conecte-se conosco


Mato Grosso

Dom Aquino comemora 63 anos com ações do Governo em infraestrutura e agricultura familiar

Publicado

Mato Grosso


Dom Aquino, no Vale do Rio São Lourenço, 8.171 habitantes, distante 172 quilômetros de Cuiabá no sentido sudeste, comemora 63 anos como município nesta quarta-feira, 14 de abril, com ações do Governo do Estado em infraestrutura e agricultura familiar.   

Por meio da Sinfra/MT (Secretaria de Infraestrutura e Logística), foram restaurados 67,5 quilômetros da rodovia MT-344, entre o entroncamento da BR 070 com a MT-140, em Campo Verde, e o entroncamento da BR 163/364, em Jaciara, passando por Dm Aquino.  Foram investidos R$ 45,276 milhões nesta obra.

Uma parceria com o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico Social e Ambiental da Região Sul (Cidesasul) é responsável pela manutenção de duas rodovias que cortam o município – MT-454 e MT-260. É parte de um total de 231,32 quilômetros de rodovias não pavimentadas em sete municípios da região, cujos investimentos somam R$ 14,6 milhões do Governo do Estado e R$ 147 mil de contrapartida do consórcio.

Agricultura familiar

Por meio da SEAF (Secretaria de Estado de Agricultura Familiar), Dom Aquino recebeu dois resfriadores de leite com capacidade de até mil litros, de um total de 200 unidades distribuídas a 62 municípios mato-grossenses. Investimentos de R$ 2,1 milhões, dos quais R$ 1,6 milhão do Estado e R$ 499 mil de emenda parlamentar estadual.

Município recebeu dois resfriadores de leite com capacidade de até mil litros – Secom/MT

Veja Também  Várzea Grande comemora 154 anos com investimentos de mais R$ 130 milhões em diversas áreas

Saúde e repasses – A SES (Secretaria de Estado de Saúde) repassou ao município 700 testes rápidos para detecção do coronavírus e medicamentos para combatê-lo, num total de 30.111 comprimidos, entre azitromicina (3.860), ivermectina (2.944) e dipirona (23.307), também distribuído em gotas, com 572 frascos.                  

Entre 2020 e 2021, o Governo do Estado repassou R$ 14,4 milhões aos cofres municipais em ICMS, IPVA e Fethab, além de R$ 1,938 milhão em assistência social, transporte escolar, convênios na área de saúde e emendas parlamentares, entre 2019 e 2020.

Economia

Segundo o IBGE, o setor agropecuário, com R$ 208,3 milhões, respondeu por 56,5% do PIB (Produto Interno Bruto) Municipal de 2018, avaliado em R$ 368,558 milhões. Serviços (R$ 70,545 milhões), administração pública (R$ 49,68 milhões), impostos (R$ 23,03 milhões) e indústria (R$ 16,99 milhões) fecham a soma. O PIB per capita, de R$ 44.951,64, é o 37º de Mato Grosso.

Um plantel de 3.677 vacas ordenhadas, de um rebanho bovino com 105,9 mil cabeças, produziu, em 2019, 4,345 milhões de litros de leite, abastecendo o laticínio local. A pecuária dom-aquinense conta ainda com um rebanho galináceo com 71,2 mil cabeças, da quais 4,3 mil galinhas e 23 mil dúzias de ovos; 5.894 suínos, 2.230 equinos e 1.459 ovinos, além de uma produção de 135,8 mil toneladas de peixes em cativeiro.

Veja Também  Museu de História Natural e o Museu de Arte Sacra integram programação nacional

Vizinha de grandes produtores agrícolas como Campo Verde e Primavera do Leste, Dom Aquino tem no algodão (92,4 mil toneladas), no milho (99,7 mil toneladas) e na soja (112,3 mil toneladas), o carro-chefe de sua agricultura. Produz ainda abacaxi, banana, borracha e mandioca.

É o terceiro maior município mato-grossense plantador de eucalipto, com uma área de 14,5 mil hectares em 2019 e produção de 37 mil m3 de lenha, por silvicultura.

O município abriga também uma envasadora de água mineral.

História

Há um século, garimpeiros se fixaram na região, iniciando a povoação do atual município, cujo primeiro nome foi Mutum, por causa da abundância do  pássaro.

Foi emancipado em 1958, de Poxoréo, ainda com este nome, alterado, em 1965, para Dom Aquino, em homenagem a Dom Francisco de Aquino Corrêa, arcebispo de Cuiabá e governante mato-grossense. Em 1985 foi criado o distrito de Campo Verde sob sua responsabilidade, mas emancipado três anos depois, em 1988. Atualmente conta com o distrito de Entre Rios.

Segundo o site da prefeitura, conta com fontes de águas cristalinas e tem potencial para o turismo de aventura – especialmente em tempos normais -, por causa de seus cânions, cavernas e cachoeiras, que oferecem opções para a prática de rapel, escalada e trilhas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Comandantes regionais discutem investimentos e redução dos índices de roubos e homicídios

Avatar

Publicado


Comandantes regionais e das unidades da Polícia Militar se reuniram nesta sexta-feira(15.05), no Quartel do Comando Geral, em Cuiabá, para discutir temas como redução dos índices criminais, investimentos em fardamento, armamentos, infraestrutura, padronização de procedimentos, entre outras questões.

Na abertura da reunião, o comandante-geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, parabenizou os comandantes regionais pelo empenho nas ações preventivas e de repressão à violência apontando os resultados alcançados. Assis citou como exemplo o aumento na apreensão de drogas, que nos dados gerais passou dos 150%. Já a queda dos índices de homicídios e roubos, de 31% e 24%, em 2019 e 2020, também foi abordada e elogiada pelo comandante.

Ele também salientou o esforço coletivo dentro da instituição para cumprir a missão de prevenir a Covid-19, orientando e fazendo a população entender a necessidade do cumprimento das medidas restritivas.

No caso dos homicídios dolosos, os comandos regionais com maiores percentuais de redução foram: 5º Comando Regional de Barra do Garças, com queda de 31%; 6º Comando Regional de Cáceres, com 24%; e 15º Comando Regional de Peixoto de Azevedo, com 22%.

Veja Também  Comandantes regionais discutem investimentos e redução dos índices de roubos e homicídios

Nos índices de roubos a redução foi maior de 45%, no 3º Comando Regional, com sede em Sinop, seguido do 4º CR de Rondonópolis, onde registrou queda de 38%. Terceiro colocado, o 2º CR de Várzea Grande, computou 36% a menos no número de roubos.

De acordo o com coronel Carlos Eduardo Pinheiro da Silva, subchefe de Estado Maior Pinheiro, esses encontros presenciais ocorrem semestralmente, mas por causa da pandemia vinham sendo realizados de forma virtual.

Esse encontro é o primeiro presencial desde o agravamento dos índices da Covid-19. “São importantíssimos para a troca de informações, avaliação do planejamento e a adoção de novas estratégias de policiamento,conforme as necessidades apresentadas”.

Sobre o fardamento, o coronel Pinheiro explicou que o processo de aquisição pelo Governo do Estado está sendo finalizado, incluindo os destinados para as unidades especializadas. Em breve todos os policiais estarão usando as novas fardas. Além de mais conforto aos policiais, o fardamento instituíra a identidade visual do efetivo.

Os coronéis Assis, Pinheiro e Francyanne entregaram certificados de reconhecimento aos comandantes dos CR’s que contribuíram no resultado de queda dos índices criminais. Receberam os certificados por maior dedução de roubos os comandantes: Wesney Sodré(3º CR), Wendel Sódré(4º CR) e Wankley Rodrigues(2ºCR). Pela queda dos índices de homicídios dolosos os comandantes:  Souza(5º CR), Tapajós (6º CR) e James Ferreira(15ºCR).

Veja Também  Seduc lança guia para auxiliar professores da Educação Infantil

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Várzea Grande comemora 154 anos com investimentos de mais R$ 130 milhões em diversas áreas

Avatar

Publicado


Várzea Grande, com quase 300 mil habitantes, comemora neste sábado, 15 de maio, seu 154º aniversário, com ações do Governo do Estado em infraestrutura rodoviária, urbana, educacional e na área de saúde, cujos investimentos somam, na atual gestão, mais de R$ 130 milhões.

São obras de duplicação de avenida, pavimentação de rodovia, construção de pontes, reforma de escolas, em conjuntos habitacionais, complexo penitenciário e no Hospital Metropolitano.

Também na atual gestão estadual, o município recebeu, em repasses obrigatórios, cerca de R$ 265 milhões relativos a ICMS, IPVA, Fethab, assistência à saúde, assistência social e transporte escolar.

Em convênio com o município, foram investidos R$ 27 milhões na duplicação de 10 quilômetros na Avenida Filinto Müller, em drenagem, pavimentação, calçadas, meio fio, sarjeta, sinalização, paisagismo e iluminação em LED, além de R$ 2,19 milhões na ponte de concreto sobre o Ribeirão dos Cocais, na MT-050, entre os distritos de Praia Grande, em Várzea Grande, e Cedral, em Nossa Senhora do Livramento.

Duplicação da Avenida Filinto Muller /Secom/MT

Está em execução a construção da ponte sobre o Rio Cuiabá, com 320 metros de extensão, interligando o Parque do Lago, em Várzea Grande, e Parque Atalaia, em Cuiabá, cujos investimentos somam R$ 40,428 milhões.    

Está previsto o recapeamento de 212 mil metros quadrados em ruas e avenidas do município, com aplicação de concreto betuminoso. Entre elas, 2,74 quilômetros de pista dupla da Avenida da FEB.

Habitação, saúde e segurança – O Governo do Estado garantiu quase R$ 10 milhões na retomada e conclusão do residencial Santa Bárbara, no bairro Jardim Maringá II. Foi construído o sistema de tratamento de água e esgoto, composto por cinco etapas, em 18 prédios de cinco pavimentos, além de área de lazer e estacionamento.  

Entrega de chaves do residencial Santa Bárbara – Foto: Christiano Antonucci

Pelo PPI Favelas, estão sendo investidos R$ 8,362 milhões na urbanização de assentamentos e residenciais nos bairros Icaraí e Parque São João (270 unidades), Padre José Carniel (566 unidades) ,Colinas Douradas I (1 mil unidades).

Após 10 anos, foi inaugurado em junho do ano passado o Complexo Penitenciário de Jovens e Adultos Ahmenon Lemos Dantas. Considerado o maior do Estado, tem capacidade para abrigar 1.008 presos. Foram investidos cerca de R$ 28,3 milhões, entre recursos do Ministério da Justiça e do Governo do Estado.     

Veja Também  Distribuição de 76,2 mil doses das vacinas CoronaVac e AstraZeneca é definida em Mato Grosso

Complexo Penitenciário de Várzea Grande – Foto: Mayke Toscano

Além da penitenciária, o Governo, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), pavimentou 13,4 quilômetros da MT-351, em Várzea Grande, permitindo o acesso direto da Rodovia dos Imigrantes à unidade e ao Distrito de Limpo Grande.

Foram investidos R$ 16 milhões, em recursos do Governo e da Assembleia Legislativa, na reforma e ampliação do Hospital Metropolitano, referência no atendimento e tratamento de casos graves da Covid-19.

Em fevereiro de 2020, antes da pandemia, dispunha de 58 leitos clínicos e 10 Unidades de Terapia Intensiva (UTI) adulto. Em maio, passou contar com 238 leitos clínicos e 40 UTIs.  A reforma contemplou ainda a construção de estrutura para acomodação de leitos clínicos e UTI emergencial para o combate à Covid-19.  

Hospital Metropolitano – Foto: Marcos Vergueiro

Educação – Por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), está em reforma a Escola Estadual Arlete Maria da Silva, no bairro Asa Bela. São 11 salas de aula, setor administrativo, cozinha, biblioteca, laboratório de informática, quadra poliesportiva com vestiários masculino e feminino e almoxarifado.

Também pela Seduc será construída uma quadra poliesportiva na Escola Estadual Macedo Rodrigues, no bairro Mapim, além da reforma completa na Escola Estadual Honório Rodrigues Amorim, na Cohab Dom Orlando Chaves.

Cestas básicas – Pela Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Setasc), foram entregues, em 2020, 16,8 mil cestas básicas e 9,5 mil cobertores, por meio dos programas Vem Ser Mais Solidário e Aconchego, coordenados pela primeira-dama Virginia Mendes. Em 2019, foram 17 mil cobertores entregues.                                 

Veja Também  Policiais destemidos praticam atos extraordinários para salvar vidas em MT

Família recebe cesta básica em Várzea Grande –  Foto: João Reis  

Repasses – Entre março de 2020 e março de 2021, Várzea Grande recebeu R$ 199,9 milhões em repasses provenientes de ICMS, IPVA Fethab; R$ 62,98 milhões para a Saúde, dos quais R$ 2,57 milhões exclusivos para prevenção e tratamento da Covid 19, entre 2019, 2020 e nos primeiros meses de 2021; e R$ 2,16 milhões, entre 2019 e 2020, em assistência social e transporte escolar.

Ações de combate à Covid – Atualmente, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) financia 10 leitos de UTI para atender pacientes com Covid-19, a um custo R$ 2 mil a diária de cada leito, num total de R$ 20 mil por dia.

Entre 2020 e 2021, pagou R$ 1,2 milhão, em verba indenizatória extraordinária, aos profissionais da SES, que atuam no município.

A SES distribuiu no município 124.158 comprimidos de Azitromicina 500mg, 22.796 de Ivermectina, 427.440 de dipirona 500 mg, 60 mil de Dexametazona 4 MG, além de vários outros como Atracúrio, Cisatracúrio, Rocurônio, Midazolam, Fentanila e Propofol .     

Também foram repassados ao município 51.165 testes rápidos da Covid-19, entre IGG e IGM e antígenos, além 105 mil máscaras cirúrgicas de uso civil, 110,25 mil máscaras cirúrgicas descartáveis, 43,5 mil luvas de procedimento (tamanhos pequeno, médio e grande), além de máscaras cirúrgicas de três camadas e N95, macacão de segurança, óculos de proteção, protetor facial e touca descartáveis.                              

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana