
Reprodução

O empresário Carlos Wizad


O empresário Carlos Wizard foi convocado nesta segunda-feira (12) pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) para falar na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito). Ele é dono da rede de idiomas Wise-Up e fundador da rede que carrega seu sobrenome. 

Wizard ajudaria a “esclarecer detalhes ‘ministério paralelo da saúde’, responsável pelo aconselhamento extraoficial do Governo Federal com relação às medidas de enfrentamento da pandemia, incluindo a sugestão de utilização de medicamentos sem eficácia comprovada e o apoio a teorias como a da imunidade de rebanho”.


Apesar do Congresso ter aprovado a compra de vacinas pelo setor privado, a adesão à modalidade tem sido baixa . O projeto, apelidado de ” fura-fila da vacina”, que permite que empresários vacinem seus funcionários fora do SUS (Sistema Único de Saúde), foi capitaneada por Luciano Hang, dono da Havan , e Wizard.

Veja Também  Empresário interessado na compra particular de vacinas é convocado à CPI

Procurado por meio de sua assessoria de imprensa, o empresário não quis comentar o caso.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana