conecte-se conosco


Tecnologia

Qual é a melhor internet do Brasil? Pesquisa compara operadoras; veja a lista

Publicado

Tecnologia


source

Olhar Digital

banda larga internet claro
Divulgação

Claro ganha título de melhor banda larga do Brasil

O site Melhor Plano, em parceria com o Minha Conexão, divulgou os resultados da sua tradicional pesquisa nacional de satisfação e velocidade de banda larga no Brasil.

A análise, feita com mais de 15 milhões de testes de velocidade e 440 mil opiniões de usuários, mostra qual é a melhor operadora em mais de 800 municípios. Os vencedores foram divididos nas categorias “velocidade”, “satisfação” e “melhor provedor”. 

No ranking geral, a Claro venceu como a melhor provedora de internet banda larga do país, pelo segundo ano consecutivo. A empresa foi vencedora no maior número de estados brasileiros nos quesitos “velocidade” e “melhor provedor”.

Confira abaixo as operadoras vencedoras em cada estado:

  • Acre: Vivo (velocidade);
  • Alagoas: SimTV (velocidade), Start (satisfação) e Claro (provedor);
  • Amapá: Você Telecom (velocidade), Gnex (satisfação) e Você Telecom (provedor);
  • Amazonas: TIM (velocidade), Claro (satisfação) e Claro (provedor);
  • Bahia: Claro (velocidade), Cybertubo (satisfação) e Claro (provedor); 
  • Ceará: Brisanet (velocidade), GL Net (satisfação) e Brisanet (provedor);
  • Distrito Federal: Claro (velocidade), Lignet Provedor (satisfação) e Claro (provedor);
  • Espírito Santo: Claro (velocidade), Novatec (satisfação) e Claro (provedor);
  • Goiás: Omni Telecom (velocidade), TBN (satisfação) e Omni Telecom;
  • Maranhão: IBL (velocidade), Connect Telecom (satisfação) e Júpiter (provedor);
  • Mato Grosso: New Life Fibra (velocidade), Wavemax (satisfação) e Primatec (provedor); Mato Grosso do Sul: IDL (velocidade), Topnet MS (satisfação) e IDL (provedor);
  • Minas Gerais: Algar (velocidade), Iconecta (satisfação) e Algar (provedor);
  • Pará: IBL (velocidade), Jetz Internet (satisfação) e WLAN (provedor); 
  • Paraíba: Tely (velocidade), Dataconnection (satisfação) e Vivo (provedor);
  • Paraná: Claro (velocidade), Portal Medianeira (satisfação) e Sercomtel (provedor);
  • Pernambuco: Brisanet (velocidade), Trend Connect (satisfação) e Junior-Net (provedor);
  • Piauí: G3 Telecom (velocidade), Multlink Telecom (satisfação) e Virtex (provedor);
  • Rio de Janeiro: Sumicity (velocidade), Flecha Network (satisfação) e Claro (provedor);
  • Rio Grande do Norte: Brisanet (velocidade), Netjat (satisfação) e Netjat (provedor);
  • Rio Grande do Sul: Claro (velocidade), A Platéia (satisfação) e Claro (provedor);
  • Rondônia: Brasil Digital (velocidade), Connect 7 (satisfação) e Oi (provedor);
  • Roraima: Amazonia (velocidade);
  • Santa Catarina: MHNET (velocidade), Internet.com (satisfação) e Claro (provedor);
  • São Paulo: Claro (velocidade), Connect Fibra (satisfação) e Claro (provedor);
  • Sergipe: Claro (velocidade) e Netglória Telecom (satisfação);
  • Tocantins: Toledo Fibra (velocidade) e BRT Internet (satisfação).

Método de avaliação

O Melhor Plano elege a operadora com a melhor banda larga anualmente desde 2019. Neste ano, a pesquisa teve como base os testes de velocidade de internet feitos de janeiro a novembro de 2020 no site Minha Conexão, com exceção dos realizados via celular ou tablet .

Veja Também  Mulher é sequestrada nos EUA e encontrada graças ao Apple Watch que usava

Apenas provedores com no mínimo mil testes de velocidade realizados no período participaram do comparativo. Cada operadora também precisava ser responsável por pelo menos 3% dos testes de velocidade em cada região do país avaliada.

Considerando as cidades, só foram incluídas aquelas com, no mínimo, 3 mil testes de velocidade realizados entre janeiro e novembro de 2020. 

Para eleger a operadora com a “melhor velocidade” em uma região (cidade ou estado), o ranking compara as médias de velocidade por IP em cada operadora em um mês. Na nota final, a velocidade de download tem 90% do peso e a de upload tem 10%.

O prêmio de “melhor provedor” em cada cidade e estado vai para quem somar mais pontos nas categorias de velocidade e satisfação. Para conferir a melhor internet na sua cidade, é só acessar o site do prêmio , clicar no estado e, depois, no município.

Veja Também  Balões de internet do Google são cancelados pela Alphabet

Comentários Facebook

Tecnologia

Megavazamento pode trazer prejuízos a todos os brasileiros; saiba o que fazer

Avatar

Publicado


source
Dados vazados expuseram quase todos os brasileiros
Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Dados vazados expuseram quase todos os brasileiros

O vazamento que expôs dados de quase todos os brasileiros , ultrapassando 220 milhões de CPFs tem deixado muita gente preocupada. E não é para menos: muito pior do que se esperava , o banco de dados inclui várias informações de cada uma dessas pessoas – vivas ou mortas -, como foto, endereço, telefone, e-mail e salário.

O problema é que, com tanta gente exposta, fica difícil saber quem está no meio e pode sofrer as possíveis consequências. Marco DeMello, presidente executivo da PSafe, empresa que foi a primeira a reportar o caso, disse ao Estadão que, dada a magnitude do vazamento , é difícil que algum brasileiro tenha ficado de fora. “A essa altura, todos os CPFs brasileiros estão nessa base de dados roubada. Estão lá meus familiares, meus sócios, minha equipe e qualquer coisa que eu pesquiso nos extratos. É assustador”, afirmou.

De acordo com apuração do Tecnoblog, todos os 223 milhões  CPFs estão expostos gratuitamente, enquanto o restante dos dados está à venda na internet por valores que variam de US$ 0,075 a US$ 1 por CPF.

Veja Também  Itália bane TikTok depois de morte de criança em desafio online; entenda

Isso significa que as informações podem ser compradas por cibercriminosos , que podem usá-las para aplicar diversos tipos de golpes, sobretudo os financeiros.

Você viu?

Com os tipos de dados presentes no vazamento, é possível que os golpistas assumam a identidade da vítima para fazer uma dívida, por exemplo. Além disso, é possível que as informações sejam usadas para praticar a chamada engenharia social, convencendo a vítima de que ela precisa passar mais dados – ou até dinheiro. Um CPF e um endereço roubados podem, por exemplo, serem usados para gerar um boleto tão legítimo que a vítima vai acreditar que deve pagá-lo.

Outra opção é que os criminosos usem dados de pessoas com mais visibilidade, como políticos ou executivos de alto cargo para extorquir dinheiro.

Por isso, é preciso que todas as pessoas estejam atentas a movimentações em contas e contatos por telefone, e-mail ou mensagem que sejam suspeitos. Caso algo fora do comum aconteça, o ideal é formalizar um boletim de ocorrência.

Por enquanto, ainda não se provou de onde vieram os dados vazados . Informações presentes no banco ligam as informações à empresa de análise de crédito Serasa Experian . A companhia nega relação e diz investigar o caso.

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

YouTube bloqueia vídeo de Eduardo Bolsonaro sobre ivermectina

Avatar

Publicado


source
YouTube deleta vídeo de Eduardo Bolsonaro
Unsplash

YouTube deleta vídeo de Eduardo Bolsonaro

O YouTube bloqueou um vídeo do canal do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL) sobre o uso de ivermectina para o tratamento de Covid-19 . O próprio deputado foi quem divulgou o ocorrido em sua conta no Twitter.

No vídeo, um médico fala sobre o uso de ivermectina no tratamento da Covid-19. Em seu perfil no Instagram , Eduardo publicou o mesmo conteúdo e escreveu: “ivermectina para tratamento profilático e precoce tem tido altíssimo sucesso de cura”. Vale lembrar que o medicamento não possui eficácia comprovada para curar ou prevenir a doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Apesar do vídeo estar ativo no Instagram do deputado, o mesmo não aconteceu no YouTube , que bloqueou o conteúdo. A plataforma vem  demonstrando esforço em excluir vídeos que desinformem os usuários a respeito da pandemia.

Ainda no Twitter, Eduardo Bolsonaro disse que está estudando com sua advogada “o que pode ser feito acerca desta e de outras situações semelhantes”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana