conecte-se conosco


Esportes

Pioneiro em títulos de Copa do Brasil Tricolor busca o hexa

Publicado

Esportes


A partir do próximo domingo, 28/02, o Grêmio começa a disputar sua nona final de Copa do Brasil. Campeão em cinco oportunidades, o Tricolor é o clube brasileiro com maior tradição dentro da competição, sabendo, como ninguém, usar o regulamento a seu favor e fazendo jus à alcunha de clube “copero”.

A partir de hoje, até o próximo sábado, o site oficial do Grêmio, em conjunto com a Grêmio TV, relembra os cinco títulos da Copa do Brasil e o caminho percorrido até a decisão contra o Palmeiras.

Venha com a gente e entre no clima dessa grande final!

É o Tricolor rumo ao hexa!

1989 – O Primeiro Campeão:

A trajetória vitoriosa do Grêmio na Copa do Brasil começou em 1989, ano de sua primeira edição. Desde o início, o Tricolor vislumbrou, nesta competição, o caminho mais curto para chegar à Libertadores da América, o maior torneio do continente e o grande objetivo da instituição.

Sob o comando do técnico Cláudio Duarte, o Tricolor fez sua estreia na competição vencendo o Ibiraçu-ES pelo placar de 1 a 0, jogando fora de casa. Na partida de volta, goleada de 6 a 0 no Estádio Olímpico.

  Após treinos constantes, Internacional está preparado para enfrentar Boca Juniors

Veja Também  Furacão está em Quito para a estreia na CONMEBOL Sul-Americana

Nas oitavas de final, jogando em Cuiabá, o Grêmio aplicou 5 a 0 no Mixto. Com este resultado, a equipe do Mato Grosso nem veio a Porto Alegre para o jogo de volta e o Tricolor acabou vencendo por W.O.

O Bahia, que eliminara o Cruzeiro, foi o adversário nas quartas de final. Mais uma vez, o primeiro jogo foi realizado fora de casa e o Grêmio venceu por 2 a 0, na Fonte Nova. A classificação às semifinais foi assegurada com uma nova vitória no Olímpico, 1 a 0.

A semifinal foi contra o Flamengo, que havia deixado o Corinthians para trás na fase anterior. No primeiro duelo, no Maracanã, empate em 2 a 2. Um resultado obtido na raça, após estar perdendo por 2 a 0. A partida de volta entrou para a história. Com uma atuação de luxo, o Tricolor goleou o rubro-negro carioca por 6 a 1, no Olímpico Monumental. Um desempenho que indicava o Tricolor como o grande candidato ao título da competição.

E a conquista invicta veio na decisão diante do surpreendente Sport Recife, que deixara pelo caminho Fortaleza, Guarani, Vitória e Goiás. No primeiro jogo da decisão, na Ilha do Retiro lotada, o Grêmio conseguiu segurar o empate sem gols trazendo a decisão para o Estádio Olímpico. Na tarde do dia 2 de setembro de 1989, o Tricolor entrava em campo para fazer história. Com gols de Assis e Cuca, o time do capitão Edinho batia os pernambucanos por 2 a 1, levantando a Copa do Brasil pela primeira vez. Um gesto que viraria rotina na vida do Clube.

Veja Também  Tricolor visita o Sporting Cristal na estreia da Libertadores

Comentários Facebook

Esportes

Santos perde para o Barcelona pela Conmebol Libertadores

Avatar

Publicado


Com muita chuva na Vila Belmiro, o Santos FC acabou sendo derrotado por 2 a 0 pelo Barcelona de Guayaquil na noite de terça-feira (20), em duelo válido pela primeira rodada do grupo C da Conmebol Libertadores de 2021.

Na segunda rodada da competição continental, o Santos FC visita o Boca Juniors na próxima terça (27), às 21h30, na Bombonera, em Buenos Aires. Antes disso, porém, o Alvinegro Praiano precisará ‘mudar a chave’ para o Campeonato Paulista. Nesta sexta-feira (23), a equipe visita o Novorizontino, às 22h15, pela sétima rodada do estadual.

O jogo – Sob forte chuva desde o primeiro minuto, as duas equipes começaram fazendo um duelo bem equilibrado. Dentro da sua proposta de jogo, o Santos FC ficou mais com a bola no início e buscou o gol rival com paciência.

O Barcelona-EQU, por sua vez, buscava chegar nas bolas longas e em rápidos contra-ataques. Logo aos 7 minutos, Marinho é lançado em velocidade pela direita e dá o toque para buscar na frente. Antes de chegar na bola, porém, o camisa 11 toma no duro carrinho de Riveros.

  Inter adota cautela para utilizar atacante Yuri Alberto que volta aos treinos

Veja Também  Tricolor visita o Sporting Cristal na estreia da Libertadores

Os equatorianos responderam dois minutos depois, quando Damián Díaz recebeu na entrada da área pela direita e chutou no canto esquerdo, tirando tinta da trave de João Paulo.

Nos momentos seguintes, a chuva apertou ainda mais e o duelo acabou ficando truncado no meio de campo na Vila Belmiro. O Barcelona-EQU ainda chegou com perigo mais uma vez, aos 37, em novo chute de Damian Díaz, mas o duelo foi para o intervalo empatado em 0 a 0.

Sem chuva, a segunda etapa seguiu com o Peixe buscando o jogo com a bola no pé. Porém, após erro na saída de bola, Emmanuel Martínez invadiu a área e tocou para Garcés finalizar no canto e abrir o placar para o Barcelona.

Com a vitória parcial, a equipe de Guayaquil se fechou ainda mais e não abriu espaços para o Santos FC. E aos 23, Hoyos recebeu pela direita e cruzou rasteiro para Garcés, que desviou e acabou chutando em cima de Pará. Em lance rápido, o camisa 4 acabou mandando contra o próprio gol, fechando o duelo em 2 a 0 para os rivais.

Veja Também  Furacão está em Quito para a estreia na CONMEBOL Sul-Americana

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Internacional é superado na altitude de La Paz

Avatar

Publicado


O Clube do Povo estreou com tropeço na Libertadores 2021. Na altitude de La Paz, o Inter foi superado por 2 a 0 pelo Always Ready-BOL, em partida disputada no início da noite de terça-feira (20/04), válida pela primeira rodada do grupo B.

Pela Libertadores, o Colorado volta a campo na próxima terça-feira (27/04). Às 21h30, o Clube do Povo enfrenta o Deportivo Táchira-VEN, no Beira-Rio, pela segunda rodada do grupo. Os venezuelanos, atualmente, são vice-líderes da chave, após derrotarem o Olimpia, em casa, por 3 a 2. Antes disso, o Inter recebe, pelo Gauchão, o Esportivo, em partida ainda sem data definida.

Primeiro tempo exigente

Time da casa, habituado ao comportamento da bola na altitude e confortável com o ar rarefeito de La Paz, o Always Ready tratou de pressionar o Inter nos movimentos de abertura da partida. Postado com dois alas, uma dupla de meias-atacantes e outra de atletas de frente, o atual campeão boliviano explorou lançamentos e chutes de longa distância para testar Marcelo Lomba, que bloqueou as investidas rivais e evitou maiores problemas à retaguarda gaúcha.

  Internacional vence o Fotaleza e fica a um ponto do topo do Brasileirão

Veja Também  Tricolor visita o Sporting Cristal na estreia da Libertadores

Superada a casa dos 25 minutos de confronto, o Inter conseguiu diminuir o ímpeto boliviano e controlar maior percentual da posse de bola. Equiparado o volume de jogo, o Clube do Povo também acumulou chegadas perigosas, especialmente em jogadas pelos lados do campo. Nenhuma, contudo, suficiente para alterar o placar, que seguiu zerado até o intervalo.

O Inter retornou do vestiário com trocas, mas que pouco tiveram tempo para provar sua justificativa. Logo aos sete, Saucedo, explorando os efeitos da altitude, acertou forte chute no ângulo da meta colorada e abriu o placar. Em desvantagem, o Clube do Povo adotou postura bastante ofensiva, chegou próximo do empate, em bonito chute de Yuri no travessão, mas acabou sofrendo contra-ataque letal no último instante.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana