conecte-se conosco


Carros

Novo Audi Q7 chega com novidades e se mantém como melhor da espécie

Publicado

Carros


source
Audi Q7
Guilherme Menezes/iG Carros

Novo Audi Q7 2021: SUV grande entrega tudo o que a família precisa, e mais um pouco

O Audi Q7 2021, único SUV da marca com sete lugares, chega ao Brasil a partir de R$ 414.990 depois de receber atualizações por dentro e por fora. O modelo apresenta o novo design da família Q, representado pela grade frontal singleframe octogonal, faróis de LED Matrix, lanterna traseira integrada e outros. Além disso, estreia tecnologias que aliam o conforto, com a eficiência, o requinte e o bom desempenho.

Com motor 3.0 V6 TFSI, o novo Audi Q7 gera 340 cv e 51 kgfm, e assim, é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 5,9 segundos atingir os 250 km/l limitados eletronicamente. O conjunto é complementado pelo câmbio automático de oito marchas e tração integral. Com 2.275 kg, o SUV é o maior modelo da marca, com 5.063mm de comprimento, 2.994mm de entre-eixos, 2.212mm de largura e 1.741mm de altura.

Mas o mais interessante é que pode se mover entre 55 km/h e 160 km/h com o motor desligado e, em seguida, o alternador de correia o reinicia rapidamente. Conta, ainda, com o sistema start-stop, que desativa o motor a partir de 22 km/h e tem como principal objetivo a redução na emissão de CO2.

Agora, traz os novos equipamentos da renovação de conectividade da Audi, bem como a nova identidade visual, marcada por linhas mais modernas e materiais como alcantara e black piano. A central multimídia conta com tela de 10,1 polegadas, usada para controlar os sistemas de entretenimento e navegação.

Enquanto isso, a tela inferior, de 8,6 polegadas, permite o gerenciar o ar-condicionado e outras funções de conforto. Como se não bastasse, conta com o cluster digital Audi virtual cockpit, com tela de alta resolução de 12,3 polegadas que pode ser alternada entre duas visualizações – clássica e de navegação, bem como reproduzir informações e comandos da multimídia.

Vem, de série, com uma lista recheada itens, como o carregamento de celular sem fio pelo Audi Phone Box Light, ar-condicionado de duas zonas, bancos dianteiros elétricos e com memória para o motorista, porta-malas com abertura elétrica e sistema de hands-free, acabamento das soleiras e longarina do teto em alumínio, frisos decorativos cromados, faróis de LED e seis airbags — dois frontais, dois laterais para os bancos dianteiros e dois de cortina que se estendem da primeira até a terceira fileira de bancos.

Veja Também  Fugir do local do acidente é crime de trânsito e motorista pode ser preso, decide STF

Como opcionais dessa versão, estão rodas de alumínio de 21 polegadas, teto solar panorâmico “Open Sky”, pacote conforto (formado por ar-condicionado de quatro zonas, câmera 360 graus, park assist plus , 2 portas USB para o banco traseiro com função de carregamento e transmissão de dados, bancos dianteiros com encosto de cabeça variável e preparação para entretenimento para o banco de trás) e pacote ACC (composto por controle de cruzeiro adaptativo, assistente de saída de faixa e Traffic Jam Assist).

A versão topo de gama recebe o nome de S line e parte de R$ 459.990. Ela adiciona o kit visual S line com soleiras em alumínio e iluminadas, que oferecem o pacote Black (rodas 21″ com detalhes na cor preta, frisos decorativos e capa do espelho retrovisor em preto brilhante, longarina e teto do interior em preto). Além disso, conta com bancos superesportivos, com assentos dianteiros em couro Valcona.

Como opcionais disponíveis para ambas as versões, estão: pacote Side Assist (Audi Side Assist, Exit Warning Assist, Assistente de Tráfego Reverso, Audi Pre sense dianteiro e traseiro), pacote S line interior com bancos esportivos, head-up display , suspensão adaptativa a ar, faróis Full LED Matrix, eixo traseiro dinâmico (rodas traseiras giram até cinco graus na direção oposta), pacote de luzes internas com possibilidade de customização em 30 cores, Night Vision Assist e sistema de som Bose 3D.

Impressões

Audi Q7
Divulgação

Interior une atributos de luxo com conectividade. Ou seja, apesar da proposta conservadora, agrega o que há de mais moderno

Logo ao entrar no SUV grande , notamos que o arrojo das linhas do console e a revisão dos equipamentos não são restritos ao exterior. Tudo é muito similar ao modelo mais recente luxuoso A8, quem concede sua filosofia também ao Q8. É repleto de cortes e um painel dominado por telas grandes e sensíveis ao toque, que permitem controlar praticamente todas as funções do veículo.

Veja Também  Fabricante inglesa revela roadster elétrico com design retrô

O Audi Q7 2021 acomoda os ocupantes com bastante conforto e firmeza, algo bastante característico do Grupo Volkswagen de uma maneira geral. O ponto H (altura do quadril do mototista em relação ao solo) é baixa e preserva boa visibilidade (no caso, para mim, que tenho 1,71m de altura), algo importante para uma melhor interação homem-máquina. Ao interagir com as telas, é tão intuitivo que é possível se “achar” no meio de todas as interfaces desde os primeiros contatos.

Além do head-up display , outro ponto positivo no interior é o jogo de luzes bastante interessante, principalmente quando se entra em algum lugar mais escuro. Frisos de todas as cores — a serem escolhidas nas configurações — percorrem os painéis laterais. Essas soluções, comuns nas gerações mais recentes dos carros premium, conferem ares de requinte aos ocupantes.

Foi de muito bom gosto dos designers a utilização dos apliques do tipo black piano , do acabamento texturizado no passageiro e de materiais de toque macio, por outro lado, ainda haveria a possibilidade de substituir parte do plástico aparente por mais soft touch, bem como os pedais de borracha por outros de alumínio, ou aço escovado.

Ao volante, com a ajuda dos amortecedores adaptativos — que aproximam o carro do solo no modo esportivo, na mesma medida que o erguem nos modos fora-de-estrada — é uma máquina de silêncio no modo comfort, mas que se transforma em um aspirante a trilheiro se os modos Allroad e Off-road forem selecionados, e muito ágil e responsivo no Dynamic. Quanto a este último, despeja aptidão de sobra, tanto em acelerações, quanto nas curvas, mesmo com seu tamanho enorme, proposta urbana e configuração que privilegia o conforto.

O novo Audi Q7 é um carro com tudo o que se espera de um SUV familiar, com espaço de sobra, até nas malas quando se utiliza a terceira fileira de bancos — algo difícil de encontrar na maioria dos modelos por aí. 

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook

Carros

Fugir do local do acidente é crime de trânsito e pode dar prisão, decide STF

Avatar

Publicado


source

Carro Esporte Clube

acidente
Thiago Ventura

Fugir do local do acidente é crime de trânsito e motorista pode ser preso, decide STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) reafirmou sua jurisprudência sobre a constitucionalidade do artigo 305 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que tipifica como crime a fuga do local do acidente. O motorista que comete essa infração está sujeito à multa e prisão de seis meses até um ano.

Por maioria de votos, o Plenário, na sessão virtual encerrada em 9/10, julgou procedente a Ação Declaratória de Constitucionalidade (ADC) 35. Prevaleceu o entendimento firmado no julgamento do Recurso Extraordinário (RE) 971959, com repercussão geral (Tema 907), em que a Corte entendeu que a norma não viola a garantia de não autoincriminação .

Na ação, a Procuradoria-Geral da República (PGR) sustentava que Tribunais de Justiça de São Paulo, do Rio Grande do Sul, de Minas Gerais e de Santa Catarina, assim como o Tribunal Regional Federal da 4ª Região, têm declarado a inconstitucionalidade do dispositivo, com o entendimento de que, ao tipificar como crime “afastar-se o condutor do veículo do local do acidente, para fugir à responsabilidade penal ou civil que lhe possa ser atribuída”, ele terminaria por impor ao motorista a obrigação de colaborar com a produção de provas contra si, o que ofenderia os princípios constitucionais da ampla defesa e da não autoincriminação (artigo 5º, inciso LXIII, da Constituição Federal).

Veja Também  Nova geração do Citroën C3 aparece em registros no Brasil

O ministro Edson Fachin abriu a corrente vencedora no julgamento. A seu ver, a evasão do local do acidente não constitui exercício do direito ao silêncio ou de não produzir prova contra si mesmo, direitos que limitam o Estado de impor a colaboração ativa do condutor do veículo envolvido no acidente para produção de provas que o prejudiquem. Segundo Fachin, a previsão do CTB está em consonância com o escopo da regra convencional de “aumentar a segurança nas rodovias mediante a adoção de regras uniformes de trânsito”.




Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

Nova geração do Citroën C3 aparece em registros no Brasil

Avatar

Publicado


source
Nova geração do CItroën C3
Divulgação

Nova geração do CItroën C3 ganha forma de “crossover”; veja os detalhes

A Citroën registrou a nova geração do C3 no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). O modelo é cotado para ser produzido em Porto Real (RJ) sob a nova plataforma CMP, onde poderá originar uma nova família de veículos para a fabricante francesa. Esta é mesma plataforma da nova geração do Peugeot 208, que é feita na Argentina.

Em sua nova geração, o C3 ganha design inspirado no SUV médio C5 Aircross, que também é aguardado no Brasil. Os faróis dianteiros são mais estreitos, divididos em dois lustres, enquanto o destaque da traseira fica por conta das lanternas arredondadas. A mesma linguagem visual estará no facelift do Citroën C4 Cactus, que será lançado em meados de 2021.

O interior segue o mesmo design do SUV compacto, com central multimídia posicionada abaixo das saídas centrais do ar-condicionado. Ao menos na Europa, a Citroën disponibiliza muitas opções de acabamento interno, recurso que será mais escasso no Brasil.

A valorização do euro na comparação com as principais moedas sul-americanas fez a PSA manter o motor 1.6 aspirado de 116 cv na nova geração do 208. Este também deverá ser o propulsor da nova geração do Citroën C3, uma vez que outro conjunto mecânico mais moderno precisaria ser importado. 

Veja Também  Fugir do local do acidente é crime de trânsito e motorista pode ser preso, decide STF
Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana