conecte-se conosco


Mato Grosso

Município de Ribeirãozinho está com risco moderado de contaminação de Covid-19 em Mato Grosso

Publicado

Mato Grosso


Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta quinta-feira (29.10) mais uma atualização do panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O Boletim Informativo n° 235 mostra (a partir da página 12) que o município de Ribeirãozinho configura na classificação com risco “moderado” para contaminação do novo coronavírus.

Os demais 140 municípios estão na classificação de risco “baixo”, indicado pela cor verde e não apresentam grandes riscos de contaminação. Nenhuma cidade de Mato Grosso foi classificada com risco “muito alto”, indicado pela cor vermelha que representa alerta máximo de contaminação.

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT.

Veja Também  Parque Mãe Bonifácia é reaberto com blitz educativa e fiscalização reforçada

Veja a tabela de classificação de risco por município

 

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Equipe do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso vence competição de natação

Avatar

Publicado


A equipe de atletas militares do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso (CBM-MT) venceu a prova de natação da Maratona Aquática de nado livre organizado pelo Serviço Social do Comércio (Sesc-MT), neste sábado (28.11), em Cuiabá. 

Nesta edição, a equipe Tubarões de Fogo levou 33 atletas que foram inscritos na competição. Os militares do CBM-MT disputaram a prova que contou com participação de atletas de outras duas instituições: equipes do Raia Rápida representante do Sesc Mato Grosso e o time Motivação da Polícia Militar.

O evento esportivo aconteceu durante quatro sábados consecutivos. Em cada dia, as equipes tiveram 50 minutos para nadar o máximo de quilômetros em menor tempo possível. Ao final da competição, a soma da contagem geral de metros nadados mostrou que o primeiro lugar no pódio foi da equipe do CBMT-MT que nadou 63.575m.

O segundo lugar ficou com o time da PM que nadou 60.325m. Já o terceiro lugar da classificação ficou com o time do Sesc que nadou 41.450m. 

A solenidade de premiação foi realizada na arquibancada do polo aquático do Sesc-MT. Os campeões do primeiro lugar receberam medalhas e um grande troféu. 

Veja Também  Mato Grosso tem sete dos municípios com maior dinamismo no mercado de trabalho do país

Um dos objetivos do campeonato é promover a interação entre as pessoas por meio do esporte, incentivando a prática de atividades físicas que resulta em diversos benefícios, qualidade de vida pessoal e profissional.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Mato Grosso tem sete dos municípios com maior dinamismo no mercado de trabalho do país

Avatar

Publicado


Mato Grosso tem sete municípios na lista dos 100 com maior dinamismo no mercado de trabalho do país. O levantamento foi realizado pela Confederação Nacional de Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a pedido do jornal Estadão, e mostra que as cidades ligadas ao agronegócio ampliaram a quantidade de empregos formais em 2020.

Campo Verde, Querência, Mirassol D’Oeste, Nova Mutum, Sapezal, Sorriso e Barra do Bugres são os representantes estaduais na lista, respectivamente, em 22º, 60º, 67º, 69º, 77º, 95º e 100º lugar. O economista chefe da CNC, Fabio Bentes, responsável pelo estudo, explica que quando é feita a pesquisa pelo crescimento proporcional de emprego estes municípios se destacam.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, para além de bons resultados no campo, o agronegócio também gera emprego e renda nos municípios mato-grossenses. “Os números cada vez mais mostram que há este movimento de mais e melhores empregos nas cidades agropecuárias. E o Governo do Estado investe para melhorar ainda mais, focando em agroindustrialização, em trazer empreendimentos e mais riquezas para todos os cidadãos que vivem nas cidades”, afirma.

Veja Também  Seduc investe R$ 649 mil em nova quadra poliesportiva para escola de Várzea Grande

Exemplo de que o agronegócio é sólido em Mato Grosso foi a pandemia da Covid-19, que pouco afetou o setor. A safra estadual de soja no ciclo 2019/2020 teve produção de 35 milhões de toneladas. Demanda chinesa e outros países asiáticos, preços internacionais em alta e desvalorização do câmbio foram fatores que levaram ao bom resultado.

Dos sete municípios na lista da CNC, cinco são destaque na produção de soja: Sorriso é o primeiro produtor, com 2,2 milhões de toneladas nesta safra; Nova Mutum produziu 1,4 milhão de toneladas; Sapezal produziu 1,2 milhão de toneladas, Querência, 1,1 milhão de toneladas e Campo Verde, que produz 753 mil toneladas. Mirassol D’Oeste é um município com aptidão para pecuária e Barra do Bugres tem produção de cana-de-açúcar e usina.

Para o economista Fabio Bentes, o agronegócio tem investido fortemente em tecnologia e isso, teoricamente, deveria torna-lo um setor poupador de mão de obra. “Os números mostram que, mesmo com a tecnologia, o setor tem contratado mão de obra em um esforço para o aumento da produtividade”, afirma.

Veja Também  Parque Mãe Bonifácia é reaberto com blitz educativa e fiscalização reforçada

O levantamento considerou o estoque de emprego formal dos municípios pela Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), do Ministério da Economia, e cruzou essas informações com os micro dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) até setembro. Foram excluídos municípios com menos de 5 mil postos formais de trabalho no fim de 2019.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana