conecte-se conosco


Saúde

Governo de SP entrega mais 900 mil doses de Coronavac para o Ministério da Saúde

Publicado

Saúde


source
Governo de SP entrega mais 900 mil doses da vacina do Butantan para o Brasil
Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Governo de SP entrega mais 900 mil doses da vacina do Butantan para o Brasil

O governo de São Paulo liberou, nesta quarta-feira (3), mais 900 mil doses da vacina Coronavac  ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde.

O imunizante é fabricado pelo Instituto Butantan, e desde o dia 23 de fevereiro já foram disponibilizados 4,6 milhões de frascos. Com isso, o total de vacinas disponibilizadas pelo Butantan ao Ministério da Saúde chega 14,45 milhões de doses desde o início das entregas, em 17 de janeiro.

No dia 5 de fevereiro, o Butantan entregou 1,1 milhão de doses ao PNI. Em janeiro foram entregues 8,7 milhões.

De acordo com informações divulgadas pelo governo de São Paulo, as doses enviadas em fevereiro fazem parte do lote de imunizantes envasados no Butantan com o Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) enviado pela Sinovac Life Science, da China. O Instituto vem realizando uma força-tarefa para seguir envasando, em ritmo acelerado, doses para a entrega ao PNI. Uma das ações do Butantan foi, por exemplo, dobrar seu quadro de funcionários na linha de envase para atender a urgência necessária para o momento.

Veja Também  Covid-19: Ministério da Saúde autoriza mais 411 leitos de UTI

Até o final de março serão entregues 21 milhões de doses da vacina e, até 30 de abril o número de vacinas disponibilizadas ao PNI somará 46 milhões. O Butantan ainda trabalha para entregar outras 54 milhões de doses para vacinação dos brasileiros até 30 de agosto.


Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

Anvisa atualiza exigências para armazenamento de vacina da Pfizer

Avatar

Publicado


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) atualizou as exigências de armazenamento da vacina da farmacêutica estadunidense Pfizer, flexibilizano a temperatura de conservação das doses.

Anteriormente, os frascos da vacina da Pfizer contra a covid-19 tinham de ser armazenados em temperaturas entre -90º e -60º. Com a mudança, os frascos podem ser guardados em temperaturas entre -25º e -15º por um período de até duas semanas.

Após esse prazo, os frascos precisam ser mantidos na temperatura já autorizada, entre -90º e -60º. Se retirada do congelador, os recipientes podem ser armazenados por até cinco dias nas temperaturas entre 2º e 8º.

Segundo a Anvisa, estudos mostraram que a flexibilização da temperatura de conservação não prejudica a estabilidade do imunizante.

O imunizante, denominado Comirnaty, foi registrado no Brasil pela Wyeth Indústria Farmacêutica. A vacina obteve o registro definitivo da Anvisa em fevereiro deste ano.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Veja Também  Pandemia faz expectativa de vida cair um ano em São Paulo
Continue lendo

Saúde

Covid-19: Brasil registra 3.321 mortes e 69,3 mil casos em 24 horas

Avatar

Publicado


O Brasil ultrapassou a marca dos 14 milhões de casos de covid-19 desde o início da pandemia. Segundo a atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada nesta terça-feira (20), foram confirmados 14.043.076 de diagnósticos positivos desde o primeiro, em fevereiro de 2020. Em 24 horas foram registrados 69.381 novos casos. 

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil (20.04.2021) Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil (20.04.2021)

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil (20.04.2021) – Ministério da Saúde

O total de vidas perdidas para a covid-19 chegou a 378.003. Entre ontem e hoje, foram confirmados 3.321 novos óbitos. 

Ainda há 3.625 mortes em investigação por equipes de saúde. Isso porque há casos em que o diagnóstico sobre a causa só sai após o óbito do paciente.

O número de pessoas recuperadas está em 12.561.689. Já a quantidade de pacientes com casos ativos, em acompanhamento por equipes de saúde, ficou em 1.103.384.

Os dados em geral são menores aos domingos e segundas-feiras pela menor quantidade de trabalhadores para fazer os novos registros de casos e mortes. Já às terças-feiras eles tendem a ser maiores, já que neste dia o balanço recebe o acúmulo das informações não processadas no fim-de-semana.

Estados

O ranking de estados com mais mortes pela covid-19 é liderado por São Paulo (89.650), Rio de Janeiro (41.745), Minas Gerais (30.526), Rio Grande do Sul (23.515) e Paraná (20.628). Já as Unidades da Federação com menos óbitos são Acre (1.445), Roraima (1.451), Amapá (1.483), Tocantins (2.396) e Sergipe (3.009).

Vacinação

Até o início da noite de hoje, haviam sido distribuídas 53,6 milhões de doses de vacinas. Deste total, foram aplicadas 33,8 milhões de doses, sendo 24,8 milhões da 1ª dose e 9 milhões da 2ª dose.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Veja Também  Queiroga fala em "diplomacia da saúde" para a compra da Sputnik V
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana