conecte-se conosco


Saúde

Covid-19: ANTT define novas medidas para o transporte interestadual

Publicado

Saúde


A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) estabeleceu novas medidas a serem adotadas nos serviços de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros para prevenção à disseminação do novo coronavírus. A resolução que atualiza regras já determinada pela agência, foi publicada hoje (26) no Diário Oficial da União, e, diferente da norma anterior, não trata do transporte ferroviário de passageiros.

A nova resolução entra em vigor em 1º de dezembro e valerá enquanto durar a situação de emergência de saúde pública, definida pelo Ministério da Saúde. O serviço de transporte internacional continua suspenso, enquanto houver a restrição de entrada de estrangeiros no país. Entretanto, a ANTT pode autorizar o transporte em casos excepcionais, como o retorno de brasileiros ou estrangeiros aos seus respectivos países de origem.

De acordo com a norma, as empresas que operam os serviços de passageiros devem adotar medidas para limpeza e desinfecção dos veículos, em especial para manter a qualidade do ambiente climatizado e impedir a proliferação de microrganismos nocivos à saúde. As empresas também devem estratégias para minimizar o contato entre os passageiros e instruí-los, a cada viagem, acerca das medidas básicas de higienização.

Veja Também  Estados brasileiros começam a receber vacina de Oxford

No caso de veículos não climatizados, a ANTT recomenda que as janelas permaneçam abertas durante a viagem.

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook

Saúde

Caminhões com oxigênio chegam a Manaus neste domingo

Avatar

Publicado


source

Agência Brasil

Cilindros de oxigênio chegam a Manaus neste domingo
Ministério da Saúde/Divulgação

Cilindros de oxigênio chegam a Manaus neste domingo

O Ministério da Infraestrutura informou neste domingo (24) que seis caminhões que saíram de Porto Velho com carregamento de oxigênio para Manaus concluíram a viagem. A capital amazonense  passa por uma crise de falta do produto em razão do aumento no número de casos de Covid-19 .

Segundo a pasta, cerca de 100 mil metros cúbicos (m³) de oxigênio foram transportados para Manaus. As carretas saíram na última quarta-feira (20) de Porto Velho e levaram mais de três dias para cruzar os quase 900 quilômetros do trecho da BR-319, única ligação rodoviária com a capital amazonense, mas que não é pavimentada e possui diversos trechos com atoleiros no período chuvoso.

Você viu?

A operação foi realizada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ainda de acordo com ministério, a expectativa é que uma última carreta chegue a Manaus no final do dia.

Veja Também  Fiocruz negocia mais 15 milhões de doses de vacina da AstraZeneca

“Na primeira etapa da operação para transportar 160 mil m³ de oxigênio para Manaus, os comboios percorreram o trajeto de 877 quilômetros e contaram com o apoio das equipes de manutenção do Dnit para atravessar trechos não pavimentados da BR-319”, informou o comunicado.

A pasta destacou que a rota emergencial foi criada em alternativa às balsas da hidrovia do Rio Madeira e do Rio Amazonas, reduzindo em dias a chegada do material à capital amazonense. Ao todo, sete carretas com oxigênio passaram pela BR-319.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Em colapso, Rondônia vai transferir pacientes com Covid-19 para outros estados

Avatar

Publicado


source
Marcos Rocha, governador de Rondônia
Divulgação

Marcos Rocha, governador de Rondônia

O governador de Rondônia , Marcos Rocha (PSL), anunciou na noite de sábado (23) que irá transferir para outros estados pacientes que estão na fila para serem atendidos por Covid-19 . Em colapso, o estado não tem mais vagas para atendimentos e pede também por mais médicos . As informações são do Uol.

“Temos equipes, mas tem uma profissão que faz grande falta: os médicos, aqueles que vão comandar essas equipes. Eu faço um apelo ao senhor doutor, a senhora doutor que, por favor, venha nos ajudar, ajudar os rondonienses porque nós temos os leitos, mas está faltando o senhor e a senhora para ajudar os demais integrantes da equipe de saúde”, disse Rocha em pronunciamento.

De acordo com o governado, um contato feito no sábado com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello , garantiu que o governo federal irá fazer a transferência dos pacientes para hospitais federais de outros estados, ajudando a desafogar a rede de saúde de Rondônia. No sábado, 543 pessoas estavam internadas por Covid-19 no estado.

Veja Também  Moradores de comunidade quilombola no Vale do Ribeira são vacinados

O colapso do sistema de saúde de Rondônia se deu por um aumento expressivo no número de casos de Covid-19 , que mais que quintuplicou em três semanas. Além de pedir por mais médicos e organizar a transferência de pacientes para outros estados, o governador também fez um apelo à população.

“Eu tive essa doença, sei como ela é ruim. Eu perdi amigos, perdi ontem, inclusive, um grande amigo. Não podemos permitir que essa doença se amplie. Então, rondonienses, vamos manter a união de nao disseminarmos esse vírus maldito que tem dilacerado famílias. Esse vírus não escolhe rico ou pobre; homem ou mulher; preto ou branco”, declarou.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana