conecte-se conosco


Saúde

Itália faz 1º parto do mundo de uma mulher com síndrome raríssima

Publicado

Saúde


source
Médicos
Reprodução

Médicos

Uma jovem italiana, de 26 anos, portadora da síndrome de Alstrom , uma doença rara que apresenta degeneração progressiva e leva à infertilidade, deu à luz no hospital Sant’Anna , em Turim, neste sábado (27).   

Segundo os profissionais de saúde, a gravidez de uma mulher com esta doença genética é o primeiro caso registrado em todo o mundo. O parto foi realizado às vésperas do Dia Mundial das Doenças Raras e a mãe e o bebê estão bem.   

Estudos científicos revelam que até agora existem 450 pessoas afetadas pela síndrome de Alstrom em todo o mundo e nenhuma gravidez havia sido relatada até este caso.

A doença é causada por uma alteração no gene ALMS1 e acomete diversas partes do corpo e é caracterizada por cegueira progressiva, diabetes mellitus na juventude, obesidade e surdez, sem deficiência mental.   

Você viu?

Não existe uma terapia específica para a síndrome de Alstrom, mas o diagnóstico e a intervenção precoces podem melhorar a qualidade de vida das pessoas afetadas.   

A gravidez da italiana, cuja identidade não foi revelada, teve duração regular até o oitavo mês, quando sinais de deterioração das funções cardiovasculares e renais levaram à necessidade de um parto por cesariana.   

A mãe e o recém-nascido, um menino de 1 quilo e 950 gramas, atualmente internados no Departamento de Neonatologia Universitária, dirigido por Enrico Bertino, estão em boas condições.   

A paciente foi atendida durante toda a gestação nos ambulatórios de gravidez de alto risco, dirigidos pela professora Chiara Benedetto. 

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

Anvisa atualiza exigências para armazenamento de vacina da Pfizer

Avatar

Publicado


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) atualizou as exigências de armazenamento da vacina da farmacêutica estadunidense Pfizer, flexibilizano a temperatura de conservação das doses.

Anteriormente, os frascos da vacina da Pfizer contra a covid-19 tinham de ser armazenados em temperaturas entre -90º e -60º. Com a mudança, os frascos podem ser guardados em temperaturas entre -25º e -15º por um período de até duas semanas.

Após esse prazo, os frascos precisam ser mantidos na temperatura já autorizada, entre -90º e -60º. Se retirada do congelador, os recipientes podem ser armazenados por até cinco dias nas temperaturas entre 2º e 8º.

Segundo a Anvisa, estudos mostraram que a flexibilização da temperatura de conservação não prejudica a estabilidade do imunizante.

O imunizante, denominado Comirnaty, foi registrado no Brasil pela Wyeth Indústria Farmacêutica. A vacina obteve o registro definitivo da Anvisa em fevereiro deste ano.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Veja Também  Anvisa atualiza exigências para armazenamento de vacina da Pfizer
Continue lendo

Saúde

Covid-19: Brasil registra 3.321 mortes e 69,3 mil casos em 24 horas

Avatar

Publicado


O Brasil ultrapassou a marca dos 14 milhões de casos de covid-19 desde o início da pandemia. Segundo a atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada nesta terça-feira (20), foram confirmados 14.043.076 de diagnósticos positivos desde o primeiro, em fevereiro de 2020. Em 24 horas foram registrados 69.381 novos casos. 

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil (20.04.2021) Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil (20.04.2021)

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil (20.04.2021) – Ministério da Saúde

O total de vidas perdidas para a covid-19 chegou a 378.003. Entre ontem e hoje, foram confirmados 3.321 novos óbitos. 

Ainda há 3.625 mortes em investigação por equipes de saúde. Isso porque há casos em que o diagnóstico sobre a causa só sai após o óbito do paciente.

O número de pessoas recuperadas está em 12.561.689. Já a quantidade de pacientes com casos ativos, em acompanhamento por equipes de saúde, ficou em 1.103.384.

Os dados em geral são menores aos domingos e segundas-feiras pela menor quantidade de trabalhadores para fazer os novos registros de casos e mortes. Já às terças-feiras eles tendem a ser maiores, já que neste dia o balanço recebe o acúmulo das informações não processadas no fim-de-semana.

Estados

O ranking de estados com mais mortes pela covid-19 é liderado por São Paulo (89.650), Rio de Janeiro (41.745), Minas Gerais (30.526), Rio Grande do Sul (23.515) e Paraná (20.628). Já as Unidades da Federação com menos óbitos são Acre (1.445), Roraima (1.451), Amapá (1.483), Tocantins (2.396) e Sergipe (3.009).

Vacinação

Até o início da noite de hoje, haviam sido distribuídas 53,6 milhões de doses de vacinas. Deste total, foram aplicadas 33,8 milhões de doses, sendo 24,8 milhões da 1ª dose e 9 milhões da 2ª dose.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Veja Também  Covid-19: Brasil registra 3.321 mortes e 69,3 mil casos em 24 horas
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana