conecte-se conosco


Vulnerável

Polícia Civil prende em flagrante suspeito que mantinha relação com criança de 11 anos

Publicado

Destaque

Um homem de 22 anos foi preso em flagrante pela equipe da Polícia Civil de Campo Novo dos Parecis (396 km a noroeste de Cuiabá) por estupro de vulnerável praticado contra uma criança de 11 anos.

A mãe da vítima procurou a delegacia da Polícia Civil nesta terça-feira (06) e relatou que estava desconfiada de que algo havia ocorrido com a menina, que foi flagrada chegando escondida em casa durante a madrugada, aproveitando o momento em que os pais estavam dormindo. A menina confessou à mãe que havia escondido a chave de casa para poder sair quando todos estivessem dormindo e que estava se encontrando com um homem mais velho, desde o mês de dezembro do ano passado, inclusive mantendo relação sexual.

Além das informações prestadas, a mãe da criança apresentou ao delegado Honório Gonçalves Neto, bilhetes que o suspeito havia enviado à vítima, marcando encontros com a menia durante a noite, em horários em que os pais da garota estavam dormindo.

Com base nas informações relatadas, a equipe da delegacia realizou diligências e identificou o suspeito, que foi preso em flagrante.

Veja Também  Mato Grosso ultrapassa a marca de 9 mil mortes por Covid-19

O delegado Honório Neto também representou à Justiça pela prisão preventiva do suspeito.

A menina terá acompanhamento especializado e fará depoimento sem dano, conforme previsto na Lei 13.431/2017, que trata do sistema de garantia de direitos da criança e do adolescente vítima ou testemunha de violência e estabelece, entre outros critérios, a realização de oitiva de criança ou adolescente vítima ou testemunha de violência perante autoridade policial ou judiciária, sem a necessidade de repetir o procedimento, evitando assim a revitimização.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Destaque

Líder comunitário e sobrinho morrem em grave acidente na Rodovia da Morte em Várzea Grande

Avatar

Publicado

O sobrinho que estava na garupa foi socorrido em estado grave, mas não resistiu.

O líder comunitário do Bairro Parque do Sabia popular Nelson, morreu após bater a moto que conduzia em uma carreta na BR-070, Rodovia dos Imigrantes, mais conhecida como (Rodovia da Morte),  em Várzea Grande, nesta terça-feira (20).

As duas vítimas foram parar embaixo da carreta, sendo que a sobrevivente, sobrinho de Nelson ficou com as pernas presas e foi levado em estado grave para o Pronto Socorro de Várzea Grande, mas não resistiu e morreu.

O motorista da carreta não teve ferimentos e passa bem.

O abandono e as más condições da Rodovia podem ter contribuído para mais uma tragédia neste trecho  da Imigrantes.
Nelson era morador do parque Sabia deixa esposa e filhos, e um grande trabalho comunitário em prol da população.

 O site lapada lamenta profundamente a partida deste grande líder comunitário, aos familiares e amigos pedimos a Deus conforto neste momento tão difícil.

Até quando a justiça e o poder público irão deixar a Rota do Oeste impune, por não cumprir com suas obrigações? São várias vidas perdidas por este descaso. #ForaRotadoOeste

Comentários Facebook
Veja Também  Suspeito de tentativa de latrocínio contra segurança de hemocentro é preso em flagrante pela Polícia Civil
Continue lendo

Destaque

Jovem que se negou a fazer sexo a três com namorado morre em Cuiabá

Avatar

Publicado

Um jovem de 17 anos morreu queimado após discussão com o namorado. O companheiro, de 21 anos, é suspeito de jogar álcool e atear fogo em Jean Alexandre dos Santos, que teve queimaduras graves e ficou internado por 13 dias. O caso aconteceu em São Pedro da Cipa, a 149 km de Cuiabá.

O crime aconteceu no dia 6 de abril. No entanto, Jean ficou internado até essa segunda-feira (19), quando não resistiu e faleceu.

A Polícia Civil investiga o crime. O suspeito foi preso em flagrante.

De acordo com polícia, o suspeito, de 21 anos, e um homem de 37 anos estavam na residência dele, no bairro Vila Érica, ingerindo bebida alcóolica, quando Jean chegou no local.

Em determinado momento, houve uma discussão entre o suspeito e vítima, que mantinham um relacionamento.

Segundo o relato, o homem de 37 anos que estava na residência tentou intervir para cessar a discussão, porém, o suspeito disse para ele não interferir na briga.

Em seguida, dentro do banheiro da casa, o suspeito pegou álcool, jogou na cabeça do adolescente e ateou fogo usando um isqueiro.

A testemunha tentou ver o que estava ocorrendo e, de acordo com declaração prestada à Polícia Civil, ficou com medo do que aconteceu e saiu da residência.

Veja Também  Força Tática encontra 20 tabletes de pasta base em ônibus e detém casal em flagrante

No entanto, depois ele retornou e tentou prestar socorro à Jean, informações que foram confirmadas em depoimento pelo suspeito.

O rapaz conseguiu caminhar até um vizinho e pedir socorro, sendo encaminhado ao hospital de Juscimeira, com graves queimaduras na região da cabeça.

Em entrevista a policiais militares que foram acionados pela unidade de saúde, o rapaz, ainda consciente, conseguiu informar a identidade do suspeito.

A Polícia Civil foi comunicada e iniciou a apuração para localizar o autor do crime. Em busca na residência dele, os policiais chamaram pelo rapaz por diversas vezes, sem que ele atendesse a porta.

Ele declarou depois, na delegacia, que se trancou dentro da casa, sem fazer nenhum ruído, na tentativa de ludibriar os investigadores e a equipe desistisse de procurá-lo.

O suspeito foi foi autuado em flagrante por homicídio qualificado na forma tentada, cometido por meio cruel.

Diante da gravidade do crime, o delegado Ricardo Franco representará à Justiça pela conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva.

A testemunha de 37 anos, que estava na casa no momento do crime, foi investigada também a suspeita de participação. O homem foi ouvido e liberado pelo delegado.

Veja Também  Policia procura motorista que fugiu sem prestar socorro à empresário de Várzea Grande em acidente

Não foi verificada nenhuma comprovação de envolvimento dele no crime. Inclusive, ele tentou socorrer a vítima, de acordo com declaração do próprio suspeito do homicídio.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana