conecte-se conosco


Nacional

Ministério de Desenvolvimento Regional reconhece estado de calamidade no Amapá

Publicado

Nacional


source

Agência Brasil

apagão no amapá
Reprodução / Twitter @Diogotapuio

Apagão no Amapá segue pelo 20º dia consecutivo, após um incêndio que ocorreu em uma subestação de energia

O Ministério do Desenvolvimento Regional publicou portaria em que reconhece o estado de calamidade pública no Amapá. No dia 3 de novembro, um incêndio no transformador de uma subestação de energia deixou 14 das 16 cidades do estado sem luz.

Foram mais de 80 horas sem energia elétrica e atualmente a população continua com o fornecimento limitado, em sistema de rodízio.

Em portaria publicada ontem (21) no Diário Oficial da União, o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, reconhece “por procedimento sumário, o estado de calamidade pública na área do território do estado do Amapá, afetada pelo desastre”.

Veja Também  Bolsonaro ignora reunião da ONU com 90 presidentes sobre Covid-19

O Amapá já estava em estado de emergência quando foram. repassados R$ 21,5 milhões ao estado para o aluguel de geradores e a compra de combustível.

Na prática, não há diferença entre estado de emergência ou calamidade. Mas o estado de calamidade dá mais segurança jurídica e permite ao governo federal antecipar pagamentos de aposentadorias e benefícios assistenciais como Benefício de Prestação Continuada (BPC) e Bolsa Família .

Segundo o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque , a carga completa poderá voltar ao normal até 26 de novembro.

Comentários Facebook

Nacional

Bolsonaro ignora reunião da ONU com 90 presidentes sobre Covid-19

Avatar

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro
Marcos Corrêa/PR

Presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não participará de reuniões organizadas pela ONU nesta quinta e sexta-feira para lidar com o impacto da Covid-19 . Ao todo, 90 presidentes e chefes-de-governo farão parte do encontro, na Assembleia Geral das Nações Unidas, com o intuito de coordenar um esforço internacional para superar a crise. As informações são do UOL .

Os governos de todos os países foram convocados, no entanto, na lista divulgada pela própria organização, o Brasil será representado apenas pelo chanceler Ernesto Araújo . Dessa maneira, foi colocado no fim da fila dos discursos. De acordo com o portal, a prioridade é dada aos presidentes e primeiros-ministros, segundo o protocolo de diplomacia

Entre os líderes que estão previstos para falar nos próximos dois dias estão: Angela Merkel (Alemanha), Giuseppe Conte (Itália), Recep Tayyip Erdogan (Turquia), Tamim bin Hamad Al-Thani (Catar), Miguel Díaz-Canel (Cuba), Justin Trudeau (Canadá), Yoshihide Suga (Japão), Francisco Rafael Sagasti (Peru), Luis Alberto Arce (Bolívia), Cyril Ramaphosa (África do Sul), Iván Duque (Colômbia), Luis Lacalle Pou (Uruguai), Emmanuel Macron (França), Narendra Modi (Índia), Jacinda Ardern (Nova Zelândia), Erna Solberg (Noruega), Boris Johson (Reino Unido), Pedro Sanchez (Espanha) e muitos outros.

Veja Também  São Paulo registra aumento de 44% no número de roubos a banco no estado em 2020

Países mais afetados

Entre os países mais acometidos pela Covid-19, somente o Brasil e os EUA não enviaram chefes-de-estado.

Nos últimos meses, o governo tem criticado os organismos internacionais pela resposta à pandemia  e por sua insistência em fazer recomendações preventivas. Bolsonaro vem persistindo na necessidade de fortalecer a soberania e evitando qualquer gesto de apoio ao multilateralismo.

O governo do presidente ainda tem se aliado a Donald Trump  ao tentar aprovar emendas de resoluções que minem o papel da OMS e de outras entidades internacionais.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Adolescente de 13 anos mata o próprio pai porque se apaixonou pela madrasta

Avatar

Publicado


source
crime
Reprodução

Adolescente de 13 anos mata o próprio pai porque se apaixonou pela madrasta

Uma menina de apenas 13 anos foi presa porque é acusada de esfaquear o próprio pai até a morte em Jataí, em Goiás, na madrugada do último dia 29 de novembro. Segundo a Polícia Militar, o motivo do crime seria uma paixão da adolescente pela madrasta, que tem 20 anos.

A adolescente foi detida em flagrante, pouco depois do crime, na casa onde morava com a avó. A vítima chegou a ser socorrida para uma unidade de saúde, mas morreu no local pouco tempo depois.

“Levantamos com a PM, que atendeu a ocorrência, e familiares, que ela havia nutrido uma certa paixão pela madrasta. O pai teve acesso a algumas mensagens e até a uma carta que a menor teria escrito para a madrasta. Ele conversou com ela e a repreendeu, mas a menor não teria gostado” disse o delegado Marlon Luz, em entrevista ao portal G1.

Veja Também  Feirante briga e troca socos com clientes em feira de Brasília; veja o vídeo

Segundo o  boletim de ocorrência, a adolescente havia ingerido bebida alcoólica pouco antes de esfaquear o pai para criar “coragem” de cometer o crime.

O documento informa que a menina foi até a casa onde o pai vivia com a madrasta na madrugada da noite do crime e disse a ela que gostaria de conversar com ele. Quando se encontraram, porém, ela o matou.

A adolescente foi encaminhada à delegacia e será levada a um centro provisório de internação. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana