conecte-se conosco


Direto de Brasília

PGE pede ao TSE quebra de sigilos de Luciano hang em ação contra Bolsonaro

Publicado

Direto de Brasília


source
Véio da Havan, Luciano Hang
IG – Economia

‘Véio’ da Havan é investigado por suposto financiamento de disparo de mensagens falsas a favor de Bolsonaro em 2018

A Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a quebra dos sigilos bancário e fiscal do empresário Luciano Hang , dono da Havan e aliado do presidente  Jair Bolsonaro (sem partido).

A investigação apura se houve disparo em massa de mensagens falsas por meio do WhatsApp para favorecer a campanha de Bolsonaro em 2018.

Segundo as investigações, há indícios de que Luciano Hang teria financiado  o serviço de quatro empresas que teriam disparado mensagens contra rivais de Bolsonaro durante a campanha.

Diante disso, Brill de Góes pediu ao TSE que quatro ações que pedem a cassação da chapa formada por Bolsonaro e Hamilton Mourão tenham andamento conjunto na Corte.

Veja Também  Projeto proíbe denominação de queijo ou requeijão para produtos com baixo teor de leite

O TSE analisa se houve impacto na eleição que possa configurar abuso de poder econômico e uso indevido de meio de comunicação social.

“É incontroverso que o surgimento dessa relevante informação superveniente – que converge harmonicamente com os fatos narrados na representação inaugural – consiste em indícios suficientes para a revisitação da decisão de indeferimento das medidas cautelares”, argumentou Brill de Góes .

Segundo o vice-procurador-geral eleitoral, “o modus operandi narrado nas peças portais dessas representações […] guarda notória semelhança com o adotado pelo representado Luciano Hang em relação ao Facebook para impulsionamento de conteúdo, como ficou bem demonstrado em julgamento realizado por esse Tribunal Superior.”

Segundo informações do G1, a defesa do empresário disse que Hang “nada tem a esconder”e que ele “jamais financiou disparo ou impulsionou mensagens pelo WhatsApp durante a campanha eleitoral”.

Comentários Facebook

Direto de Brasília

Bolsonaro sobre Aliança pelo Brasil: “Se não decolar, buscamos outro partido”

Avatar

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido), decidirá em Março se insistirá na criação do Aliança pelo Brasil
Alan Santos/PR

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido), decidirá em Março se insistirá na criação do Aliança pelo Brasil

presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou nesta segunda-feira (25) que decidirá até março se insistirá na criação do Aliança pelo Brasil ou se irá se filiar a um partido já existente.

Em março, a gente vai reestudar se o partido decola ou não. Se não decolar, a gente vai ter que ter outro partido. Então não temos como nos preparar para as eleições de 22″, declarou Bolsonaro para apoiadores no ‘cercadinho’ do Palácio da Alvorada.

Sem partido desde o final de 2019, quando saiu do PSL em ltigio por conta de rachas internos, o presidente, que tenta a criação da nova sigla, considera o processo burocrático:

Você viu?

“É muita burocracia, é muito trabalho, certificação de fichas, depois passa pelo TSE também. O tempo está meio exíguo para gente. Não vamos deixar de continuar trabalhando, mas vou ter que decidir. Não é por mim, não estou fazendo campanha para 22”.

Veja Também  Mourão diz que queda na avaliação de Bolsonaro é por situação da vacina e Manaus

Anunciada em novembro de 2019 como o partido que abrigaria o chefe do executivo, o Aliança tem apenas 57 mil assinaturas das 492 mil necessárias para ter o registro reconhecido no Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ).

A sigla tem apenas 11,5% das assinaturas necessárias para poder ser deferida, e esse registro deve ser feito até seis meses antes das eleições, o que torna ainda mais difícil para o partido conseguir ser registrado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Direto de Brasília

Deputada bolsonarista vira alvo do MPF por vídeo contra uso de máscaras

Avatar

Publicado


source
Deputada federal Bia Kicis (PSL-DF)
Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

Deputada federal Bia Kicis (PSL-DF)

A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF ) é investigada pelo Ministério Público Federal ( MPF ) por ter publicado um vídeo condenando o uso de máscaras e do distanciamento social contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2).

No clipe “Brasil vencendo o Covid-19”, apoiadores de Bolsonaro aparecem defendendo o tratamento precoce contra a doença, ainda que autoridades médicas e estudos  ao redor do mundo tenham divulgado a eficácia destes medicamentos, criticando o uso de máscaras, sob justificativa de “querer respirar”.

A deputada, que em dado momento segura a Constituição Federal, é acompanhada da trilha sonora, que diz que ela foi “rasgada à forca”.

O Ministério Público abriu um procedimento preparatório para averiguar os fatos.

Comentários Facebook
Veja Também  Projeto sugere aumentar vagas do Fies cortando isenções de rendimentos financeiros
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana