conecte-se conosco


Economia

Ministro alemão calcula “um ou dois anos” para recuperação econômica muldial

Publicado

Economia


source

Brasil Econômico

O ministro da economia da Alemanha, Peter Altmaier, que ocupa o cargo desde 2009
Michael Sohn / Agência Reuters

O ministro da economia da Alemanha, Peter Altmaier, que ocupa o cargo desde 2009

O ministro da Economia e Energia da Alemanha, Peter Altmaier, comentou nesta segunda-feira, 25, que a retomada econômica global depois da pandemia pode durar anos. “Podemos esperar um crescimento econômico, apesar da pandemia? Para alguns, não levará meses, mas um ano ou dois até que a economia se recupere”, disse.

“Eu vejo grande chance de sinergias serem criadas, como na área de sustentabilidade, por exemplo”, salientou o ministro. Ele citou que é possível que isso ocorra não só nas economias mais ricas como também nos países em desenvolvimento e na América do Sul.

A declaração foi feita no painel “Restaurando o crescimento econômico”, promovido pelo Fórum Econômico Mundial (FEM). A reunião deste ano trocou o encontro presencial em Davos, nos EUA, por um evento online devido à pandemia de coronavírus. Uma edição in loco está prevista para ocorrer ainda em maio de 2021, em Cingapura

Veja Também  Bolsonaro fala sobre encontro com presidente da Argentina em viagem ao país

Você viu?

O ponto de partida do debate foi a previsão do Banco Mundial de que a maioria dos países entrará em recessão em 2021, com o Produto Interno Bruto (PIB) global se contraindo em mais de 5%. 

Os participantes examinaram como restaurar o crescimento econômico, com recomendações de diretrizes que empresas e governos podem tomar de forma mais eficaz uma nova agenda econômica que aumente a produtividade, sustentabilidade e prosperidade nos próximos anos. 

Além de Altmaier, também fizeram parte do painel a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, o ministro das Finanças da França, Bruno Le Maire; o diretor-executivo da Volkswagen AG, Herbert Diess; e o presidente e CEO do Goldman Sachs, David Solomon.

Comentários Facebook

Economia

Agência Brasil explica: declaração pré-preenchida do Imposto de Renda

Avatar

Publicado


A partir deste ano, o contribuinte terá mais facilidade para entregar a declaração pré-preenchida do Imposto de Renda Pessoa Física. Um projeto piloto em desenvolvimento pela Receita Federal ampliará a utilização da ferramenta a contribuintes inscritos do Portal de Serviços Públicos do Governo Federal.

Desde 2014, a declaração pré-preenchida está disponível para contribuintes com certificação digital, espécie de assinatura eletrônica vendida em torno de R$ 200 e obrigatória para pessoas jurídicas fora do Simples Nacional. Em 2021, a novidade estará disponível a quem tenha conta em níveis verificado e comprovado no Gov.br, a partir de 25 de março.

A Receita não divulgou o número de contribuintes incluídos no projeto piloto. Por meio da declaração pré-preenchida, o contribuinte recebe um formulário com os dados fiscais preenchidos, bastando apenas confirmar as informações e enviar o documento. Caso haja divergências, é possível retificar e complementar as informações, antes de entregar a declaração ao Fisco.

A declaração pré-preenchida está disponível exclusivamente por meio do serviço Meu Imposto de Renda, quando acessado pelo Centro de Atendimento Virtual da Receita (e-CAC). No entanto, o contribuinte pode recuperar as informações no e-CAC, salvar na nuvem e importar o documento pré-preenchido para o programa gerador da declaração.

Veja Também  Guedes: PEC Emergencial representa compromisso com saúde e economia

A opção de acessar a declaração com o certificado digital está disponível na tela de abertura do e-CAC. Recentemente, a tela passou a incluir o login do Portal Gov.br, que pede o número do CPF e a senha, mais fator duplo de autenticação.

Dependentes

O contribuinte que inclui dependentes no Imposto de Renda precisa seguir procedimentos adicionais ao usar a declaração pré-preenchida. Se quiser que o formulário recupere automaticamente informações dos dependentes, precisará de procuração deles.

Quem usa certificado digital pode procurar a autorização por meio do serviço “Senhas e Procurações”, dentro do e-CAC. Basta preencher o formulário “Cadastrar Procuração”. Os demais contribuintes devem entrar na página da Receita Federal na internet e procurar o serviço “Procuração para Acesso ao e-CAC”, clicando no botão “Atendimento pela Internet”.

O procedimento não é automático para os contribuintes que usarem o site da Receita. As procurações só terão validade após a entrega da documentação à Receita Federal, para conferência e aprovação.

Dados

As informações que aparecem na declaração pré-preenchida baseiam-se em dados declarados por terceiros em outros documentos enviados ao Fisco. Ao todo, três fontes de informação são usadas: a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (Dirf), a Declaração de Informações sobre Atividades Imobiliárias (Dimob) e Declaração de Serviços Médicos (DMED).

Veja Também  Guedes contradiz Bolsonaro: "Primeiro a saúde, sem saúde não há economia"

As três declarações são enviadas por empregadores (no caso da Dirf), por empresas de locação, venda ou intermediação de imóveis e pelos corretores imobiliários (no caso da Dimob) e por empresas e prestadores de serviço na área de saúde (no caso da DMED). Essas declarações devem ser entregues à Receita Federal até o fim de fevereiro de cada ano.

Edição: Graça Adjuto

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Bolsonaro fala sobre encontro com presidente da Argentina em viagem ao país

Avatar

Publicado


source
Reprodução/ Jovem Pan

“Vamos tratar de questões econômicas”, disse Bolsonaro sobre encontro


Em sua live semanal nas redes sociais nesta quinta-feira (4), o presidente Jair Bolsonaro  anunciou que vai viajar para a Argentina no dia 26 de março para participar das atividades comemorativas dos 30 anos de fundação do Mercosul, o bloco de países que reúne Argentina, Brasil , Paraguai e Uruguai .

“Está previsto, dia 26 de março, estar em Buenos Aires, nossa querida Argentina. Estaremos lá celebrando 30 anos da criação do Mercosul . Todo mundo sabe que a covid-19 causou dificuldades econômicas em todo o mundo e nós torcemos para que a Argentina tenha sucesso nas suas negociações com o FMI (Fundo Monetário Internacional), que a situação financeira da Argentina está bastante complicada. O êxito econômico de países aqui na América do Sul, entre eles a Argentina, é interessante para todos nós da América do Sul. O Brasil obviamente é um dos grandes interessados”, disse o presidente. 

No vídeo, Bolsonaro falou  sobre o  primeiro encontro que terá com o presidente argentino, Alberto Fernández . “Será a primeira vez que iremos conversar com o presidente da Argentina, logicamente ele queira, e eu quero, uma conversa reservada, nós dois num canto e publicamente vamos tratar das questões econômicas dos nossos países”, disse o presidente.

Veja Também  Bolsonaro ataca mídia: "Falando mentiras sobre minha interferência na Petrobras"

Você viu?


Ainda durante a live, ele defendeu as ações do governo federal na compra de vacinas . Segundo ele, ainda este mês o país deve expandir em 20 milhões o número de doses disponíveis.

“Temos contratado no corrente ano, 400 milhões de doses até janeiro do ano que vem e temos 178 milhões em tratativas. Neste mês de março, agora, teremos, no mínimo, 20 milhões de doses disponíveis. E, para o mês seguinte, teremos, no mínimo, mais 40 milhões de novas doses”, esclareceu Bolsonaro. 


Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana