conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil autua indígena por morte de companheira em Juara

Publicado

Policial


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um indígena responsável pela morte de sua companheira, também indígena e menor de idade, foi autuado em flagrante pela Polícia Civil na tarde de quarta-feira (24.11), poucas horas depois do crime ocorrido em Juara (709 km a médio norte de Cuiabá).

O suspeito, de 19 anos, foi autuado em flagrante pelo homicídio simples da companheira de 14 anos. O fato ocorreu na manhã de terça-feira (24), em meio a área de floresta, próximo da Aldeia Indígena Mayro. A aldeia fica a 70 km de distância da cidade e o acesso é por um trecho de 50 km de estrada de terra e mais uma hora de barco.

O casal da mesma etnia e vivia um relacionamento conjugal há cerca de um ano. A menor morreu após ser atingida na face por um disparo de espingarda calibre 32, efetuado acidentalmente pelo companheiro. O irmão da vítima estava no momento dos fatos e presenciou todo o ocorrido.

Após efetuar o disparo que atingiu a companheira, os dois (autor e o irmão) a socorreram a vítima de embarcação até a aldeia para atendimento médico, porém a menor indígena não resistiu ao ferimento e morreu antes de chegar ao atendimento.

Veja Também  Ação conjunta resulta em cinco prisões e apreensão de 500 quilos de maconha

De acordo com o delegado de Juara, Carlos Henrique Engelmann, depois de detido o suspeito foi encaminhado para delegacia onde foi interrogado. “Em depoimento, o jovem indígena alegou que acreditava que arma de fogo estivesse descarregada, e que não tinha intenção de matar a companheira, a quem disse que amava”, pontuou o delegado.

Em seguida o conduzido foi autuado em flagrante por homicídio simples, e posteriormente encaminhado para Cadeia Pública de Juara, ficando à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Policial

Funcionário de construtora é preso com ferramentas furtadas da empresa

Avatar

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Diversos equipamentos furtados de uma construtora em Rondonópolis foram recuperados e uma pessoa foi presa pela equipe de investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município, na sexta-feira (15).

Os investigadores chegaram ao suspeito após checar a informação de que uma lixadeira, que foi furtada da empresa, ser anunciada em um grupo de venda de produtos em uma rede social.

A equipe policial conseguiu identificar o anunciante e o bairro onde mora. O suspeito, de 23 anos, foi abordado pelos investigadores o Jardim Santa Clara 2 e com ele estava a lixadeira, que informou ser de sua propriedade e estava tentando vendê-la.

Depois, ele acabou informando aos policiais que trabalha na construtora há dois meses e  durante este período começou a furtar algumas ferramentas e indicou o local em que havia deixado os outros materiais levados da empresa.

Foram recuperados uma esmerilhadora, caixa de ferramentas, máscara e cabo de solda, uma máquina de solda, martelete e uma serra circular.

O rapaz foi conduzido à DERF e autuado em flagrante.

Veja Também  Diretoria divulga portaria atualizando comunicações e orientações sobre Covid-19

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

PM prende três suspeitos e apreende droga e dinheiro em duas ocorrências em Várzea Grande

Avatar

Publicado


Em duas ações distintas na repressão permanente ao tráfico de drogas, policiais militares prenderam três suspeitos e apreenderam droga e dinheiro no início da noite desta sexta-feira(15.01) em Várzea Grande, nos bairros Jardim Umuarama 2 e Jardim Maringá I, ambos na região do Grande Cristo Rei.

No Jardim Umuarama, por volta das 20hs, policiais da 15ª Companhia de Força Tática do 2º Comando Regional abordaram um homem(de 29 anos) e apreenderam com ele um tablete de maconha. A ação continuou e na casa dele foram apreendidas mais cinco barras e três pedaços grandes da mesma droga.

Na casa, que ele disse ser usada somente como esconderijo de droga, a equipe da Cia FT ainda apreendeu um rolo de papel filme e uma mochila que supostamente era usada para armazenar entorpecente quando saia para fazer entrega. A consulta do nome do suspeito apontou que tem quatro passagens criminais por tráfico e outros crimes.

No Jardim Maringá I, pouco antes, as 18hs, policiais do Grupo de Apoio(GAp) do 25º Batalhão de PM prenderam mãe e filho, a mulher de 43 anos e o filho de 22, por tráfico de droga.

Veja Também  Investigado por crime bárbaro no sul de MT é localizado cinco anos depois

Na sala de visita da casa a equipe GAp flagrou o preparo de droga para venda em porções e apreendeu 110 porções de maconha e pasta base, além de R$ 355,90 em espécie, recipientes onde misturavam os produtos, sacolas plásticas cortadas, entre outros produtos.

Os policiais continuam fazendo buscas aos dois homens que estavam em uma motocicleta próxima ao suspeito preso no momento da primeira tentativa de abordagem, ainda na rua, na frente da casa onde ocorreram as prisões. Esse suspeito correu para o interior da residência, onde estava a mãe embalando a droga, enquanto os motociclistas saíram em alta velocidade.

Os presos, a droga e demais materiais apreendidos nas duas ocorrências foram entregues no plantão da Central de Flagrantes da Polícia Civil, no Cis Parque do Lago.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Veja Também  Ação conjunta resulta em cinco prisões e apreensão de 500 quilos de maconha
Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana