conecte-se conosco


Economia

Veja como solicitar a aposentadoria sem ir à agência

Publicado

Economia


source

Brasil Econômico

inss
Martha Imenes

Não é mais necessário ir às agências para pedir a aposentadoria

Quem quiser solicitar a aposentadoria do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) por tempo de contribuição ou por idade já pode fazer o pedido pela internet. Essa opção exclui a necessidade de comparecer pessoalmente a uma agência da Caixa Econômica Federal , podendo fazer o requerimento da aposentadoria pelo aplicativo Meu INSS, pelo site ou por telefone.

Porém, é importante ressaltar que apenas as aposentadorias por tempo de contribuição e por idade podem ser pedidas online. É importante, também que, antes de solicitar o benefício, o segurado verifique seus dados no CNIS .

Para checar as informações, é só consultar o extrato previdenciário pelo aplicativo Meu INSS , em “Extrato de Contribuição (CNIS)”. Caso haja algum erro nos dados, a solicitar de retificação deve ser feita ligando para o número 135.

Veja Também  INSS vai retornar presencialmente em julho; veja o que muda

Como solicitar a aposentadoria

Pelo aplicativo Meu INSS ou ligando para o número 135, o interessado deverá agendar uma data para assegurar a entrega da documentação. Além disso, é preciso estar com número de protocolo do benefício, CPF e nome da pessoa que depositará o envelope na urna encontrada na entrada das agências de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h.

Depois de agendar o serviço, deverá:

  • Preencher o formulário de “Autodeclaração de Autenticidade e Veracidade das Informações”;
  • Adicionar todos os documentos requeridos pelo INSS, assim como também o formulário de “Autodeclaração de autenticidade e Veracidade das Informações” no envelope.

O envelope deverá estar lacrado e com a seguinte identificação do lado de fora: nome completo, telefone, CPF, e-mail, endereço e número do protocolo do agendamento.

De acordo com o diretor do INSS, “cabe destacar que não são aceitos documentos originais e que as cópias não precisam ser autenticadas em cartório. É imprescindível, porém, que estejam legíveis e sem rasuras”.

Comentários Facebook

Economia

Guedes quer aumentar tributos de lucros e dividendos para compensar tabela do IR

Publicado


source
Guedes que aumentar taxação sobre lucros e dividendos para diminuir impacto nos cofres públicos
Lorena Amaro

Guedes que aumentar taxação sobre lucros e dividendos para diminuir impacto nos cofres públicos

Para compensar a queda de arrecadação com a alteração da tabela de isenção do Imposto de Renda para R$ 2,4 mil , o Ministério da Economia estuda aumentar em 20% a tributação de lucros e dividendos . A proposta será enviada à Câmara dos Deputados até quarta-feira (23) e faz parte do pacote de medidas da Reforma Tributária. A informação é do jornal Estado de S. Paulo .

A alíquota proposta anteriormente era de 15%, mas a taxação imposta não daria conta de diminuir as perdas na arrecadação. Recuperar o valor perdido em alterações tributárias é obrigatório pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Já a faixa de isenção para lucros e dividendos será de R$ 20 mil por mês. 

Imposto de Renda 

Com as alterações no Imposto de Renda para pessoas físicas, o Palácio do Planalto também pretende reduzir a alíquota para pessoas jurídicas . Enquanto o ministério da Economia quer conceder o benefício aos poucos para evitar uma brusca queda na arrecadação, empresários e associações que representam comerciantes pressionam para que a medida passe a valer após a sanção da Reforma Tributária

Veja Também  Ações contra bancos podem gerar indenizações de R$ 5 mil

A proposta será analisada pela Câmara dos Deputados e uma comissão para o estudo do tema dever ser anunciada até o fim da semana. A reforma será dividida em fases e terá a tramitação nas duas Casas ao mesmo tempo. O Congresso Nacional pretende aprovar os textos até o fim do ano, após pressão do governo federal. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Bancos Centrais da França e da Suíça testam moedas digitais no atacado

Publicado


source
Bancos Centrais da França e da Suíça testam moedas digitais no atacado
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Bancos Centrais da França e da Suíça testam moedas digitais no atacado

O Banco Nacional da Suíça e o Banco da França acabam de anunciar que vão testar os primeiros pagamentos entre bancos centrais europeus utilizando moedas digitais , em um movimento que que será o primeiro a envolver duas das principais moedas do mundo.

O experimento se concentrará no mercado de empréstimos de “atacado” entre bancos, ao invés de transações públicas diárias, mas será a primeira vez que o euro digital e o franco suíço digital serão totalmente testados.

Você viu?

O UBS da Suíça, o Credit Suisse e o Natixis da França estão envolvidos no projeto, além da bolsa suíça SIX Digital Exchange, a R3, desenvolvedora de software corporativo e o Innovation Hub do BIS (Bank of International Settlement).

“A zona do euro está se adaptando a uma forte tendência de digitalização de pagamentos “, disse a vice-presidente do Banco da França, Sylvie Goulard, lembrando que este é o mais recente piloto de CBDC da instituição.

Veja Também  Após fim do auxílio, Caixa Tem vai oferecer empréstimo de até R$ 300

Para conhecer melhor as moedas digitais, leia a  matéria completa em 1Bilhão Educação Financeira .

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana