conecte-se conosco


Carros

Hyundai terá carros elétricos capazes de funcionar como ponto de recarga

Publicado

Carros


source
E-GMP
Divulgação

Plataforma E-GMP será usada em elétricos da Hyundai, Kia e Genesis


O Grupo Hyundai — que atualmente reúne as marcas Hyundai, Kia e Genesis — apresentou a E-GMP (sigla em inglês para Plataforma Modular Elétrica-Global), a primeira base desenvolvida pela empresa sul-coreana especificamente para uso em veículos elétricos. 


De acordo com a Hyundai , a principal vantagem da E-GMP em relação a uma plataforma convencional adaptada para uso em carros elétricos está em pontos como o melhor comportamento dinâmico do veículo, a possibilidade de melhor aproveitamento do espaço interno da carroceria e a maior área para as baterias, que são arranjadas em um módulo padronizado e permitem a produção de automóveis com mais de 500 km de autonomia.

Como já é comum em outros projetos de plataformas modulares, a padronização de componentes permite que esse tipo de base seja versátil. No caso da E-GMP, ela foi projetada para uso de tração traseira e integral e poderá ser utilizada em veículos de várias categorias, de SUV s a sedãs, passando por modelos de alto desempenho que sejam capazes de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos e atingir 260 km/h.


A E-GMP irá trazer inovações também para a recarga das baterias. O sistema motriz — centrado em um motor, transmissão e inversor — usa componentes bivolt. Isso permite a recarga rápida por padrão em equipamentos de 800 V, ao mesmo tempo em que há suporte também aos carregador de 400 V sem a necessidade de adaptadores.

Veja Também  Multas devem aumentar caso motorista se sinta mais livre no trânsito

A nova plataforma da Hyundai irá permitir também que o carro seja capaz de fornecer energia para equipamentos elétricos de 110 V ou 220 V ou até recarregar as baterias do conjunto motriz de outros automóveis elétricos.

A base fará a sua estreia em 2021, no SUV Hyundai Ioniq 5 e em um outro modelo da Kia. A tecnologia é peça fundamental na estratégia do grupo industrial de chegar a 2025 com um portfólio de 23 carros elétricos e mais de 1 milhão de veículos deste tipo comercializados no mundo.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook

Carros

Volvo XC60 híbrido ganha opção de interior em tecido sustentável

Avatar

Publicado


source
Interior em tecido sustentável do Volvo XC60 leva 30% de lã e 70% de poliéster reciclado
Divulgação

Interior em tecido sustentável do Volvo XC60 leva 30% de lã e 70% de poliéster reciclado

Você viu?

A Volvo passa a oferecer no mercado brasileiro o XC60 Híbrido com a opção de interior forrado em um tecido sustentável, feito com 30% de lã e 70% de poliéster reciclado.

De acordo com a Volvo , o poliéster reciclado tem como origem garrafas PET, lixo plástico retirado de oceanos e até roupas decartadas. A nova opção está disponível na versão Inscription do SUV e pode ser encontrado nas tonalidades Charcoal Midnight Zink Wool Blend, que traz tons em cinza claro e a Charcoal Slate Wool, em cinza mais escuro.

“Além de estarmos disponibilizando mais duas opções de tecido exclusivas a nossos clientes, o novo interior do XC60 Recharge Inscription traz muito mais conforto, já que o novo material traz conforto térmico e mais respirabilidade, garantindo muito mais comodidade para o dia a dia”, explica Bruno Galli, gerente de Produto e Preço da Volvo Car Brasil.

Chamado oficialmente pela fábrica de XC60 Recharge Inscription T8 , o XC60 híbrido combina um motor 2.0 a gasolina de 320 cv com um propulsor elétrico de 87 cv, para desenvolver a potência máxima de 407 cv. O sistema de tração é integral.

Veja Também  Quatro em cada dez carros alemães foram vendidos na China em 2020

Além dos novos bancos sustentáveis, que são combinados a itens como os itens de acabamento em metal e cristal Orrefors, a lista de equipamentos do modelo inclui sistema de som com 10 alto-falantes e subwoofer de 255 watts, sistema multimídia com tela de 9″, sete airbags, faróis de LED, bancos dianteiros com ajuste elétricos, memória e aquecimento, direção semiautônoma e chave adicional que limita a velocidade máxima do veículo.

O preço de tabela é de R$ 369.950. O XC60 com o novo interior sustentável ficará exposto até fevereiro na loja Volvo do CJ Shops, em São Paulo (SP). O estoque é limitado e as encomendas podem ser feitas em qualquer concessionário da marca sueca no Brasil.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

Volkswagen Taos chega ao Brasil no segundo trimestre de 2021

Avatar

Publicado


source
VW Taos será posicionado acima do T-Cross e poderá declarar o fim do Tiguan Allspace de cinco lugares
Divulgação

VW Taos será posicionado acima do T-Cross e poderá declarar o fim do Tiguan Allspace de cinco lugares

A Volkswagen do Brasil revela mais informações sobre o Taos , novo SUV médio que está confirmado para o segundo trimestre de 2021, em um bate-papo com a imprensa. O modelo que ficará entre T-Cross e Tiguan na linha da marca será feito ao lado da picape Amarok em Pacheco (Argentina), com foco na distribuição em toda a América Latina.

O Taos tem 4,46 m de comprimento (6 cm a mais que o Jeep Compass ), 1,62 m de altura (+ 1 cm), 1,84 m de largura (+ 2 cm) e  2,68 m de distância entre-eixos (+ 4 cm). Seu porta-malas tem 498 litros de capacidade, superando o Jeep Compass (410 l) em 88 litros. O vão-livre do solo é de 18,5 cm, garantindo ângulo de entrada de 19° e saída de 26,3°.

Desempenho

O SUV terá o mesmo motor 1.4 TSI, de 150 cv e 25,5 kgfm de torque a 1.500 rpm que equipa Tiguan , Jetta e T-Cross , mantendo o câmbio automático de seis marchas com hastes atrás do volante para trocas sequenciais. Segundo o gerente de desenvolvimento de produto da Volkswagen, José Loureiro, apesar do hardware ser o mesmo entre todos os modelos, a aplicação do software é específica para cada veículo.

Veja Também  Volvo XC60 híbrido ganha opção de interior em tecido sustentável

Dessa forma, o VW Taos é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 9,3 segundos, com velocidade máxima de 194 km/h, diz a fabricante. A central multimídia VW Play inclui gerenciamento de modos de condução, onde o motorista poderá escolher entre as categorias “normal”, “esporte”, “econômica” e “individual”. Os modos alteram o mapeamento do motor e a entrega da curva de torque para cada situação específica, deixando o Taos mais arisco ou suave. 

O modelo ainda conta com sistema start-stop, que desliga o veículo com pedal de freio acionado para economizar combustível. Os números de consumo ainda não foram revelados.

Você viu?

Segundo a equipe de engenharia da Volkswagen, não há intenção de instalar o motor 2.0, de 230 cv de potência e 35,5 kgfm de torque que equipa as versões mais caras do Tiguan no novo Taos. Versões com tração integral também não estão nos planos da Volkswagen do Brasil. 

Segurança

Modelo ainda não foi submetido ao Latin NCAP, mas fabricante antecipa que deverá atender os critérios  do mercado
Divulgação

Modelo ainda não foi submetido ao Latin NCAP, mas fabricante antecipa que deverá atender os critérios do mercado

Uma das apostas da Volkswagen para o Taos inclui recheá-lo de equipamentos de segurança . O modelo conta com sensores de ponto-cego, alerta de tráfego cruzado traseiro, indicador de perda de pressão dos pneus e função de frenagem de manobra e sistema de frenagem pós-colisão. O Taos ainda não foi submetido aos testes de colisão do Latin NCAP , mas segundo a fabricante, o modelo “está preparado para atender os requisitos mais desafiadores do mercado”.

Veja Também  Multas devem aumentar caso motorista se sinta mais livre no trânsito

Conforto

Além da central multimídia, VW Taos terá display 100% digital para reproduzir informações de bordo
Divulgação

Além da central multimídia, VW Taos terá display 100% digital para reproduzir informações de bordo

O modelo trará a nova central multimídia VW Play, com pareamento de celulares via Android Auto e Apple CarPlay, porém sem GPS nativo. O motorista poderá reproduzir informações de mídia e computador de bordo no cluster digital. Na comparação com outros modelos da Volkswagen, o Taos estreia carregador de celular por indução e luz ambiente customizável pela central VW Play. 

Posicionamento

VW Tiguan pode perder versão de cinco lugares no Brasil para não
Divulgação

VW Tiguan pode perder versão de cinco lugares no Brasil para não “canibalizar” o irmão argentino

A chegada do Volkswagen Taos ao mercado nacional levantou dúvidas sobre o destino do VW Tiguan Allspace em suas versões de cinco lugares. A fim de evitar a “canibalização de produtos”, a Volkswagen anuncia que o portfólio ainda está sendo avaliado, mas que há a intenção de tornar a gama cada vez mais enxuta – seguindo exemplo do Nivus , que foi lançado em apenas duas versões.

A marca não revelou preços e versões do Taos , mas há a expectativa de que o modelo custe entre R$ 125 mil e R$ 175 mil. Dessa forma, o SUV ficará posicionado entre a versão mais cara do T-Cross e o modelo de entrada do  Tiguan Allspace, de sete lugares. 

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana