conecte-se conosco


Internacional

Monte Etna ilumina noites na Itália com explosões e fontes de lava

Publicado

Internacional


O monte Etna da Itália, o vulcão ativo mais alto da Europa, está iluminando o céu noturno com explosões, fontes de lava e colunas de cinzas e maravilhando os observadores no local e nas redes sociais.

“Estamos observando uma atividade mais forte do que o normal, com mais magma subindo pelos dutos e mais ricos em gás”, disse Stefano Branca, chefe do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV) de Catânia, no sopé do vulcão, à Reuters.

A lava que desce ao longo da margem ocidental da montanha de 3.300 metros de altura é visível na maior parte do litoral leste da Sicília. Twitter, Instagram e Facebook estão repletos de fotos e vídeos.

De Siracusa, no sul da Sicília, e das Ilhas Eólias, no litoral norte, imagens mostravam colunas de cinzas imensas e fontes vermelhas de fogo atingindo as encostas enevoadas do Etna.

A cratera sudeste está no epicentro da atividade, que começou em 16 de fevereiro e iluminou o vulcão seis vezes nos últimos oito dias. Cinzas e fragmentos de rocha cobriram ruas e edifícios de cidades pequenas vizinhas.

Veja Também  Em greve de fome, opositor russo Navalny será transferido a hospital

Na noite de quarta-feira, a fonte de lava alcançou uma altura de cerca de 400 metros, disse o INGV, que descreveu a atividade como “stromboliana” — uma referência ao pequeno, mas muito ativo vulcão Stromboli, situado no litoral da Sicília e conhecido por suas explosões frequentes de magma.

Branca disse que, no geral, a atividade do Etna é semelhante à das mais de 200 erupções ocorridas desde 1998 e que não existe risco para as pessoas e cidades ao redor da montanha.

Comentários Facebook

Internacional

Biden diz que veredito de Chauvin é “passo à frente”, mas muito raro

Avatar

Publicado


O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, classificou nesta terça-feira a condenação do ex-policial de Mineápolis Derek Chauvin por homicídio no episódio de prisão e morte de George Floyd como um “passo à frente”, mas disse que o veredicto é muito raro em um país atormentado por racismo sistêmico.

“Este pode ser um passo gigante em direção à justiça na América”, disse Biden em comentários na Casa Branca.

Um júri de 12 membros considerou Chauvin, de 45 anos, culpado das acusações de homicídio em segundo grau, homicídio em terceiro grau e homicídio culposo, após três semanas de depoimentos de 45 testemunhas, incluindo transeuntes, policiais e especialistas médicos.

Comentários Facebook
Veja Também  Ex-policial Derek Chauvin é condenado por morte de George Floyd
Continue lendo

Internacional

Ex-policial Derek Chauvin é condenado por morte de George Floyd

Avatar

Publicado


O ex-policial de Mineápolis Derek Chauvin foi condenado nesta terça-feira (20) por homicídio no episódio de prisão e morte de George Floyd, um marco na história racial dos Estados Unidos e uma repreensão ao tratamento dado pela polícia aos negros no país.

O júri de 12 membros considerou Chauvin, de 45 anos, criminalmente responsável pela morte de Floyd, após três semanas de depoimentos de 45 testemunhas, incluindo transeuntes, policiais e especialistas médicos. Os jurados iniciaram suas deliberações na segunda-feira (19).

Em um confronto mostrado em vídeo, Chauvin, que é branco, pressionou o joelho no pescoço de Floyd, um homem negro de 46 anos algemado, por mais de nove minutos, no dia 25 de maio de 2020, quando ele e três colegas policiais detiveram Floyd, que foi acusado de usar uma nota falsa de US$ 20 para comprar cigarros em um supermercado.

A morte de Floyd gerou protestos contra o racismo e a brutalidade policial em muitas cidades dos Estados Unidos e ao redor do mundo no ano passado. O tribunal de Mineápolis foi cercado por barricadas e vigiado por agentes da Guarda Nacional.

Veja Também  Biden diz que veredito de Chauvin é "passo à frente", mas muito raro

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana