conecte-se conosco


Meu Pet

10 produtos que ajudam pets com a ansiedade, higiene, alimentação ou só divertem

Publicado

Meu Pet


source
Brinquedos para pets deixaram de ser apenas mordedores simples
Banco de imagens/Pixabay

Brinquedos para pets deixaram de ser apenas mordedores simples

Quer presentear seu bicho? O Canal do Pet listou alguns itens que você pode encontrar para comprar na web. Tem de tudo o que você pode imaginar. Caminhas geladas para o calor, comedouro-brinquedo para estimular o pet, luvas que ajudam a retirar os pelos dos gatos e ainda fazem carinho neles, privada portátil para xixi etc. Confira:

Escova dental  Você sabia que existe  escova de dentes para cachorros ? Além de limpar os dentes, evitando problemas de saúde na boca do animalzinho, ela entretém, acalma, alivia o estresse e a ansiedade e ainda massageia a gengiva. Algumas têm compartimento especial para creme dental — específico para cães . É importante conferir apenas o material da escova, para não intoxicar o dog. Custa entre R$ 26 e R$ 55.

A escova de dentes limpa dos dentes e acalma o animal
Reprodução

A escova de dentes limpa dos dentes e acalma o animal

Barrinhas suplementares relaxantes Uma outra opção para reduzir a ansiedade do seu doguinho são as barrinhas suplementares Relax e Roll , da The Anxious Pet. Elas são perfeitas para passeios de carro, visitas ao veterinário, reuniões lotadas ou acalmar os bichos durante tempestades ou barulhos de fogos de artifício. Os ingredientes são todos naturais e não deixam o animal sonolento. Elas custam $ 25 cada.

Barrinha de suplemento relaxante
Reprodução

Barrinha de suplemento relaxante

Sanitário higiênico Que tal esta caixinha, que funciona como um sanitário higiênico , onde o pet pode fazer xixi sem sujar a casa ou dar trabalho ao tutor para limpar depois? O objeto é uma espécie de tapete com furinhos e um recipiente embaixo, onde a urina vai ficar armazenada. É prático para lavar e existem vários modelos no mercado. Em média, custa em média R$ 50.

Tapete higiênico
Reprodução

Tapete higiênico

Bolsa canguru Para quem gosta de carinho, segurança e fofura, a bolsa canguru  para passeios, da Petz, é a escolha certa. É possível ser mãe ou pai de pet com muita propriedade, quase como se fosse um bebê. Serve para gatos e cachorros e existe em vários tamanhos. A bolsa é quentinha e confortável. Ela ajuda a manter o pet preso ao tutor, para que ele não fuja ao se assustar com outros animais na rua, por exemplo. A bolsa custa ente R$ 30 e R$ 40.

Veja Também  Gatos precisam de atenção especial ao mudar para uma casa nova; entenda

Você viu?

Carinho%2C segurança e fofura para passeios
Reprodução

Carinho, segurança e fofura para passeios

Luva-escova Escovar os pelos do seu gato com regularidade ajuda na limpeza da casa e reduz a quantidade de pelos que os felinos acabam engolindo enquanto se limpam. As escovas para pelos servem, também, para cachorros peludos. E os bichos adoram. A escovação pode se tornar mais prática com a luva nano magnética , que garante uma maior retenção dos pelos que já soltaram a pele da pele do animal. Com ela, você vai fazer carinho enquanto escova. Custa em média R$ 30.

Escove o pelo do seu gato ou do seu cachorro enquanto faz carinho nele
Reprodução

Escove o pelo do seu gato ou do seu cachorro enquanto faz carinho nele

Furbo Furbo é uma espécie de babá eletrônica para o seu pet. Compatível com Amazon Echo Alexa, ele tem uma câmera e um microfone que permitem que você esteja sempre em contato com o seu cão, mesmo quando você precisa deixa-lo sozinho em casa. Além de ver o que o pet faz e poder conversar com ele a distância, também é possível jogar petiscos pelo aparelho. O Furbo tem a opção de ser conectado ao iPhone ou a um celular com sistema Android. Ele custa a partir de R$ 2.999.

O Furbo é uma espécie de babá eletrônica para os pets
Reprodução

O Furbo é uma espécie de babá eletrônica para os pets

Comedouro Pet Ball Serve para o cachorro comer, mas também para ele brincar. Com quatro aberturas ajustáveis e oito níveis de dificuldade, com o  Comedouro Pet Ball , da Petz, você dará ao seu cão estímulos para que ele se exercite e coma mais devagar (o que reduz riscos de problemas de saúde). Ele custa em média R$ 30.

comedouro pet ball é dois em um
Reprodução

comedouro pet ball é dois em um

Acqua Pet Já pensou em ter uma espécie de bebedouro em casa? Com um mecanismo simples, seu pet pode beber água sempre nova e em temperatura adequada. Feita de cerâmica, a  Acqua Pet , da Petz, garante que a água não fique parada por muito tempo e é capaz de mantê-la fria. Ideal para gatos, o mini-bebedouro é mais uma forma de diversão para os bichanos. O produto está disponível em 110V ou bivolt. Ele custa R$ 199,99.

Acqua Pet
Reprodução

Acqua Pet

Pipoca salgada para adestramento Está tentando adestrar o seu animal para ensinar a sentar, deitar, rolar e se comportar em todos os momentos? Certamente você vai precisar de um bom petisco. A  pipoca sabor picanha , da Petlove, para cachorros é uma boa opção. Custa entre R$ 9 e R$ 10.

Pipoca para cachorro%2C sabor picanha
Reprodução

Pipoca para cachorro, sabor picanha

Caminha gelada No calor do verão, você pode proporcionar mais conforto ao seu cachorrinho com uma caminha gelada . Preenchido com gel atóxico que não precisa ir para o congelador, a caminha é capaz de se manter de 5º a 10º abaixo da temperatura do ambiente, ajudando a refrescar o seu pet. Custa entre R$ 130 e R$ 150.

O tapete gelado pode se manter de 5º a 10º abaixo da temperatura do ambiente%2C ajudando a refrescar o seu pet.
Reprodução

O tapete gelado pode se manter de 5º a 10º abaixo da temperatura do ambiente, ajudando a refrescar o seu pet.

EXTRA: Certo, mas digamos que o seu pet é daqueles “raiz”, que não gosta de nada inovador, só quer saber da caixinha velha de papelão, da sua sandália ou da tampinha da garrafa do refrigerante. Então, a dica é esta fofura de pelúcia em formato de Baby Yoda , da marca Muttropolis. Com diversas texturas para estimular a criatividade, o bonequinho é indicado para filhotes e conta com um equipamento que faz um barulhinho quando é mordido. Apesar de reforçado para ter resistência e não rasgar, ainda é um brinquedo de pelúcia, então é importante que a brincadeira seja supervisionada. Custa $ 15.

Baby Yoda de pelúcia especial para pet
Reprodução

Baby Yoda de pelúcia especial para pet

Fonte: IG PET
Veja Também  Gato mimado viraliza na web após gerar briga entre casal: "Que mulher chata"

Comentários Facebook

Meu Pet

Cães e gatos podem comer carboidratos, mas com ressalvas

Avatar

Publicado


source
Animais domésticos podem comer carboidratos, mas é necessário ter alguns cuidados
Banco de Imagens/Pexels

Animais domésticos podem comer carboidratos, mas é necessário ter alguns cuidados

A alimentação adequada para cães e gatos pode gerar muitas dúvidas para os tutores de animais domésticos, principalmente por causa das necessidades diferentes que cada bichinho tem a partir das raças, dos tamanhos, da idade, de doenças que tenham, entre outros. Uma das dúvidas mais comuns é sobre a ingestão de carboidratos, muitas vezes considerados vilões na alimentação humana. Profissionais e pesquisas na área da saúde animal dizem que os animais não precisam deles, mas podem metaboliza-los para transformar em energia.

De acordo com uma pesquisa publicada pela revista Nature, os cães domésticos adquiriram a capacidade de metabolizar e utilizar a energia proveniente dos carboidratos de forma muito efetiva e sem resultar em prejuízos para a saúde deles. Em função da proximidade com o ser humano em muitos milhares de anos, os cães evoluíram e modificaram a sua fisiologia para adaptar-se à dieta oferecida a eles.

Já o gato, que possui uma estrutura metabólica mais semelhantes aos ancestrais silvestres, principalmente com relação ao seu comportamento e fisiologia digestiva, metabolizam a energia proveniente do carboidrato de forma mais lenta. Entretanto não é possível inferir que os carboidratos possam fazer mal para eles. A nutróloga veterinária Juliene Oliveira afirma que cães e gatos podem, sim, comer carboidratos, porém é preciso lembrar que eles são animais carnívoros e, por isso, precisam ingerir proteínas. “Os cães e gatos são carnívoros em sua fisiologia. É preciso que os tutores respeitem isso. Contudo, de forma geral, os carboidratos não fazem mal para os pets. É preciso avaliar apenas a tolerância individual de cada animal, pois alguns podem ter um pouco mais de gases”, afirma. Segundo a veterinária, os grãos devem ser evitados na alimentação dos pets porque eles podem causar mais facilmente desconforto abdominal. “Deve-se dar preferência a outros tipos de carboidratos, como os legumes, que possuem baixa caloria e também batata doce e inglesa, inhame, macaxeira. Se pensarmos numa porcentagem da dieta, não há um número específico para os carboidratos na dieta dos animais, mas o desejável é que esteja em torno dos 30%, no máximo 35% da composição dessa alimentação. Especificamente para os gatos, essa proporção deve cair um pouco, em torno de 20 a 25% da dieta”, explica. Ainda de acordo com Juliene, a alimentação deve mudar, caso a caso, com animais que possuam doenças. A raça, o porte, a idade e a rotina de atividades física do pet também influenciam na avaliação para o consumo desses alimentos.

Grãos devem ser evitados na dieta calorica dos pets, afirma nutróloga
Banco de Imagens/Pexels

Grãos devem ser evitados na dieta calorica dos pets, afirma nutróloga

“Os carboidratos devem ser evitados para os animais que estão obesos, acima do peso. Os carboidratos se tornam açúcares, que se acumulam mais facilmente, formando tecidos adiposos [gordura]. A composição alimentar dos animais obesos deve ser numa proporção muito menor, apenas com fibras e legumes de baixa caloria. O chuchu por exemplo é um tipo de carboidrato que tem quase nada de caloria, comparado à batata doce, por exemplo”, diz a veterinária. “A gente utiliza esses carboidratos de baixíssimo índice glicêmico nesses pacientes. A obesidade é a única patologia que pede uma restrição de carboidratos”, finaliza Juliene. Já a veterinária Raquel Sillas ressalta que pacientes com neoplasia, distúrbios de absorção intestinal e alérgicos alimentares preferencialmente também não devem ingerir cardoidratos. Para ela, o excesso de grãos na alimentação dos pets pode causar problemas de má digestão, obesidade, diabetes e alergias.

Veja Também  Gato mimado viraliza na web após gerar briga entre casal: "Que mulher chata"

“Quando filhotes, cães de trabalho ou atletas, doentes, em recuperação de grandes cirurgias ou gestando podem receber a adição de carboidratos na dieta. Ao escolher as rações, é importante preferir as do tipo super premium, que apresentam carboidratos de melhor qualidade”, opina Raquel.

Fonte: IG PET

Comentários Facebook
Continue lendo

Meu Pet

Gato sem cabeça? Foto que viralizou deixa internautas confusos

Avatar

Publicado


source
Viraliza foto de gato sem cabeça
Reprodução/Instagram

Viraliza foto de gato sem cabeça

Vira e mexe surge alguma foto viral de gatos, c omo esse gatinho mimado que deu o que falar na internet . No Reddit, rede social muito utilizada no exterior, surgiu uma foto um pouco assustadora. Viralizou um clique de um gato que parece que foi decapitado e que está com a cabeça em um cesto.

A foto foi postada pelo dono dos gatinhos e não se trata de um, mas de dois animais. Os bichanos moram na Alemanha e um deles estava deitado no cesto enquanto a outra virou a cabeça bem na hora da foto. O do cesto se chama Koda e a outra Lilly.

Na rede social, muitas pessoas se divertiram com as fotos dos gatos. “Deve ter sido um nobre francês”, brincou um usuário da rede social, pois o gato parece que foi decapitado na guilhotina. “Incrível e aterrorizante ao mesmo tempo”, disse outro. Aqui está uma foto dos gatinhos com cabeça, para você comprovar que nenhum deles é uma assombração.

Koba e Lilly, os gatinhos que viralizaram
Reprodução/Reddit

Koba e Lilly, os gatinhos que viralizaram


Fonte: IG PET

Comentários Facebook
Veja Também  Guia de raças: Shih Tzu se adapta bem à vida em apartamento
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana