conecte-se conosco


Polícia Federal

PF prende, no Rio Grande do Norte, procurado pela Justiça de Goiás

Publicado

Polícia Federal


Natal/RN – A Polícia Federal prendeu na última terça-feira, 26/1, em São Miguel, na Região do Alto Oeste Potiguar, um homem de 46 anos, condenado a uma pena de 9 anos de prisão pela 3ª Vara Criminal de Goiânia/GO, por crime de tráfico de drogas. Ele se encontrava foragido desde o ano de 2018. Na ação, a PF contou com apoio da Polícia Militar (7º BPM).

Após a detenção, o apenado foi conduzido para a Cadeia Pública de Pau dos Ferros/RN, onde permanece custodiado à disposição da Justiça.

Este foi mais um trabalho concluído com êxito pela Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado, coordenada pela Polícia Federal e composta por policiais federais, policiais civis, policiais militares e policiais penais federais, atuando em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI).

 

Comunicação Social da PF no Rio Grande do Norte

Contato: (84) 3204.5588

Comentários Facebook
Veja Também  Polícia Federal prende mulher com notas falsas

Polícia Federal

PF resgata brasileiras vítimas de tráfico humano na Bolívia

Avatar

Publicado


Brasília/DF – A Polícia Federal, com base em investigações realizadas em Epitaciolândia/AC, logrou localizar e resgatar vítimas do tráfico internacional humano que haviam sido levadas à Bolívia, para fins de exploração sexual.

Em 24/2/2021, na cidade de La Paz, após diversas diligências realizadas, a Força Especial de Luta Contra o Crime da Polícia Boliviana (FELCC) encontrou duas brasileiras, menores de idade, que estavam sendo procuradas por seus familiares desde novembro de 2020.

As vítimas foram alvos de aliciadores que sustentam uma rede de prostituição na Bolívia e atuam na busca de mulheres (maiores e menores) em situação de vulnerabilidade, principalmente de cidades fronteiriças, para trabalharem em boates da capital do país.

Com base nas informações colhidas até o momento pela PF, que motivou um pedido de Cooperação Jurídica Internacional, a Polícia Boliviana também iniciou apuração, com a finalidade de complementar a investigação brasileira e unir esforços para desbaratar a associação criminosa, que conta de a participação de brasileiros e bolivianos.

A Polícia Federal, contando com o apoio da Embaixada do Brasil na Bolívia, da Organização Internacional para as Migrações – OIM/ONU e de autoridades bolivianas, além do apoio material, humanitário e legal, vem tratando do retorno com segurança, ao País, das brasileiras libertadas.

Veja Também  Polícia Federal prende mulher com notas falsas

Divisão de Comunicação Social da Polícia Federal

Contato: 61 2024-8142

[email protected]

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal já prendeu doze procurados internacionais em 2021

Avatar

Publicado


Brasília/DF – A Polícia Federal, somente neste início de ano, já localizou e prendeu 12 procurados internacionais, por meio de sua estrutura de cooperação internacional.

Somente nesta semana, foram localizados e presos quatro deles; três no Estado de São Paulo e um no Rio Grande do Norte, todos procurados internacionalmente por tráfico de drogas.

Na segunda-feira (22), foi efetuada em Itaquaquecetuba/SP, por equipe da Interpol no Brasil, a prisão de nacional português condenado e procurado em Portugal, desde 2015, por tráfico de haxixe.

Na terça-feira (23), em Araçariguama/SP, foi preso nacional italiano condenado e procurado na Itália, desde 2018, por tráfico internacional de cocaína e haxixe realizado entre a Espanha e Itália.

Na quarta-feira (24), em Natal/RN, foi identificado e preso nacional britânico, procurado desde 2016 na Espanha, por tráfico de maconha, transportada entre a Espanha e o Reino Unido em veículos roubados.

Finalmente, na data de hoje (26), foi efetuada, em São Paulo/SP, a prisão de nacional sul-africana procurada no Uruguai, desde 2018, por tráfico de cocaína por via postal.

Veja Também  Polícia Federal já prendeu doze procurados internacionais em 2021

Todas as prisões ocorreram em cumprimento a mandados de prisão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal. Os presos agora permanecerão à disposição do STF, responsável por decidir sobre suas extradições aos respectivos países onde são procurados.

No Brasil, a Interpol é representada pela Polícia Federal.

Comunicação Social da PF

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana