conecte-se conosco


Saúde

Brasil ultrapassa marca de 11 milhões de infecções e registra 1086 mortes em 24h

Publicado

Saúde


source
Brasil registrou ... novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas
Reprodução: BBC News Brasil

Brasil registrou … novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

O Brasil ultrapassou a marca de 11 milhões de casos confirmados de Covid-19  e atingiu 11.019.344 diagnósticos . Nas últimas 24 horas, o país registrou 80.508 novas infecções da doença. Os dados foram divulgados no fim da tarde deste domingo (07) pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) .

De acordo com o levantamento das secretarias estaduais, o Brasil registrou 1.086 mortes nas últimas horas, aumentando o total de óbitos para 265.411 .

O estado de Minas Gerais  foi o que registrou o maior número de casos e mortes em um dia. O Conass aponta que foram 6.368 novos casos e 164 mortes registradas. Roraima  registrou o menor número de novos casos, com 101 registros, e nenhuma morte confirmada nas últimas 24 horas.

Vacinação

O painel de vacinação contra a Covid-19 do Ministério da Saúde informou que até o momento 9.186.774 doses foram aplicadas. Os dados mostram que pouco mais de 7 milhões receberam apenas a primeira dose, enquanto 2 milhões já estão imunizados.

Segundo o levantamento, São Paulo é o estado que apresenta o maior número de imunizados, com 3.052.592 pessoas vacinadas. O Amapá, tem 27.025 imunizados, o estado com menor índice de vacinação.

Neste primeiro momento, apenas profissionais de saúde e idosos fazem parte do programa de imunização. Embora a pressa de estados e municípios para agilizar a vacinação, autoridades reclamam da falta de doses e cobram o ministro Eduardo Pazuello para a aquisição de mais vacinas.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

Bolsonaro diz que Fiocruz entrega 18 milhões de vacinas em abril

Avatar

Publicado


O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse hoje (18), por meio de uma rede social, que a Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) vai entregar 18 milhões de vacinas contra a covid-19 até o final de abril. Desse total, segundo o presidente, serão entregues 4,6 milhões de doses ainda nesta semana e mais 6,7 milhões na outra semana.

Na sexta-feira (16) a Fiocruz já havia entregue mais 2,8 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). Além das 2,8 milhões liberadas na sexta-feira, 2,2 milhões já haviam sido entregues na última quarta-feira (14).

O presidente disse ainda que a previsão é que o volume de entrega de imunizantes cresça nos próximos meses e que no segundo semestre de 2021, a Fiocruz deve entregar 110 milhões de doses da vacina.

Educação

O presidente também usou a rede social para divulgar um aplicativo do Ministério da Educação voltado para a alfabetização de crianças.

Segundo Bolsonaro, o Brasil tem a maior parte de suas escolas fechadas por determinação de “governadores e prefeitos” e o país é “um dos com o maior tempo” de fechamento de instituições de ensino do mundo.

Veja Também  Covid-19: São Paulo inicia fase de transição para retomada da economia

Medidas para evitar maior circulação de pessoas, como o fechamento de escolas e outras atividades não essenciais tem sido adotadas durante a pandemia por governadores e prefeitos, como medida para evitar aumento no número de infectados pelo vírus que já chega a quase 14 milhões, com mais de 370 mil mortos, desde o início da pandemia, no início do ano passado.

Edição: Claudia Felczak

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Bolsonaro diz que Fiocruz entrega mais 18 milhões de vacinas esse mês

Avatar

Publicado


O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse hoje (18), por meio de uma rede social, que a Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) vai entregar 18 milhões de vacinas contra a covid-19 até o final de abril. Desse total, segundo o presidente, serão entregues 4,6 milhões de doses ainda nesta semana e mais 6,7 milhões na outra semana.

Na sexta-feira (16) a Fiocruz já havia entregue mais 2,8 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). Além das 2,8 milhões liberadas na sexta-feira, 2,2 milhões já haviam sido entregues na última quarta-feira (14).

O presidente disse ainda que a previsão é que o volume de entrega de imunizantes cresça nos próximos meses e que no segundo semestre de 2021, a Fiocruz deve entregar 110 milhões de doses da vacina.

Educação

O presidente também usou a rede social para divulgar um aplicativo do Ministério da Educação voltado para a alfabetização de crianças.

Segundo Bolsonaro, o Brasil tem a maior parte de suas escolas fechadas por determinação de “governadores e prefeitos” e o país é “um dos com o maior tempo” de fechamento de instituições de ensino do mundo.

Veja Também  Bolsonaro diz que Fiocruz entrega 18 milhões de vacinas em abril

Medidas para evitar maior circulação de pessoas, como o fechamento de escolas e outras atividades não essenciais tem sido adotadas durante a pandemia por governadores e prefeitos, como medida para evitar aumento no número de infectados pelo vírus que já chega a quase 14 milhões, com mais de 370 mil mortos, desde o início da pandemia, no início do ano passado.

Edição: Claudia Felczak

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana