conecte-se conosco


Mato Grosso

Mato Grosso tem primeira indígena vacinada contra a Covid-19

Publicado

Mato Grosso


A mato-grossense Elidia Takiro Peruare, de 64 anos, foi a primeira indígena vacinada contra a Covid-19 em Mato Grosso. A vacinação ocorreu na Casa de Saúde Indígena (Casai) de Cuiabá nesta terça-feira (19.01), quando outros três cidadãos indígenas também foram imunizados.

Da etnia Bakairi, Elidia disse estar alegre ao receber a primeira dose da vacina. “Fiquei muito alegre, muito mesmo. Eu acho que eu vou me sentir melhor agora, porque a gente não pegou o coronavírus”.

Já Cecilio Porireu Aijako, de 63 anos e da etnia Bororó, foi o primeiro trabalhador da saúde indígena a ser vacinado contra a Covid-19 em Mato Grosso. “Agradeço a Deus, à ciência e as pessoas envolvidas. Quero agradecer também o nosso Estado e nossas autoridades. É a ciência que está ganhando, as pessoas que lutaram e que batalharam estão ganhando”, avaliou.

No ato simbólico, também foram vacinados os indígenas Valdomiro Rodrigues Soares, de 54 anos e da etnia Bakairi, e o Alikose Enawene, de 20 anos e da etnia Enawene Nawe.

Das 126 mil doses de vacina que foram encaminhadas pelo Ministério da Saúde ao estado de Mato Grosso, 60 mil são especificamente destinadas à imunização dos indígenas que vivem em aldeias do território mato-grossense.

Veja Também  Acordo permitirá celeridade em investigações de crimes de corrupção em MT

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, participou do evento simbólico das primeiras aplicações da vacina nos indígenas do estado e enfatizou a importância da imunização dos povos indígenas.

“Esse ato simbólico é importante porque busca sensibilizar a população indígena sobre a importância da vacina. A vacinação é uma responsabilidade da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), mas o Estado trabalha na logística de distribuição dessas doses para que a vacinação possa iniciar”, pontuou o gestor.

Figueiredo também explicou que as primeiras doses já devem começar a chegar nesta terça-feira (19) aos municípios de Mato Grosso. “Já começamos a fazer o encaminhamento das vacinas ao interior. Os Distritos Sanitários de Saúde Indígena (DSEIs) fazem a retirada dos imunizantes nos nossos Escritórios Regionais, sendo que as doses serão escoltadas com a ajuda do Exército Brasileiro até as aldeias”.

O coordenador do DSEI Cuiabá e representante da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), Audimar Rocha, enalteceu a chegada das doses e frisou que estará “na ponta vacinando todos os nossos profissionais de saúde e todos aqueles indígenas que estão dentro do protocolo”.

Veja Também  Desenvolve MT suspende atendimento presencial

“As pessoas questionam a vacinação já no primeiro lote dos povos indígenas, mas só questiona quem não conhece a realidade ou quem não vai a uma aldeia. Fico emocionado que, de 126 mil doses para Mato Grosso, 60 mil serão para os povos indígenas”, concluiu.  

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Posto fiscal da Serra do Cachimbo passa por vistoria

Avatar

Publicado


Dois servidores da Superintendência de Fiscalização (Sufis) e Coordenadoria de Fiscalização Volante em Postos Fiscais e Transportadoras (CFPF) da Secretaria de Fazenda, visitaram na semana que passou, o Posto Fiscal da Serra Cachimbo localizado na divisa com o Pará. O objetivo da visita foi verificar a situação em que o posto fiscal se encontra e desenvolver melhorias para o trabalho dos servidores fazendários e dos motoristas que passam pelo local.

O superintendente da Sufis, José Carlos Bezerra Lima e o coordenador Clóvis Damião Martins, discutiram como os servidores que lá estão atuando, questões relativas à infraestrutura, tecnologia e escala de serviços. Entre as verificações foram registradas as questões relacionadas à: comunicação, internet, pavimentação do pátio, balança e alojamentos, entre outros.

Para o supervisor fazendário do posto, Marino Gomes Hernandorena, a visita foi positiva e útil. Ele e toda a equipe se prontificaram a apresentar sugestões de melhorias.

De imediato a Sefaz, irá solicitar uma melhoria no policiamento local, disponibilizando um plantão da Polícia Militar, especialmente no horário noturno, onde é o maior risco, tanto de evasão quanto para o servidor.

Veja Também  Escola promove adequações para reforçar medidas de biossegurança durante entrega de kits de alimentação escolar e livros didáticos

O resultado da vistoria será apresentado em um relatório ao secretário de Fazenda Rogério Gallo para analisar e desenvolver um plano de ação, e assim reduzir os problemas que foram identificados no local.

O secretário de Administração Eugênio Cafone Lima e o diretor de Tributos Lourival Francisco dos Reis, ambos da Prefeitura de Guarantã do Norte, também participaram da vista. A parceria com a Sefaz é de interesse da prefeitura, haja vista que uma melhora no desempenho na arrecadação do ICMS por ação fiscal, teria impacto direto nos repasses ao município onde o posto está localizado.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Comparecimento mensal de reeducandos está suspenso até 31 de março

Avatar

Publicado


Em atendimento a portaria do Poder Judiciário, publicada nesta terça-feira (02.03), a direção da Fundação Nova Chance (Funac) suspendeu, até o fim deste mês, os atendimentos das pessoas que cumprem penas no regime semiaberto, aberto, penas alternativas e condicional do Sistema Penitenciário. A medida visa atender os protocolos de enfrentamento à Covid-19 no estado e evitar aglomeração.

O comparecimento mensal trata a condição para cada fase da execução da pena. Somente em janeiro e fevereiro deste ano, mais de quatro mil pessoas foram até à unidade, que fica na região do Coxipó, em Cuiabá. 

A Portaria 02/2021 é da 2º Vara Criminal. A normativa, no entanto, “não autoriza o descumprimento das demais determinações concernentes ao cumprimento das penas, notadamente quanto as obrigações relacionadas ao monitoramento eletrônico”.

A Funac é uma unidade da Secretaria de Estado de Segurança Pública. Atualmente, o estado possui 4.868 pessoas que são monitoradas por tornozeleira. Deste total, 3.123 cumprem pena no semiaberto e 890 estão em liberdade provisória. Os demais são pessoas monitoradas pela lei Maria da Penha, botão do pânico e presos que trabalham fora das unidades penais.

Veja Também  Escola promove adequações para reforçar medidas de biossegurança durante entrega de kits de alimentação escolar e livros didáticos
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana