conecte-se conosco


Mato Grosso

População pode avaliar o atendimento prestado pela Rede de Ouvidorias

Publicado

Mato Grosso


Ao buscar atendimento na Rede de Ouvidorias do Governo de Mato Grosso, o cidadão pode avaliar a satisfação com o serviço prestado. Apesar de o preenchimento da pesquisa não ser obrigatório para a conclusão do atendimento, a avaliação da sociedade é fundamental para que a Controladoria Geral do Estado (CGE-MT), por meio da Secretaria Adjunta de Ouvidoria Geral e Transparência, analise se está no caminho certo quanto ao retorno ao cidadão. 

Por enquanto, a pesquisa é objetiva e quantitativa, porém está em processo de estudo para melhoria de sua abrangência e detalhamento. A avaliação tem como intuito compreender se as ouvidorias setoriais do Poder Executivo Estadual proporcionam o atendimento eficaz e adequado à população mato-grossense. 

Conforme dados do sistema eletrônico Fale Cidadão, a Rede de Ouvidorias do Estado recebeu 21.728 manifestações entre os meses de janeiro e outubro de 2020. Deste total, foram 12.180 solicitações, 5.343 reclamações, 2.258 denúncias, 956 elogios, 686 pedidos de informação e 304 sugestões.

Levando em consideração o número de manifestações recebidas, a adesão da população à pesquisa de satisfação ainda é exígua. Entre julho e setembro de 2020, 550 cidadãos responderam à avaliação do serviço prestado pela Ouvidoria, destes 53% consideram o atendimento entre bom e muito bom; 35% consideram ruim e 12% avaliam como regular.

Veja Também  Governador: "Com esse apoio, as famílias da Agricultura Familiar vão poder produzir mais e com maior qualidade"

A resposta à pesquisa não é de caráter obrigatório, nem é vinculada ao atendimento. O cidadão responde se quiser. Porém, para a CGE, órgão responsável pela coordenação da atividade de Ouvidoria no Poder Executivo Estadual, é importante saber do usuário como foi a prestação do serviço de Ouvidoria para orientar ações de melhoria no controle social da gestão pública.

“Uma das proposições do Decreto Estadual nº 195/2019, que regulamentou a Lei n° 13.460/2017 (Código dos Usuários do Serviço Público), é a avaliação da prestação de serviço público. Por esta razão, desde o ano passado, temos realizado essa avaliação quantitativa. Mas estamos trabalhando para melhorar o alcance e a eficácia da pesquisa de satisfação, que ainda é bem simples”, ressalta o secretário adjunto de Ouvidoria Geral e Transparência da CGE-MT, Vilson Nery.

Segundo o adjunto, a partir do ano 2021, a ideia é que a mensagens da população na Rede de Ouvidorias norteiem a implementação de políticas públicas.

“Em breve, com a atualização e modernização do sistema, as ouvidorias setoriais vão elaborar os relatórios e o órgão central (CGE) fará o fechamento do ano inteiro com as demandas de todas as ouvidorias. A partir desses relatórios, verificaremos cada solução dada para cada reclamação da população. Queremos ser orientadores e avaliadores de políticas públicas, queremos ver o resultado lá na ponta. Com base na recorrência das sugestões, reclamações, solicitações e elogios, faremos a elaboração do relatório e enviaremos à autoridade responsável por aquela questão”, pontua o representante da CGE.

Veja Também  Quinta-feira (21): Mato Grosso registra 205.162 casos e 4.902 óbitos por Covid-19

Canais de atendimento

Os meios para entrar em contato com Rede de Ouvidorias do Poder Executivo Estadual são os seguintes:

Registro pela Internet: www.ouvidoria.mt.gov.br/falecidadao

Aplicativo MT Cidadão: http://www.mtcidadao.mt.gov.br/

Whatsapp: (65) 98476-6548

E-mail: [email protected]

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Governador: “Com esse apoio, as famílias da Agricultura Familiar vão poder produzir mais e com mais qualidade”

Avatar

Publicado


O governador Mauro Mendes afirmou que os investimentos do Governo de Mato Grosso vão ajudar as famílias da Agricultura Familiar de todo o estado “a produzir mais e com mais qualidade”.

Nesta quinta-feira (21.01), o gestor fez a entrega de um pacote de equipamentos para beneficiar os pequenos agricultores de 82 municípios. São 42 patrulhas mecanizadas, 200 resfriadores de leite, 100 caixas de mel e 7,6 mil doses de sêmen bovino. Cada uma das 42 patrulhas mecanizadas é composta por um trator agrícola 4×4 com potência de 110 CV, uma carreta basculante com capacidade para seis toneladas e uma grade aradora com 18 discos de 28 polegadas.

“Com apoio, elas [as famílias] vão poder produzir mais, com mais qualidade, mais produtividade e isso vai diminuir o custo delas e vai transformar em qualidade maior na mesa dos mato-grossenses”, ressaltou.

Mauro Mendes reforçou que a Agricultura Familiar é um dos grandes pilares do programa Mais MT, que prevê investimentos de R$ 9,5 bilhões durante a gestão (2019.2022). Somente nesta entrega foram investidos R$ 9,9 milhões, sendo parte de recursos do Governo do Estado e parte de emendas do ex-deputado federal Fábio Garcia, do deputado federal Carlos Bezerra e do deputado estadual Dilmar Dal Bosco.

Veja Também  Investimentos de R$ 9,9 mi em maquinário e equipamentos contempla pequenos produtores de 83 municípios de MT

“O secretário Silvano Amaral me apresentou um plano de trabalho pedindo R$ 125 milhões em investimentos. E quando a gente pede para o governador, sempre acha que não vai dar tudo o que pede. Até porque quem me conhece sabe que eu sou duro e estou aqui para gastar bem o dinheiro do estado. Mas quando eu sentei para sintetizar o programa e distribuir os recursos, a Agricultura Familiar foi contemplada com R$ 185 milhões em investimentos. É um grande investimento que vai ajudar mais de 100 mil famílias dos 141 municípios, porque todos os municípios de Mato Grosso têm gente da Agricultura Familiar produzindo alimentos”, relatou.

Nascido na “roça”, o governador destacou a importância de o Poder Público ajudar os pequenos agricultores a desenvolverem sua capacidade de produção, bem como a qualidade dos produtos.

“No dia a dia você come alface, você come couve, você come tomate, você come abobrinha, você come o maracujá, o café, a mandioca, o leite, o queijo e os derivados do leite. A Agricultura Familiar alimenta as pessoas e essas pessoas pequenas precisam sim da mão e do amparo do estado. É isso que nós estamos fazendo, junto com os prefeitos, Assembleia, bancada federal e parceiros”.

Veja Também  Governador: "Com esse apoio, as famílias da Agricultura Familiar vão poder produzir mais e com mais qualidade"

Mauro Mendes reforçou que o carinho que possui pela Agricultura Familiar será devolvido com muitas entregas e ações nesta área.

“Quando eu era criança não fui criado na Agricultura Familiar, mas na roça. Trator como esses que estamos entregando nem em sonho a gente sonhava ter. Eu trabalhei com meus irmãos no arado de boi. Não tinha força, quando criança que era, mas era o guia dos bois. Com aquela capinadeira, puxava cavalo. Trabalhávamos na enxada. Eu tenho esse carinho especial, nós vamos transformar em ações e resultados para melhorar a vida dessas pessoas. E fazendo isso vamos garantir a segurança alimentar, garantir que lá em Colniza, São Félix do Araguaia ou na Baixada Cuiabana as pessoas tenham alimento de qualidade e talvez mais barato”, finalizou.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governador: “Com esse apoio, as famílias da Agricultura Familiar vão poder produzir mais e com maior qualidade”

Avatar

Publicado


O governador Mauro Mendes afirmou que os investimentos do Governo de Mato Grosso vão ajudar as famílias da Agricultura Familiar de todo o estado “a produzir mais e com mais qualidade”.

Nesta quinta-feira (21.01), o gestor fez a entrega de um pacote de equipamentos para beneficiar os pequenos agricultores de 82 municípios. São 42 patrulhas mecanizadas, 200 resfriadores de leite, 100 caixas de mel e 7,6 mil doses de sêmen bovino. Cada uma das 42 patrulhas mecanizadas é composta por um trator agrícola 4×4 com potência de 110 CV, uma carreta basculante com capacidade para seis toneladas e uma grade aradora com 18 discos de 28 polegadas.

“Com apoio, elas [as famílias] vão poder produzir mais, com maior qualidade, mais produtividade e isso vai diminuir o custo delas e vai transformar em qualidade maior na mesa dos mato-grossenses”, ressaltou.

Mauro Mendes reforçou que a Agricultura Familiar é um dos grandes pilares do programa Mais MT, que prevê investimentos de R$ 9,5 bilhões durante a gestão (2019-2022). Somente nesta entrega foram investidos R$ 9,9 milhões, sendo parte de recursos do Governo do Estado e parte de emendas do ex-deputado federal Fábio Garcia, do deputado federal Carlos Bezerra e do deputado estadual Dilmar Dal Bosco.

Veja Também  Escola Estadual Arlete Maria recebe primeira reforma geral em 30 anos

“O secretário Silvano Amaral me apresentou um plano de trabalho pedindo R$ 125 milhões em investimentos. E quando a gente pede para o governador, sempre acha que não vai dar tudo o que pede. Até porque quem me conhece sabe que eu sou duro e estou aqui para gastar bem o dinheiro do estado. Mas quando eu sentei para sintetizar o programa e distribuir os recursos, a Agricultura Familiar foi contemplada com R$ 185 milhões em investimentos. É um grande investimento que vai ajudar mais de 100 mil famílias dos 141 municípios, porque todos os municípios de Mato Grosso têm gente da Agricultura Familiar produzindo alimentos”, relatou.

Nascido na “roça”, o governador destacou a importância de o Poder Público ajudar os pequenos agricultores a desenvolverem sua capacidade de produção, bem como a qualidade dos produtos.

“No dia a dia você come alface, você come couve, você come tomate, você come abobrinha, você come o maracujá, o café, a mandioca, o leite, o queijo e os derivados do leite. A Agricultura Familiar alimenta as pessoas e essas pessoas precisam sim da mão e do amparo do estado. É isso que nós estamos fazendo, junto com os prefeitos, Assembleia, bancada federal e parceiros”.

Veja Também  População aprova instalação de Escola Militar Tiradentes em Várzea Grande

Mauro Mendes reforçou que o carinho que possui pela Agricultura Familiar será devolvido com muitas entregas e ações nesta área.

“Quando eu era criança não fui criado na Agricultura Familiar, mas na roça. Trator como esses que estamos entregando nem em sonho a gente sonhava ter. Eu trabalhei com meus irmãos no arado de boi. Não tinha força, quando criança que era, mas era o guia dos bois. Com aquela capinadeira, puxava cavalo. Trabalhávamos na enxada. Eu tenho esse carinho especial, nós vamos transformar em ações e resultados para melhorar a vida dessas pessoas. E fazendo isso vamos garantir a segurança alimentar, garantir que lá em Colniza, São Félix do Araguaia ou na Baixada Cuiabana as pessoas tenham alimento de qualidade e talvez mais barato”, finalizou.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana