conecte-se conosco


Política

Botelho propõe moção de aplausos para médicos que atuam no combate à Covid

Publicado

Política


Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

A importância da valorização da classe médica foi reconhecida através da aprovação de Moção de Aplausos, na Assembleia Legislativa, numa iniciativa do presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM), na terça-feira (20), para lembrar o Dia do Médico, comemorado em 18 de outubro. 

A homenagem é uma forma de reconhecer o árduo trabalho desempenhado pelos médicos, especialmente, aos que atuam em Mato Grosso na linha de frente ao combate da Covid-19, doença que já fez mais de 3,7 mil vítimas no estado.

Em plenário, Botelho destacou a homenagem lembrando o grande desafio de enfrentamento à pandemia e pediu aos colegas a aprovação de Moção de Aplausos pelos esforços realizados neste ano tão desafiante para todos. 

“Desde o início da pandemia, médicos e demais profissionais da saúde têm sido exemplos de coragem, resiliência e amor ao próximo, enfrentando a doença sobre a qual se sabe tão pouco. Esta homenagem é para os incansáveis doutores que tem por missão salvar vidas. Deixo aqui também registrada minha homenagem especial às famílias dos médicos que morreram em decorrência do coronavírus”, afirmou.

Veja Também  Deputado defende criação do Centro de Inovação Tecnológica em Rondonópolis
Fonte: ALMT

Comentários Facebook

Política

Projeto de lei direciona recursos do Femam para o combate aos incêndios no Pantanal

Avatar

Publicado


PL do deputado Allan Kardec prevê dotação orçamentária de recursos do Femam

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Os incêndios florestais e as queimadas na região do Pantanal foram pauta no Brasil e no mundo nos últimos meses. Propondo a ação integrada de entes públicos para o fortalecimento do Plano de Ação de Combate ao Desmatamento Ilegal e Incêndios Florestais, o deputado estadual Allan Kardec (PDT) apresentou, na terça-feira (25), um projeto de lei que prevê dotação orçamentária específica de recursos do Fundo Estadual do Meio Ambiente (Femam) para ações de prevenção e combate às queimadas no Pantanal.

“É fundamental que o estado equipe os municípios atingidos pelos incêndios na região do Pantanal, com aquisição de caminhões-pipa, ampliação do quadro de brigadistas, e com dotação orçamentária específica direcionada para o combate às queimadas” defendeu o deputado Allan Kardec em sessão ordinária no Plenário da Assembleia Legislativa.

Apesar dos recursos do Femam serem direcionados para a promoção de políticas ambientais, não existia nenhuma garantia do direcionamento de recursos específicos para o combate aos incêndios florestais. A pauta ambiental tem tomado dimensões internacionais, com um empenho global para assegurar tratados e acordos climáticos e de preservação do meio ambiente.

Veja Também  Jurídico de Emanuel denuncia madrasta de Abílio por receber parcelas de auxílio emergencial  

Mato Grosso é um estado muito estratégico para as políticas ambientais, pois tem seu território coberto por três biomas, o Pantanal, o Cerrado e a Amazônia, todos os três atingidos pelos incêndios florestais que crescem a cada ano e registram recordes históricos.

“É fundamental que a gente una esforços para brecar esse crescimento do número de queimadas e garantir a preservação ambiental em nosso estado, e isso é benéfico inclusive para o agronegócio, precisamos debater sustentabilidade sem agredir o meio ambiente”, ressaltou Kardec.

Entre os municípios assinalados por estudos geomorfológicos, hidrológicos e fluviomorfológicos como pertencentes ao Pantanal Mato-grossense estão Barão de Melgaço, Cáceres, Itiquira, Lambari D’Oeste, Nossa Senhora do Livramento, Poconé e Santo Antônio de Leverger.

As normas constitucionais preveem a preservação do meio ambiente como um direito fundamental, e exigem a implementação efetiva de políticas públicas para impedir a degradação ambiental nesses biomas, assim sendo o projeto se embasa em fortes justificativas para antecipar futuras tragédias.

Fundo Estadual do Meio Ambiente – O Femam foi criado pela Lei Complementar nº 38/1995 e alterado posteriormente pela Lei Complementar nº 232/2005, com a atribuição de receber receitas oriundas de compensações ambientais, transferências da União, de estados ou de países vizinhos, valores de condenação judicial e infrações ambientais, termos de ajustamento de conduta.

Veja Também  Projeto de lei direciona recursos do Femam para o combate aos incêndios no Pantanal

O objetivo do fundo é financiar a implementação de ações visando a restauração ou reconstituição de bens lesados, a defesa do meio ambiente, a regularização de unidades de conservação, as políticas florestais e de recursos hídricos, a educação ambiental, as despesas com custeio e investimentos, incluindo encargos de capacitação, aperfeiçoamento, desenvolvimento e modernização de atividades ambientais.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

João Batista quer informações sobre fechamento do parque Mãe Bonifácia

Avatar

Publicado


Deputado João Batista questiona fechamento do parque Mãe Bonifácia, em Cuiabá

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

O deputado estadual João Batista do Sindspen (Pros), atendendo um pedido dos residentes que moram em torno do parque Mãe Bonifácia, em Cuiabá, apresentou requerimento com pedido de informações, encaminhado à Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), sobre o fechamento do respectivo parque, tendo suas atividades suspensas desde o último dia 30 de outubro, após a morte de sete macacos da espécie sagui, em dados atualizados, o número teria subido para 13 mortes até o momento.

De acordo com o parlamentar, que fez questão de enfatizar que já se passaram 26 dias após o isolamento do parque, a população espera uma resposta sobre o desenrolar das investigações, uma vez que a tensão causada pelo novo coronavírus (Covid-19) ainda gera pânico em toda a população.

“O parque foi fechado no último dia 30, e já se foram mais de 25 dias, obtive informações de que até o momento já são 13 macacos mortos. Daí eu pergunto: Qual a previsão da reabertura do parque estadual Mãe Bonifácia? Existe previsão para conclusão do laudo da necropsia realizada nos 13 macacos que foram encontrados mortos no parque? Espero que a Secretaria de Meio Ambiente responda estas perguntas o quanto antes, uma vez que estes animais podem carregar algum tipo de doença transmissível aos seres humanos”, explicou o deputado.

Veja Também  João Batista quer informações sobre fechamento do parque Mãe Bonifácia

Conforme consta na informação da Sema, órgão responsável pela administração do parque, o local só seria reaberto após os laudos da necropsia realizados nos animais encontrados, garantindo a segurança da população que utiliza o espaço.

O parque foi inaugurado em dezembro de 2000 e está localizado na avenida Miguel Sutil, em uma área de 77 hectares. O parque possui cinco trilhas, cinco postos com equipamentos de ginástica, mirante, centro de educação ambiental e praça cívica, tornando-se um espaço essencial para a manutenção da vida saudável.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana