conecte-se conosco


Política

Diretores da Aneel não compareceram à oitiva da CPI da Energisa

Publicado

Política


Foto: MARCOS LOPES / ALMT

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energisa estava preparada para realizar uma oitiva com os diretores da Aneel nessa quarta-feira (07), no entanto os diretores encaminharam um e-mail, no dia anterior, avisando que não iriam participar. A reunião seguiu o rito normalmente pontuando e colocando em votação pontos importantes. 

Foram aprovados assuntos importantes, como o ofício respondido pela Aneel acatando o pedido feito na terça-feira (06) para consignar o não reajuste anual da tarifa de energia elétrica durante o período em que vigorarem medidas de contenção ao avanço da covid-19, e prorrogou o reajuste que seria feito em 08 de abril. A agência, via e-mail, elogiou o empenho feito pela CPI em apresentar os reais motivos para que o reajuste não fosse realizado.

Durante a reunião foi aprovado o oficio nº 080/2021, que tem o objetivo informar a Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o prazo de dias corridos, em caráter excepcional, relativo aos encargos setoriais arrecadados na rubrica conta de desenvolvimento energético – CDE, os montantes anuais pagos pelos consumidores de Mato Grosso em suas contas de energia elétrica.

O presidente da CPI da Energisa, deputado Elizeu Nascimento (PSL), anunciou que os trabalhos presenciais da CPI irão ser suspensos devido à pandemia. “É preciso oficializar a paralização para que seja bloqueado o tempo máximo que é de 180 dias. No entanto, continuaremos trabalhando e a equipe técnica continuando atuando, inclusive aprovamos que seja feito um planejamento técnico para que a CPI aponte uma solução acerca do reajuste, principalmente antes ao índice”, destacou o presidente.

Elizeu ainda destacou sua preocupação em relação a essa postergação temporária. “Sabemos que essa postergação é temporária, por esse motivo a equipe técnica estará trabalhando arduamente para que não tenhamos um aumento de dois dígitos, o que está sendo cogitado seria 16% até 19%, como está previsto. Vamos trabalhar para que a população não venha ser ainda mais lesada”, frisou Nascimento. 

Participaram da reunião os parlamentares os membros da CPI da Energisa-MT, o presidente Elizeu Nascimento, relator Carlos Avallone (PSDB) e o deputado Faissal Calil (PV).

Os diretores da Aneel, que estavam convidados para a oitiva, enviaram um e-mail informando que não iriam comparecer à reunião. A justifica, de acordo com o comunicado, seriam  compromissos assumidos anteriormente.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Veja Também  Comissão de Saúde ouve prefeitura de Araraquara (SP) sobre medidas adotadas para combate à Covid-19

Política

Max Russi participa de distribuição de cestas básicas em VG; ação beneficiou 145 famílias

Avatar

Publicado


Deputado Max Russi acompanhou as entregas em dois pontos de Várzea Grande

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

“O coração dele é bonito como ele”. Foi o que disse a dona Maria Isabel dos Santos Arruda, moradora do Bairro Água Vermelha, após receber uma cesta básica das mãos do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB), na terça-feira (13), em Várzea Grande. Ela foi uma das beneficiadas com a distribuição promovida pelo programa Vem Ser Mais Solidário, da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), por intermédio da primeira-dama Virgínia Mendes, Prefeitura de Várzea Grande e projeto VG Mais Ação, em parceira com a Casa de Leis. No total, 145 famílias em situação de vulnerabilidade foram beneficiadas.

Conforme a coordenadora do projeto, Marciany Bustamante, o apoio do parlamentar ao VG Mais Ação, que desde 2018 promove ações de cidadania, tem sido fundamental, ainda mais nesse período em que os mutirões sociais estão suspensos, devido às restrições sanitárias impostas pelo combate à disseminação do novo coronavírus. “Quando olho para o senhor, eu penso: ele é um de nós. O senhor faz parte da história desse projeto. Nós só temos a agradecer”, afirmou. 

Veja Também  Valmir Moretto é eleito presidente da Comissão de Infraestrutura da ALMT

Russi acompanhou as entregas em dois pontos da cidade, sendo a primeira no Água Vermelha e outra no Parque Del Rey. “Cada um de nós temos a função, enquanto ser humano, de olhar pelo próximo. Hoje eu tenho a sorte de poder trabalhar com ações que me identificam”, discursou. 

Ação essa reconhecida pela senhora Emília Correa da Silva, de 67 anos. “Há 10 meses eu perdi meu marido para esse vírus. Minha aposentadoria só dá para os remédios. Essa ajuda é uma benção”, agradeceu.

Já Quitéria dos Reis Silva, de 63 anos, prometeu orações em agradecimento. “Se eu já orava por todos, agora vou orar ainda mais por essas pessoas que estão cuidando de nós”, garantiu.

Em meio a entraves, burocracias e dificuldades para conter o avanço da Covid-19, o deputado Max Russi reforça a importância das ações sociais para minimizar os efeitos colaterais inerentes da situação caótica que estamos vivendo. 

“São de fundamental importância as ações emergenciais e eficazes de combate à pandemia, mas não podemos deixar o social. Alguns pessoas perderam emprego, muitas perderam familiares. É preciso manter o olhar humano sobre os mais vulneráveis”, finalizou. 

Veja Também  Thiago Silva propõe política de atenção à saúde mental de pessoas com sequelas da Covid-19

O VG Mais Ação já realizou mais de 22 mil atendimentos a famílias de regiões periféricas de Várzea Grande, através de serviços voluntários, como: corte de cabelo feminino e masculino, exames oftalmológicos (com doações de óculos para os de baixa renda); limpeza de pele; atendimento médico adulto, pediátrico e ginecológico; dentistas (aplicações de flúor e limpezas); aferição de pressão arterial e glicose; massagem; apresentações culturais; maquilagem; demonstração de produtos; consultoria para cachos e penteados;  esmalteria;  assistência social; defensoria pública; encaminhamento para confecção de RG 2ª, 3ª e 4ª via; atendimento jurídico; atendimento contábil; atendimento DAE, CAD único; CRAS Santa Maria; psicólogo; fonoaudiólogo; Zoonoses de Várzea Grande; Batalhões da Cavalaria Militar, Rotam, Banda Militar e Ambiental; Prepara Cursos, entre outros.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Comissão convida secretários de Araraquara-SP, município referência no combate a covid-19

Avatar

Publicado


Foto: Marcos Lopes

O presidente da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social, Dr João, junto aos demais membros, receberam na manhã desta terça-feira (13) dois convidados para contribuir nas discussões sobre a pandemia. A Secretária de Saúde do município de Araraquara (SP), Dra.Eliana Honain, e o Secretário de Assistência Social também de Araraquara, Marcelo Mazeta.

Ambos vieram apresentar à Comissão de Saúde as ações que deram certo no combate ao coronavírus no município de Araraquara, que hoje é referência no Brasil diante do baixo número de casos. 

“Um exemplo que pode nos ajudar bastante, principalmente na tentativa de diminuirmos o aumento dos casos em nosso Estado, bem como no andamento das vacinações e no controle da fome da população,” ressaltou o deputado Dr. João. 

O município de Araraquara possui hoje 238 mil habitantes e, segundo a secretária de saúde do município, o “sucesso” no combate ao vírus não é só pelo fato deles terem feito “lockdown”, e sim pelas restrições duras à circulação que entraram em cena quando, na última semana de janeiro de 2021, houve aumento abrupto da curva de notificação. 

Veja Também  Deputado Claudinei integra a Comissão de Infraestrutura Urbana e de Transportes da ALMT

O modelo adotado foi similar ao utilizado em países asiáticos, com fechamento dos estabelecimentos comerciais, incluindo supermercados, e da circulação de transporte público por seis dias. Os ajustes começaram com a liberação do sistema “drive-thru” nos supermercados e, dias depois, a reabertura para evitar desabastecimento. O transporte público foi reestabelecido após 12 dias do início do fechamento.

No período, houve queda de 58% na média móvel diária dos indivíduos contaminados. As internações caíram 31%, e o número de óbitos, 40%. A testagem indicou queda de 71% no número de contaminados. No 17º dia não havia paciente aguardando leito para ser internado. Esses dados indicam sucesso do modelo de isolamento da circulação de pessoas combinado com a coordenação de diferentes áreas técnicas da gestão municipal.

“O exemplo que vem do interior paulista mostra que existe possibilidade de o Brasil sair dessa situação sanitária caótica, por isso a Comissão de saúde não medirá esforços para combater a covid-19, e contamos com a colaboração de toda população para juntos venceremos essa batalha,” finaliza o presidente Dr. João.

Veja Também  Comissão de Saúde ouve prefeitura de Araraquara (SP) sobre medidas adotadas para combate à Covid-19
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana