conecte-se conosco


Nacional

Jovem joga celular pelo portão para fugir de assalto no litoral de SP; assista

Publicado

Nacional


source
joga celular pelo portão assalto
Reprodução / YouTube

Câmeras de segurança flagraram momento em que tentativa de assalto frustrada aconteceu

Um jovem de 19 anos jogou o celular para dentro de um prédio na tentativa de escapar de um assalto no Guarujá, litoral de São Paulo. Câmeras de segurança do edifício flagraram o momento em que o assaltante se aproximou para executar a ação.

Vestido com uma camisa vermelha, conduzindo uma bicicleta e usando chapéu, um homem é visto chegando perto da vítima retirando uma arma do quadril. Com a abordagem, o jovem identificado como Lucas Brazil de Souza Lima, atirou o celular para dentro do prédio por meio das frestas do portão.

O caso aconteceu em frente a um condomínio localizado na Avenida Dom Pedro, no bairro da Enseada . Lucas é auditor e disse ao G1 que havia acabado de sair do edifício em que reside para esperar um carro de aplicativo, próximo ao portão. Ele se direcionava para a casa do irmão.

Veja Também  MP de Rondônia apura fraude no tratamento da Covid-19

“Acho que foi o susto que me fez jogar o celular para dentro. Não foi algo pensado. Se eu tivesse tempo para pensar, acho que não tomaria aquela atitude”, diz. Brazil alerta que correu risco de vida e alertou que atitude não é adequada de fazer.

A ocorrência não foi registrada na Polícia Civil por Lucas.

Assista: 


Comentários Facebook

Nacional

Pazuello sairá do Ministério da Saúde antes do fim do inquérito, avalia STF

Avatar

Publicado


source
Ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello
Carolina Antunes/PR

Ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello

O Supremo Tribunal Federal (STF) avalia que o inquérito aberto para investigar as ações do general Eduardo Pazuello à frente do Ministério da Saúde acabará com sua responsabilização criminal. Segundo a corte, o ministro deve ser afastado antes mesmo do término do inquérito. 

Segundo apuração da CNN Brasil, Pazuello deve deixar o carco para que o governo consiga amenizar o desgaste da investigação.

Assim, o general da ativa teria o mesmo destino que o ministro da Educação Abraham Weintraub, que deixou o Ministério da Educação no ano passado após conflito com o STF.

Você viu?

Na Corte, o que se fala é que a tendência é a de que Pazuello seja incluído no que se chama no universo jurídico de “dolo eventual”, isto é, quando o agente não tem interesse em produzir dano, mas com suas ações ele assume um risco.

Veja Também  Traficante holandês é preso antes de se casar com brasileira no RJ; entenda

Consta no inquérito do Supremo, por exemplo, documentos que mostram que o Ministério da Saúde foi avisado com antecedência da falta de oxigênio em Manaus. Pelo menos 50 pessoas morreram pela falta do insumo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Militares do exército são presos por fraudar documentos de armas no DF

Avatar

Publicado


source
Armas apreendidas pela Polícia Civil do Distrito Federal. Elas pertenciam a uma quadrilha do exército que teria fraudado  o Certificado de Registro de Arma de Fogo a Caçadores (Cacs).
Polícia Civil/Divulgação

Armas apreendidas pela Polícia Civil do Distrito Federal. Elas pertenciam a uma quadrilha do exército que teria fraudado o Certificado de Registro de Arma de Fogo a Caçadores (Cacs).

A Polícia Civil do Distrito Federal e o Exército Brasileiro prenderam nesta terça-feira (26) pelo menos nove integrantes de uma quadrilha composta por militares da ativa que teriam fraudado o Certificado de Registro de Arma de Fogo a Caçadores (Cacs), a fim de facilitar a compra de armamento para beneficiados pelo esquema.

A polícia cumpriu 26 mandados de busca e apreensão e prisões nas cidades satélites de Samambaia, Ceilândia, Riacho Fundo, Planaltina, Cidade Estrutural, Núcleo Bandeirantes e Gama, todas no Distrito Federal, e em Luziânia, em Goiás. 

Durante a operação,  diversas armas com elevado poder de fogo, como fuzis e pistolas de grosso calibre foram apreendidas. Além da Polícia Civil, viaturas da Polícia do Exército foram até endereços ligados aos militares e demais integrantes do grupo criminoso. 

Veja Também  Caso Isabele: adolescente que atirou na amiga passa a conviver com internas

De acordo com as investigações, foram identificadas, até o momento, 18 pessoas que integram o grupo que facilita o documento de posse, porte e comercialização clandestina de armas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana