conecte-se conosco


Esportes

Em jogo de muitos gols, São Paulo perde para o Lanús na Argentina

Publicado

Esportes


O Estádio La Fortaleza, em Buenos Aires, foi palco da estreia do São Paulo e do Lanús na segunda etapa da Copa Sul-Americana desta temporada. Os brasileiros, campeões do torneio em 2012, foram a campo para iniciar a caminhada em busca do bicampeonato. Já os argentinos, campeões em 2013, também jogaram para seguir adiante e tentar a segunda taça.

Mesmo sem fazer uma partida oficial desde março, Lanús apertou bastante a saída de bola do São Paulo no início da partida. Chegou, inclusive, a criar oportunidades para abrir o placar. Mas quem balançou as redes foi o São Paulo. Aos 12 minutos, Tchê Tchê fez bela jogada. Abriu para Luciano que só ajeitou para o centroavante Brenner. Sozinho, o garoto, de 20 anos, abriu o placar. Foi o décimo segundo gol do atacante formado nas categorias de base do clube. Depois do gol, o cenário seguiu basicamente o mesmo do início do jogo. A pressão era do Lanús e o São Paulo apresentava dificuldades na saída de bola.

Aos 21 minutos, Di Placido cruzou e De La Vega cabeceou com muito perigo. Quase o empate. Aos 28, a zaga brasileira quase vazou novamente em outra bola aérea. Diego Costa quase faz contra. Depois da bola bater na trave, Tiago Volpi salvou o Tricolor. Aos 29, a forte pressão argentina seguiu com uma conclusão forte de De La Vega que bateu na rede, mas pelo lado de fora. O São Paulo só foi finalizar novamente aos 43 minutos. Luciano chutou e Morales defendeu sem maiores problemas.

Veja Também  Técnico Cuca retorna a sua função no Santos após Covid-19

Na etapa final, o São Paulo tentou fugir da pressão dos donos da casa e até que conseguiu nos primeiros minutos. Teve uma chance logo no primeiro minuto de jogo com o meia Igor Gomes, que foi travado de frente para o gol. Logo depois, aos três minutos, Brenner chutou de longe e carimbou a trave. Só que aos sete, os brasileiros foram castigados com o gol de empate. Di Placido foi no fundo e cruzou. Depois do desvio do Daniel Alves, a bola sobrou para o centroavante Sand empurrar para o gol. Aos 40 anos, o avante ampliou a liderança na artilharia histórica da equipe argentina. Agora tem 128 gols.

A equipe brasileira pareceu não se abater. Quase foi à frente novamente aos 11. Daniel Alves bateu uma falta inicialmente na barreira. Só que, no rebote, ele deu um chutaço de esquerda direto no travessão. Aos 28, Luciano conseguiu um bom cruzamento. Igor Gomes ganhou da zaga pelo alto e defesa local afastou o perigo no meio da área. Aos 38, o São Paulo chegou a marcar. Mais uma vez o garoto Brenner. Dessa vez, ele completou cruzamento de Reinaldo e balançou a rede. Mas a arbitragem anulou o lance que é extremamente duvidoso.

Veja Também  Felipe Santana agradece Chapecoense pela oportunidade de poder jogar

Aí veio o castigo. Em sete minutos saíram três gols, dois do Lanús e um do São Paulo. No primeiro dos argentinos, Daniel Alves errou no início do lance. Reinaldo, mal posicionado, não afastou. A bola chega na área do Tricolor até Orsini. Ele ajeitou para o veterano Sand. O centroavante dominou, girou e fuzilou. Virada: 2 a 1. Na noite que foi as redes duas vezes, o atacante chegou aos 129 gols pelo Lanús.

Só que quando a derrota parecida consolidada, o São Paulo teve forças para marcar mais um. Se o Lanús tem Sand, o Tricolor tem Brenner. Aos 41 minutos, Vitor Bueno lançou Luciano que ajeitou para a revelação brasileira empatar a partida. Segundo do São Paulo e segundo do Brenner. 2 a 2 na Argentina. Mas aos 45, o Lanús fechou o placar naquele que vem sendo o calcanhar de aquiles do São Paulo nessa temporada: a bola aérea. Em cruzamento de bola parada, Diego Costa não acompanhou o volante Quignón. De cabeça, o argentino superou Tiago Volpi e fechou o placar: 3 a 2 para os argentinos.

O jogo de volta está previsto para a próxima quarta-feira (4), no Morumbi, às 19h15. Já que o gol marcado fora de casa é critério de desempate na Sul-americana, o São Paulo se classifica às oitavas de final vencendo por 1 a 0 e 2 a 1. Uma vitória por 3 a 2 do Tricolor, leva a decisão aos pênaltis.

Edição: Liliane Farias

Comentários Facebook

Esportes

São Paulo vence o Bahia por 3 a 1 pela Série A

Avatar

Publicado


No sábado (28), o São Paulo foi a campo enfrentar o Bahia em Salvador, na Arena Fonte Nova, por partida válida pelo Campeonato Brasileiro 2020. E os visitantes saíram com a vitória: 3 a 1, com gols de Luciano (2) e Arboleda.

O time são-paulino foi escalado pelo técnico Fernando Diniz com Volpi; Juanfran, Arboleda, Léo e Reinaldo. Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes; Luciano e Brenner.

No primeiro tempo, o confronto foi equilibrado, com pouco espaço para ataques de ambas as equipes, e com muitas paradas por causa da arbitragem. Aos 15 minutos, a melhor chance do Tricolor Paulista: Brenner tabelou com Luciano e bateu forte para o gol, mas a bola passou por pouco acima do travessão. Pouco antes do fim do primeiro tempo, encerrado aos 53 minutos, Arboleda cabeceou com perigo, em lance de cobrança de escanteio, mas o goleiro defendeu.

Logo no começo do segundo tempo, aos seis minutos, o São Paulo abriu o marcador, e foi com um golaço, de bicicleta, de Luciano, que aproveitou a falha da zaga adversária após lançamento de Reinaldo: São Paulo 1 a 0!

  No Ceara Léo Chú fala : “Tenho que seguir focado para continuar ajudando o clube”

Veja Também  Chapecoense é superado pelo Guarani na Série B

Os são-paulinos seguiram com a pressão e, aos 20 minutos, em cruzamento de escanteio de Reinaldo, Arboleda subiu sozinho e cabeceou com força a bola para as redes do Bahia: São Paulo 2 a 0!

A dobradinha Reinaldo e Luciano deu certo mais uma vez aos 28 minutos. O lateral serviu o atacante com um passe rasteiro, que o camisa 11 bateu de primeira, com curva, indefensável: golaço! São Paulo 3 a 0!

O time da casa ainda descontou o placar aos 35 minutos, com Clayson, mas não impediu a boa vitória são-paulina fora de casa.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Mais três pontos! Ju vence o Náutico e segue no G4 da Série B

Avatar

Publicado


O Verdão lutou muito para conquistar a 11ª vitória na Série B. A equipe do técnico Pintado recebeu o Náutico e com gol de Capixaba no comecinho do segundo tempo, venceu por 1×0. Com os três pontos conquistados, o Juventude chega aos 40 e se mantém no G4, na quarta colocação. A partida ocorreu na noite deste sábado (28/11), no estádio Alfredo Jaconi.

O jogo

O primeiro tempo foi truncado e de poucas oportunidades de gol para os dois lados. O Náutico até tentou propor o jogo nos primeiros minutos, mas o Juventude soube adminsitrar as investidas do adversário. Quando foi para o ataque, o time Alvivetde mostrou força. Aos 15, Cajá cobrou escanteio e Odivan subiu na segunda trave para mandar de cabeça. Anderson apareceu para tirar no ângulo.

O Juventude voltou a assustar e quase abriu o placar aos 27. Capixaba recebeu na entrada da área, limpou o marcador e soltou a bomba. Anderson, mais uma vez, fez milagre. O Náutico ainda assustou com Erick, em chute colocado, mas Carné, bem posicionado, fez a defesa.

  Operário desperdiça pênauti e perde de 1 a 0 para o Juventude

Veja Também  Ponte Preta encerra treinos para confronto com CSA

Se o Verdão não conseguiu balançar as redes no primeiro tempo, precisou de menos de dois minutos para inaugurar o marcador na etapa complementar. Aos dois, Capixaba recebeu de Grampola na entrada da área e soltou o pé. A bola  desviou na zaga e estufou as redes. 1×0. A partir daí o jogo voltou a ficar truncado e com poucas oportunidades.

Os visitantes tiveram duas chances com Kieza. Aos onze, o camisa nove finalizou de dentro da área, mas parou em boa defesa de Carné. Aos 28, Kieza aproveitou sobra na pequena área e tentou a bicicleta. A queima-roupa, Marcelo Carné mostrou segurança mais uma vez e operou um milagre! Com o placar na mão, o Juventude segurou bem o jogo, controlou as ações e garantiu mais uma importante vitória na Série B.

O próximo compromisso Alviverde é longe de casa. Na próxima quarta-feira (02), às 19h, o Juventude viaja até Ribeirão Preto para enfrentar o Botafogo (SP).

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana