conecte-se conosco


Carros

Saiba mais sobre o motor GSE turbo que estreia na Toro e no Compass

Publicado

Carros


source
Motor 1.3 de quatro cilindros é o primeiro da nova família GSE Turbo que estreia na picape Toro da linha 2022
Leo Lara / Divulgação

Motor 1.3 de quatro cilindros é o primeiro da nova família GSE Turbo que estreia na picape Toro da linha 2022

A Stellantis revela mais informações sobre o novo motor GSE T4 . Feito em Betim (MG), o 1.3 turbo faz a sua estreia nos reestilizados Jeep Compass e Fiat Toro. O principal destaque são os números de potência e torque: 185 cv e 27,5 kgfm a 1.750 rpm, que colocam o novo propulsor como o flex mais potente de produção nacional.


O GSE T4 é da mesma família do 1.3 GSE aspirado, lançado em 2016 no Brasil e atualmente empregado nos modelos Cronos, Argo e Strada. Com bloco e cabeçote de alumínio, substitui o 2.0 Tigershark flex aspirado de 166 cv, que era importado do México. Embora exista no exterior uma variação de 150 cv do T4, no mercado brasileiro só haverá espaço inicialmente para uma configuração única.

Veja Também  Honda Africa Twin DCT chegou; saiba todos os detalhes da novidade

Você viu?

Apesar do parentesco entre o GSE aspirado e o T4, que inclui o compartilhamento da cilindrada de 1.332 cm³, a semelhança entre os dois propulsores termina aí. Além da sobrealimentação e de trazer um cabeçote de 16V no lugar do 8V, o novo motor turbo usa componentes exclusivos, comando de válvulas variável Multiair III e o sistema de injeção direta de combustível, além de turbo com arrefecimento do tipo ar-água.

Novo motor 1.3 turbo substitui o 2.0 aspirado, que era importado do México, no Jeep Compass reestilizado
Divulgação

Novo motor 1.3 turbo substitui o 2.0 aspirado, que era importado do México, no Jeep Compass reestilizado


De acordo com o Chief Engineer – Flex Fuel Engines da Stellantis, Vittorio Doria, na comparação com o GSE T4 a gasolina já usado no exterior, o propulsor para o Brasil enfrentou uma bateria de testes de adequação para os combustíveis brasileiros.

Isso resultou em modificações como o uso de velas e bicos injetores de nova especificação, a inclusão de um sensor de combustível e ao uso de novos materiais em componentes internos para resistir ao ataque químico do etanol.

Inicialmente, o propulsor será combinado apenas ao câmbio automático de seis marchas, já empregado nas versões flex pré-reestilização da picape Fiat Toro e do SUV médio Jeep Compass .

Veja Também  Saiba como deixar a pintura do carro como nova sem precisar fazer polimento

Motor modular

Motores 1.3 GSE Turbo vão equipar alguns modelos da Stellantis, entre os quais Jeep Compass e Fiat Toro
LEO LARA/DIVULGAÇÃO

Motores 1.3 GSE Turbo vão equipar alguns modelos da Stellantis, entre os quais Jeep Compass e Fiat Toro


A Fiat confirmou somente as especificações técnicas do 1.3 turbo flex de quatro cilindros. Mas já está confirmada também a produção do GSE T3, uma variação 1.0 do mesmo propulsor. Também programado para ser feito na fábrica de Betim, o propulsor compartilha os componentes principais com o GSE T4 , sendo basicamente o bloco de quatro cilindros, com um cilindro a menos de cilindrada.

A expectativa é que esse motor GSE turbo faça a sua estreia no Progetto Fiat 363, o SUV do Argo que estreia em breve, além dos compactos Argo e Cronos. Fora do Brasil, esse mesmo propulsor em sua versão a gasolina é utilizado também no Jeep Renegade e desenvolve 120 cv, o que abre espaço para o seu uso também no SUV compacto feito em Goiana (PE).

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook

Carros

Vazam fotos da nova esportiva Yamaha R7 da linha 2022

Avatar

Publicado


source
Yamaha R7 2022: esportiva da marca japonesa vai brigar com Kawasaki Ninja ZX-6R. entre outros modelos
Divulgação

Yamaha R7 2022: esportiva da marca japonesa vai brigar com Kawasaki Ninja ZX-6R. entre outros modelos

A nova Yamaha R7 tem as primeiras fotos oficiais vazadas na internet antes de ser mostrada oficialmente, o que vai acontecer amanhã (18). A marca japonesa já havia divulgado um vídeo com apenas traços do novo modelo esportivo que vai substituir a R6 e passará a rivalizar com Kawasaki Ninja ZX-6R e companhia.

Antes das fotos terem vazado, acreditava-se que a nova Yamaha R7 teria muito do estilo da R6. Porém, agora fica claro que a nova esportiva lembra mais a MT-07 com desenho arrojado, com farol de LED no centro e luzes diurnas nas laterais, junto com a carenagem que faz parte do kit aerodinâmico da moto.

Veja Também  Vazam fotos da nova esportiva Yamaha R7 da linha 2022

Entradas de ar e os logos do modelo da marca japonesa também chamam atenção da motocicleta que terá freio dianteiro com pinças de dois pistões na frente e de um atrás, sempre com discos perfurados parra ajudar a conter o ímpeto esportivo da R7. O conjunto de suspensão também será bem arrojado.

Yamaha R7 2022 conta com estilo arrojado e bom desempenho entre os principais atrativos diante das rivais
Divulgação

Yamaha R7 2022 conta com estilo arrojado e bom desempenho entre os principais atrativos diante das rivais

O quadro de instrumentos será totalmente digital e na lista de equipamentos de série da nova Yamaha R7 haverá controle de tração, seletor de modos de condução, ABS, entre outros itens.

Além disso, o motor será o de 700 cc de cilindrada , vindo da MT-07 , mas, provavelmente, com mudanças para render mais que os 73,4 cv e 6,8 kgfm de torque máximo. Mais detalhes serão divulgados a partir de amanhã (18), fique ligado.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

Último Ford GT40 produzido será leiloado nos EUA

Avatar

Publicado


source
Ford GT40 1969 foi o último exemplar feito e deverá ser arrematado por mais do que US$ 2,5 milhões, ou quase R$ 14 milhões
Divulgação

Ford GT40 1969 foi o último exemplar feito e deverá ser arrematado por mais do que US$ 2,5 milhões, ou quase R$ 14 milhões

A última unidade produzida em 1969 do norte-americano Ford GT40 será leiloado nos EUA. Construído entre 1964 e 1969, ele é um dos mais importantes de todos os tempos e foi desenvolvido com o objetivo de vencer a Ferrari, que até então reinava as corridas de resistência na época.

O bólido de corrida – equipado com um motor Ford V-8 de 4,9 litros –  após sua sequência de vitórias na prova das 24 Horas de Le Mans recebeu o apelido de “matador de Ferraris”.

O F ord GT40 fabricado em 1969, pintado na combinação de cores azul e branco está na mira de muitos potenciais colecionadores que geralmente buscam pela primeira unidade produzida, quando se trata de automóveis historicamente importantes.

Esportivo foi fabricado com motor V8 e diversas litragens entre 1964 e 1969, com uma trajetória brilhante nas pistas
Dilvugação

Esportivo foi fabricado com motor V8 e diversas litragens entre 1964 e 1969, com uma trajetória brilhante nas pistas

A unidade é a de número 105 do montante produzido no ano de 1969 de chassis P / 1085, e foi entregue ao primeiro dono, Sir Malcolm Guthrie no Reino Unido. Após a aquisição, o exemplar foi armazenado em um galpão junto a outras raridades do inglês, onde permaneceu até então.  O esportivo passou por uma rigorosa restauração e está finalizando a pintura JWA “Gulf Spec” de época.

Veja Também  Renault Argentina quer importar picape Alaskan para Brasil

Você viu?

A licitação online para o último GT40 será aberta a partir do dia 11 e vai até o dia 18 de junho. De acordo com a Gooding & Company que está organizando o leilão, o esportivo deverá ser vendido por valores muito acima de US$ 2,5 milhões, algo em torno de R$ 13.150.000 em conversão direta.

Méritos do GT40

Réplica do Ford GT40 feita pela empresa Americar
Reprodução/Flickr

Réplica do Ford GT40 feita pela empresa Americar

O Ford GT40 se sagrou vitorioso por quatro vezes na prova 24 Horas de Le Mans, na França entre 1966 e 1969. Além de destronar o domínio da Ferrari , foi dele o mérito de ser o representante de uma empresa norte-americana a vencer de forma invicta todas as vezes em que participou.

No Brasil, o GT40 disputou pelo Campeonato Carioca de Automobilismo, em 1969. Algumas réplicas do superesportivo da Ford foram fabricadas no país pela empresa Americar , com motor V8 e chassi tubular e carroceria de fibra de vidro. Na foto acima, um exemplar com a lendária pintura retrô da patrocinadora Gulf Oil , em tons de azul e laranja.

Veja Também  Ford Ranger Black e Chevrolet Equinox:  picape é melhor que SUV médio?
Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana