conecte-se conosco


Polícia Federal

PF deflagra Operação Garrote contra o desvio de verbas públicas na Saúde

Publicado

Polícia Federal


.

Niterói/RJ – Na manhã de hoje, 24/9, a Polícia Federal deflagrou a Operação Garrote, com o objetivo de investigar o desvio de verbas do Sistema Único de Saúde (SUS) estimado em mais de R$ 9 milhões de reais.

Aproximadamente 40 policiais federais cumprem 2 mandados de prisão temporária e 7 mandados de busca e apreensão, inclusive na Secretaria Municipal de Saúde, no laboratório e em outros endereços vinculados aos investigados. Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

As investigações, iniciadas em junho de 2020 com o apoio do Departamento Nacional de Auditoria do SUS – DENASUS/PI, apontaram que um laboratório teria sido contratado fraudulentamente pelo município de Magé/RJ para a execução de exames laboratoriais. Na contratação foram identificadas diversas irregularidades, tais como o direcionamento da escolha do próprio laboratório, além de fraudes nos processos de chamamento público e nos de execução.

Há indícios da participação de pessoas ligadas à Secretaria Municipal de Saúde e também de um vereador do Município de Magé/RJ, que seria o real proprietário do referido laboratório.

Veja Também  Polícia Federal cumpre mandado de prisão de contrabandista que se encontrava foragido no Paraguai

Na operação são investigados os crimes de dispensa ilegal de licitação, fraude em licitação, peculato, falsidade ideológica e organização criminosa.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

[email protected]

www.pf.gov.br

(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

 

*** GARROTE é a medida utilizada para estancar sangramentos, em alusão ao encerramento da sangria dos cofres públicos na saúde.

 

Comentários Facebook

Polícia Federal

PF investiga grupo criminoso envolvido com contrabando de cigarros no RS

Avatar

Publicado


Passo Fundo/RS – A Polícia Federal deflagrou na sexta-feira (16/10) a Operação Classic, que investiga grupo envolvido no contrabando de cigarro na região.

Policiais federais cumprem três mandados de busca e apreensão nos municípios de Ciríaco e David Canabarro, em ação que busca identificar os fornecedores de cigarro contrabandeados.

A investigação teve início a partir de prisão em flagrante realizada pela Polícia Civil, no dia 16 de julho, quando foram apreendidos 350 pacotes de cigarro contrabandeados em um estabelecimento comercial no município de Gentil.

Os crimes investigados são contrabando (art. 334-A/CP) e associação criminosa (art. 288/CP).

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Passo Fundo

Fone: (54) 3318-9000

Comentários Facebook
Veja Também  PF apreende eletrônicos contrabandeados no âmbito da Operação Hórus e Programa VIGIA
Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal combate esquema de desvios de recursos públicos no Amapá

Avatar

Publicado


Macapá/AP – A Polícia Federal deflagrou na sexta-feira (16/10) a Operação Kairós*, para combater fraudes à licitação e irregularidades na aplicação de recursos públicos federais em Vitória do Jari, no Amapá.

Cerca de 12 policiais federais dão cumprimento a três mandados de busca e apreensão, nas cidades Macapá/AP e Vitória do Jari/AP. Durante cumprimento de buscas na residência de um dos investigados, foram apreendidos mais de R$ 49 mil em dinheiro.

A investigação, que se iniciou a partir de relato do Conselho Municipal de Saúde de Vitória do Jari, apurou irregularidades em contratação emergencial por dispensa de licitação para aquisição de insumos destinados ao Laboratório Municipal de Análises Clínicas.

Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de desvio de dinheiro público, direcionamento de contratação, dispensa ilegal de licitação, falsidade ideológica, fraude à licitação e uso de documento falso. Se condenados, poderão cumprir pena de 37 anos de reclusão.

*Na mitologia grega, Kairós é o deus do tempo ou do momento oportuno. Depois de descoberta a suposta fraude, os investigados teriam oportunamente falsificado documento público para justificar a entrega parcial dos produtos adquiridos.

Veja Também  PF e SEAP/RJ prendem mulher, de nacionalidade uruguaia, em Irajá/RJ

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá

[email protected] | www.pf.gov.br

(96) 3213-7602

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana