conecte-se conosco


Saúde

Saiba quais são os tipos de testes para diagnosticar a Covid-19

Publicado

Saúde


source
O exames de Covid-19 com cobertura garantida nos planos de saúde pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) são o RT-PCR e a sorologia
Foto: Reprodução

O exames de Covid-19 com cobertura garantida nos planos de saúde pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) são o RT-PCR e a sorologia

Os exames para diagnosticar se uma pessoa está com Covid-19 ou teve a doença apresentam diferenças tanto na coleta de material quanto na data em que se deve ir ao laboratório fazer o teste.

Confra as diferenças entre os exames e quais são os cobertos pelos planos de saúde.

RT-PCR: É o exame capaz de identificar o vírus ativo no corpo humano. Esse teste leva, no mínimo, seis horas para ficar pronto. O material utilizado para a análise é retirado das vias aéreas do paciente, por meio de um tipo de cotonete. O RT-PCR é indicado para a fase aguda da doença, do primeiro ao oitavo dia após o aparecimento dos sintomas.

Veja Também  Estados brasileiros começam a receber vacina de Oxford

RT-PCR rápido: É o mesmo tipo de teste do RT-PCR comum, no entanto seu processamento é muito mais rápido, levando cerca de 1 hora. Ele é indicado para casos de urgência, como a necessidade de fazer o teste antes de uma cirurgia, por exemplo. Pode ser usado também por aquelas pessoas que precisam de um exame negativo para fazer viagens internacionais.

Sorológico: É um exame feito a partir de uma pequena amostra de sangue do paciente. Ele indica se houve ou não criação de anticorpos contra o coronavírus, o que pode indicar que a pessoa já foi ou não infectada pelo vírus. A sorologia é recomendada a partir do oitavo dia do aparecimento dos sintomas.

Painel viral: É um exame que consegue diagnosticar mais de 20 tipos de vírus com apenas uma amostra. Também é coletado o material das vias aéreas dos pacientes. A possibilidade de diagnóstico do coronavírus foi recentemente incluída neste teste.

Os exames pagos pelos planos de saúde

O exames de Covid-19 com cobertura garantida nos planos de saúde pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) são o RT-PCR e a sorologia , realizada com a pesquisa de anticorpos (IGG ou anticorpos totais).

Veja Também  AM: restrição na circulação de pessoas será de 24h a partir de amanhã

Quem se enquadra na cobertura

Segundo a ANS, têm direito ao exame: pacientes com síndrome gripal (SG) ou síndrome respiratória aguda grave (SRAG) e crianças ou adolescentes com quadro suspeito de síndrome multissistêmica inflamatória pós-infecção pelo SARS-Cov2.

Prazo de autorização

As operadoras têm até três dias úteis para autorizar exames de diagnóstico. No entanto, se o médico sinalizar que se trata de urgência ou emergência, o exame deve ser realizado de imediato.

Como reclamar

Quem não conseguir resolver com a operadora pode registrar queixa na ANS pelo 0800 701 9656 ou pela central de atendimento no site .

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

Rondônia estuda transferir pacientes com covid-19 para outros estados

Avatar

Publicado


O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha (Sem Partido), avalia com o governo federal a possibilidade de transferir para outros estados pacientes com covid-19 que aguardam vagas em unidades de terapia intensiva. Dados da secretaria estadual de saúde apontam que, até sábado (23), havia 543 pessoas internadas com a doença. Rocha, entretanto, não citou a quantidade de pacientes a serem transferidos.

A declaração foi feita neste domingo (24) durante uma live no Facebook para tratar do recebimento de novas doses da vacina de Oxford. Rondônia recebeu, até o momento, 13 mil doses.

De acordo com o governador, no sábado, foi feito um contato com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para debater a questão. A medida seria uma alternativa para desafogar a rede de saúde no estado, que já está com 100% dos leitos ocupados.

“Apesar de todas as ações desenvolvidas pelo estado de Rondônia, infelizmente as festas e o avanço rápido da doença fizeram com que nossos leitos ficassem todos ocupados. Desde sexta-feira, estamos trabalhando muito com a transferência de pacientes para hospitais federais no território brasileiro”, disse o governador.

Veja Também  AM: restrição na circulação de pessoas será de 24h a partir de amanhã

Rocha destacou ainda que estuda uma alternativa para evitar a transferência de pacientes, também debatida com o Ministério da Saúde. O plano B seria o envio de médicos e equipamentos por parte do governo federal para atender os pacientes.

“Essa madrugada, nós tivemos outra possibilidade: de o governo federal trazer médicos, mais monitores multi-paramétricos, mais bombas de infusão para que pudéssemos, então, atender os pacientes aqui. Porque temos pessoas contaminadas pela covid-19 que estão aguardando a possibilidade de ir para a UTI”, afirmou Rocha, sem dar mais detalhes sobre as negociações.

Desde o início dos registros de casos da pandemia, são 116.133 casos confirmados em Rondônia, sendo 18.350 casos ativos e 2.097 óbitos. Ontem, foram registrados 933 novos casos e 12 óbitos.

Durante o pronunciamento, o governador ressaltou a necessidade de a população reforçar medidas de distanciamento social e de prevenção contra o vírus – entre elas, o uso de máscaras, de álcool em gel. Rocha destacou que a prevenção é agir para proteger “uns aos outros”.

“Há uma necessidade que eu quero deixar bem claro para toda a população: a prevenção é o melhor remédio neste momento. Vamos vencer, sim, essa pandemia, mas precisamos agir neste momento com a prevenção”, afirmou. “Peço que não façam festas, não façam aglomerações, ainda que de família ou com amigos. Evitem os churrascos de final de semana. Nós estamos em guerra”, disse.

Veja Também  Brasil já tem mais de 217 mil mortos por Covid-19; casos somam 8,8 milhões

Edição: Paula Laboissière

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Brasil já tem mais de 217 mil mortos por Covid-19; casos somam 8,8 milhões

Avatar

Publicado


source

Agência Brasil

Mais de 217 mil morreram de Covid-19 no Brasil
Marcelo Seabra / Ag. Pará

Mais de 217 mil morreram de Covid-19 no Brasil

O total de pessoas que morreram de Covid-19 desde o início da pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil chegou a 217.037, conforme balanço divulgado neste domingo (24) pelo Ministério da Saúde . Em 24 horas, foram registrados 592 óbitos e 28.323 casos confirmados por equipes de saúde. O número de pessoas infectadas no país subiu para 8.884.577.

Você viu?

Há, segundo a pasta, 973.770 casos ativos em acompanhamento por profissionais de saúde – um aumento de 11% em relação ao boletim anterior.

Estados mais afetados

Na lista de estados com mais mortes por Covid-19 , São Paulo ocupa a primeira posição (51.502), seguido por Rio de Janeiro (28.833), Minas Gerais (14.279), Ceará (10.331) e Rio Grande do Sul (10.311). Já as unidades da Federação com menos óbitos pela doença são Roraima, Acre, Amapá, Tocantins e Rondônia.

Em número de casos, São Paulo também lidera (1,69 milhão), seguido por Minas Gerais (690.853), Bahia (565.320), Santa Catarina (558.9075) e Rio Grande do Sul (528.045).

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana