conecte-se conosco


Policial

Homem acusado de descumprir medidas protetivas é preso por conduzir veículo sob a influência de álcool

Publicado

Policial


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um homem acusado de descumprimento de medidas protetivas no âmbito de crimes de violência doméstica e familiar, foi preso pela Polícia Civil do município de Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá), no início da noite de terça-feira (13.04).

O suspeito de 39 anos foi autuado em flagrante pelo crime tipificado no Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9.503/97 – conduzir veículo automotor sob a influência de álcool ou substância psicoativa).

As diligências iniciaram logo que a vítima de 33 anos procurou a Polícia Civil de Comodoro, na tarde de terça-feira (13), para registrar a ocorrência por injúria e descumprir decisão judicial que oferece medidas protetivas de urgência prevista em lei.

Na delegacia a mulher narrou que o seu ex-marido teria proferido ameaças contra ela. No momento em que era feito o boletim de ocorrência foi informado que o suspeito dirigindo um veículo embriagado, teria ido até a casa da mãe da vítima e tentado agredir a sogra.

Com base nos fatos os policiais civis passar a procurar pelo homem visando contê-lo e evitar que o mesmo provocasse algum tipo de acidente automobilístico ou dano maior.

Veja Também  Criminosos que combinavam programa para roubar vítimas são presos em flagrante pela Polícia Civil

Durante as buscas o suspeito foi localizado pelos investigadores, conduzindo o carro modelo Gol em uma via pública no centro da cidade. Na abordagem foi aparentemente constatado o estado de embriagues.

Em seguida ele foi levado até a Delegacia de Comodoro, onde foi realizado o teste de etilômetro com resultado de 1.07 mg/l, três vezes superior ao mínimo do considerado crime.

Diante do flagrante o conduzido foi ouvido pelo delegado Ricardo Marques Sarto e autuado por conduzir veículo automotor sob a influência de álcool ou substância psicoativa. Após a confecção dos autos o preso foi colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil apreende autor de roubo com restrição de liberdade cometido contra adolescente em Tangará da Serra

Avatar

Publicado


Camila Molina/Polícia Civil-MT

O menor identificado como um dos autores do roubo com restrição de liberdade da vítima, cometido contra o filho de um empresário em Tangará da Serra (239 km a médio norte de Cuiabá) foi apreendido pela Polícia Civil, no final da tarde desta sexta-feira (14.05), durante diligências ininterruptas para esclarecimento do crime

O adolescente de 17 anos foi reconhecido pela vítima como um dos envolvidos no roubo e foi apreendido durante cerco policial na bairro Jardim Shangri-lá.

O crime ocorreu na quarta-feira (12), quando a  vítima retornava da escola, conduzindo um veículo Volkswagen Polo e foi abordada por dois suspeitos em uma motocicleta, no momento em que reduziu a velocidade para entrar em sua casa.

Na ocasião, o suspeito que estava na garupa da motocicleta, desceu em posse de uma arma de fogo rendendo a vítima e assumindo a direção do veículo Polo. A vítima foi levada junto ao suspeito.

Assim que foram acionadas, as equipes da Polícia Civil e Polícia Militar iniciaram as diligências para localizar a vítima. Durante as buscas na zona rural do município na comunidade conhecida como Bezerro Vermelho, os policiais localizaram na noite de quarta-feira o veículo da vítima, fora da estrada e com avarias.

Em continuidade as diligências, os policiais encontraram a vítima em uma região de mata, próxima ao Distrito de Progresso, na MT-358. O adolescente foi entregue a família sem lesões corporais.

Veja Também  Cavalaria prende irmãos responsáveis por distribuírem droga no bairro Novo Milênio

Investigação e apreensão do suspeito

Desde que tomou conhecimento dos fatos, a Polícia Civil já vinha trabalhando com a hipótese de participação de dois suspeitos, já conhecidos do meio policial. Na delegacia, a vítima foi ouvida e fez o reconhecimento fotográfico do adolescente como um dos autores do crime, confirmando as suspeitas da equipe policial.

Com a informação, os policiais intensificaram as buscas pelo suspeito que a todo momento trocava de endereço para escapar de uma possível abordagem policial, inclusive conseguindo fugir dos policiais em uma tentativa de abordagem anterior, também no bairro Jardim Shangri-lá.

No final da tarde desta sexta-feira (14), os policiais receberam novas informações de que o suspeito havia retornado para o bairro e montaram uma operação para realizar a apreensão do menor. Ao perceber a presença dos policiais, o adolescente tentou fugir pelos quintais das casas, porém acabou detido durante o cerco.

Três pessoas que estavam nas imediações no momento da apreensão e que tem amizade com o suspeito foram conduzidas para prestar esclarecimentos, sendo ouvidos e liberados. Apenas dos menores conduzidos responderá a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de droga.

Tipificação

Segundo o delegado, Adil Pinheiro de Paula, o adolescente que teve o envolvimento identificado no roubo, ficou todo momento com a vítima, sendo o responsável por realizar a abordagem, indo com ela em direção à Nova Olímpia e ficando escondido na região de Novo Progresso.

Veja Também  Em abordagem, policiais descobrem oficina com motocicletas adulteradas e queixa de roubo

“O caso está sendo tratado como roubo com restrição de liberdade da vítima, uma vez que não houve o pedido de resgate, não caracterizando assim o sequestro. Informações preliminares indicam que os suspeitos tiveram um desentendimento, pois um queria pedir o resgate pela vítima e o outro queria apenas roubar o veículo”, disse o delegado.

Diante das evidências, o delegado representou pelo pedido de internação do adolescente pelo ato infracional de roubo com restrição de liberdade da vítima, que foi deferido pela Justiça.  O menor poderá ficar até cinco dias na Delegacia de Tangará da Serra aguardando a vaga no sistema socioeducativo.

As investigações seguem em andamento para prender o segundo envolvido no crime já identificado pela Polícia Civil.

O delegado-geral, Mário Derveval, parabenizou a equipe de Tangará da Serra pela rápida e brilnhante atuação no caso, que tirou de circulação um suspeito que apesar de ainda ser menor de idade, já pode ser considerado de alta periculosidade.

“A equipe está de parabéns pelo trabalho de investigação e campanas, que resultaram na apreensão do adolescente infrator. Esperamos que com a detenção do suspeito e em breve do seu comparsa, livrar a sociedade desse tipo de pessoas comprometidas com crimes tão graves”, disse o delegado-geral.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Quatro integrantes de associação criminosa envolvida em estelionato são presos pela Polícia Civil em Cuiabá

Avatar

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Quatro pessoas suspeitas de integrar uma associação criminosa envolvida em estelionato foram presas em flagrante pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (14.05), após serem identificados pelos policiais da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) no momento em que tentavam sacar o dinheiro do golpe.

As investigações iniciaram após a equipe da GCCO ser informada sobre uma mulher que estava tentando sacar um alto valor em uma agência bancária na Capital. Segundo as informações, o dinheiro era oriundo de um golpe aplicado horas antes contra uma vítima de Lucas do Rio Verde, que teve R$ 25 mil subtraídos de sua conta corrente.

O golpe ocorreu por volta das 10 horas, quando a vítima recebeu uma ligação de uma pessoa, que se identificou como agente de segurança de uma cooperativa bancária, afirmando que precisava de dados pessoais, uma vez que tinham tentando acessar a conta do cliente por outro aparelho celular.

Durante a conversa, o estelionatário pediu que a vítima entrasse no aplicativo do banco e enviasse um código que chegaria em seu celular. Após o envio, o suspeito conseguiu acessar a conta da vítima e fazer uma transferência no valor de R$ 25 mil para outra conta da mesma cooperativa.

Veja Também  Policiais destemidos praticam atos extraordinários para salvar vidas em MT

A equipe de investigadores da GCCO foi acionada por volta das 15 horas de que uma mulher estava tentando sacar um alto valor em dinheiro em uma agência bancária. Os policiais realizaram a abordagem da suspeita, que confessou estar ali para sacar a quantia proveniente de golpe e indicou outras pessoas envolvidas no esquema, entre elas seu marido.

Em continuidade às diligências, o suspeito foi detido e disse que o dinheiro seria entregue para outras duas pessoas responsáveis por organizar o golpe. O segundo casal foi preso no momento em que chegou à casa dos suspeitos para buscar o dinheiro que eles acreditavam já estar com os comparsas.

Diante das evidências, os três suspeitos foram conduzidos à GCCO, onde após serem interrogados foram autuados em flagrante por estelionato e organização criminosa.

A apuração do crime e prisão dos envolvidos contou com apoio da Delegacia de Lucas do Rio Verde e da Gerência Estadual de Polinter e Capturas. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana