conecte-se conosco


Mato Grosso

Seciteci prorroga prazo para inscrição de professores temporários

Publicado

Mato Grosso


A Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), prorrogou até o dia 29 de janeiro, o prazo para as inscrições para os candidatos interessados em participar do processo seletivo para a contratação de professores temporários.

Os profissionais deverão atuar na conclusão de cursos profissionalizantes que estão em andamento, mas foram suspensos por conta da pandemia.

O prazo para as matrículas se encerrariam nesta terça-feira (26), porém foi ampliado para que os candidatos possam providenciar a documentação necessária e concluir o processo de inscrição. 

Em fevereiro serão divulgados os classificados conforme etapas especificadas em edital. Todas as informações sobre o edital, prazos e inscrições poderão ser acessados AQUI

Os professores vão atuar nas Escolas Técnicas Estaduais (ETE’s) de Sinop, Rondonópolis, Barra do Garças, Diamantino, Tangará da Serra, Lucas do Rio Verde, Alta Floresta e Poxoréu.

A base salarial é a mesma de professores efetivos e segue conforme a carga horária de cada profissional, que pode ser de 20, 30 ou 40 horas, portanto pode variar de R$2,4 mil a R$4,8 mil. Os requisitos e documentos necessários estão disponíveis no edital.

Veja Também  Governo prorroga prazo de entrega da Guia de Informação e Apuração do ICMS dos microprodutores rurais
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Equipamentos levados de pousada são localizados em bairro de VG e uma pessoa é presa por receptação

Avatar

Publicado


Equipe de investigação da Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá localizou nesta sexta-feira (26.02), em uma residencial de Várzea Grande, oito televisores, entre outros equipamentos, que foram furtados de uma pousada na Capital. Durante a ação, uma pessoa foi presa em flagrante por receptação. 

Os policiais civis estavam em diligências para apurar o furto ocorrido no dia 19 de fevereiro, quando foram levados diversos objetos e equipamentos de uma pousada localizada na Rodovia de Manso.

Os investigadores receberam a informação de que uma casa no residencial Jequitibá, em Várzea Grande, estava sendo utilizada para guardar objetos de roubo, que também estavam sendo vendido no local. 

Durante a abordagem, o suspeito I.V.B.S., de 19 anos, que estava na casa avançou contra uma policial da equipe e tentou tomar a arma dela, que conseguiu se desvencilhar e fez um disparo de advertência que atingiu superficialmente a perna do rapaz. Mesmo assim, ele ainda tentou investir contra a equipe, mas foi contido. A equipe acionou o socorro médico do Samu para fazer o atendimento ao criminoso.  

Veja Também  Reincidente por roubos, homem é reconhecido por vítima e preso em flagrante por tráfico

Em buscas no imóvel, os policiais da Derf de Cuiabá constataram que a casa era, de fato, usada como apoio logístico para esconder objetos provenientes de atividade criminosa e encontraram televisores e monitores furtados da pousada, além de roupas de cama do empreendimento turístico.

O suspeito informou aos investigadores que receberia comissão pela venda dos produtos. Ele foi autuado em flagrante por receptação qualificada e encaminhado para atendimento médico, permanecendo sob custódia em unidade hospitalar. 

A investigação da Derf Cuiabá prossegue para identificar outros possíveis envolvidos no furto à pousada. 

Crime 

Na sexta-feira, 19 de fevereiro, a Derf prendeu em flagrante num homem de 36 anos pelo furto cometido contra a  pousada localizada na estrada do Rio Manso, zona rural de Cuiabá. Na delegacia, ele permaneceu em silêncio, não colaborando com as investigações. 

De acordo com a apuração, o suspeito invadiu o local por volta das 03h da madrugada e furtou vários objetos de valor como televisões, frigobares, eletrônicos e outros produtos de hotelaria. 

Veja Também  Novos servidores do Sistema Socioeducativo iniciam curso de formação nesta terça-feira

O suspeito foi localizado no bairro Santa Isabel, na Capital, e com ele recuperados parte dos objetos levados da pousada. Ele possui várias passagens pela prática de crimes patrimoniais e foi indiciado por furto qualificado pelo concurso de pessoas, o que significa que agiu com possíveis comparsas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Polícia Civil prende suspeito de furto de gado e identifica associação criminosa em Poconé

Avatar

Publicado


Ação conjunta das Polícias Civil e Militar esclareceu o furto de três cabeças de gado em uma propriedade rural em Poconé (104 km ao sul de Cuiabá), e resultou na prisão de um dos autores, além da identificação de envolvimento em associação criminosa mediante confiança e abuso de confiança e receptação.

A subtração do gado ocorreu na segunda-feira (22.02), em uma fazenda a cerca de 30 quilômetros da área urbana de Poconé. O dono da propriedade descobriu o fato somente na quinta-feira (25.02), quando percebeu o rastro de veículo próximo ao pasto. 

Um funcionário confessou a participação no furto e foi conduzido pela Polícia Militar à Delegacia de Poconé para prestar esclarecimentos. Com a condução do suspeito, a equipe da Polícia Civil iniciou as investigações para recuperar os animais e identificar outros envolvidos no crime.

Durante as diligências, os policiais descobriram a propriedade em que o gado furtado foi desembarcado, assim como uma situação de flagrante de associação criminosa.

Segundo as investigações, o funcionário da fazenda, combinado com sua namorada e seu concunhado fizeram a subtração dos animais, que em seguida foram entregues na propriedade de uma terceira pessoa identificada como receptador do gado.

Veja Também  Polícia Militar lamenta morte de sargento do Proerd por Covid-19

Os policiais foram até o local e encontraram as três cabeças de gado furtadas que foram restituídas à vítima.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Maurício Maciel Pereira, a princípio não havia situação do flagrante do furto, porém, diante da identificação dos demais envolvidos, o funcionário foi autuado pelo crime de associação criminosa.

“As investigações continuam em inquérito policial instaurado na Delegacia de Poconé, que irá apurar o envolvimento dos suspeitos no crime de furto qualificado pela confiança, assim como da pessoa que adquiriu as rezes pelo crime de receptação”, explicou o delegado.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana