conecte-se conosco


Economia

Indústrias do Mercosul e da UE pedem urgência para acordo comercial

Publicado

Economia


As confederações das indústrias dos países do Mercosul e da Europa pediram urgência para a ratificação do acordo comercial entre os dois blocos. As entidades assinaram hoje (26) declaração conjunta, em que defendem a implementação do acordo o mais rápido possível para criar oportunidades de negócios e promover o desenvolvimento sustentável.

O documento foi divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), pela União Industrial Argentina (UIA), pela União Industrial Paraguaia (UIP), pela Câmara de Indústrias do Uruguai (CIU) e pela BusinessEurope nesta tarde.

Para as entidades, o acordo, firmado no ano passado, mas que depende de aprovação dos parlamentos de todos os países envolvidos, trará ganhos para as indústrias tanto do Mercosul como da União Europeia. Os países sul-americanos terão acesso a um mercado desenvolvido e altamente integrado à economia mundial. As indústrias europeias se beneficiarão por oportunidades de negócios trazidas pela abertura do Mercosul.

De acordo com a CNI, cerca de 65% do comércio entre o Mercosul e a União Europeia está sujeito a barreiras tarifárias ou não tarifárias. Para a entidade brasileira, a liberalização gradual das tarifas favorecerá exportações e investimentos bilaterais, contribuindo para o crescimento dos dois blocos e abrindo portas para cooperações em áreas que vão do clima à saúde. A entidade também acredita que o acordo permitirá modernizar a pauta de exportações do Brasil, concentrada em produtos primários.

Veja Também  BNDES vai privatizar Jalapão, Ibitipoca e outros 24 parques naturais

Agenda ambiental

A declaração conjunta destaca que o capítulo sobre desenvolvimento sustentável do acordo entre o Mercosul e a União Europeia é o mais avançado entre os acordos comerciais no mundo. Um dos exemplos citados foi a obrigatoriedade de as partes implementarem efetivamente o Acordo de Paris, que pretende controlar as emissões de gases relacionados ao efeito estufa.

Segundo a CNI, o Brasil pode dar um exemplo na agenda global de sustentabilidade. O país emite quase seis vezes menos gás carbônico que a Coreia do Sul e quase sete vezes menos que a Austrália.

Micro e pequenas empresas

Outro ponto que a entidade brasileira considera positivo é a abertura do acesso de micro e pequenas empresas ao mercado internacional. Para a CNI, o acordo beneficia as fábricas de pequeno e de médio porte, ao reduzir a burocracia alfandegária e as exigências de testes e de certificações específicas.

A declaração conjunta citou, como exemplos de benefícios conjuntos, a remoção de tarifas elevadas, o acesso a mercados de compras governamentais (quando empresas estrangeiras vencem licitações nacionais), regras de facilitação do comércio, a redução de barreiras não tarifárias e a proteção de um número expressivo de indicações geográficas (produtos com origem geográfica comprovada) para ambos os lados.

Veja Também  Guedes diz que auxílio só volta com congelamentos em educação e segurança

Edição: Valéria Aguiar

Comentários Facebook

Economia

Natura vai devolver valores reduzidos de salários de funcionários

Avatar

Publicado


source

Brasil Econômico

Natura pagará valores reduzidos de salários de funcionários
Divulgação/Natura

Natura pagará valores reduzidos de salários de funcionários

Após reduzir os salários de funcionários para conseguir reequilibrar as contas em meio à pandemia em 2020, a Natura vai restituir o valor retirado aos trabalhadores que aderiram ao programa de redução salarial. Ao todo, 2.600 empregados, em todo o mundo, serão beneficiados com a medida.

De acordo com a empresa, 60% dos beneficiários fazem parte da diretoria do grupo. A Natura ainda informou que funcionários da Avon, The Body Shop e Aesop também receberão os valores reduzidos de seus salários.

Em nota, a empresa de cosméticos disse que a iniciativa não teve objetivo de aumentar o faturamento e não há ligação com o Benefício Emergencial de Manutenção do Emprego e Renda (BEm) , que permitiu a redução salários e jornadas de trabalho durante a pandemia de Covid-19 .

Veja Também  Guedes vê relação com o Congresso como saída para melhora da economia do país

Em recuperação, a Natura apresentou índices positivos nos últimos meses. No terceiro trimestre, a empresa obteve R$ 10,4 bilhões em receita líquida , o que representa aumento de 32% se comparado ao mesmo período de 2020. Os analistas acreditam que a retomada foi possível com o crescimento da compra de cosméticos pela internet.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Gasolina e Diesel ficam 5% mais caros a partir de amanhã, anuncia Petrobras

Avatar

Publicado


source
Gasolina vai ficar mais cara a partir de quarta-feira
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Gasolina vai ficar mais cara a partir de quarta-feira

A Petrobras vai reajustar o preço da gasolina e do diesel a partir de quarta-feira (27). De acordo com a estatal, o preço médio da gasolina vai subir R$ 0,10, para R$ 2,08. É uma alta média de 5,05%. O último aumento da gasolina foi anunciado no dia 18 de janeiro.

No caso do diesel , o avanço no preço médio é de R$ 0,09, alta de quase 5%, para R$ 2,12. Será a primeira alta do ano de 2021. O último aumento foi no dia 28 de dezembro. O reajuste ocorre em meio às especulações de que os caminhoneiros podem iniciar uma greve no país em fevereiro .

Você viu?

Para a Petrobras , os valores têm como referência os preços de paridade de importação e, dessa maneira, acompanham as variações do valor do produto no mercado internacional e da taxa de câmbio, para cima e para baixo.

Segundo a Abicom, que reúne os importadores, o aumento anunciado pela estatal está aquém do necessário, prejudicando a concorrência. Para a associação, o reajuste deveria ocorrer com mais intensidade, de R$ 0,34 no diesel e de R$ 0,2310 na gasolina.

A estatal ressaltou, em nota, que os preços da gasolina e do diesel vendidos na bomba dos postos revendedores é diferente do valor cobrado nas refinarias. Até chegar ao consumidor são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis pelas distribuidoras, além das margens brutas das companhias distribuidoras e dos próprios postos revendedores de combustíveis.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana