conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal deflagra nova etapa da Operação Egypto, denominada Fractais

Publicado

Polícia Federal


Porto Alegre/RS – A Polícia Federal deflagra nesta quarta-feira (3/3), a terceira fase da Operação Egypto, denominada Fractais. O objetivo desta etapa é investigar a ocultação de patrimônio que teria sido reunido pelos investigados na primeira fase da operação, consistindo, assim, em possível crime de lavagem de dinheiro.

Foram mobilizados 60 policiais federais para o cumprimento de 13 mandados de busca e apreensão e 7 mandados de prisão temporária nos estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e no Espírito Santo.

Também são executadas ordens judiciais para bloqueio de 170 imóveis registrados em nome de investigados e de laranjas, com valor total estimado em R$ 80 milhões, e para apreensão de veículos.

Os maioria dos investigados nesta etapa são pessoas identificadas a partir de informações que surgiram com a análise do vasto material apreendido na primeira fase da Operação Egypto (2019).

Fractais são objetos em que cada parte é semelhante ao objeto como um todo. Os padrões da figura inteira são repetidos em cada parte, só que numa escala de tamanho menor, como os flocos de neve.

Veja Também  PF e BPFRON realizam apreensão de caminhão carregado com cerca de 350 mil carteiras de cigarros paraguaios

MANDADOS EXPEDIDOS

CIDADE                            MANDADO DE BUSCA          MANDADO DE PRISÃO

Novo Hamburgo/RS                       4                                         —

Estância Velha/RS                         1                                          1

Campo Bom/RS                             1

São Paulo/SP                                 5                                          2

Rio de Janeiro/RJ                          1                                           2

Vitória/ES                                       1                                           1

TOTAL                                           13                                         7

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Sul

[email protected] | www.pf.gov.br

Fone: (51) 3235-9005/99717-3040

Comentários Facebook

Polícia Federal

PF e BPFRON realizam apreensão de caminhão carregado com cerca de 350 mil carteiras de cigarros paraguaios

Avatar

Publicado


Mercedes/PR – Nesta quarta-feira (21/4), durante patrulhamento de rotina na zona rural desta região, policiais federais e militares do BPFRON/PMPR observaram movimentação suspeita em mata fechada da região e iniciaram aproximação para melhor fiscalização. Na tentativa de abordagem, os suspeitos fugiram abandonando carregamento ilícito.

A eficiente ação integrada entre POLÍCIA FEDERAL e BPFRON/PMPR resultou na apreensão de um caminhão graneleiro carregado com aproximadamente 350 mil carteiras de cigarros paraguaios.

Os materiais ilícitos apreendidos foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal em Guaíra/PR, para as diligências de praxe.

Fazem parte do Programa V.I.G.I.A. e desta operação interagências equipes da POLÍCIA FEDERAL, BPFRON e BOPE da PMPR, TIGRE, COPE e GOA da PCPR, BOPE/PMMS, RECEITA FEDERAL, FNSP e EXÉRCITO BRASILEIRO, com apoio da SEOPI – Secretaria de Operações Integradas/MJSP.

Comunicação Social da Polícia Federal em Guaíra/PR

Disque denúncia: (44) 3642-9131

Comentários Facebook
Veja Também  Jovem é preso pela Polícia Federal por tráfico de drogas na rodoviária de Santa Vitória do Palmar
Continue lendo

Polícia Federal

PF apreende cédulas falsas no interior paulista

Avatar

Publicado


Sorocaba/SP – A Polícia Federal prendeu hoje em flagrante delito um homem, de 31 anos, no momento em que recebia cédulas falsas pelos Correios no bairro São Judas Tadeu, em Capão Bonito/SP.

A PF, em ação conjunta com os Correios, suspeitou que uma encomenda poderia estar trazendo cédulas falsas e, na posse dessas informações, policiais federais passaram a realizar diligências que pudessem levar à localização e identificação de seu destinatário.

A ação policial foi concluída quando os policiais abordaram o suspeito logo após o recebimento da encomenda em sua residência. Ao abri-la, foram identificadas cinco cédulas de R$ 100 e dez de R$ 50.

O suspeito admitiu a compra das cédulas falsas pela internet por R$ 250. Após sua autuação, foi encaminhado à cadeia pública, onde ficará à disposição da Justiça e responderá pelo crime de moeda falsa, cuja pena é de 3 a 12 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal em Sorocaba/SP

Comentários Facebook
Veja Também  Jovem é preso pela Polícia Federal por tráfico de drogas na rodoviária de Santa Vitória do Palmar
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana