conecte-se conosco


Internacional

Papa nomeia novos cardeais, entre eles o primeiro afro-americano

Publicado

Internacional


O papa Francisco deu posse nesse sábado (28) a 13 novos cardeais, incluindo o primeiro afro-americano a ocupar o cargo, expandindo ainda mais o impacto do pontífice no grupo que um dia elegerá seu sucessor.

Os cardeais foram empossados em uma cerimônia conhecida como consistório, que foi consideravelmente reduzida por causa da pandemia de covid-19. Em vez dos habituais milhares, apenas dez convidados por cardeal foram permitidos na Basílica de São Pedro.

Nove dos 13 cardeais têm menos de 80 anos e são elegíveis, segundo a lei da Igreja, para entrar em um conclave secreto a fim de escolher o próximo papa entre eles, depois que Francisco morrer ou renunciar.

Foi o sétimo consistório de Francisco desde a sua eleição em 2013. Ele já nomeou 57% dos 128 cardeais eleitores, a maioria dos quais compartilha sua visão de uma Igreja mais inclusiva.

Até agora, o papa nomeou 18 cardeais de países que nunca tiveram um, quase todos do mundo em desenvolvimento. No consistório de ontem, Brunei e Ruanda tiveram seus primeiros cardeais.

Veja Também  Biden reativa restrição de entradas no país

Embora a Europa ainda tenha a maior parcela de cardeais eleitores, com 41%, esse número caiu em relação aos 52% de 2013, quando Francisco se tornou o primeiro papa latino-americano.

Comentários Facebook

Internacional

OMS emite nova diretriz para tratamento de pacientes de covid-19

Avatar

Publicado


 A Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu uma nova diretriz clínica para o tratamento de pacientes de covid-19 nesta terça-feira (26), inclusive para aqueles que exibem sintomas persistentes após a recuperação, e também disse que aconselha o uso de anticoagulantes de doses baixas para evitar coágulos.

“As outras coisas na diretriz que são novas são que os pacientes de covid-19 em casa deveriam usar oxímetro de pulso, que é a medição dos níveis de oxigênio, para que se possa identificar se algo em casa está se deteriorando e se seria melhor ter cuidados hospitalares”, disse a porta-voz da OMS, Margaret Harris, em uma entrevista na Organização das Nações Unidas (ONU) em Genebra.

A OMS aconselhou os clínicos gerais a colocarem os pacientes de bruços, o que se demonstrou melhorar o fluxo de oxigênio, disse ela.

“Também recomendamos, sugerimos, o uso de anticoagulantes de doses baixas para evitar que coágulos se formem nos vasos sanguíneos. Sugerimos o uso de doses baixas, ao invés de doses mais altas, porque doses mais altas podem levar a outros problemas”, disse Harris.

Veja Também  Países Baixos: protestos contra restrições terminam com 240 detidos

Ela acrescentou que uma equipe de especialistas independentes liderada pela OMS que atualmente está na cidade chinesa central de Wuhan, onde os primeiros casos humanos foram detectados em dezembro de 2019, deve sair da quarentena nos próximos dois dias para investigar as origens do vírus com pesquisadores chineses.

Ela não quis comentar reportagens sobre atrasos na distribuição de vacinas na União Europeia (UE), disse que não tem dados específicos e que a prioridade da OMS é que os profissionais de saúde de todos os países sejam vacinados nos primeiros 100 dias do ano.

A AstraZeneca que desenvolveu sua vacina com a Universidade de Oxford, disse à UE na sexta-feira que não conseguirá cumprir as metas de suprimento combinadas até o final de março.

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Ministro colombiano morre de pneumonia viral ligada à covid-19

Avatar

Publicado


O ministro da Defesa da Colômbia, Carlos Holmes Trujillo, morreu por causa de uma pneumonia viral relacionada à covid-19, informou o governo do país nesta terça-feira (26).

Trujillo foi infectado pelo coronavírus neste mês e transferido para uma unidade de terapia intensiva (UTI). Ele morreu em um hospital militar de Bogotá aos 69 anos.

“A morte de Carlos Holmes me enche de dor”, disse o presidente colombiano, Iván Duque, claramente comovido. “A Colômbia perdeu um de seus melhores homens.”

Antes de assumir o Ministério da Defesa, de onde coordenou operações policiais e militares contra o tráfico de drogas, grupos ilegais armados, mineração ilegal e outras atividades criminosas, Trujillo foi ministro das Relações Exteriores do governo Duque.

Advogado, político e diplomata com uma carreira de mais de 30 anos, Trujillo foi prefeito de Cali e membro da Assembleia Nacional que reformou a Constituição da Colômbia em 1991. Ele também exerceu os cargos de ministro do Interior e da Educação, entre outras funções.

Veja Também  Presidente mexicano anuncia que testou positivo para covid-19

Entre os colombianos notáveis já infectados pelo novo coronavírus estão a primeira-dama Maria Juliana Ruíz, que teve um teste positivo em novembro, e a vice-presidente Marta Lúcia Ramírez, que foi diagnosticada em outubro.

Duque não teve um teste positivo para a doença – ele se submetia a exames frequentes para detecção do novo coronavírus por causa de seu elevado nível de exposição e agenda lotada de compromissos.

A Colômbia já relatou mais de 2 milhões de casos de covid-19, assim como quase 52 mil mortes causadas pela doença.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana