conecte-se conosco


Nacional

ONU defende que Brasil e Índia devem receber autorização para produzir a vacina

Publicado

Nacional


source
Secretário-geral da ONU
Carlo Allegri/Reuters

Secretário-geral da ONU

Antonio Guterres, secretário-geral da ONU , fez um apelo para que as empresas farmacêuticas com a licença de produzir as vacinas contra a covid-19 concedam uma permissão para que Brasil e Índia possam produzir doses dos imunizantes do novo coronavírus . As informações foram apuradas pelo Jamil Chade, colunista da Uol. 

Durante o Fórum Econômico Mundial, que acontece esse ano de maneira virtual, Guterres reiterou que é de extrema importância que as vacinas não fiquem apenas pelos países ricos. Porém ressalta que, enquanto a produção das doses ficar restrita somente nesses locais, a fabricação e distribuição não acontecem de forma igualitária.  

Para que isso não ocorra, certos acordos e patentes deveriam ser quebrados para que outros países com capacidade e estruturas para elaborar o imunizante recebem a liberação necessária para sua produção. Segundo o chefe da diplomacia da ONU, Brasil e Índia tem uma “enorme capacidade” de produção. 

Nesta segunda (25), fabricantes da vacina registraram suas patentes, mostrando que não estão dispostos a ceder tão facilmente em liberar a produção em larga escala. Tal atitude, dificulta que outros laboratórios possam produzir genéricos da vacina .  

Veja Também  Carreta é roubada e troca de tiros deixa 2 mortos em rodovia do Rio de Janeiro

Você viu?

“Precisamos de vacinas para todos. Em um tempo recorde, a ciência produziu vacinas. Mas o desafio é fazer uma maior distribuição. Essa será a forma mais rápida para reabrir a economia mundial. Mas essas vacinas chegam rapidamente aos países ricos, e nada aos pobres. Se eles (países ricos) acham que vão estar seguros, estão enganados”, disse o chefe da ONU. 

Guterres ainda declara sobre a importância de o mundo produzir e distribuir os imunizantes o quanto antes, para que mutações do vírus não sejam uma nova realidade a ser enfrentada pela população mundial. “Há um risco real de mutação. Precisamos agir rapidamente”, disse. 

O Brasil sempre se destacou como um dos líderes a buscar novas formas de garantir que a população mundial receba medicamentos. Quando foi preciso, o país quebrou patentes e faz acordos com empresas farmacêuticas mundiais para conseguir uma maior produção. Uma postura contrária mostrada no enfrentamento a pandemia da covid-19. 

Na OMC, o Brasil fez parte de um grupo que foi contra a uma proposta da Índia em suspender todas as patentes de vacinas até o final da pandemia. Assim, ajudaria países que apresentam a estrutura necessária de ajudar na fabricação das vacinas. Entre os emergentes, apenas o Brasil foram contra o plano. 

Com a chegada de doses da vacina vindas da Índia, no final da semana passada, o governo de Nova Déli declarou que foi justamente o veto do plano de ação proposto pelo país que impediu a produção em larga escala do imunizante. 

Comentários Facebook

Nacional

Governador do DF anuncia lockdown no estado a partir de segunda-feira (1º)

Avatar

Publicado


source
Ibaneis Rocha, governador do DF, que terá lockdown a partir do dia 1º de março
Reprodução

Ibaneis Rocha, governador do DF, que terá lockdown a partir do dia 1º de março

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, anunciou nesta quinta-feira (25) que vai decretar lockdown a partir de segunda-feira (1°) para conter o avanço da Covid-19. As informações são do Metrópoles.

“Vamos fechar tudo, exceto serviços essenciais, das 20h às 5h”, disse.

“Estamos com 92% de UTIs ocupadas e vamos tomar as providências aos poucos, na medida do que for necessário. Por enquanto, essas são as providências urgentes”, afirmou o governador.

O Distrito Federal tem, até o momento, 4.791 mortes por Covid-19. São 292.714 pessoas infectadas desde o início da pandemia.

Em atualização, aguarde novas informações

Comentários Facebook
Veja Também  PGR pede arquivamento de investigação contra Rodrigo Maia e seu pai na Lava Jato
Continue lendo

Nacional

PGR pede arquivamento de investigação contra Rodrigo Maia e seu pai na Lava Jato

Avatar

Publicado


source
Rodrigo Maia (DEM-RJ) e seu pai, Cesar Maia (DEM), foram investigados pela Polícia Federal em agosto do ano passado
Agência Brasil

Rodrigo Maia (DEM-RJ) e seu pai, Cesar Maia (DEM), foram investigados pela Polícia Federal em agosto do ano passado

A PGR (Procuradoria Geral da República) enviou uma manifestação ao STF (Supremo Tribunal Federal) pedindo o arquivamento de uma investigação sobre supostos pagamentos da Odebrecht ao deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) e a seu pai, o vereador Cesar Maia (DEM-RJ).

O caso diz respeito a uma investigação concluída no dia 26 de agosto de 2020 pela Polícia Federal , que indiciou o ex-presidente da Câmara e seu pai por crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e caixa 2 .

Segundo a PGR, não havia, no relatório da PF, provas suficientes para apresentar denúncia contra Rodrigo e Cesar Maia.

“Em que pese a comprovação de registros de entrada do parlamentar federal investigado e de João Marcos Cavalcanti na sede da Odebrecht, de 2008 a 2012, não foi possível confirmar que esses encontros ocorreram para solicitação de vantagem indevida, entrega de senhas ou mesmo de valores em tese ajustados”, disse a  subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo.

Veja Também  Mulher furta loja antes de entrevista de emprego no local e é presa em BH

Apesar de optar pelo arquivamento, a subprocuradora da PGR diz que a medida não signifita, em absoluto, “falta de verossimilhança das conclusões feitas pela autoridade policial neste ou em outros inquéritos, mas tão somente a inviabilidade de se dar prosseguimento a esta investigação a partir dos elementos de prova carreados a estes autos”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana