conecte-se conosco


ACIDENTE

Criança de 9 anos morre atropelada por caminhonete em rodovia próximo a Serra de São Vicente

Publicado

Destaque

Uma criança de 9 anos morreu depois de ser atropelada por uma caminhonete na BR-364, perto da Serra de São Vicente. O acidente foi registrado no sábado (20) à noite e o motorista foi preso.

Segundo informações, a criança foi atingida pelo veículo enquanto tentava atravessar a rodovia.

Pessoas que presenciaram o acidente disseram que o motorista dirigia em alta velocidade e não parou para prestar socorro.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi informada sobre o acidente e, pouco tempo depois, uma viatura que fazia o patrulhamento conseguiu localizar o veículo perto de Rondonópolis.

O motorista, de 55 anos, disse à polícia que não percebeu que havia atingido uma pessoa e que apenas sentiu que tinha atropelado algo na rodovia, mas que resolveu seguir viagem.

Parte da frente do veículo ficou completamente destruído, inclusive o farol da caminhonete.

O motorista e a mulher dele seguiam viajem de Alta Floresta para Ivinhema (MS). Ele foi preso e levado à Polícia Civil De Rondonópolis.

Comentários Facebook
Veja Também  Domingo (21): Mato Grosso registra 241.772 casos e 5.625 óbitos

Destaque

Quarta-feira (24): Mato Grosso registra 246.469 casos e 5.716 óbitos

Avatar

Publicado

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (24.02), 246.469 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.716 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.859 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 246.469 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.203 estão em isolamento domiciliar e 231.331 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 351 internações em UTIs públicas e 356 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 81,44% para UTIs adulto e em 41% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (52.822), Rondonópolis (18.741), Várzea Grande (15.622), Sinop (12.667), Sorriso (10.225), Tangará da Serra (9.903), Lucas do Rio Verde (9.256), Primavera do Leste (7.290), Cáceres (5.485) e Nova Mutum (5.037).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também  Clientes de supermercado cercam ladrão que tentava furtar caminhonete em Cuiabá

O documento ainda aponta que um total de 212.114 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 788 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última terça-feira (23), o Governo Federal confirmou o total de 10.257.875 casos da Covid-19 no Brasil e 248.529 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 10.195.160 casos da Covid-19 no Brasil e 247.143 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de quarta-feira (24).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Veja Também  Menor que assassinou Isabele deixa Pomeri para ir ao dentista

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Menor que assassinou Isabele deixa Pomeri para ir ao dentista

Avatar

Publicado

A adolescente de 15 anos que matou a amiga Isabele Guimarães Ramos, 14, deixou o Centro de Ressocialização Menina Moça na tarde desta quarta-feira (24) para fazer um tratamento odontológico em uma clinica particular localizada no Bosque da Saúde, em Cuiabá. A jovem foi escoltada por medidas de segurança.

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), a saída é autorizada nos casos em que o atendimento não pode ser realizado dentro do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) ou no Sistema Único de Saúde (SUS).

Por meio de nota, a Sesp informou também que a jovem já havia iniciado o procedimento dentário antes de ser internada. A autorização para a saída ocorreu mediante a avaliação da equipe de saúde do próprio Sistema Socioeducativo. Após o tratameto, ela retornou para a unidade.

A adolescente foi internada no Centro de Ressocialização do bairro Carumbé, no dia 19 de janeiro, em cumprimento a decisão da juíza Cristiane Padim da 2ª Vara Especializada da Infância e Juventude de Cuiabá.

Veja Também  Quarta-feira (24): Mato Grosso registra 246.469 casos e 5.716 óbitos

Na ocasião, a magistrada determinou que a autora do disparo fosse submetida a internação por tempo indeterminado. A pena será revista e atualizada a cada seis meses, podendo chegar a pena máxima de 3 anos de internação.

Ela foi condenada por ato infracional análogo ao crime de homicídio doloso, quando há intenção de matar.

A defesa dela já entrou com recurso pedindo que ela cumpra a pena em liberdade, mas os pedidos já foram negados pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF).

NOTA

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) esclarece que a adolescente recebeu atendimento odontológico, nesta quarta-feira (24.02), para concluir um tratamento já iniciado antes de entrar na unidade socioeducativa. A saída, feita com escolta e adoção de medidas de segurança, é autorizada nos casos em que o atendimento não pode ser realizado dentro do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) ou no Sistema Único de Saúde (SUS).

Portanto, o caso da adolescente em questão não é uma exclusividade e já houve situações em que outros adolescentes foram atendidos na rede privada, cujo custo foi assumido pela família. Vale ressaltar ainda que a autorização para o procedimento ocorre mediante avaliação da equipe de saúde do Sistema Socioeducativo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana