conecte-se conosco


CASO ISABELE GUIMARÃES

Sou a favor do porte de armas para se defender, mas com requisitos para evitar desastres”, diz Taques

Publicado

Política

Assessoria

O ex-senador e ex-governador Pedro Taques (Solidariedade) apresentou neste sábado (26) sua posição sobre o uso de arma de fogo, após ser questionado por um de seus seguidores no Instagram. O pré-candidato ao Senado defendeu o porte de arma, mas avaliou que é preciso regramentos para impedir que tragédias como a adolescente Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, se repita.

“Eu defendo o direito constitucional que o cidadão tem de se defender, mas é preciso regras para que essa concessão seja dada a quem tem condição mental de portar uma arma de fogo. Dessa forma, será possível evitar desastre como o ‘caso Isabele’, que aconteceu em Cuiabá e chocou a sociedade”, manifestou.

O “caso Isabele”, como ficou conhecido, tratou-se do assassinato de uma adolescente de 14 anos, com um tiro na cabeça, na casa de sua melhor amiga, em um condomínio de luxo em Cuiabá. Na residência, seis armas foram encontradas, sendo quatro em nome do dono da casa. A arma de onde partiu o tiro que atingiu o adolescente foi levada pelo namorado da autora do disparo, uma também adolescente de 15 anos.

Veja Também  Kalil assume compromisso com professores de Várzea Grande

Para Pedro, o direito à autodefesa é cristalizado na legislação federal, ou seja, não há como proibir o cidadão de ter o porte de armas. Daí a necessidade de regras, para que outras famílias não sejam destruídas por uma fatalidade.

“O cidadão tem o direito da autodefesa, defesa da sua integridade, da sua propriedade e da sua família, isso é um direito constitucional. O cidadão pode usar arma. Agora, a legislação precisa ter requisitos firmes, critérios firmes para que possamos permitir que o cidadão use armas. Ele precisa ter qualificação para isso”, explicou.

O candidato avaliou que a fatalidade que acabou com a família cuiabana poderia ser evitada se houvesse um maior cuidado no manuseio do objeto e na autorização da posse de arma.

“Eu não tenho arma, não tenho capacidade e qualificação para usar uma arma. Só quem tem cursos e cumprem os requisitos possuem esse direito constitucional”, ponderou Taques.

*Demanda da rede*

Pedro quer a participação do cidadão no mandato e afirma que a população terá voz com ele, assim como recebeu a proposta de falar sobre o assunto por um comentário em sua conta no Instagram.

Comentários Facebook

Política

Emanuelzinho recebe apoio de vereadores na disputa a prefeito

Abdalla Zarour

Publicado

O candidato a prefeito de Várzea Grande Emanuelzinho (PTB) recebeu nesta sexta-feira (23) o apoio de dois vereadores que disputam a reeleição: Chico Curvo e Gordo Goiano, ambos do PTB.

Na reunião realizada no bairro Parque do Sábia, o vereador Gordo Goiano elencou para um público de 150 pessoas os motivos para declaração de apoio.

“Emanuelzinho já ajudou Várzea Grande como deputado federal e vai fazer muito mais como prefeito. É jovem e já sabe o segredo da política que é dialogar com o povo para identificar as necessidades. Tenho certeza que faço a melhor escolha”, disse.

Em seu mandato de deputado federal, Emanuelzinho conseguiu a liberação de R$ 4,3 milhões em favor do município no biênio 2019/2020. Deste valor, R$ 2 milhões foram liberados pelo Ministério da Saúde, em 2019, para compra de equipamentos e manutenção de serviços da saúde pública.

Morador do bairro Parque Sábia há 17 anos, o micro-empresário Benedito Santana ressaltou que não vê avanços sociais nos últimos anos.

“Aqui a água chega 1 dia, dura uma hora e falta por seis dias seguidos. Muitas ruas não tem asfalto. Isso é incompetência administrativa e falta de vontade dos políticos. Voto em Emanuelzinho com a esperança de mudança”.

Veja Também  Emanuel "revida" Roberto França e Abílio Júnior e "ataca" adversários

Em seguida, Emanuelzinho prestigiou o lançamento da candidatura do vereador Chico Curvo, que busca o sétimo mandato na Câmara Municipal.

Em um ato político com a participação de 200 pessoas no bairro Nova Várzea Grande, Chico Curvo enalteceu a decisão de Emanuelzinho em disputar a Prefeitura.

“É um jovem vocacionado para a política. Empenhado, sempre esteve aberto ao diálogo comigo e não poderia deixar de apoiá-lo. Emanuelzinho é o prefeito que vai olhar com carinho para o social”.

A coligação Um Novo Tempo para Várzea Grande tem como candidato a vice-prefeito Wilton Coelho, o Wiltinho, e é composta ainda pelos partidos PMB, PTC, PSD, PT e Republicanos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Nilson Leitão ironiza os R$ 1 bilhão em emendas de Fávaro: “já pode até ser presidente dos Estados Unidos”

Kayan Henrique

Publicado

Nilson Leitão ironiza os R$ 1 bilhão em emendas de Fávaro: “já pode até ser presidente dos Estados Unidos”

De acordo com o tucano, os dados distorcidos fazem parte da mesma tática usada pela esquerda nos governos anteriores do PT para enaltecer a si mesmos
Durante entrevista na TV Cidade Verde, o candidato ao Senado Nilson Leitão (PSDB) foi questionado sobre a propaganda política de Carlos Fávaro (PSD), na qual ele afirma que em apenas três meses conquistou mais de 1 bilhão de reais em emendas parlamentares para o Estado. Leitão disse que acha o discurso duvidoso. “Ele é um super, mega, power, né?”, ironizou.
De acordo com o tucano, os dados distorcidos fazem parte da mesma tática usada pela esquerda nos governos anteriores do PT para enaltecer a si mesmos. “É como aqueles números que o Lula falava, que a Dilma falava. Era uma mania de exagerar de gente de esquerda. Mas não é verdade, vamos usar aqui a palavra correta”, aponta.
Nilson Leitão lembra que para ter uma emenda aprovada é preciso tempo, dedicação e energia dos parlamentares. “Você apresenta uma emenda, vai para dentro do Congresso, briga por ela, ela é reformada, retoma daqui e dali”. Em oito anos de um trabalho engajado como deputado federal, ele conseguiu destinar aos municípios mato-grossenses mais de R$250 milhões, valor que é considerado alto e que reflete a sua ativa participação na Câmara.
Ainda que se mostre em dúvida sobre os resultados do atual senador-interino, Leitão espera que Fávaro, enquanto esteve no cargo, possa ter cumprido seu papel de ajudar sua população. “Eu não acredito que isso possa ser motivo de propaganda. Eu não vi o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, dizer que conseguiu R$ 1 bilhão para o Estado dele. Mas, tudo bem. Vamos aqui dizer que seja. Eu não acredito, não sei como é que consegue 1 bilhão de reais com apenas 3 meses. É um cara que pode ser presidente dos Estados Unidos”, ironizou.
Para Nilson, o mais importante é prestar conta para o povo, mostrando quantos projetos foram apresentados pelo senador e como eles resolveram os problemas de Mato Grosso. “Sobre essas megalomanias que alguns têm em campanha eleitoral, é preciso voltar para a realidade, colocar os pés no chão. As metas do Senado devem ser de cuidar das obras estruturantes do país. Dinheiro de emenda não pode servir como objetivo de senador”, ressalta.
Coligação “Mato Grosso por Inteiro” – PSDB / DEM / PL / PTC – CNPJ: 38.731.179/0001-20. Nilson Leitão. Suplentes Júlio Campos e José Márcio Lopes Guedes. Propaganda eleitoral.

Comentários Facebook
Veja Também  Podcast Capivara na Faixa estreia com série sobre incêndios no Pantanal
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana