conecte-se conosco


Mato Grosso

“Vamos revolucionar MT com casas populares e muitas ações de impacto no social”, destacou a primeira-dama Virginia Mendes

Publicado

Mato Grosso


Mais de R$ 352 milhões em recursos serão disponibilizados pelo Governo do Estado para investimentos na área social e na habitação em Mato Grosso. A primeira-dama Virginia Mendes foi a grande articuladora junto ao governador Mauro Mendes na definição dos montantes. “Vamos revolucionar a área social. Vai ser um antes e depois do ‘Mais MT’, destacou, na manhã desta quarta-feira (28.10), durante o lançamento do maior programa de investimentos da história do Estado.  

Os recursos beneficiarão principalmente famílias em situação de vulnerabilidade extrema através de ações de assistência social, segurança alimentar, cidadania, qualificação profissional, transferência de renda e construção de casas populares. Os recursos serão gerenciados pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) e os investimentos terão o acompanhamento de perto pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes. 

Em discurso, o governador destacou a participação do Estado na assistência aos mais necessitados. “Um dos principais papéis do Estado é cuidar dessas pessoas vulneráveis. Enquanto não resolvermos o problema da inclusão social, precisamos, no mínimo, ajudar essas pessoas que sofrem com a falta de renda”, disse Mendes. 

A secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, acrescentou que aproximadamente 10% da população mato-grossense é extremamente pobre e recebe até R$ 89 per capita. “Mais de 300 mil pessoas de Mato Grosso vivem em extrema vulnerabilidade. Desenvolver ações que beneficiem esse público é prioridade desse Governo, sob forte articulação da primeira-dama Virginia Mendes. A Setasc vai realizar isso da melhor forma possível”. 

Veja Também  Ganha Tempo recebe mais de 300 litros de álcool gel produzido pela UFMT

Um dos carros chefes é o programa SER Família, mantendo a transferência de renda para famílias em situação de vulnerabilidade social com valor pago mensalmente de até 1 UPF (Unidade Padrão Fiscal de Mato Grosso), serão investidos R$ 78 milhões.

O SER Família traz ainda a criação dos programas ‘SER Idoso’, com a transferência de até 2 UPFs, à compra exclusiva de medicamentos aos idosos mais vulneráveis; o ‘SER Criança’, com o valor de até 2 UPFs, voltado às mães carentes, que poderão usar o recurso para a compra de itens de vestuário, alimentos e materiais escolares;  o ‘SER Inclusivo’, que vai ser específico para as pessoas com algum tipo de deficiência com o pagamento de até 2 UPFs, mensalmente; e o ‘SER Mulher’, que viabilizará o pagamento de um auxílio às mulheres vítimas de violência doméstica por meio de aporte financeiro de até um salário mínimo exclusivo para o pagamento de aluguel, por um período máximo de seis meses.

Na área de Segurança Alimentar, o Mais MT prevê o investimento de R$ 52,5 milhões, em continuidade a campanha “Vem Ser Mais Solidário”, que encerrará o ano beneficiando 330 mil famílias com cestas básicas.

“Iremos manter como forma permanente a aquisição de cestas básicas e doação para as famílias mais pobres, a fome é algo que temos que combater e este é um dos nossos focos”, frisou a primeira-dama, Virginia Mendes.

Outro grande destaque e que contou com a atuação da primeira-dama foi a destinação de R$ 120 milhões para o programa Mais Habitação, com foco na construção de casas populares. “Casa própria é mais dignidade, garantir um teto para as famílias é de fato investir na mudança da qualidade de vida e nós vamos fazer isso por meio do Mais Habitação. Este é um programa que tenho um cuidado especial”.

Veja Também  Governo do Estado e Judiciário lançam ferramentas para quebrar o ciclo da violência doméstica

No SER Parceiro Social, que dará apoio às instituições filantrópicas, será destinado R$ 39 milhões. Através do SER Parceiro – Prefeitura, cujo valor estimado para investimento é de R$ 36 milhões, será concedido apoio à assistência social em parceria com municípios e promoverá a construção de Centros de Convivência de Idosos, bem como a implantação do projeto Ser Criança nos municípios. 

No Mais Cidadania serão investidos outros R$ 36,8 milhões, com ações de qualificação profissional.

O SER Criança tem como objetivo ofertar atividades de desenvolvimento para crianças no contraturno escolar, como, por exemplo, aulas de música, dança, esportes, artes, reforço escolar, tudo com foco na melhoria da qualidade de vida das crianças participantes. E iniciará por Poconé, depois vai se expandir para outras cidades.

No total, o ‘Mais MT’ investirá R$ 9,5 bilhões (2019-2022) em 12 eixos estruturantes: Segurança; Saúde; Educação; Social e Habitação; Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda; Infraestrutura; Turismo; Cultura, Esporte e Lazer; Simplifica MT; Eficiência Pública; Meio Ambiente; Agricultura Familiar e Regularização Fundiária.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Inscrições seguem abertas para dois últimos workshops do projeto MOVE_MT

Publicado


Você não precisa ser um desenvolvedor para ter um negócio digital. Esse argumento sintetiza o terceiro workshop oferecido pelo MOVE_MT, projeto que visa alavancar a economia criativa em Mato Grosso por meio de capacitações e ciclo de aceleração.  

O workshop ‘Tecnologia para não desenvolvedores’ integra a primeira fase do projeto realizado em parceria entre a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) e Oi Futuro. Gratuito e online, o curso acontece nesta quarta-feira (23.06), às 10h (horário de Cuiabá).

Serão abordados tópicos sobre novas tecnologias e sua aplicação nos negócios, como transformação digital, ferramentas para produtividade na criação de sites e aplicativos e o movimento “no code”. 

O workshop será conduzido por Ricardo Almeida, fundador da Rookau e Saphari. Com mais de 18 anos de experiência em projetos e cursos de Gestão Estratégica e Analytics, Ricardo é mentor nos principais programas de aceleração de startups do Brasil. 

Ainda restam algumas vagas para participar da formação. Inscrições aqui.

Também há poucas vagas para o quarto e último workshop: ‘Pitch – técnica para apresentar seu negócio e conquistar clientes, parceiros e investidores’.  A formação acontece no dia 14 de julho e vai ensinar a fazer uma apresentação de pitch, com ferramentas e exemplos práticos. Inscrições aqui.

Veja Também  Inscrições seguem abertas para dois últimos workshops do projeto MOVE_MT

Com 200 vagas por curso de três horas cada um, essa primeira etapa do MOVE_MT está sendo usufruída por artistas, produtores culturais e empreendedores da economia criativa do estado. 

“Os workshops estão sendo um sucesso, pois a abordagem é bem interessante, com exemplo dos empreendedores, participação do público, e aprendizados que podem ser colocados em prática nos negócios criativos”, comenta Keiko Okamura, superintendente de Desenvolvimento da Economia Criativa da Secel.

Aceleração de Negócios Criativos e de Impacto Sociocultural

Na segunda etapa, o MOVE_MT vai selecionar até 30 iniciativas do Mato Grosso para participar do ciclo de aceleração que inclui mais de 2.500 horas de formação e mentoria.

Por meio de edital público, o projeto vai selecionar iniciativas dos segmentos artístico e cultural, de negócios digitais e de criações funcionais. Com R$ 257 mil reais em premiações repartidas entre os participantes, o objetivo é impulsionar a evolução dos negócios com ou sem fins lucrativos. 

Os cinco empreendedores com melhor desempenho em toda a aceleração ganharão também um intercâmbio no Lab Oi Futuro para conhecer o ambiente de inovação da cidade e interagir com a rede do Labora. 

Veja Também  Projeto leva dança para locais públicos como forma de mostrar que é acessível para todos

No final do projeto, o Oi Futuro e a Secel-MT reunirão toda a experiência do MOVE_MT em um e-book que será publicado e disponibilizado gratuitamente. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Senacon abre inscrições para 19 cursos online e gratuitos

Publicado


A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), por meio da ENDC, está com inscrições abertas para 19 cursos online e gratuitos sobre os direitos do consumidor. Os interessados deverão se inscrever até o dia 12 de julho, lembrando que para ter acesso às aulas é necessário um computador com internet.

Com carga horária variando de 20 a 60 horas-aula, os cursos podem ser realizados tanto pelo público em geral quanto por membros do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor. O certificado, em versão digital, emitido pela Universidade de Brasília (UNB), será encaminhado para o aluno que obtiver aprovação no curso.

Em geral, os cursos abordam as regras do Código de Defesa do Consumidor (CDC), para que o aluno aprenda a identificar práticas que prejudicam as relações de consumo. Exemplo disso é a capacitação “Vício do Produto e do Serviço”, que apresenta: questões de garantias de produtos, a solidariedade da cadeia produtiva, a diferença entre vício aparente e vício oculto, o critério da vida útil do produto, os prazos para reclamar sobres os vícios, entre outros tópicos. 

Veja Também  Senacon abre inscrições para 19 cursos online e gratuitos

Também estão disponíveis capacitações direcionadas aos profissionais que atuam no sistema de defesa do consumidor, a exemplo do curso de “Elaboração de Projetos”, que capacita os alunos para a elaboração de projetos para envio ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos (FDD) ou à Senacon.

Qualquer consumidor ou profissional de defesa do consumidor pode realizar os cursos ofertados pela Senacon, desde que sejam maiores de 16 anos. Para se inscrever, acesse: https://www.defesadoconsumidor.gov.br/escolanacional/cursos/cursos-endc 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana