conecte-se conosco


Esportes

América- MG com foco nos primeiros compromissos fora de casa, realiza treinos

Publicado

Esportes


O América segue firme em preparação para sua primeira semana de jogos fora de casa. Nesta quarta-feira, às 19h15, o Coelho enfrentará o Athletic Club-MG em Juiz de Fora (MG), pela 2ª rodada do Campeonato Mineiro. Depois, o time comandado pelo técnico Lisca enfrentará o Pouso Alegre-MG, em Varginha (MG), às 19h deste sábado.

Para isso, o Coelho realizou o segundo treinamento da semana no CT Lanna Drumond. Na segunda-feira, os atletas intensificaram a preparação para o compromisso contra o Athletic-MG. Contra a equipe de São João Del Rei, o Coelho buscará sua segunda vitória para alcançar a ponta da tabela do estadual.

Houve um trabalho de fortalecimento físico com exercícios de mobilidade, estabilidade e ativação com os profissionais do Núcleo de Performance. Os goleiros, enquanto isso, já trabalhavam com bola aprimorando o desempenho individual com os preparadores Marcos Gontijo e Silvio Jardim.

Depois, o técnico Lisca concedeu um treinamento em espaço reduzido para melhoria da eficiência em troca de passes rápidos. Participaram na linha também os goleiros para se aprimorarem no quesito.

No Departamento Médico, segue em tratamento o lateral-direito Diego Ferreira (lesão na coxa esquerda) e o goleiro Léo Lang (lesão na coxa direita). O zagueiro Joseph, o volante Juninho e os atacantes Leandro Carvalho e Lohan seguem em isolamento conforme o protocolo previsto para casos positivos da Covid-19.

  Internacional perde do América nos pênaltis e é eliminado da Copa do Brasil

Veja Também  Com 5 a 3 no placar, Santos avança na Conmebol Libertadores

O zagueiro Arthur sofreu uma lesão muscular na coxa direita e já iniciou o tratamento no Departamento Médico do CT Lanna Drumond nos últimos dias. O meia Geovane o atacante Felipe Azevedo, que vinham em tratamento desde a semana passada, tiveram diagnosticadas lesões musculares, na coxa esquerda e na coxa direita respectivamente.

Comentários Facebook

Esportes

Com 5 a 3 no placar, Santos avança na Conmebol Libertadores

Avatar

Publicado


O empate em 2 a 2 diante do San Lorenzo, na noite desta terça-feira (13), no Estádio Mané Garrincha, qualificou o Santos para a Fase de Grupos da Conmebol Libertadores. Marcos Leonardo e Pará, marcaram os gols do Peixe na partida. Como no jogo de ida, na Argentina, o time santista havia vencido por 3 a 1, no agregado, terminou 5 a 3 para o Santos FC.

O Alvinegro da Vila Belmiro se juntará ao Barcelona de Guayaquil, o Boca Juniors e o The Strongest, no Grupo C da competição mais importante das Américas.

O jogo

Mesmo com a vantagem no placar agregado, o Santos FC não ficou esperando o resultado no seu campo de defesa. Aos 7 minutos, Gabriel Pirani avança pela direita, e deixa Madson em boas condições para cruzar. O lateral santista levanta na área, e a bola sobra com Soteldo do outro lado, que cruza novamente na área. Dessa vez, Madson aparece para cabecear, e a bola passa próximo a trave.

Três minutos depois, falta em cima de Marinho na entrada da área. O próprio camisa 11 foi para a cobrança, e a bola explodiu na barreira.

Aos 17 minutos, Marinho outra vez arriscou de bola parada. Em cobrança de escanteio, o atacante santista colocou um lindo efeito na bola, e quase encobriu o goleiro. Por pouco um gol olímpico.

  Luan Peres elogia entrosamento do Santos e descreve final como ‘sonho de criança’

Veja Também  Presidente do Santos Andres Rueda fala sobre os 100 dias de gestão

E no melhor estilo santista, com velocidade e com Menino da Vila, o Peixe abriu o placar. Aos 21 minutos, Felipe Jonatan lança Marcos Leonardo pela ala esquerda. O jovem atacante avança, invada a área e fica rente a linha de fundo. Mesmo não tendo nenhum ângulo para o gol, ele arrisca e manda um chute forte para passar por cima do goleiro e estufar a rede argentina. Foi o 6º gol de Marcos Leonardo como profissional.

Com o gol marcado, o Alvinegro aumentou ainda mais sua vantagem, tendo no placar agregado 4 a 1 a seu favor, e cadenciou um pouco mais a partida.

No fim do primeiro tempo, o Santos chegou mais duas vezes com perigo. Aos 41 minutos, em rápido contra-ataque, Marcos Leonardo lança Soteldo em profundidade, e o camisa 10 avança, limpa a marcação e obriga o goleiro a fazer boa defesa, colocando a bola para escanteio. No lance seguinte, em nova bola na área, Soteldo cruza, e Marinho chega batendo com violência, e a bola passa por cima do gol.

Aos 45 minutos, o San Lorenzo tentou marcar seu primeiro gol, mas João Paulo, atento, fez uma bela defesa.

O segundo tempo iniciou, e classificação santista ficou ainda mais próxima. Aos 5 minutos, Alison lança Marinho após afastar a bola da área do Peixe, e o atacante avança até a entrada da área, e recebe falta de Rojas. Como era o último homem de linha, o defensor foi expulso. Na cobrança, Soteldo bateu por cima do gol.

  Abel Ferreira analisa atuação do Palmeiras após classificação para a fina da Libertadores

Veja Também  América realiza treino de olho na 2ª rodada da Copa do Brasil

Aos 11 minutos, Soteldo puxa o contra-ataque pela esquerda, avança pelo meio e deixa Pará a vontade, sem marcação nenhuma, para dar um lindo tapa e colocar a bola no fundo do gol. Foi o terceiro gol do lateral com a camisa do Santos, o primeiro nessa segunda passagem. O seu último gol pelo Peixe, havia sido em 2010.

Dois minutos depois, o San Lorenzo marca o seu gol com Di Santo.

Aos 20 minutos, Marcos Leonardo recebe a bola no ataque, escapa da marcação e ajeita para Felipe Jonatan. O lateral improvisado na meia, manda uma bomba, e o goleiro espalma para escanteio.

O San Lorenzo chegou ao empate aos 32 minutos, com Romero.

Com o 5 a 3 no agregado, o Santos FC cadenciou a partida até o fim, apostando mais nos contra-ataques. Aos 43 minutos e aos 50, o arqueiro João Paulo fez duas extraordinárias defesas.

O apito final chegou aos 51 minutos da segunda etapa, e o Santos pôde comemorar mais um avanço na Conmebol Libertadores.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Palmeiras x Defensa y Justicia: números, estatísticas e curiosidades da partida

Avatar

Publicado


Data e hora: 14/04/2021 l 21h30
Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Transmissão: CONMEBOL TV
Árbitro: Leodán Gonzalez (Uruguai)

DESTAQUES PRINCIPAIS

> Esta é a primeira vez que o Maior Campeão do Brasil disputa a Recopa Sul-Americana, competição que não foi realizada entre 1999 (justamente o ano em que o Verdão conquistou a Libertadores) e 2002.

> Esta é a terceira final entre Palmeiras e uma equipe argentina em toda a história: o Verdão foi vice-campeão nas Libertadores de 1968, contra o Estudiantes-ARG, e de 2000, contra o Boca Juniors-ARG.

> O Verdão poderá conquistar o seu primeiro título inédito neste século. A última taça obtida pela primeira vez pelo clube foi da Copa dos Campeões de 2000.

> O Maior Campeão do Brasil disputou apenas um título atuando em Brasília no último domingo (11), contra o Flamengo, pela Supercopa do Brasil. Portanto, diante do Defensa y Justicia-ARG, o clube terá a oportunidade de levantar o seu primeiro troféu na capital federal.

> Entre as principais conquistas do Alviverde ao longo dos anos, seis foram obtidas longe do Estado de São Paulo: quatro no Rio de Janeiro, uma em Alagoas e uma no Paraná, com destaque para a mais recente delas: Libertadores 2020, contra o Santos, no Maracanã. Se superar o Defensa y Justicia, o Verdão repetirá o feito pela sétima vez.

> Abel Ferreira se isolará como o sexto técnico com mais títulos na história do Palmeiras caso vença a CONMEBOL Recopa: três no total, ficando a apenas mais um de igualar os uruguaios Humberto Cabelli e Ventura Cambon, que possuem quatro.

> Dos 33 atletas do elenco profissional, apenas três atletas já disputaram a Recopa: o lateral Marcos Rocha (campeão com o Atlético-MG em 2014), o zagueiro Gustavo Gómez (vice com o Lanús-ARG em 2014) e Rony (vice com o Athletico-PR em 2019).

HISTÓRICO NA TEMPORADA

NÚMEROS GERAIS
6 jogos | 3 vitórias | 3 empates | 0 derrota | 12 gols marcados | 6 gols sofridos

Mandante: 2 jogos | 2 vitórias | 0 empate | 0 derrota | 5 gols marcados | 0 gols sofridos
Visitante: 3 jogos | 1 vitória | 2 empates | 0 derrota | 5 gols marcados | 4 gols sofridos
Campo neutro: 1 jogo | 0 vitória | 1 empate | 0 derrota | 2 gols marcados | 2 gols sofridos

CONMEBOL RECOPA
1 jogo | 1 vitória | 0 empates | 0 derrota | 2 gols marcados | 1 gol sofrido

Mandante: ainda não atuou
Visitante: 1 jogo | 1 vitória | 0 empate | 0 derrota | 2 gols marcados | 1 gol sofrido 

CAMPEONATO PAULISTA
4 jogos | 2 vitórias | 2 empates | 0 derrota | 8 gols marcados | 3 gols sofridos

Mandante: 2 jogos | 2 vitórias | 0 empates | 0 derrota | 5 gols marcados | 0 gols sofridos
Visitante: 2 jogos | 0 vitória | 2 empates | 0 derrota | 3 gols marcados | 3 gols sofridos

SUPERCOPA DO BRASIL
1 jogo | 0 vitória | 1 empate | 0 derrota | 2 gols marcados | 2 gols sofridos

Campo neutro: 1 jogo | 0 vitória | 1 empate | 0 derrota | 2 gols marcados | 2 gols sofridos

Último jogo: Palmeiras 2×2 Flamengo, dia 11/04, no estádio Mané Garrincha, em Brasília-DF, pela Supercopa do Brasil.
Escalação: Weverton, Marcos Rocha (Mayke, 15’/2ºT), Luan, Gustavo Gómez, Viña, Felipe Melo (Danilo, Intervalo), Zé Rafael (Gabriel Menino, Intervalo), Raphael Veiga, Wesley (Gabriel Veron, 16’/2ºT), Rony (Gustavo Scarpa, 45’/2ºT), Breno Lopes. Técnico: Abel Ferreira.
Gols: Raphael Veiga (1’/1ºT e 28’/2ºT)

Jogos anteriores: Defensa y Justicia-ARG 1×2 Palmeiras (CONMEBOL Recopa), São Bento 1×1 Palmeiras (Paulista), Palmeiras 2×0 Ferroviária (Paulista), Palmeiras 3×0 São Caetano (Paulista) e Palmeiras 2×0 Grêmio (Copa do Brasil).

HISTÓRICO DO CONFRONTO

PALMEIRAS JÁ DISPUTOU 100 JOGOS CONTRA EQUIPES ARGENTINAS

> Somando duelos contra clubes, seleções e combinados.

– Retrospecto geral contra argentinos: 100 jogos, 48 vitórias, 27 empates, 25 derrotas, 186 gols marcados e 124 gols sofrido
> Primeiro jogo: 19/03/1925 – Seleção da Argentina 3×1 Palestra Italia (gol de Feitiço) – Estádio Presidente Perón, em Avellaneda (ARG) – Amistoso
> Primeira vitória: 26/01/1930 – Palestra Italia 4×1 Seleção de Tucumán (gols de Lara, Ministrinho duas vezes e Osses) – Estádio Palestra Italia, em São Paulo (SP) – Amistoso
> Último jogo: 07/04/2021 – Defensa y Justicia-ARG 1×2 Palmeiras (gols de Rony e Gustavo Scarpa) – Norberto Tomaghello, na Argentina – CONMEBOL Recopa (final, ida)

– Retrospecto contra argentinos como mandante: 55 jogos, 35 vitórias, 11 empates, 9 derrotas, 124 gols marcados e 57 gols sofridos
– Último jogo:
 12/01/2021 – Palmeiras 0×2 River Plate – Allianz Parque, em São Paulo (SP) – Libertadores 2020 (semifinal, classificado)
– Última vitória: 21/10/2020 – Palmeiras 5×0 Tigre (gols de Raphael Veiga, Gustavo Gómez, Zé Rafael, Gabriel Veron e Rony) – Allianz Parque, em São Paulo (SP) – Libertadores

– Retrospecto como visitante: 40 jogos, 12 vitórias, 15 empates, 13 derrotas, 56 gols marcados e 56 gols sofridos

VERDÃO ENFRENTOU ADVERSÁRIOS ESTRANGEIROS EM 506 OCASIÕES

> Dos 6202 jogos registrados do Palmeiras em toda a história, 506 foram contra adversários internacionais, incluindo clubes, combinados locais e seleções.

> A maioria foi jogos contra argentinos (100), seguido por uruguaios (49), peruanos (45), paraguaios (32), mexicanos (29), italianos (27), espanhóis (26), colombianos (24), bolivianos (21), chilenos (21), equatorianos (18) e venezuelanos (13).

O Verdão venceu o jogo de ida da Conmebol Recopa por 2 a 1, com gols de Rony e Gustavo Scarpa (Cesar Greco/Palmeiras)

– Retrospecto geral contra estrangeiros: 506 jogos, 296 vitórias, 109 empates, 101 derrotas, 1033 gols marcados e 539 gols sofrido
> Último jogo:
 07/04/2021 – Defensa y Justicia-ARG 1×2 Palmeiras (gols de Rony e Gustavo Scarpa) – Norberto Tomaghello, na Argentina – CONMEBOL Recopa (final, ida)

– Retrospecto contra estrangeiros fora do Brasil: 318 jogos, 167 vitórias, 73 empates, 78 derrotas, 589 gols marcados e 362 gols sofrido
– Retrospecto contra estrangeiros no Brasil: 188 jogos, 129 vitórias, 36 empates, 23 derrotas, 444 gols marcados e 177 gols sofrido

HISTÓRICO NO LOCAL

PALMEIRAS PODE CONQUISTAR SÉTIMO TÍTULO DE SUA HISTÓRIA LONGE DO ESTADO DE SÃO PAULO

> O Palmeiras tem um bom retrospecto atuando em Brasília-DF: 15 jogos, 6 vitórias, 4 empates, 5 derrotas, 19 gols marcados e 20 gols sofridos. Se vencer a CONMEBOL Recopa, no Mané Garrincha, o Alviverde conquistará o sétimo troféu de sua história longe do Estado de São Paulo. Os outros seis aconteceram no Rio de Janeiro (quatro), em Alagoas (um) e no Paraná (um) – o último, inclusive, foi a CONMEBOL Libertadores, contra o Santos, no Maracanã.

Confira a lista de conquistas palmeirenses fora de São Paulo:

Torneio Internacional de Clubes Campeões – Copa Rio 1951: Juventus-ITA 2×2 Palmeiras – Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro (RJ), em 22.07.1951.

Campeonato Brasileiro – Taça Brasil 1967: Náutico-PE 0x2 Palmeiras –  Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro (RJ), em 29.12.1967.

Copa dos Campeões 2000: Sport-PE 1×2 Palmeiras – Estádio Rei Pelé, Maceió (AL), em 25.07.2000.

Copa do Brasil 2012: Coritiba 1×1 Palmeiras – Estádio Couto Pereira, Curitiba (PR), em 11.07.2012.

Campeonato Brasileiro 2018: Vasco 0x1 Palmeiras – Estádio São Januário, Rio de Janeiro (RJ), em 25.11.2018.

Conmebol Libertadores 2020: Palmeiras 1×0 Santos – Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro (RJ), em 30.01.2021.

– Retrospecto em Brasília: 15 jogos, 6 vitórias, 4 empates, 5 derrotas, 19 gols marcados e 20 gols sofridos
> Primeiro jogo: 08/06/1966 – Flamengo 2×0 Palmeiras – Municipal de Brasília (Edson Arantes do Nascimento) – Amistoso
> Primeira vitória: 22/02/1984 – Brasília-DF 1×3 Palmeiras (gols de Denys, Reinaldo Xavier e Cléo) – Campeonato Brasileiro
> Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Mané Garrincha – Supercopa do Brasil
> Última vitória: 25/05/2019 – Botafogo-RJ 0×1 Palmeiras (gol de Gustavo Gómez) – Campeonato Brasileiro

– Retrospecto no Estádio Mané Garrincha: 10 jogos, 5 vitórias, 3 empates, 2 derrotas, 13 gols marcados e 10 gols sofridos
> Primeiro jogo: 19/05/1974 – Ceub-DF 1×1 Palmeiras (gol de Edu Bala) – Campeonato Brasileiro
> Primeira vitória: 22/02/1984 – Brasília-DF 1×3 Palmeiras (gols de Denys, Reinaldo Xavier e Cléo) – Campeonato Brasileiro
> Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Mané Garrincha – Supercopa do Brasil
> Última vitória: 25/05/2019 – Botafogo-RJ 0×1 Palmeiras (gol de Gustavo Gómez) – Campeonato Brasileiro 

DESTAQUES COLETIVOS

PALMEIRAS ESTÁ A 10 GOLS DE ALCANÇAR MARCA DE 12 MIL TENTOS EM SUA HISTÓRIA

> O Palmeiras está muito perto de alcançar a marca de 12 mil gols marcados em toda a sua história. Atualmente com 11.990 em 6.202 partidas, o Verdão precisa de mais dez bolas na rede para atingir o feito. Nesta temporada de 2021, o Alviverde já soma 12 gols em seis duelos, média de 2,0 por jogo.

Retrospecto geral de partidas e gols do Palmeiras na história: 6.202 jogos, 3.324 vitórias, 1.514 empates, 1.364 derrotas, 11.990 gols marcados e 6.919 gols sofridos
> Primeiro gol: Bianco Spartaco Gambini (Savoia 0x2 Palestra Italia, em 24/01/1915)
> Jogador com mais gols: Heitor, com 315 gols
> Jogador com maior média de gols: Humberto Tozzi, com média de 0,93 por jogo (126 gols em 135 jogos)
> Jogador com mais gols no mesmo jogo:
Heitor, com 6 gols (Palestra Italia 11×0 Internacional-SP, em 08/08/1920)
> Jogador com mais gols no mesmo ano:
Evair, com 53 gols em 1994
> Jogador mais jovem a marcar gol:
Juliano, aos 16 anos, 11 meses e 23 dias (Nacional-URU 0x5 Palmeiras, em 19/08/1998)
> Jogador mais velho a marcar gol: Zé Roberto, aos 42 anos, 10 meses e 18 dias (Palmeiras 3×1 Tucuman-ARG, em 24/05/2017)
> Maior goleada: Combinado Vale D´Aosta-ITA 0x15 Palmeiras (15/07/1999, amistoso)
> Maior goleada em campeonato: Palestra Italia 11×0 Internacional-SP (08/08/1920, Campeonato Paulista)
> Ano com maior quantidade de gols: 1996, com 220 gols (81 jogos)
> Ano com maior média de gols: 1927, com 4,59 gols por jogo (147 gols em 32 jogos) 

INVICTO HÁ OITO JOGOS, VERDÃO AINDA NÃO PERDEU NA TEMPORADA

> Um dos três invictos no Campeonato Paulista com duas vitórias e dois empates, o Palmeiras não perde há oito jogos no total, incluindo os dois triunfos nas finais da Copa do Brasil 2020, que foram disputadas neste ano.

> Dos clubes da Série A do Brasil, só Corinthians e Atlético-GO também estão invictos.

> Excluindo amistosos e torneios amistosos, o Palmeiras foi o segundo clube com o menor índice de derrotas na temporada 2020 com 18,18% (14 em 77 jogos), atrás apenas do Flamengo, com 18,57%.

> Entre julho e outubro do ano passado, o Palmeiras engatou 20 jogos seguidos sem perder, registrando a maior invencibilidade do clube desde 2011/2012 (quando somou 22 jogos) e a terceira maior série invicta de um time a partir da estreia em uma edição de pontos corridos do Campeonato Brasileiro, com 12 partidas seguidas sem derrota, atrás apenas do Flamengo de 2011, com 15, e do Corinthians de 2017, com 19.

> A temporada com o menor percentual de derrotas na história do Palmeiras foi a de 1930, com 5% (dois revezes em 39 jogos).

APROVEITAMENTO DE 100% COMO MANDANTE

> São duas vitórias em dois jogos, ambos no Allianz Parque, com cinco gols marcados e nenhum sofrido.

> Só outros quatro clubes da Série A do Brasil têm aproveitamento de 100% como mandante na temporada: Atlético-MG, Atlético-GO, Cuiabá e Grêmio.

> Na temporada 2020, o Palmeiras teve o terceiro melhor aproveitamento como mandante (71,05% contra 80,25% do líder Atlético-MG), o terceiro também como visitante (51,85% contra 64,76% do líder Flamengo) e o quarto no geral (61,04% contra 69,05% do líder Flamengo).

Com mando alviverde, a partida de volta será disputada no Estádio Mané Garrincha

MELHOR DEFESA COMO MANDANTE ENTRE OS CLUBES DA SÉRIE A

> Nenhum gol sofrido (em dois jogos), assim como o Atlético-GO (em quatro).

> Na temporada 2020, o Palmeiras teve a segunda melhor defesa como mandante com 0,63 gol sofrido de média (24 em 38 partidas), atrás apenas do Athletico, com 0,58. Além isso, passou 50% dos jogos em casa sem sofrer gol (19), índice inferior apenas ao do Athletico, com 56,25%. Também teve a segunda melhor defesa como visitante, com 0,83 gol sofrido por jogo (30 em 36 partidas), atrás apenas do Grêmio, com 0,78.

> No geral, o Verdão teve a melhor defesa de 2020 com média de 0,71 gol sofrido por partida, à frente do Internacional, com 0,82. Também foi o time com maior índice de jogos sem sofrer gols: 46,75%, à frente do Inter, com 44,12%. Na história do Palmeiras, a temporada 2020 ficou em 9º lugar no ranking de menos gols sofridos – a líder é a temporada de 1972, com 0,54.

QUARTO MELHOR ATAQUE COMO MANDANTE ENTRE OS CLUBES DA SÉRIE A

> Média de 2,50 gols por jogo (cinco em duas partidas), atrás de Atlético-MG (2,80), Cuiabá (3,25) e Grêmio (3,40). No geral, o Verdão é o sexto, com média de 2,00 gols por jogo (12 em seis partidas), ao lado do Atlético-MG e atrás de São Paulo (2,20), Atlético-GO e Flamengo (2,22) e Grêmio (2,36).

> Na temporada 2020, o Palmeiras teve o segundo melhor ataque como mandante, com média de 2,00 gol por jogo (76 em 38 partidas), atrás apenas do Atlético-MG, com 2,22. Além isso, foi às redes em 92,11% dos jogos em casa (35), índice inferior apenas ao do Atlético-MG, com 92,59%.

> No geral, o Palmeiras teve o quarto melhor ataque de 2020 com média de 1,56 gol por partida de campeonato (120 em 77 jogos), atrás apenas de Atlético-MG (1,68), São Paulo (1,69) e Flamengo (1,87).

NOVA NUMERAÇÃO PARA TEMPORADA 2021

O elenco alviverde estreou, na vitória por 2 a 1 sobre o Defensa y Justicia-ARG, na Argentina, a numeração da temporada 2021. As novidades são as camisas do goleiro Vinicius (72 para 1), dos atacantes Rony (11 para 7), Wesley (47 para 11) e Breno Lopes (39 para 19), do zagueiro Renan (26 para 3) e dos laterais Lucas Esteves (16 para 6) e Victor Luis (36 para 26).

* Dados levantados até 12/04

COMISSÃO TÉCNICA

> Desde a estreia, em 5 de novembro de 2020, a comissão técnica portuguesa soma 42 jogos | 21 vitórias | 13 empates | 8 derrotas | 66 gols marcados | 31 gols sofridos
Abel Ferreira: 34 jogos | 18 vitórias | 8 empates | 8 derrotas | 51 gols marcados | 24 gols sofridos
João Martins: 7 jogos | 3 vitórias | 4 empates | 13 gols marcados | 5 gols sofridos
Vitor Castanheira: 1 jogo | 1 empate | 2 gols marcados | 2 gols sofridos

> Caso vença a CONMEBOL Recopa, Abel se isolará como o sexto técnico com mais títulos na história do Palmeiras: três no total, ficando a apenas mais um de igualar os uruguaios Humberto Cabelli e Ventura Cambon, ambos com quatro – os dois são, inclusive, os treinadores estrangeiros com mais troféus pelo clube.

Veja a lista dos treinadores com mais títulos pelo Verdão:

1. Vanderlei Luxemburgo: 8 títulos
Campeonatos Paulistas: 1993, 1994, 1996, 2008 e 2020
Campeonatos Brasileiros: 1993 e 1994
Torneio Rio-SP: 1993

2. Osvaldo Brandão: 7 títulos
Campeonatos Paulistas: 1947, 1959, 1972 e 1974
Campeonatos Brasileiros: 1960, 1972 e 1973

3. Luiz Felipe Scolari: 6 títulos
Copas do Brasil: 1998 e 2012
Copa Mercosul: 1998
Copa Libertadores: 1999
Torneio Rio-SP: 2000
Campeonato Brasileiro: 2018

4. Humberto Cabelli (uruguaio): 4 títulos
Campeonatos Paulistas: 1932, 1933 e 1934
Torneio Rio-SP: 1933

5. Ventura Cambon (uruguaio): 4 títulos
Campeonatos Paulistas: 1944 e 1950
Copa Rio: 1951
Torneio Rio-SP: 1951

6. Abel Ferreira (português): 2 títulos
Copa Libertadores: 2020
Copa do Brasil: 2020

7. Ramon Platero (argentino): 2 títulos
Campeonatos Paulistas Extras: 1926 e 1938

8. Mario Travaglini: 2 títulos
Campeonato Paulista: 1966
Campeonato Brasileiro (Taça Brasil): 1967

> Se levantar a taça da CONMEBOL Recopa, Abel Ferreira repetirá o mesmo feito que Luiz Felipe Scolari alcançou na década de 90: chegará a dois troféus internacionais (sem considerar torneios amistosos) pelo Alviverde. Atualmente, Felipão é o único treinador na história do clube com esta marca, já que foi o comandante palmeirense nos títulos da Copa Mercosul de 1998 e da Libertadores de 1999.

> Abel é o único técnico a ganhar dois títulos em uma mesma temporada neste século pelo Palmeiras.

> Em toda a história do clube, apenas Abel (2020), Humberto Cabelli (1933), Ventura Cambon (1951), Oswaldo Brandão (1972), Vanderlei Luxemburgo (1993 e 1994) e Felipão (1998) conquistaram mais de um título em competições oficiais na mesma temporada.

> Apenas Abel (2020) e Vanderlei Luxemburgo (1993) levantaram mais de um troféu na temporada de estreia.

> Campeão da Libertadores com 26 jogos, Abel só não conquistou um título mais precocemente neste século do que Vanderlei Luxemburgo, que faturou o Paulista de 2020 com 20 partidas à frente do time.

> Primeiro técnico estrangeiro a conquistar título pelo Verdão desde 1965, quando o argentino Filpo Nuñez também levantou duas taças: Torneio Rio São Paulo e Torneio Internacional IV Centenário do Rio de Janeiro.

> Primeiro português, oitavo europeu e 23º estrangeiro a assumir o comando do Maior Campeão do Brasil na história. O último treinador nascido na Europa tinha sido o italiano Caetano De Domenico, campeão paulista em 1940, enquanto o mais recente comandante de fora do país era o argentino Ricardo Gareca, em 2014.

#CRIASDAACADEMIA

RECORDE DO SÉCULO: 19 DA BASE RELACIONADOS PARA A MESMA PARTIDA

O atacante Giovani é um dos meninos da base que estrearam em 2021 (Cesar Greco/Palmeiras)

O Palmeiras relacionou 19 jogadores formados em suas categorias de base na partida contra o São Bento, pelo Paulista, um recorde no século 21: foram chamados os goleiros Vinicius Silvestre e Mateus, o lateral-direito Gustavo Garcia, os zagueiros Henri e Renan, os laterais-esquerdos Victor Luis, Lucas Esteves e Vanderlan, os meio-campistas Danilo, Patrick de Paula, Gabriel Menino, Fabinho, Ramon e Vitinho e os atacantes Pedro Acácio, Giovani, Gabriel Silva, Rafael Elias e Newton.

> Em todos os jogos desta temporada teve presença de pratas da casa. Ao todo, 14 foram a campo: Vinícius, Gustavo Garcia, Renan, Lucas Esteves, Victor Luis, Gabriel Menino, Danilo, Patrick de Paula, Fabinho, Gabriel Silva, Rafael Elias, Giovani, Wesley e Newton. Destes, quatro estrearam neste ano: Gustavo Garcia, Fabinho e Giovani, contra o Corinthians, e Newton, contra o São Bento.

> No total, já foram convocadas 20 Crias da Academia para jogos nesta temporada. Destas, só não estrearam ainda o goleiro Mateus, o zagueiro Henri e os meio-campistas Ramon e Vitinho. Já os atacantes Marcelinho e Pedro Acácio ainda não jogaram em 2021.

> A temporada 2020 ficou marcada por ser a que mais teve pratas da casa convocadas neste século: 31. Destas, 18 entraram em campo (somando 283 jogos, um recorde no século), sendo que 13 estrearam (outro recorde do século): na ordem, Patrick de Paula, Gabriel Menino, Wesley, Alan, Angulo, Gabriel Silva, Danilo, Renan, Aníbal, Marcelinho, Fabrício, Pedro Acácio e Vanderlan – juntos, eles somaram 220 jogos e fizeram da temporada 2020 a que o Palmeiras mais colocou jovens estreantes da base para atuar neste século.

> Na temporada passada, o Verdão teve pelo menos uma prata da casa em campo em todas as partidas das caminhadas rumo aos títulos da Libertadores, da Copa do Brasil, do Campeonato Paulista e da Florida Cup. Mais do que isso: dos 79 jogos disputados na temporada, em apenas uma não houve uma Cria da Academia, contra o Grêmio, pelo Brasileiro.

> Contra o Delfín-EQU, pelas oitavas de final da Libertadores 2020, os 11 suplentes foram oriundos do Centro de Formação de Atletas do Verdão, feito inédito na história do clube.

NÚMEROS INDIVIDUAIS:

JOGOS
– Mais jogos no geral: Willian (220); Felipe Melo (183); Lucas Lima (166); Weverton (162); Marcos Rocha (146); Luan (134)
– Mais jogos na temporada 2021: Danilo (6), Lucas Esteves, Gabriel Menino, Gustavo Scarpa e Breno Lopes (5), Vinicius Silvestre, Mayke, Luan, Renan, Victor Luis e Patrick de Paula (4)
– Mais jogos na temporada 2020: Weverton (70); Willian (69); Zé Rafael (64); Gabriel Menino (61); Gustavo Gómez (58); Raphael Veiga (57); Luiz Adriano e Lucas Lima (56)

GOLS
– Mais gols no geral: Willian (56); Luiz Adriano e Raphael Veiga (27); Gustavo Scarpa (24); Gustavo Gómez (15); Lucas Lima (13); Felipe Melo, Zé Rafael e Rony (12); Gabriel Veron (11)
– Mais gols na temporada 2021: Lucas Lima e Raphael Veiga (2)
– Mais gols na temporada 2020: Luiz Adriano (20); Raphael Veiga e Willian (18); Rony (11); Gabriel Veron (9); Gustavo Gómez (6); Zé Rafael, Wesley e Patrick de Paula (5); Gabriel Menino e Gustavo Scarpa (4); Viña, Breno Lopes, Lucas Lima (3); Marcos Rocha e Dudu (2); Ramires, Felipe Melo, Danilo e Emerson Santos (1)
– Último hat-trick: Luiz Adriano (10/03/2020 – Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR – Allianz Parque, em São Paulo-SP – Libertadores)

ASSISTÊNCIAS
– Mais assistências no geral: Willian (25); Lucas Lima (21); Marcos Rocha (20); Gustavo Scarpa (19); Zé Rafael (12)
– Mais assistências na temporada 2021: Gustavo Scarpa e Willian (2); Renan, Danilo, Felipe Melo e Lucas Lima (1)
– Mais assistências na temporada 2020: Gabriel Menino (10); Rony (9); Viña e Gustavo Scarpa (8); Willian e Zé Rafael (7); Wesley e Marcos Rocha (6); Gabriel Veron e Lucas Lima (5); Raphael Veiga (4); Luiz Adriano e Dudu (3); Danilo e Patrick de Paula (2), Gustavo Gómez, Gabriel Silva, Felipe Melo, Mayke e Bruno Henrique (1)

CAPITÃO
– Mais vezes capitão do time na temporada 2021: Felipe Melo (2); Willian, Lucas Lima e Gustavo Scarpa (1)
– Mais vezes capitão do time na temporada 2020:
Felipe Melo (36); Gustavo Gómez (20); Weverton e Willian (8)

BOLAS PARADAS
– Último gol de falta: Gustavo Scarpa (07/04/2021 – Defensa y Justicia-ARG 1×2 Palmeiras – Estádio Norberto Tomaghello, na Argentina – CONMEBOL Recopa)
– Último gol de pênalti em tempo regulamentar: Raphael Veiga (11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Estádio Mané Garrincha, em Brasília-DF – Supercopa do Brasil)
– Último gol de pênalti em disputa de penais: Gabriel Veron, (11/04/2021 – Palmeiras 2 (5)x(6) 2 Flamengo – Estádio Mané Garrincha, em Brasília-DF – Supercopa do Brasil)
– Última defesa de pênalti em tempo regulamentar: Weverton (02/11/2019 – Palmeiras 1×0 Ceará – Allianz Parque, em São Paulo-SP – Campeonato Brasileiro)
– Última defesa de pênalti em disputa de penais: Weverton (11/04/2021 – Palmeiras 2 (5)x(6) 2 Flamengo – Estádio Mané Garrincha, em Brasília-DF – Supercopa do Brasil)

INFORMAÇÕES DO ELENCO

GOLEIROS

42. JAILSON
39 anos | 1,87m

> 86 jogos (78 como titular) pelo Palmeiras
> Ainda não estreou na temporada 2021
> 9 jogos (7 como titular) na temporada 2020
Estreia: 17/01/2015 – Palmeiras 3×1 Shandong Luneng-CHI – Amistoso
Último jogo: 26/01/2021 – Palmeiras 1×1 Vasco – Brasileiro
Último como titular: 26/01/2021 – Palmeiras 1×1 Vasco – Brasileiro

> Atleta há mais tempo no elenco profissional (desde 2014) e com mais títulos (Copa do Brasil de 2015 e 2020, Brasileiros de 2016 e de 2018, Paulista 2020 e Libertadores 2020).

> Campeão Brasileiro de 2016 sem perder nenhuma vez em 19 partidas e ainda levando a Bola de Prata.

> Segundo colocado no ranking de palmeirenses com as maiores invencibilidades no Brasileirão em todos os tempos: 27 duelos consecutivos sem perder, superando craques como Ademir da Guia e Leão, com 26, e atrás apenas de Edu Bala, com 34.

> Invicto na Conmebol Libertadores: seis jogos, cinco vitórias e um empate e apenas dois gols sofridos.

1. VINICIUS SILVESTRE
27 anos | 1,95m

> 7 jogos (6 como titular) pelo Palmeiras
> 4 jogos (3 como titular) na temporada 2021
> 2 jogos (2 como titular) na temporada 2020
Estreia: 29/10/2016 – Santos 1×0 Palmeiras – Brasileiro
Último jogo: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista
Último como titular: 14/03/2021 – Palmeiras 2×0 Ferroviária – Paulista

> Presente em cinco dos últimos nove jogos do time e titular em quatro.

> Jogador do atual elenco com mais tempo de casa, está no clube desde 2006 e subiu para o elenco profissional no fim de 2013.

> Após ganhar experiência em empréstimos para Ponte Preta (2018) e CRB (2019), voltou ao Palmeiras na temporada 2020.

21. WEVERTON
33 anos | 1,86m

> 162 jogos (162 como titular) pelo Palmeiras
> 3 jogos (3 como titular) na temporada 2021
> 70 jogos (70 como titular) na temporada 2020
Estreia: 11/03/2018 – Ituano 0x3 Palmeiras – Paulista
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil

> Weverton está a uma vitória de entrar no top 10 de goleiros que mais venceram pelo Palmeiras. Atualmente, o camisa 21 soma 90 triunfos, logo atrás de Nascimento, décimo colocado da lista, com 91.

> 10º goleiro que mais jogou pelo Verdão em todos os tempos – o ranking é encabeçado por Emerson Leão, com 621 jogos, seguido por Marcos (533), Valdir de Morais (480), Velloso (458), Oberdan (353), Sérgio (333), Gilmar (290), Fernando Prass (274) e Primo (185).

> 9º goleiro que mais jogou no Estádio Palestra Italia/Allianz Parque em todos os tempos: 66 partidas – o ranking é encabeçado por Marcos, com 212 jogos, seguido por Velloso (154), Emerson Leão (137), Sérgio (131), Primo (90), Fernando Prass (86), Jurandyr (74) e Nascimento (67).

> Terceira menor média de gols sofridos na história do Palmeiras: 0,64 gol por partida (105 vezes em 162 jogos), atrás só do paraguaio Benítez, com 0,54 (13 gols sofridos em 24 jogos em 1978), e do também paraguaio Gato Fernández, com 0,62 (22 gols em 35 jogos em 1994). São considerados somente goleiros com ao menos dez jogos disputados pelo clube.

  Debaixo de forte chuva Corinthians estreia em casa e empata com Palmeiras

Veja Também  Palmeiras x Defensa y Justicia: números, estatísticas e curiosidades da partida

> Terceiro colocado no ranking de mais jogos sem sofrer gol neste século: 83, atrás apenas de Marcos (107) e Fernando Prass (101).

> Recordista do século de mais jogos sem sofrer gol na mesma temporada: 35 em 2020.

> Primeiro goleiro desde Velloso (entre 1995 e 1997) a fechar três temporadas seguidas sem sofrer gols por 20 jogos ou mais (21 em 2018, 26 em 2019 e 35 em 2020).

> Segunda maior sequência de jogos sem sofrer gol na história do clube: nove em 2018, atrás apenas de Zetti, com 12 jogos em 1987.

> 3º com mais vitórias pelo Palmeiras em Libertadores: 20, ao lado de Willian, Alex e Ademir da Guia e atrás só de Dudu (21) e Marcos (27).

> 7º com mais partidas pelo Palmeiras em Libertadores: 29, ao lado de Ademir da Guia e Dudu (volante) e atrás apenas de César Sampaio (30), Willian (31), Dudu (34), Galeano (38), Alex (39) e Marcos (57).

> Atleta com mais jogos (70) e minutos (6362) em campo na temporada 2020. Atuou em todas as partidas do título da Libertadores.

> Eleito para as seleções da Libertadores, do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil em 2020, além de conquistar sua segunda Bola de Prata (venceu também em 2018).

Em 162 jogos pelo clube, Weverton não sofreu gols em 83 deles (Cesar Greco/Palmeiras)

ZAGUEIROS

> Luan e Gustavo Gómez: 66 jogos, com 40 vitórias, 19 empates, sete derrotas e 34 gols sofridos.
> Gustavo Gómez e Empereur: quatro jogos, com duas vitórias, duas derrotas e quatro gols sofridos.
> Luan e Empereur: três jogos, com uma vitória, dois empates e três gols sofridos.
> Empereur e Renan: dois jogos (ambos na temporada atual), com duas vitórias e nenhum gol sofrido.
> Kuscevic e Gustavo Gómez: dois jogos, com duas vitórias e nenhum gol sofrido.
> Com Luan e Kuscevic: dois jogos, com uma vitória, uma derrota e dois gols sofridos.
> Gustavo Gómez e Renan: dois jogos, com um empate, uma derrota e dois gols sofridos.
> Kuscevic e Empereur: dois jogos, com um empate, uma derrota e dois gols sofridos.
> Luan e Renan: um jogo, com um empate e dois gols sofridos
> Kuscevic e Renan: um jogo, com uma derrota e dois gols sofridos

33. ALAN EMPEREUR
27 anos | 1,86m

> 19 jogos (12 como titular) pelo Palmeiras
> 2 jogos (2 como titular) na temporada 2021
> 17 jogos (10 como titular) na temporada 2020
Estreia: 11/11/2020 – Palmeiras 3×0 Ceará – Copa do Brasil
Último jogo: 14/03/2021 – Palmeiras 2×0 Ferroviária – Paulista
Último como titular: 14/03/2021 – Palmeiras 2×0 Ferroviária – Paulista

> Titular no jogo de ida da semifinal da Libertadores 2020 e entrou nos minutos finais da decisão contra o Santos, em sua primeira partida da carreira no Maracanã.

> Titular no jogo final da Copa do Brasil 2020 contra o Grêmio.

4. BENJAMÍN KUSCEVIC
24 anos | 1,85m

> 12 jogos (8 como titular) pelo Palmeiras
> Ainda não estreou pela temporada 2021
> 12 jogos (8 como titular) na temporada 2020
Estreia: 05/12/2020 – Santos 2×2 Palmeiras – Brasileiro
Último jogo: 25/02/2021 – Atlético-MG 2×0 Palmeiras – Brasileiro
Último como titular: 25/02/2021 – Atlético-MG 2×0 Palmeiras – Brasileiro

> Em dezembro de 2020, na vitória por 3 a 0 sobre o Bahia, formou com Gómez a primeira dupla de zaga estrangeira da história do Allianz Parque – a última havia sido formada pelo argentino Tobio e pelo uruguaio Victorino, em setembro de 2014, no Pacaembu.

Em 2021, Gustavo Gómez marcou no empate em 1 a 1 com o São Bento, pelo Campeonato Paulista (Cesar Greco/Palmeiras)

15. GUSTAVO GÓMEZ
27 anos | 1,85m

> 120 jogos (117 como titular), 14 gols e 1 assistência pelo Palmeiras
> 3 jogos (3 como titular) e 1 gol na temporada 2021
> 58 jogos (57 como titular), 6 gols e 1 assistência na temporada 2020
Estreia: 12/08/2018 – Palmeiras 1×0 Vasco – Brasileiro
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último gol: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista

> O zagueiro paraguaio nunca passou uma temporada em branco desde que chegou ao Palmeiras: balançou as redes uma vez em 2021, seis vezes em 2020, cinco em 2019 e três em 2018.

> Autor do gol da vitória por 1 a 0 no jogo de ida da final da Copa do Brasil 2020, foi um dos três palmeirenses a balançar as redes em todas as competições regulares da temporada passada – os outros foram Raphael Veiga e Luiz Adriano.

> 9º colocado na lista de maiores zagueiros artilheiros da história do Palmeiras com 15 gols – o ranking é encabeçado por Luis Pereira, com 36, seguido por Loschiavo (33), Vágner Bacharel (22), Cleber (21), Bianco Gambini (20), Daniel (18), Júnior Baiano e Roque Júnior (16).

> Está a uma bola na rede do top 5 de estrangeiros com mais gols pelo Palmeiras na era dos pontos corridos do Brasileirão: é o sexto com seis tentos (ao lado compatriota Lucas Barrios, do colombiano Mina e do venezuelano Guerra), um a menos do que o atacante argentino Gioino, com sete – completam a lista o também argentino Cristaldo (nove); o colombiano Borja (dez); mais um argentino, Barcos (14); e o chileno Valdivia (15).

> Jogador de linha com mais minutos em campo na temporada de 2020 (4832) e único jogador de linha presente em todos os jogos da Libertadores 2020.

> Segundo que mais vestiu a braçadeira de capitão na temporada 2020: 20 vezes (incluindo a final da Libertadores), atrás só de Felipe Melo, com 36.

> Vencedor das Bolas de Prata de 2019 e 2020 e eleito para a seleção ideal da Libertadores 2020.

> Em 2019, Luan e Gómez atingiram a expressiva marca de 1081 minutos consecutivos sem sofrer gols (sem considerar os acréscimos), segunda maior sequência de uma dupla de zagueiros na história do Palmeiras – o recorde ainda pertence a Marcio e Vágner Bacharel, que, em 1987, ficaram sem levar gols por 1148 minutos. Um ano antes, durante a campanha do decacampeonato brasileiro de 2018, eles já haviam contribuído para estabelecer o recorde palmeirense de menos gols sofridos na história do Brasileirão de pontos corridos: apenas 26 tentos (a marca anterior era de 32, na caminhada do título de 2016).

> Oitavo estrangeiro que mais atuou pelo Palmeiras em todos os tempos – o ranking é encabeçado pelo também paraguaio Arce e pelo chileno Valdivia, ambos com 241 jogos, seguidos pelo colombiano Muñoz (140), pelo uruguaio Villadoniga e o português Arouca (ambos com 138), o argentino Echevarrieta (128) e outro argentino, Luiz Villa (127).

44. HENRI
19 anos | 1,87m

> 0 jogo pelo Palmeiras
> Ainda não estreou na temporada 2021

> Única Cria da Academia efetivada no elenco profissional que ainda não estreou, voltou a ser convocado nesta temporada após recuperar-se de lesão no joelho sofrida ainda no primeiro semestre de 2020.

> Capitão do Palmeiras no Sub-15, no Sub-17 e no Sub-20, foi titular e capitão da Seleção Brasileira na conquista da Copa do Mundo Sub-17 em 2019.

> No clube desde 2015, foi bicampeão do Mundial de Clubes Sub-17 pelo Verdão em 2018 e 2019, entre outros títulos.

13. LUAN
27 anos | 1,89m

> 134 jogos (116 como titular), 5 gols e 1 assistência pelo Palmeiras
> 4 jogos (3 como titular) na temporada 2021
> 48 jogos (32 como titular) na temporada 2020
Estreia: 18/06/2017 – Bahia 2×4 Palmeiras – Brasileiro
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último gol: 27/01/2019 – São Caetano 0×2 Palmeiras – Paulista

> Titular em cinco das oito partidas que disputou na Libertadores 2020, inclusive na final diante do Santos.

> Em 2019, Luan e Gómez atingiram a expressiva marca de 1081 minutos consecutivos sem sofrer gols (sem considerar os acréscimos), segunda maior sequência de uma dupla de zagueiros na história do Palmeiras – o recorde ainda pertence a Marcio e Vágner Bacharel, que, em 1987, ficaram sem levar gols por 1148 minutos. Um ano antes, durante a campanha do decacampeonato brasileiro de 2018, eles já haviam contribuído para estabelecer o recorde palmeirense de menos gols sofridos na história do Brasileirão de pontos corridos: apenas 26 tentos (a marca anterior era de 32, na caminhada do título de 2016).

> Um dos 14 jogadores da história que conseguiram conquistar o Paulista, o Brasileiro, a Copa do Brasil e a Libertadores pelo Palmeiras – os outros são os goleiros Weverton, Jailson, Marcos e Velloso, os zagueiros Gómez e Cleber, os laterais Marcos Rocha e Mayke, os meio-campistas Felipe Melo, Lucas Lima, Gustavo Scarpa e Zinho e o atacante Willian.

3. RENAN
18 anos | 1,84m

> 15 jogos (14 como titular) e 1 assistência pelo Palmeiras
> 4 jogos (4 como titular) e 1 assistência na temporada 2021
> 11 jogos (10 como titular) na temporada 2020
Estreia: 14/10/2020 – Palmeiras 1×3 Coritiba – Brasileiro
Último jogo: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista
Último como titular: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista

> Líder em desarmes na temporada: sete, ao lado de Lucas Esteves, e seguido por Danilo, com seis.

> Chegou ao Verdão em 2015, aos 13 anos de idade, e desde o início de 2019 começou a jogar também como lateral-esquerdo pelo Sub-17. Na base, conquistou importantes troféus, entre eles o bicampeonato do Mundial de Clubes Sub-17 pelo Palmeiras, em 2018 e 2019, e a Copa do Mundo Sub-17 em 2019 pelo Brasil.

> Em 2020, sua temporada de transição ao time principal, teve participação direta no título da Libertadores, com um jogo disputado, e da Copa do Brasil, com duas partidas. Efetivado no plantel profissional em 2021.

LATERAIS

32. GUSTAVO GARCIA
19 anos | 1,75m | Atleta do Sub-20

> 2 jogos (1 como titular) pelo Palmeiras
> 2 jogos (1 como titular) na temporada 2021
Estreia: 03/03/2021 – Corinthians 2×2 Palmeiras – Paulista
Último jogo: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista
Último como titular: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista

> Campeão do mundo com a Seleção Brasileira Sub-17 em 2019 e bicampeão mundial pelo Palmeiras Sub-17 em 2018 e 2019, entre outros títulos.

> Desde 2014 no clube, fez parte do intercâmbio com o futsal, pelo qual foi campeão metropolitano e estadual Sub-14 em 2016, este último em final contra o Corinthians.

> Em 2017, na final do Campeonato Paulista Sub-15 contra o São Paulo, no Allianz Parque, fez um gol do meio de campo e garantiu a taça para o Verdão.

2. MARCOS ROCHA
32 anos | 1,76m

> 146 jogos (140 como titular), 6 gols e 21 assistências pelo Palmeiras
> 2 jogos (2 como titular) na temporada 2021
> 52 jogos (48 como titular), 2 gols e 6 assistências na temporada 2020
Estreia: 18/01/2018 – Grêmio Novorizontino 0x3 Palmeiras – Paulista
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último gol: 29/07/2020 – Palmeiras 2×0 Santo André – Paulista

Marcos Rocha conquistou a Recopa Sul-Americana com o Atlético-MG em 2014 (Cesar Greco/Palmeiras)

> Vice-líder em assistências na história do Allianz Parque:  13, seguido de Willian e Lucas Lima (11) e atrás só de Dudu (35).

> Terceiro colocado em assistências do atual elenco: 21, atrás de Lucas Lima (22) e Willian (25).

> Terceiro colocado em passes para finalizações na temporada 2020: 69, atrás de Gabriel Menino (73) e Lucas Lima (81).

> Líder em desarmes na temporada 2020: 130, seguido de Zé Rafael e Viña (ambos com 114). Em 2019, fechou o Campeonato Brasileiro como o atleta com mais desarmes, com 103, à frente de Gregore, do Bahia, com 102.

> Um dos seis que foram titulares nas três partidas decisivas da temporada 2020 (Paulista, Copa do Brasil e Libertadores), ao lado de Weverton, Gustavo Gómez, Matías Viña, Zé Rafael e Luiz Adriano.

12. MAYKE
28 anos | 1,79m

> 124 jogos (94 como titular), 2 gols e 8 assistências pelo Palmeiras
> 4 jogos (2 como titular) na temporada 2021
> 38 jogos (21 como titular) e 1 assistência na temporada 2020
Estreia: 27/05/2017 – São Paulo 2×0 Palmeiras – Brasileiro
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 14/03/2021 – Palmeiras 2×0 Ferroviária – Paulista
Último gol: 30/05/2019 – Palmeiras 2×0 Sampaio Corrêa – Copa do Brasil

> Polivalente, na temporada 2020 chegou a atuar algumas vezes como lateral-esquerdo (sendo titular no jogo de ida contra o Delfin-EQU, pelas oitavas da Libertadores) e até como atacante pelo lado direito (inclusive nas duas partidas finais da Copa do Brasil, entrando no segundo tempo).

> Bola de Prata 2018: esteve presente em 20 jogos na campanha do decacampeonato brasileiro, sendo 14 como titular.

> Um dos 14 jogadores da história que conseguiram conquistar o Paulista, o Brasileiro, a Copa do Brasil e a Libertadores pelo Palmeiras – os outros são os goleiros Weverton, Jailson, Marcos e Velloso, os zagueiros Luan, Gómez e Cleber, o lateral Marcos Rocha, os meio-campistas Felipe Melo, Lucas Lima, Gustavo Scarpa e Zinho e o atacante Willian.

6. LUCAS ESTEVES
20 anos | 1,71m

> 18 jogos (11 como titular) pelo Palmeiras
> 5 jogos (4 como titular) na temporada 2021
> 12 jogos (7 como titular) na temporada 2020
Estreia: 20/03/2019 – Palmeiras 1×0 Ponte Preta – Paulista
Último jogo: 07/04/2021 – Defensa y Justicia-ARG 1×2 Palmeiras – CONMEBOL Recopa
Último como titular: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista

> Vice-líder em desarmes na temporada: sete roubos de bola, ao lado de Renan, e atrás apenas de Danilo, com nove.

> Presente em dez dos 16 jogos mais recentes e titular nos quatro primeiros duelos da temporada – o último deles, ocupando o lado esquerdo do ataque, posição em que também foi utilizado ao longo de 2020.

> No Palmeiras desde 2014, quando passou a integrar o elenco Sub-15, treinou com elenco Profissional em boa parte de 2019 e subiu definitivamente em 2020. Na base, conquistou quatro taças nacionais, inclusive uma, a Copa do Brasil Sub-17 de 2017, convertendo a última cobrança de pênalti na decisão da diante do Corinthians, no Pacaembu.

17. MATÍAS VIÑA
23 anos | 1,80m

> 53 jogos (52 como titular), 3 gols e 8 assistências pelo Palmeiras
> 3 jogos (3 como titular) na temporada 2021
> 50 jogos (49 como titular), 3 gols e 8 assistências na temporada 2020
Estreia: 16/02/2020 – Palmeiras 3×1 Mirassol – Paulista
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último gol: 22/02/2021 – Palmeiras 1×1 Atlético-GO – Brasileiro

> Vice-líder em desarmes na temporada 2020: 114, ao lado de Zé Rafael e atrás apenas de Marcos Rocha, com 130.

> Terceiro colocado em assistências na temporada 2020: oito, ao lado de Gustavo Scarpa e atrás apenas de Rony (nove) e Gabriel Menino (dez)

> Jogador de linha com mais minutos em campo na Libertadores 2020 (1132), foi eleito pela Conmebol para a seleção da competição.

> Um dos seis que foram titulares nas três partidas decisivas da temporada 2020 (Paulista, Copa do Brasil e Libertadores), ao lado de Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Zé Rafael e Luiz Adriano.

> 20º uruguaio da história do Palmeiras e quinto que mais atuou, atrás apenas de Ventura Cambon (53), Héctor Silva (80), Villadoniga (138) e Diogo (146).

46. VANDERLAN
18 anos | 1,83m | Atleta do Sub-20

> 2 jogos (1 como titular) pelo Palmeiras
> Ainda não estreou na temporada 2021
> 2 jogos (1 como titular) na temporada 2020
Estreia: 26/01/2021 – Palmeiras 1×1 Vasco – Brasileiro
Último jogo: 25/02/2021 – Atlético-MG 2×0 Palmeiras – Brasileiro
Último como titular: 25/02/2021 – Atlético-MG 2×0 Palmeiras – Brasileiro

> Treinando com o elenco profissional desde o final de 2020, foi convocado em dez oportunidades na temporada passada, entrando em campo em duas. Em 2021, ficou no banco nas quatro primeiras partidas da temporada.

> Polivalente, pode atuar tanto como lateral-esquerdo quanto como zagueiro ou aberto pelo lado esquerdo da linha ofensiva.

> Desde sua chegada ao clube para o Sub-15, em 2017, conquistou diversos títulos, entre eles o Mundial de Clubes Sub-17 em 2019.

26. VICTOR LUIS
27 anos | 1,79m

> 118 jogos (96 como titular), 2 assistências e 3 gols pelo Palmeiras
> 4 jogos (0 como titular) na temporada 2021
> 8 jogos (6 como titular) na temporada 2020
Estreia: 09/03/2014 – Paulista 1×3 Palmeiras – Paulista
Último jogo: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista
Último como titular: 08/02/2020 – Ponte Preta 0×1 Palmeiras – Paulista
Último gol: 03/11/2018 – Palmeiras 3×2 Santos – Brasileiro

> Torcedor do Palmeiras desde a infância, começou no Sub-11 do clube em 2006, subiu em 2014, foi emprestado nos anos seguintes para o Ceará e o Botafogo para adquirir experiência e retornou em 2018.

> Na campanha do decacampeonato brasileiro, entrou em campo 22 vezes e marcou um gol, o da vitória sobre o Santos por 3 a 2 na reta final da competição.

> Emprestado ao Botafogo novamente em 2020, iniciou em 2021 mais uma temporada com a camisa alviverde.

Os jogadores Gustavo Scarpa e Victor Luis (à direita) durante treinamento no CT do Real Brasília (Cesar Greco/Palmeiras)

MEIO-CAMPISTAS

40. ALAN
21 anos | 1,61m

> 2 jogos (0 como titular) pelo Palmeiras
> Ainda não estreou na temporada 2021
> 2 jogos (0 como titular) na temporada 2020
Estreia: 15/01/2020 – Palmeiras 0×0 Atlético Nacional-COL – Florida Cup
Último jogo: 18/01/2020 – Palmeiras 2×1 NY City-EUA – Florida Cup

> Chegou ao clube em 2013 para jogar futsal e depois migrou para o campo, onde conquistou a Copa do Brasil Sub-17 (2017), a Copa do Brasil Sub-20 (2019) e o Campeonato Brasileiro Sub-20 (2018), entre outros troféus.

> Acumula convocações para as categorias Sub-15, Sub-17 e Sub-20 da Seleção Brasileira e conquistou o Campeonato Sul-Americano Sub-15 de 2015, sendo eleito o melhor jogador da final, e o Sul-Americano Sub-17 de 2017 marcando três gols contra o Chile no duelo decisivo.

> Emprestado ao Guarani em 2020, sofreu grave lesão no joelho e iniciou a temporada de 2021 em tratamento.

28. DANILO
19 anos | 1,77m

> 42 jogos (23 como titular), 2 gols e 3 assistências pelo Palmeiras
> 6 jogos (4 como titular), 1 gol e 1 assistência na temporada 2021
> 36 jogos (19 como titular), 1 gol e 2 assistências na temporada 2020
Estreia: 06/09/2020 – Red Bull Bragantino 1×2 Palmeiras – Brasileiro
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista
Último gol: 14/03/2021 – Palmeiras 2×0 Ferroviária – Paulista

> Vice-líder em participação em gol na temporada com duas (um gol e uma assistência), ao lado de Raphael Veiga (dois gols) e atrás apenas de Scarpa (um gol e duas assistências) e Lucas Lima (dois gols e uma assistência).

> Líder em ações defensivas (desarmes + interceptações) nesta temporada: 12, seguido por Luan (nove).

> Chegou ao Palmeiras em 2018, foi titular na Copa São Paulo de 2020 e, no início do segundo semestre daquele ano, chamou a atenção da comissão técnica durante os treinos do Sub-20 na Academia de Futebol. Promovido ao Profissional desde então, foi titular na final da Libertadores.

18. DANILO BARBOSA
25 anos | 1,83m

> 0 jogo pelo Palmeiras
> Ainda não estreou na temporada 2021

> Primeira (e até agora única) contratação do Verdão para a temporada 2021, também pode atuar como zagueiro.

> Revelado pelo Vasco, transferiu-se para a Europa aos 18 anos e foi comandado por Abel Ferreira no Sporting Braga-POR na temporada 2017-18, quando atuou em 46 partidas e anotou quatro gols. Em seguida, foi adquirido pelo Nice-FRA antes de chegar ao Maior Campeão do Brasil.

> Convocado em todas as categorias de base da Seleção Brasileira, foi campeão sul-americano Sub-15 em 2011 e vice-campeão mundial Sub-20 em 2015 (sendo capitão e eleito o segundo melhor jogador do torneio).

45. FABINHO
18 anos | 1,78m | Atleta do Sub-20

> 3 jogos (0 como titular) pelo Palmeiras
> 3 jogos (0 como titular) na temporada 2021
Estreia: 03/03/2021 – Corinthians 2×2 Palmeiras – Paulista
Último jogo: 14/03/2021 – Palmeiras 2×0 Ferroviária – Paulista

> Estreou pelo time profissional logo no primeiro jogo em que foi convocado, contra o Corinthians, no pontapé inicial desta temporada.

> Chegou ao clube em 2015 e participou do programa de intercâmbio com o futsal, pelo qual foi campeão metropolitano e estadual Sub-14 em 2016, este último em final contra o Corinthians.

> Acumula diversas conquistas pelo Verdão, entre elas o bicampeonato mundial de clubes Sub-17 em 2018 e 2019 e os Paulistas Sub-15 (2017), Sub-17 (2018) e Sub-20 (2020).

30. FELIPE MELO
37 anos | 1,84m

> 183 jogos (172 como titular), 12 gols e 7 assistências pelo Palmeiras
> 2 jogos (2 como titular) e 1 assistência na temporada 2021
> 41 jogos (37 como titular), 1 gol e 1 assistência na temporada 2020
Estreia: 21/01/2017 – Chapecoense 1×1 Palmeiras – Amistoso
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último gol: 29/07/2020 – Palmeiras 2×0 Santo André – Paulista

> Vice-líder do elenco em jogos, atrás só de Willian (220), e vice-líder em vitórias (111), também só atrás de Willian (118).

> Sétimo colocado na lista dos jogadores com mais vitórias pelo Palmeiras neste século: 111, atrás apenas de Willian (118), Márcio Araújo (118), Valdivia (122), Fernando Prass (151), Dudu (174) e Marcos (182).

> Sétimo colocado na lista dos jogadores com mais vitórias pelo Palmeiras em Libertadores: 19, atrás apenas de Willian, Weverton, Alex e Ademir da Guia (todos com 20), Dudu (21) e Marcos (27).

> 10º colocado na lista dos jogadores com mais partidas pelo Palmeiras em Libertadores: 27, ao lado de Rogério e atrás Ademir da Guia, Dudu (volante) e Weverton (todos com 29), César Sampaio (30), Willian (31), Dudu (34), Galeano (38), Alex (39) e Marcos (57).

> Quarto colocado na lista dos que mais atuaram no Allianz Parque: 79 jogos, atrás só de Fernando Prass (86), Willian (89) e Dudu (127).

> Um dos 14 jogadores da história que conseguiram conquistar o Paulista, o Brasileiro, a Copa do Brasil e a Libertadores pelo Palmeiras – os outros são os goleiros Weverton, Jailson, Marcos e Velloso, os zagueiros Luan, Gómez e Cleber, os laterais Marcos Rocha e Mayke, os meio-campistas Lucas Lima, Gustavo Scarpa e Zinho e o atacante Willian.

Na temporada 2020, Gabriel Menino concedeu dez assistências para seus companheiros (Cesar Greco/Palmeiras)

25. GABRIEL MENINO
20 anos | 1,76m

> 66 jogos (54 como titular), 4 gols e 10 assistências pelo Palmeiras
> 5 jogos (4 como titular) na temporada de 2021
> 61 jogos (50 como titular), 4 gols e 10 assistências na temporada 2020
Estreia: 15/01/2020 – Palmeiras 0x0 Atlético Nacional de Medellín-COL – Florida Cup
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista
Último gol: 07/03/2021 – Palmeiras 2×0 Grêmio – Copa do Brasil

> Cria da Academia que mais entrou em campo na temporada 2020: 61 jogos, seguido por Patrick de Paula (52).

> Líder em assistências na temporada 2020: dez, seguido por Rony (nove).

> Na temporada 2020, foi ainda vice-líder em assistências para finalização, vice-líder em interceptações de jogadas do adversário, terceiro em dribles e quarto em desarmes.

> Polivalente, atua como lateral-direito (posição na qual foi convocado duas vezes para a Seleção Brasileira) e na linha ofensiva pelo lado direito (como no caso da final da Libertadores 2020).

> Terceiro palmeirense mais jovem a fazer gol na história da Libertadores: contra o Bolívar-BOL, pela fase de grupos de 2020 (seu primeiro como profissional), aos 19 anos, 11 meses e 16 dias – o recorde é de Gabriel Veron, que com 18 anos, um mês e 19 dias deixou sua marca contra o Tigre-ARG, também em 2020, enquanto Gabriel Jesus é o segundo com o gol aos 18 anos, 10 meses e 13 dias contra o River Plate-URU em 2016.

> Eleito para a seleção ideal da Libertadores 2020 pela Conmebol.

> No clube desde 2017, faturou o Campeonato Brasileiro Sub-20 (2018), a Copa do Brasil Sub-17 (2017) e três títulos paulistas seguidos (2018 e 2019 pelo Sub-20 e 2020 pelo profissional) no clube.

14. GUSTAVO SCARPA
27 anos | 1,76m

> 123 jogos (67 como titular), 24 gols e 19 assistências pelo Palmeiras
> 5 jogos (3 como titular), 1 gol e 2 assistências na temporada 2021
> 47 jogos (19 como titular), 4 gols e 8 assistências na temporada 2020
Estreia: 29/10/2020 – Red Bull Bragantino 1×3 Palmeiras – Copa do Brasil
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 14/03/2021 – Palmeiras 2×0 Ferroviária – Paulista
Último gol: 07/04/2021 – Defensa y Justicia-ARG 1×2 Palmeiras – CONMEBOL Recopa

  Palmeiras encerra preparação para duelo com Sport

Veja Também  Presidente do Santos Andres Rueda fala sobre os 100 dias de gestão

> Scarpa marcou mais um gol de falta com a camisa do Palmeiras na vitória por 2 a 1 contra o Defensa y Justicia-ARG, na Argentina, pela CONMEBOL Recopa. O último tento de falta do Verdão havia sido anotado justamente pelo camisa 14, no dia 14 de fevereiro deste ano, no triunfo por 3 a 0 sobre o Fortaleza, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro.

> Participação em cinco dos 12 gols do time nesta temporada: além de um gol e duas assistências diretas, iniciou jogadas que culminaram em outros dois gols.

> Líder em assistências nesta temporada ao lado de Willian, com duas, foi o vice-líder no quesito em 2019 (sete) e o terceiro em 2020 (oito).

> Líder em assistências para finalização nesta temporada: cinco, ao lado de Lucas Lima, Breno e Rony.

> Polivalente, revezou-se em diversas posições durante a temporada passada: meia-armador, lateral-esquerdo e atacante pelos dois lados.

> Quarto maior garçom do elenco: 19 assistências, atrás apenas de Marcos Rocha (20), Lucas Lima (21) e Willian (25).

> Quarto maior artilheiro do elenco: 24 gols, atrás só de Raphael Veiga e Luiz Adriano (27) e Willian (56) – em 2019, foi o goleador do time, ao lado de Dudu, com 13.

> Um dos 14 jogadores da história que conseguiram conquistar o Paulista, o Brasileiro, a Copa do Brasil e a Libertadores pelo Palmeiras – os outros são os goleiros Weverton, Jailson, Marcos e Velloso, os zagueiros Luan, Gómez e Cleber, os laterais Marcos Rocha e Mayke, os meio-campistas Felipe Melo, Lucas Lima e Zinho e o atacante Willian.

20. LUCAS LIMA
30 anos | 1,75m

> 166 jogos (115 como titular), 13 gols e 22 assistências pelo Palmeiras
> 3 jogos (3 como titular), 2 gols e 1 assistência na temporada 2021
> 56 jogos (38 como titular), 3 gols e 5 assistências na temporada 2020
Estreia: 18/01/2018 – Palmeiras 3×1 Santo André – Paulista
Último jogo: 14/03/2021 – Palmeiras 2×0 Ferroviária – Paulista
Último como titular: 14/03/2021 – Palmeiras 2×0 Ferroviária – Paulista

Último gol: 11/03/2021 – Palmeiras 3×0 São Caetano – Paulista

> Artilheiro do Palmeiras na temporada com dois gols, ao lado de Raphael Veiga, marcou contra Corinthians (o primeiro do time em 2021) e São Caetano.

> Curiosamente, ele também foi o autor do primeiro gol do time na temporada 2020, contra o New York City-EUA, pela Florida Cup, da qual o Verdão se sagrou campeão.

> Líder em assistências para finalização nesta temporada: cinco, ao lado de Gustavo Scarpa, Breno e Rony.

> Líder em assistências para finalização na temporada 2020: 81, seguido por Gabriel Menino (73).

> Segundo maior garçom do elenco (21 assistências contra 25 de Willian) e terceiro com mais jogos (atrás só de Willian e Felipe Melo).

> Terceiro colocado na lista dos maiores garçons do Allianz Parque: 11 assistências, ao lado de Willian e atrás de Marcos Rocha (13) e Dudu (35).

> Um dos 14 jogadores da história que conseguiram conquistar o Paulista, o Brasileiro, a Copa do Brasil e a Libertadores pelo Palmeiras – os outros são os goleiros Weverton, Jailson, Marcos e Velloso, os zagueiros Luan, Gómez e Cleber, os laterais Marcos Rocha e Mayke, os meio-campistas Felipe Melo, Gustavo Scarpa e Zinho e o atacante Willian.

5. PATRICK DE PAULA
21 anos | 1,80m

> 56 jogos (40 como titular), 5 gols e 2 assistências pelo Palmeiras
> 4 jogos (3 como titular) na temporada 2021
> 52 jogos (37 como titular), 5 gols e 2 assistências na temporada 2020
Estreia:15/01/2020 – Palmeiras 0x0 Atlético Nacional de Medellín-COL – Florida Cup
Último jogo:
07/04/2021 – Defensa y Justicia-ARG 1×2 Palmeiras – CONMEBOL Recopa
Último como titular: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista
Último gol: 02/12/2020 – Palmeiras 5×0 Delfín-EQU – Libertadores

> Terceiro colocado em interceptação de jogadas adversárias e quinto em desarmes na temporada 2020.

> Jogador de linha com mais tempo em campo no Brasileirão 2020 como: 1897 minutos, seguido de Gabriel Menino (1937).

> Captado para a base do Palmeiras em 2017, foi campeão brasileiro Sub-20 em 2018, faturou a Copa do Brasil Sub-20 em 2019 e, assim como Gabriel Veron, Gabriel Silva e Wesley, enfileirou quatro títulos paulistas seguidos pelo clube: 2017, 2018 e 2019 pelo Sub-20 e 2020 pelo Profissional.

> Responsável pela quinta e decisiva cobrança do Verdão na disputa de pênaltis na final do Paulista 2020 contra o rival Corinthians.

23. RAPHAEL VEIGA
25 anos | 1,78m

> 112 jogos (65 como titular), 27 gols e 6 assistências pelo Palmeiras
> 2 jogos (2 como titular) e 2 gols na temporada 2021
> 57 jogos (41 como titular), 18 gols e 4 assistências na temporada 2020
Estreia: 21/01/2017 – Chapecoense 2×2 Palmeiras – Amistoso
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último gol: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil

> Segundo maior artilheiro do elenco no geral: 27 gols, ao lado de Luiz Adriano e atrás apenas de Willian (56).

> Líder em finalizações certas a gol nesta temporada: cinco chutes no alvo, com dois gols marcados.

> Vice-líder em participação em gol na temporada com duas (dois gols), ao lado de Danilo (um gol e uma assistência) e atrás apenas de Gustavo Scarpa (um gol e duas assistências) e Lucas Lima (dois gols e uma assistência).

> Vice-artilheiro do Palmeiras na temporada 2020: 18 gols, ao lado de Willian e atrás apenas de Luiz Adriano (20).

> Titular nas finais da Libertadores e da Copa do Brasil, foi um dos três palmeirenses a fazer gols em todas as competições regulares disputadas em 2020, ao lado de Luiz Adriano e Gustavo Gómez.

> Artilheiro do time no Brasileirão 2020: 11 gols, seguido por Luiz Adriano (10).

> Artilheiro (quatro gols) e o garçom (duas assistências, uma em cada partida das finais) do Palmeiras na Copa do Brasil 2020. Eleito pela CBF o craque da competição.

> Único jogador presente em todas as partidas do time na Copa do Brasil 2020.

> Quarto maior artilheiro do Allianz Parque com 15 gols, atrás apenas de Borja (19), Willian (21) e Dudu (33).

Raphael Veiga tem dois jogos e dois gols na temporada 2021 (Cesar Greco/Palmeiras)

8. ZÉ RAFAEL
27 anos | 1,75m

> 105 jogos (81 como titular), 12 gols e 12 assistências pelo Palmeiras
> 2 jogos (2 como titular) na temporada 2021
> 64 jogos (46 como titular), 5 gols e 7 assistências na temporada de 2020
Estreia: 23/01/2019 – Palmeiras 1×0 Botafogo-SP – Paulista
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último gol: 25/11/2020 – Delfín-EQU 1×3 Palmeiras – Libertadores

> Líder em dribles na temporada 2020: 43 fintas completas, seguido por Rony (33).

> Vice-líder em desarmes na temporada 2020: 114 roubos de bola, ao lado de Matías Viña e atrás apenas de Marcos Rocha (130).

> Quinto colocado na lista de maiores garçons da temporada 2020: sete assistências, ao lado de Willian e atrás apenas de Matías Viña e Gustavo Scarpa (ambos com oito), Rony (nove) e Gabriel Menino (dez).

> Garçom do time na Copa do Brasil 2020: duas assistências, ao lado de Raphael Veiga.

> Quinto colocado na lista de maiores garçons do elenco no geral: 12 assistências, atrás apenas de Gustavo Scarpa (19), Marcos Rocha (20), Lucas Lima (21) e Willian (25) – no Brasileirão 2019, foi o vice-líder do time com cinco passes a gol, atrás apenas de Dudu, com 11.

> Um dos seis que foram titulares nas três partidas decisivas da temporada 2020 (Paulista, Copa do Brasil e Libertadores), ao lado de Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Matías Viña e Luiz Adriano. 

ATACANTES

19. BRENO LOPES
25 anos | 1,78m

> 28 jogos (14 como titular) e 4 gols pelo Palmeiras
> 5 jogos (5 como titular) e 1 gol na temporada 2021
> 23 jogos (9 como titular) e 3 gols na temporada 2020
Estreia: 14/11/2020 – Palmeiras 2×0 Fluminense – Brasileiro
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último gol: 11/03/2021 – Palmeiras 3×0 São Caetano – Paulista

> Vice-líder em finalizações certas a gol nesta temporada ao lado de Rony: quatro chutes no alvo, com um gol marcado.

> Contratado no segundo semestre de 2020, foi o autor do gol do título da Libertadores com apenas 17 partidas disputadas pelo Verdão. Na final, entrou aos 39 min do segundo tempo e fez o gol pouco antes dos 54 min.

> Fechou o Brasileirão 2020 como palmeirense com mais partidas em sequência: 17 (da 23ª rodada até a 38ª).

49. GABRIEL SILVA
21 anos | 1,77m

> 21 jogos (4 como titular), 1 gol e 1 assistência pelo Palmeiras
> 3 jogos (1 como titular) e 1 gol na temporada 2021
> 18 jogos (3 como titular) e 1 assistência na temporada 2020
Estreia: 23/08/2020 – Palmeiras 2×1 Santos – Brasileiro
Último jogo: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista
Último como titular: 03/03/2020 – Corinthians 2×2 Palmeiras – Paulista
Último gol: 03/03/2021 – Corinthians 2×2 Palmeiras – Paulista

> Fez o primeiro gol de sua carreira profissional na estreia do time pelo Paulista 2021, empate em 2 a 2 contra o Corinthians, em Itaquera, no primeiro jogo desta temporada.

> Chegou ao Palmeiras em 2015, aos 13 anos, participando do programa de intercâmbio entre o futsal e o futebol de campo do clube, e tem no currículo dois títulos do Mundial de Clubes Sub-17 pelo Verdão, ambos na Espanha – nas duas finais, aliás, ele deixou sua marca: primeiro na vitória por 4 a 2 sobre o Real Madrid, em 2018, e depois na vitória por 2 a 1 sobre o Leganés-ESP, em 2019.

> Campeão paulista Sub-15, Sub-17, Sub-20 e Profissional pelo Verdão, marcou 40 gols em 46 jogos atuando pela base em 2019 e se destacou também por balançar as redes em todas as finais nacionais que disputou naquela temporada. Em 2020, fez seis gols em sete jogos entre Brasileiro Sub-20 e Copa do Brasil Sub-20 antes de iniciar a transição para o elenco profissional, concluída em 2021.

O atacante Gabriel Veron entrou em campo pela primeira vez em 2021 no último domingo (11), na disputa da Supercopa do Brasil (Cesar Greco/Palmeiras)

27. GABRIEL VERON
18 anos | 1,74m

> 43 jogos (18 como titular), 11 gols e 6 assistências pelo Palmeiras
> 1 jogo (0 como titular) na temporada 2021
> 39 jogos (18 como titular), 9 gols e 5 assistências na temporada 2020
Estreia: 28/11/2019 – Fluminense 1×0 Palmeiras – Brasileiro
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 14/11/2020 – Palmeiras 2×0 Fluminense – Brasileiro
Último gol: 24/01/2021 – Ceará 2×1 Palmeiras – Brasileiro

> Segundo jogador mais jovem a fazer gol pelo Palmeiras em todos os tempos: balançou as redes duas vezes aos 17 anos, três meses e dois dias, na vitória por 5 a 1 sobre o Goiás pelo Brasileiro 2019, desbancando Mazzola, que marcou (também duas vezes) com 17 anos, seis meses e cinco dias em um amistoso contra o Catanduva em 1956, e ficando atrás apenas de Juliano, que, com 16 anos, 11 meses e 23 dias, fez um na goleada por 5 a 0 sobre o Nacional-URU, pela Copa Mercosul 1998.

> Jogador mais jovem a fazer gol pelo Palmeiras na história da Libertadores: 18 anos, um mês e 19 dias, no 5 a 0 contra o Tigre, em 2020, superando Gabriel Jesus, com 18 anos, 10 meses e 13 dias em 2016.

> Jogador mais jovem a fazer gol pelo Palmeiras na história da Copa do Brasil: 18 anos, dois meses e três dias, na vitória por 1 a 0 sobre o Red Bull Bragantino, em 2020, superando Gabriel Jesus, com 18 anos, três meses e 13 dias em 2015.

> No Palmeiras desde 2017, foi campeão paulista Sub-15, Sub-17, Sub-20 e Profissional pelo Verdão. Destaque também para o bicampeonato mundial de clubes sub-17 em 2018 (marcando gol na vitória por 4 a 2 sobre o Real Madrid na decisão e terminando a competição como o artilheiro e eleito o melhor jogador) e 2019, além das Copas do Brasil Sub-17 e Sub-20.

> Com a Seleção Brasileira, foi campeão e eleito o melhor jogador da Copa do Mundo Sub-17 em 2019.

41. GIOVANI
17 anos | 1,82m | Atleta do Sub-17

> 3 jogos (0 como titular) pelo Palmeiras
> 3 jogos (0 como titular) na temporada 2021
Estreia: 03/03/2021 – Corinthians 2×2 Palmeiras – Paulista
Último jogo: 14/03/2021 – Palmeiras 2×0 Ferroviária – Paulista

> Integrante do elenco Sub-17 do Verdão, o jovem é o único atleta que ainda atua pelas categorias da base do clube a ser convocado para as finais da Supercopa do Brasil e da CONMEBOL Recopa, ambas disputadas no estádio Mané Garrincha, em Brasília-DF.

> Mais jovem entre os inscritos do Palmeiras no título da Libertadores 2020 e nesta edição da Conmebol Recopa Sul-Americana, treina com o elenco profissional desde o início deste ano.

> No Verdão desde 2015, quando foi campeão paulista Sub-11, soma mais de 100 gols pelas categorias de base do clube.

> Artilheiro geral da base em 2020 com 14 gols em 13 jogos pelo Sub-17.

9. LUAN SILVA
22 anos | 1,80m

> 1 jogo (1 como titular) pelo Palmeiras
> Ainda não estreou na temporada 2021
> 1 jogo (1 como titular) na temporada 2020
Estreia: 07/03/2020 – Palmeiras 1×1 Ferroviária –nPaulista
Último jogo: 07/03/2020 – Palmeiras 1×1 Ferroviária – Paulista
Último como titular: 07/03/2020 – Palmeiras 1×1 Ferroviária – Paulista

> Destaque na base do Vitória, chegou por empréstimo no início de 2019 para tratar de duas lesões no joelho. Recuperado, foi elogiado nos primeiros treinos da temporada 2020, mas sofreu nova lesão em seu jogo de estreia, contra a Ferroviária, na campanha do título paulista, e desde então está entregue ao Núcleo de Saúde e Performance.

> Convocado pela Seleção Brasileira Sub-20 em 2017.

10. LUIZ ADRIANO
34 anos | 1,83m

> 71 jogos (61 como titular), 27 gols e 5 assistências pelo Palmeiras
> Ainda não estreou na temporada 2021
> 56 jogos (48 como titular), 20 gols e 3 assistências na temporada 2020
Estreia: 11/08/2019 – Palmeiras 2×2 Bahia – Brasileiro
Último jogo: 07/03/2021 – Palmeiras 2×0 Grêmio – Copa do Brasil
Último como titular: 07/03/2021 – Palmeiras 2×0 Grêmio – Copa do Brasil
Último gol: 18/01/2021 – Palmeiras 4×0 Corinthians – Brasileiro

> Vice-artilheiro do elenco no geral com 27 gols, ao lado de Raphael Veiga e atrás apenas de Willian, com 56.

> Artilheiro do time na temporada 2020 com 20 gols, seguido por Willian e Raphael Veiga, ambos com 18.

> Artilheiro do time na Libertadores 2020 (cinco gols, ao lado de Rony) e eleito para a seleção da competição pela Conmebol.

> Vice-artilheiro do time no Brasileiro 2020 com dez gols, atrás de Raphael Veiga, com 11.

> Vice-líder em participação em gols na temporada 2020 com 23 ações (gols e assistências somadas), atrás só de Willian, com 25.

> Um dos três palmeirenses a ter marcado em todas as competições regulares da temporada 2020, ao lado de Raphael Veiga e Gustavo Gómez.

> Deixou sua marca em momentos decisivos da Tríplice Coroa em 2020, com gol na final do Paulista contra o Corinthians (1 a 1), na semifinal da Libertadores contra o River na Argentina (3 a 0) e na semifinal da Copa do Brasil contra o América-MG em Belo Horizonte (2 a 0).

> Um dos seis que foram titulares nas três partidas decisivas da temporada 2020 (Paulista, Copa do Brasil e Libertadores), ao lado de Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Matías Viña e Zé Rafael.

> Melhor média de gols da história do Allianz Parque:  0,48 (13 gols em 27 jogos), seguido por Borja (0,38 – 19 gols em 50 jogos), Cristaldo (0,34 – 11 gols em 32 jogos), Leandro Pereira (0,33 – 7 gols em 21 jogos), Gabriel Jesus (0,32 – 11 gols em 34 jogos), Deyverson (0,30 –13 gols em 42 jogos), Rafael Marques (0,28 – 12 gols em 42 jogos), Barrios (0,26 – 5 gols em 19 jogos), Dudu (0,25 – 33 gols em 127 jogos), Keno (0,25 – 9 gols em 35 jogos) e Alecsandro (0,25 – 6 gols em 24 jogos). Willian é o segundo do atual elenco com 0,23 (21 gols em 89 jogos)

> Quinto maior artilheiro do Allianz Parque com 13 gols, ao lado de Deyverson e atrás de Raphael Veiga (15), Borja (19), Willian (21) e Dudu (33).

> Dois hat-tricks pelo clube, ambos no Allianz Parque: contra o Fluminense, no Brasileirão 2019, e contra o Guaraní-PAR, na Libertadores 2020.

Luiz Adriano se juntou ao grupo palmeirense em Brasília e está disponível para o jogo de volta da Recopa; clique aqui e saiba mais (Cesar Greco/Palmeiras)

48. NEWTON
20 anos | 1,90m

> 1 jogo (0 como titular) pelo Palmeiras
> 1 jogo (0 como titular) na temporada 2021
Estreia: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista

> Primeiro jogador panamenho e da América Central a vestir a camisa do Palmeiras na história.

> Pela Copa do Brasil Sub-20 deste ano, em sua única partida na base alviverde, marcou três vezes na goleada por 8 a 0 sobre o Presidente Médici-MA.

> Chegou ao clube no fim de 2020 e estreou pelo time profissional logo no primeiro jogo em que foi convocado.

37. RAFAEL ELIAS
22 anos | 1,79m

> 9 jogos (2 como titular) e 2 gols pelo Palmeiras
> 3 jogos (1 como titular) e 1 gol na temporada 2021
Estreia: 05/03/2018 – Palmeiras 0×1 São Caetano – Paulista
Último jogo: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista
Último como titular: 24/03/2021 – São Bento 1×1 Palmeiras – Paulista
Último gol: 14/03/2021 – Palmeiras 2×0 Ferroviária – Paulista

> Contratado em 2015 para reforçar as equipes de futsal, marcou mais de 100 gols até 2017 e conquistou um Sul-Americano Sub-17 com a Seleção Brasileira. Ainda em 2015, começou a jogar também no campo, tornou-se titular do Sub-20 em 2018 e estreou profissionalmente no mesmo ano, inclusive integrando o elenco decacampeão brasileiro.

> Foram mais de 30 gols marcados no Sub-20 em 2018 e três títulos: Brasileiro, Paulista e Copa RS.

> Serviu a Seleção Brasileira no Sul-Americano Sub-20 de 2019 antes de ser emprestado a Atlético-MG e Goiás para ganhar experiência.

7. RONY
25 anos | 1,67m

> 55 jogos (43 como titular), 12 gols e 9 assistências pelo Palmeiras
> 3 jogos (3 como titular) e 1 gol na temporada 2021
> 52 jogos (40 como titular), 11 gols e 9 assistências na temporada 2020
Estreia: 29/02/2020 – Santos 0x0 Palmeiras – Paulista
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último gol: 07/04/2021 – Defensa y Justicia-ARG 1×2 Palmeiras – CONMEBOL Recopa

> Líder em dribles na temporada 2021, com quatro, seguido por Mayke, com três.

> Primeiro colocado em assistências para finalização no ano, com cinco, ao lado de Lucas Lima, Gustavo Scarpa e Breno.

> Vice-líder em finalizações certas em 2021, com quatro, ao lado de Breno e atrás apenas de Raphael Veiga, com cinco.

> Decisivo nas conquistas de 2020, Rony foi protagonista novamente logo em seu segundo jogo na temporada 2021. Fez o primeiro gol da vitória por 2 a 1 sobre o Defensa y Justicia-ARG, na Argentina, pelo duelo de ida da final da CONMEBOL Recopa.

> Artilheiro do time na Libertadores 2020 com cinco gols, ao lado de Luiz Adriano, recebeu quatro vezes o prêmio de melhor em campo e foi eleito para a seleção do torneio pela Conmebol.

> Líder geral em assistências na Libertadores 2020 com oito passes certeiros, fez o cruzamento para Breno Lopes marcar o gol do título diante do Santos.

> Vice-líder em assistências na temporada 2020 com nove passes a gol, atrás só de Gabriel Menino, com dez.

> Na Copa do Brasil, iniciou a jogada do gol de Gabriel Menino que sacramentou a conquista do título contra o Grêmio.

> Segundo jogador que mais acertou a meta adversária na temporada 2020 com 45 finalizações certas, atrás de Willian, com 46.

> Segundo jogador que mais driblou na temporada 2020, com 33 fintas completas, atrás só de Zé Rafael, com 43.

11. WESLEY
22 anos | 1,75m

> 29 jogos (17 como titular), 5 gols e 6 assistências pelo Palmeiras
> 2 jogos (1 como titular) na temporada 2021
> 27 jogos (16 como titular), 5 gols e 6 assistências na temporada 2020
Estreia: 15/01/2020 – Palmeiras 0x0 Atlético Nacional de Medellín-COL – Florida Cup
Último jogo: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último como titular: 11/04/2021 – Palmeiras 2×2 Flamengo – Supercopa do Brasil
Último gol: 07/03/2021 – Palmeiras 2×0 Grêmio – Copa do Brasil

> Retornou de lesão no joelho após 32 jogos afastado (cerca de três meses e meio), fez duas partidas de readaptação no Brasileiro e foi titular nas duas finais da Copa do Brasil 2020 contra o Grêmio, inclusive fazendo o primeiro gol na vitória por 2 a 0 no duelo decisivo.

> Apesar do longo tempo fora do time, foi o terceiro jogador que mais driblou na temporada 2020, com 31 fintas, ao lado de Gabriel Menino e atrás só de Zé Rafael (43) e Rony (33).

> Chegou ao Palmeiras em 2016 para o Sub-17, subiu para o Sub-20 na temporada seguinte e conquistou o Campeonato Brasileiro em 2018, a Copa do Brasil em 2019 e, assim como Patrick de Paula, Gabriel Veron e Gabriel Silva, enfileirou quatro títulos paulistas seguidos pelo clube: 2017, 2018 e 2019 pelo Sub-20 e 2020 pelo Profissional.

No Verdão desde 2017, Willian é o artilheiro do atual elenco, com 56 gols (Cesar Greco/Palmeiras)

29. WILLIAN
34 anos | 1,71m

> 220 jogos (149 como titular), 56 gols e 25 assistências pelo Palmeiras
> 2 jogos (2 como titular) e 2 assistências na temporada 2021
> 69 jogos (39 como titular), 18 gols e 7 assistências na temporada 2020
Estreia: 29/01/2017 – Palmeiras 1×1 Ponte Preta – Paulista
Último jogo: 07/04/2021 – Defensa y Justicia-ARG 1×2 Palmeiras – CONMEBOL Recopa
Último como titular: 07/04/2021 – Defensa y Justicia-ARG 1×2 Palmeiras – CONMEBOL Recopa
Último gol: 09/01/2021 – Sport 0×1 Palmeiras – Brasileiro

Jogador do atual elenco com mais partidas (220), gols (56) e assistências (25).

Segundo maior artilheiro do Palmeiras neste século: 56 gols, atrás só de Dudu (70).

> 6º com mais partidas pelo Palmeiras neste século (220, atrás de Valdivia, com 241) e 6º com mais vitórias: 117, atrás de Márcio Araújo (118), Valdivia (122), Fernando Prass (151), Dudu (174) e Marcos (182).

> Segundo maior artilheiro do Palmeiras na era dos pontos corridos do Brasileiro: 28 gols, atrás apenas de Dudu (41).

> 9º maior artilheiro do Palmeiras em Brasileiro: 28 gols, ao lado de Evair e atrás apenas de Jorginho Putinatti (29), Jorge Mendonça (31 gols), Toninho Catarina (32), Edmundo (34), Ademir da Guia (36), Leivinha (40), Dudu (41) e César Maluco (61).

> 3º com mais vitórias pelo Palmeiras em Libertadores: 20, ao lado de Weverton, Alex e Ademir da Guia e atrás só de Dudu (21) e Marcos (27).

> 4º maior artilheiro do Palmeiras em Libertadores: nove gols, ao lado de Lopes e atrás apenas de Borja e Tupãzinho (ambos com 11) e Alex (12).

> 5º com mais partidas pelo Palmeiras em Libertadores: 31, atrás apenas de Dudu (34), Galeano (38), Alex (39) e Marcos (57).

> Jogador de linha que mais atuou na temporada 2020: 69 das 79 partidas, atrás só de Weverton (70).

> Líder em participação nos gols da temporada 2020 com 25 ações (somando gols e seis assistências), seguido de Luiz Adriano, com 24.

> Vice-artilheiro do time na temporada 2020: 18 gols, ao lado de Raphael Veiga e atrás de Luiz Adriano (20).

> Vice-artilheiro do Palmeiras na Libertadores 2020: quatro gols, atrás só de Luiz Adriano e Rony (ambos com cinco).

> Autor da assistência para Gabriel Menino fazer o último gol da temporada 2020, na vitória por 2 a 0 sobre o Grêmio que garantiu o título da Copa do Brasil.

> Autor da assistência para Deyverson fazer o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Vasco no Brasileiro 2018, sacramentando o decampeonato alviverde.

> 47º no ranking dos maiores artilheiros da história do Palmeiras: 56 gols, ao lado de Zinho e logo atrás de Arce e Carrone, com 55.

> 66º no ranking dos atletas com mais jogos na história do Palmeiras: 220 partidas, ao lado de Lara e logo atrás de Edmundo, com 223.

> No Allianz Parque, é o vice-artilheiro (21 bolas na rede, atrás só de Dudu, com 33), o segundo em jogos (89, também atrás só de Dudu, com 127) e o terceiro em assistências (11, ao lado de Lucas Lima e atrás de Marcos Rocha, com 13, e Dudu, com 35).

> Único atacante da história que conseguiu conquistar o Paulista, o Brasileiro, a Copa do Brasil e a Libertadores pelo Palmeiras.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana