conecte-se conosco


Mato Grosso

Mudanças na Seduc são para melhorar os indicadores de aprendizagem, afirma secretário

Publicado

Mato Grosso


Durante audiência realizada na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (25.11), o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, apresentou aos parlamentares estaduais o planejamento da secretaria para melhorar os indicadores educacionais de Mato Grosso, e a ampliação das metas de oferta de Educação para Jovens e Adultos com a criação da Escola de Desenvolvimento Integral da Educação Básica (EDIEB).

O gestor destacou a necessidade de mudanças estratégicas para ofertar uma melhor educação aos estudantes, e com isso, recuperar o aprendizado dos alunos, que está prejudicado não só pela pandemia, mas por falta de condições.

“Gestão pública responsável se faz com base em indicadores e acompanhamento das ações. Eu fico muito triste em saber que Mato Grosso está em 22º lugar no Ideb do Brasil”, afirmou o secretário Alan Porto.

“Isso é culpa da política educacional dos últimos 20 anos, em que não foi feito o que é necessário. O que eu estou pedindo a vocês é um voto de confiança para colocar a educação de Mato Grosso no rumo certo”, disse aos parlamentares.

Veja Também  Ministério da Saúde acaba de atualizar dados sobre vacina em MT: 60 mil pessoas serão vacinadas

O plano apresentado compara o resultado do exame de proficiência entre os Estados da região Centro-Oeste, e aponta que o Estado possui o menor percentual de desempenho, como último colocado do ranking na região.

O retorno das aulas também foi pauta. Conforme o gestor, as aulas voltarão com todas as medidas de biossegurança estipuladas pelas autoridades de saúde, sempre respeitando o distanciamento, sem nenhuma possibilidade de salas lotadas. 

“Vamos fazer uma reorganização e revezamento entre os alunos para a volta às aulas. Vamos ter cartilha com todas as medidas, recurso enviado para as escolas adquirirem materiais de higiene necessários. A nossa preocupação é com os alunos e com os professores”, ressalta.

Outro assunto abordado durante a reunião foi com relação aos investimentos na aquisição de novos materiais didáticos para fortalecer e elevar o nível de aprendizagem dos jovens.

Os alunos vão dispor ainda nas escolas dos chamados ‘chromebooks’ – computador portátil específico para a educação – como uma possibilidade da aprendizagem, e os professores terão notebooks à disposição para as aulas.

Veja Também  Profissional da UTI Covid-19 do Hospital Metropolitano será primeira vacinada em MT

Indicadores de aprendizado precisam ser melhorados

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Ensino Médio de Mato Grosso tem média de 3,4, com base nos dados de 2019. Já os anos finais do Ensino Fundamental mostram o Estado em 14º lugar com nota 4,5. Os indicadores sobre os primeiros anos do Ensino Fundamental colocam Mato Grosso em 16º na classificação, com nota 5,6. 

Entre os Estados do Centro-Oeste, Mato Grosso está na pior colocação com relação ao aprendizado da competência em leitura e interpretação de texto, e matemática.

Apenas 30% dos alunos possuem a competência de leitura, atrás do Distrito Federal (36%), Goiás (45%), e Mato Grosso do Sul (40%). Com relação à matemática, o índice de aprendizagem foi de 12%, atrás do Distrito Federal (16%), Goiás (23%), e Mato Grosso do Sul (19%).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Profissional da UTI Covid-19 do Hospital Metropolitano será primeira vacinada em MT

Avatar

Publicado


A técnica de enfermagem do Hospital Metropolitano, Luiza Batista de Almeida Silva, de 43 anos, será a primeira trabalhadora da saúde a ser vacinada contra o coronavírus em Mato Grosso. 

Atualmente, a profissional atua na linha de frente do combate ao vírus, mais precisamente na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid-19 do hospital de referência do Estado. 

Luiza é técnica de enfermagem desde 2011 e ingressou no Hospital Metropolitano em 2019. Ela é mãe de dois filhos e acadêmica do curso de Enfermagem.  “A alegria de receber a vacina é muito grande. É uma luta diária, uma guerra contra um vírus invisível. Sentimos esperança de que, aos poucos, o mundo voltará ao normal”, disse. 

O ato simbólico de vacinação nesta segunda-feira (18.01) terá a presença do governador Mauro Mendes, da primeira-dama Virginia Mendes, do secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, e demais autoridades. Após o ato de vacinação, o governador atenderá a imprensa em entrevista coletiva, no mesmo local.

Mato Grosso recebe 126.160 doses para atender o público alvo da primeira fase da campanha. Serão cerca de 60 mil pessoas vacinadas, com as duas doses, dentre elas indígenas.

Veja Também  Profissional da UTI Covid-19 do Hospital Metropolitano será primeira vacinada em MT
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Dezoito municípios estão com risco moderado de contaminação pela Covid-19 em MT

Avatar

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta segunda-feira (18.01) o Boletim Informativo n° 316 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. 

O documento mostra (a partir da página 9) que 18 municípios do Estado configuram na classificação com risco “moderado” para o novo coronavírus. São eles: Cuiabá, Barra do Garças, Várzea Grande, Sorriso, Cáceres, Sinop, Rondonópolis, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Alta Flores, Juara, Colíder, Primavera do Leste, Tangará da Serra, Nova Canaã do Norte, Nova Lacerda, Reserva do Cabaçal, Salto do Céu.

Outros 123 municípios estão na classificação “baixo”, indicado pela cor verde, e não apresentam altos riscos de contaminação.

Recomendações aos municípios

Conforme Decreto Estadual nº 522, de 12 de junho de 2020, o Governo do Estado faz diversas recomendações aos municípios classificados como risco baixo, moderado, alto e muito alto para contaminação pelo coronavírus.

As orientações para os 123 municípios classificados como risco baixo são: evitar circulação de pessoas pertencentes ao grupo de risco, conforme definição do Ministério da Saúde; isolamento domiciliar de pacientes em situação confirmada de Covid-19, quarentena domiciliar de pacientes sintomáticos em situação de caso suspeito para de Covid-19, entre outras.

Veja Também  Profissional da UTI Covid-19 do Hospital Metropolitano será primeira vacinada em MT

Para os 18 municípios classificados como risco moderado para a contaminação da Covid-19, o Governo recomenda a implementação e/ou manutenção de todas as medidas previstas para o nível de risco baixo, além de quarentena domiciliar para pessoas acima de 60 anos e grupos de risco definidos pelas autoridades sanitárias; suspensão de aulas em escolas e universidades.

O sistema de classificação que aponta o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos, é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.

Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana, às segundas e quintas-feiras, e os resultados são divulgados nos Boletins Informativos da SES.

Cuidados necessários à população

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

Veja Também  Ministério da Saúde acaba de atualizar dados sobre vacina em MT: 60 mil pessoas serão vacinadas

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana