conecte-se conosco


ENERGISA

Famílias terão geladeiras trocadas gratuitamente em Cuiabá e Várzea Grande

Publicado

Geral

Ação faz parte do projeto Nossa Energia e é uma parceria da Energisa com o Governo Estadual, 450 famílias serão beneficiadas em seis bairros
 
 Moradores de seis bairros de Cuiabá e Várzea Grande terão suas geladeiras substituídas gratuitamente por outras novas a partir de hoje. A iniciativa faz parte do projeto Nossa Energia, da Energisa Mato Grosso, em uma ação em parceria com a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (SETASC).
Serão 450 famílias beneficiadas até janeiro de 2021 dividido em seis etapas.
Nesta primeira semana, 75 aparelhos serão entregues no bairro Jardim Glória II, em Várzea Grande. Também receberão o projeto os bairros Jardim Alá e Mapim, em Várzea Grande, e Altos da Serra II, Altos da Glória e Jardim Florianópolis, em Cuiabá. O projeto tem por objetivo trazer economia de fato no consumo de energia elétrica de clientes da Energisa e consiste em três etapas: visita de equipes das equipes do projeto Nossa Energia às casas de moradores para avaliar as condições das geladeiras em uso. Com base nessa análise, vem a segunda etapa, que é a de ranquear os equipamentos conforme requisitos técnicos pré-estabelecidos e informado aos participantes.
A terceira etapa é a da troca. Em cada bairro, as 75 geladeiras que foram indicadas pela análise como as que mais precisam ser tiradas de uso serão substituídas por outras novas gratuitamente.
“ Essa ação trata-se de mais uma etapa do Programa de substituição de geladeiras desenvolvido pela Energisa Mato Grosso com recursos de Eficiência Energética, que visa atender famílias em situação de maior vulnerabilidade para que tenham o valor de suas contas de energia elétrica reduzidas aliviando o orçamento doméstico, ao substituirmos geladeiras antigas por novas mais eficientes. Com o programa, desenvolvido em parceria com o Governo do Estado, beneficiamos essas pessoas e contribuímos para uma melhor condição social das mesmas”, conta o diretor-presidente da Energia Mato Grosso, Riberto José Barbanera.
Todos os bairros e famílias que participam desta ação foram indicadas pela SETASC.  “Essa parceria com a Energisa foi um pedido que fiz ao governador e ao Riberto, pois  sei o quanto representa na vida das famílias mais carentes, que muitas vezes não têm condições financeiras para adquirir ou trocar sua geladeira por um eletrodoméstico mais econômico e essa troca vai ajudar inclusive na conta de energia. Agradeço a parceria e que possamos atuar cada vez mais juntos em prol dos que precisam das ações sociais do nosso Governo”, comenta a primeira-dama do Estado de Mato Grosso, Virginia Mendes.
A ação integra o projeto Nossa Energia, da Energisa Mato Grosso, que é realizado por meio do programa de Eficiência Energética, em parceria com a ANEEL.
Visitas seguras
Todos as equipes do projeto receberam orientações para tomarem todas as medidas de segurança ao entrar no imóvel para avaliar a geladeira. Os colaboradores que visitarão as famílias estarão com o crachá da empresa Avante Energia e Serviços Eireli, que é parceira da Energisa no projeto e estará com o uniforme do Nossa Energia.
Lâmpadas mais econômicas
Além de poderem participar da avaliação para a troca de geladeiras, todos as famílias que receberem a visita das equipes do projeto que tiverem interesse também poderão trocar lâmpadas fluorescentes e incandescentes por outras mais econômicas. Para isso, as lâmpadas antigas não podem estar danificadas e precisam já ter sido retirada dos receptáculos (conhecido mais popularmente por bocal). Há o limite de seis lâmpadas por família.
Descarte ecologicamente correto
Todos os equipamentos que a Energisa retirará das casas, assim como as lâmpadas, serão levados para um local de armazenamento para depois ter o descarte feito de forma ecologicamente correta, conforme as leis ambientais.
Veja o cronograma:
Comentários Facebook
Veja Também  Prazo para cadastramento no programa Alimentação Escolar encerra às 18h desta sexta-feira (16)

Geral

Batalhão Ambiental resgata sucuri, tracajá e pássaro em Cuiabá e Várzea Grande

Avatar

Publicado

 

Equipes do Batalhão Ambiental resgataram no domingo e segunda-feira (07 e 08.03), três animais silvestres em Cuiabá e Várzea Grande. Nas três ocorrências, os policiais foram acionados por moradores via 190.

Em Várzea Grande, uma moradora do bairro São Mateus acionou a PM dizendo ter achado um tracajá na rua. Ela disse ter recolhido animal e o alimentou com alface. O tracajá foi levado para o batalhão.

Na capital foram duas ocorrências. No Jardim Imperial, uma senhora disse ter encontrado um pássaro machucado no seu quintal. Ele contou que a ave tinha sido capturada por um gavião, mas ele conseguiu escapar e cair. O animal estava com uma das patas quebrada e seria avaliada por uma equipe de veterinários  no batalhão.

No bairro porto, os policiais encontraram um Sucuri de médio porte, acuada por moradores que a encontraram tentando atravessar a Avenida Miguel Sutil. Ela teria saído de um terreno baldio. Depois de capturado o animal foi solto nas margens do Rio Cuiabá.

Serviço

Veja Também  Policia procura motorista que fugiu sem prestar socorro à empresário de Várzea Grande em acidente

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Geral

Mulher encontra jiboia de três metros na cama

Avatar

Publicado

A jiboia foi resgata pelo corpo de bombeiros de devolvida à natureza.

Uma jiboia de três metros de comprimento foi capturada em cima de uma cama na comunidade de Catuzinho, no interior de Francisco Sá, no Norte de Minas Gerais. Segundo informações do Corpo de Bombeiros para o portal Uol, o fato aconteceu na manhã desta sexta-feira (08).

Conforme o portal Uol, a moradora da casa, de 58 anos, retirou uma lona, que usa para proteger o colchão e encontrou a cobra.

Para a captura, foram utilizados equipamentos de proteção e as técnicas específicas para esse tipo de ocorrência. O animal foi solto na natureza, longe das residências daquela região.

Comentários Facebook
Veja Também  ONU antecipará entrega de 4 milhões de doses de vacinas contra Covid ao Brasil
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana