conecte-se conosco


Direto de Brasília

Eleições: Levy Fidelix quer “privatizar tudo que puder” para alavancar São Paulo

Publicado

Direto de Brasília


source
Levy Fidélix
Agência Brasil

Levy Fidélix é candidato pela quarta vez à Prefeitura de São Paulo

Candidato pela quarta vez na disputa pela prefeitura de São Paulo, Levy Fidelix (PRTB) declarou que pretende “privatizar tudo o que puder” para investir em construções que mudem áreas como o Minhocão e regiões centrais, que hoje são foco da Cracolândia. A proposta foi apresentada durante a entrevista ao vivo do Portal iG com os elegíveis municipais de 2020 nesta quarta-feira (23).

Entre as obras propostas de Fidelix está a demolição total do Elevado Presidente João Goulart, conhecido como Minhocão . Ao ser questionado sobre a consulta da opinião pública por meio de um plesbicito que pode optar ou não pela demolição do elevado, o candidato reforça a escolha individual pela remoção, que será executada caso seja eleito. 

“Não vai dar tempo para o Bruno Covas (PSDB) fazer nada. Eu vou construir embaixo [do Minhocão ]. Vamos contratar uma obra e fazer um túnel interligando a zona oeste e a zona leste”. O candidato pretende realizar uma “engenharia financeira nunca vista em São Paulo” com a troca de dívida interna pela externa para gerar garantias colaterais entre o setor público e o privado, que garantam renda para execução de obras. 

Veja Também  Prédios do Congresso exibem frases no Dia Internacional de Conscientização do Câncer de Mama

A demolição do Minhocão seria complementada com um boulevard, com bares a céu aberto, com foco no pedestre. “São Paulo tem que voltar a respirar o ar puro do passado, com boulevard à moda parisiense”. 

Outra obra prometida pro Fidelix é o que ele chamou de “sonho de Jânio Quadros”: a construção de um shopping na região da Santa Ifigênia, no coração da capital paulista. 

“Vamos construir um shopping da informática”, assegura, alegando que a região concentra uma gama extensa de lojas de informática e de celulares, mas que hoje concentra “o contrabando”.

Vantagem na polarização

Fidelix acredita que diante de um cenário polarizado entre a direita e a esquerda no país ele possa contar com os votos de conservadores que abandonaram o bolsonarismo. 

“Tanto o Bruno [Covas],quanto [Celso] Russomanno e Márcio [França] estão no campo da esquerda. E vislumbro que eu e Joice estamos à direita, com algumas diferenciações”, explica o esquema por ele pensado sobre o panorama dos elegíveis à prefeitura paulistana. 

Educação 

O ensino digital é uma das bandeiras de gestão do candidato. Na visão de Levy, os alunos poderão ter acesso das aulas em casa, com tablets e sinal emitido por antenas instaladas nas próprias escolas. 

Veja Também  Amiga de Flávio Bolsonaro no TRF-1 foi pivô de indicação de Kassio para o STF

“Toda a questão didática será implementada pela teleinformática. Vamos treinar os professores e voltar com os orientadores educacionais”.

Um orientador por sala de aula para lidar com assuntos relacionados ao desenvolvimento dos estudantes está previsto no plano de governo de Fidelix, além de merenda feita na própria escola para evitar o consumo de comidas industrializadas pelas crianças. 

A saúde bucal também está entre os elementos que irão ser incluídos no sistema de educação, além de monitoramento por câmeras nas escolas.

“Para evitarmos traficantes e questões de sequestro. Nesse ponto, está errando a atual administração”. O incremento de investimento nessa área está em falta, na visão do candidato do PRTB. 

Comentários Facebook

Direto de Brasília

Proposta prevê seguro-desemprego para funcionário de empresa que suspender atividades na pandemia

Avatar

Publicado


Gustavo Sales/Câmara dos Deputados
A atual situação da ANCINE. Dep. Marcelo Calero(CIDADANIA - RJ)
Marcelo Calero: o projeto visa aliviar a situação das empresas e proteger os trabalhadores

O Projeto de Lei 779/20 permite que as empresas obrigadas a parar durante calamidade pública ou emergência em saúde pública suspendam, por 90 dias, os contratos dos seus empregados, que passarão a receber seguro-desemprego durante o período. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

A proposta do deputado Marcelo Calero (Cidadania-RJ) prevê também o pagamento excepcional de seguro-desemprego, por 90 dias, aos trabalhadores desempregados que já tenham ou estejam recebendo o benefício.

Calero afirma que o projeto visa aliviar a situação das empresas obrigadas a fechar por força de decreto local ou federal durante calamidade pública e, ao mesmo tempo, proteger os trabalhadores.

O projeto altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e a Lei do Seguro-Desemprego.

Tramitação
O projeto tramita em cárater conclusivo e será analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). Os trabalhos das comissões estão suspensos em razão da pandemia de Covid-19 e, por esse motivo, o texto poderá ser analisado diretamente no Plenário.

Veja Também  Projetos incluem fortalecimento familiar em leis de incentivo ao esporte e à cultura

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Pierre Triboli

Comentários Facebook
Continue lendo

Direto de Brasília

Projeto prevê número telefônico exclusivo para receber denúncias de violência contra idosos

Avatar

Publicado


Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Breves comunicações. Dep. Deuzinho Filho(REPUBLICANOS - CE)
Deuzinho Filho: “Precisamos resgatar a autoestima dos idosos e prevenir futuras agressões”

O Projeto de Lei 4861/20 prevê a criação, pelo poder público, de um número exclusivo de telefone para receber denúncias de violência contra idosos. Tal número deverá ser divulgado em locais públicos e privados de grande circulação de pessoas, como hotéis, restaurantes, salões de beleza e supermercados.

Conforme o texto, os estabelecimentos deverão afixar placas com a advertência de que violência contra idosos é crime e deve ser denunciada.

A proposta foi apresentada à Câmara dos Deputados pelo deputado Deuzinho Filho (Republicanos-CE). O texto acrescenta a medida ao Estatuto do Idoso.

“Infelizmente, há casos de idosos submetidos a condições desumanas, privados de alimentação, humilhados psicologicamente. Muitos familiares se aproveitam da boa situação financeira do idoso e utilizam sem seu consentimento bens materiais, aposentadorias e benefícios. Precisamos resgatar a autoestima das pessoas idosas e prevenir futuras agressões. Esta é a finalidade de disponibilizar um número exclusivo para o recebimento de denúncias”, defende o parlamentar.

Veja Também  Projeto prevê número telefônico exclusivo para receber denúncias de violência contra idosos

Atualmente, os casos de violência contra idosos são reportados ao Disque 100, o canal do governo federal que recebe denúncias de violação dos direitos humanos.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Noéli Nobre
Edição – Pierre Triboli

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana