conecte-se conosco


Entretenimento

A foto já histórica da onça-pintada vítima dos incêndios no Pantanal

Publicado

Entretenimento


source

Com quase 20% do  Pantanal destruído em terras brasileiras, o ano de 2020 já pode ser considerado o pior da história desse bioma em número de queimadas, afirma o Inpe (Instituto de Pesquisas Espaciais). Até 19/9, 2,9 milhões de hectares foram consumidos pelo fogo, algo equivalente a quase 10 vezes o tamanho das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro juntas. Esse é mais um reflexo da sexta extinção em massa – que está ocorrendo por ação da humanidade. 

onça pintada
Reprodução/Panthera.org/Ailton Lara

A onça-pintada símbolo dos incêndios no Pantanal

Em meio a essa destruição, no Mato Grosso, o Parque Estadual Encontro das Águas, também foi duramente afetado e até o último dia 13 perdeu 85% de seu verde para as chamas, informa o ICV (Instituto Centro Vida). Essa região, além de ser um dos maiores refúgios de onças-pintadas livres do planeta, também é um importante destino turístico de observação da vida selvagem. Por lá, vire e mexe são produzidos documentários como os da National Geographic.

O retrato da onça

Ainda não é possível calcular quantos animais morreram em decorrência dos incêndios no Pantanal, mas pelas imagens captadas, principalmente do alto, é possível ter uma noção. E como toda grande tragédia tem seus retratos históricos, os de agora estão surgindo pouco a pouco. São várias cenas tristes que ficarão para a posteridade e entre elas uma viralizou – e continua – por mostrar o sofrimento de uma onça-pintada.

A imagem do maior felino das Américas e que já foi um deus para os antigos povos indígenas, em apenas uma publicação no Twitter chegou a ter 80 mil curtidas. Foi compartilhada em peso nas redes sociais principalmente por gente famosa, como Carlinhos Maia, Guilherme Boulos e Manuela D’avila e estampa diversas manchetes relacionadas a esse assunto. Ailton Lara, diretor da empresa de turismo Pantanal Jaguar Camp e que captou o sofrimento da onça, disse que espera com o flagrante mobilizar as pessoas para que preservem e se atentem à natureza.

onça pintada
Reprodução/Twitter

Imagem da onça repercutiu nas redes sociais

No dia da foto, feita na última semana, Lara contou que estava em um barco com membros da Aecopan (Associação Civil de Ecoturismo no Pantanal Norte ) à procura de bichos do Parque Encontro das Águas vitimados pelo fogo. O objetivo do grupo, unido em voluntariado, era socorrê-los, e foi então que durante a missão a onça-pintada cruzou o caminho deles.

Veja Também  Após participar de novela da Globo, Natália Curvelo engata novo projeto na TV

Machucada e exausta

O animal, um macho, surgiu perto do rio, mas com a aproximação do barco se distanciou alguns metros e parou fragilizado sob a sombra de uma árvore. Lara e os companheiros então ficaram em silêncio e se mantiveram a uma margem segura para observar o predador. Foi dessa forma que foi produzida a foto, que acabou também revelando um triste diagnóstico.

De acordo com Lara, o animal, que se manteve deitado, com um olhar cabisbaixo e sem rumo, deixava as patas voltadas para cima, como se não pudesse tocá-las no solo. A explicação para esse comportamento atípico, ele descobriu em seguida, após notar também que a onça não encontrava uma posição confortável para ajeitar a cabeça e o corpo, é porque ela estaria com muita dor por estar com os coxins (as “almofadas” sob as patas) severamente queimados. 

Sem equipamentos suficientes para conter e resgatar o “bichano”, que tem a mordida mais forte entre todos os grandes felinos, o grupo então acionou veterinários voluntários para ajudá-los. Porém, não tiveram tempo de prestar socorros. Após descansar, a onça acabou se levantando e, devagar, aparentando ainda sofrer com as queimaduras, entrou na mata e sumiu. Procurada no dia seguinte, não foi avistada. Somente suas pegadas e muitas cinzas. 

Veja Também  Carlos Casagrande volta ao Brasil para inauguração de sua cafeteria em Goiânia

Salva apenas na nota

Se onças-pintadas têm aos montes nas notas de R$ 50 (desde o lançamento do Plano Real em 1994), na natureza elas estão escassas. Nem acuadas pelas chamas e a fumaça, desidratadas e com fome estão sendo localizadas facilmente. Os regastes desses animais têm sido bem pontuais e dramáticos, envolvendo até mesmo operações com helicóptero e aviões militares.

Incêndios do Pantanal
Reprodução/Jornal Nacional

Incêndios do Pantanal já são os piores da História do bioma

Com os incêndios da Amazônia e do Pantanal, com destaque para o Parque Estadual Encontro das Águas, que tem o tamanho da cidade do Rio de Janeiro (109 mil hectares), o risco é que a espécie, que já se encontrava ameaçada, se aproxime ainda mais da extinção. É que onde queima hoje, as onças estavam um pouco melhores em população, ao contrário do que na Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica, onde, em média, 800 delas estão distribuídas. 

Se sumirem, também é quase certo um desequilíbrio ecológico. Pois sem elas no topo da cadeia alimentar, suas presas aumentarão de número e isso não é só um problema para a natureza. Como já foi observado algumas vezes na História, quando faltam onças, as capivaras, por exemplo, podem se reproduzir em larga escala e assim não só atacar plantações como aumentar a incidência de doenças, como a febre maculosa, que já rendeu até um surto no ano passado. Bem, é melhor parar por aqui, pois o assunto só piora… 

Fontes: Sites ISA – Instituto Socioambiental, Ministério da Defesa, Universidade Federal do Mato Grosso, TV Tem, TV Centro América, programa Fantástico, Jornal Nacional, Panthera.org, Pantanal Jaguar Camp, Inpe (Instituto de Pesquisas Espaciais) e Instituto Centro Vida.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook

Entretenimento

“A Fazenda 12”: Na roça, Luiza Ambiel canta Raça Negra ao vivo

Avatar

Publicado


source
Clima esquenta entre Mariano e Luiza Ambiel
Reprodução/PlayPlus

Mariano e Luiza Ambiel


Na noite desta terça-feira (20) começou a formação da sexta roça de ” A Fazenda 12 “. Luiza Ambiel foi a indicada pelo Fazendeiro da semana, Mariano . Mirella foi a mais votada e, por sua vez, puxou Mateus Carrieri para a berlinda. Por fim, através de uma nova dinâmica, Juliano fechou o quarteto. 

Jojo Todynho ganhou de Raissa a chama vermela, que fez com que ela pudesse escolher três peões que participariam da nova dinâmica para a escolha do quarto roceiro,  já que o “Resta Um” foi deixado de lado pelo programa.  Já a chama verde deu a Raissa peso duplo em seu voto, além de ter a possibilidade de anular dois votos dos outros peões.

Mariano indicou Luiza Ambiel, citando a falta de flexibilidade da peoa, que não encara bem as críticas que recebe, e ainda completou: “Fofoqueira e interesseira!”. “Prefiro ser fofoqueira, na sua opinião, do que não ser homem!”, respondeu a peoa. Vale lembrar que, logo após a eliminação de Carol Narizinho, na última quinta-feira (15),  a ex-“Banheira do Gugu” foi contar para Biel tudo o que o Fazendeiro havia dito sobre o cantor enquanto ele estava no deck.

Veja Também  Mateus Carrieri revela que fazer pornô atrapalhou sua carreira como ator



Jake votou em Mirella para tentar se proteger da roça, mas disse que se pudesse também votaria em Luiza. Com isso, uma nova discussão se iniciou e Ambiel  voltou a citar a música do Raça Negra e disse que a Miss Brasil fica cantarolando só pra a irritar. Ao ser perguntada sobre qual canção seria essa, a ex-“Banheira do Gugu” fez questão de cantar ao vivo, acompanhada por outros peões, entre eles Lucas Selfie e Biel.




No fim, Mirella foi a mais votada, já que Raissa anulou dois votos que eram em Jake, e a MC ocupou o segundo banquinho da roça, puxando Mateus para a berlinda. Jojo, detentora da chama verde, escolheu Juliano, Lidi e Biel para a nova dinâmica. Através de uma votação, a sede decidiu que Juliano seria o quarto roceiro.

Veja Também  Neil Diamond: ouça o single "Heartlight" com a Orquestra Sinfônica de Londres

Amanhã é Prova do Fazendeiro e um deles, além de escapar roça, será o novo líder da casa. Luiza, no entanto, foi vetada da prova por Juliano. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Hackers invadem conta do Instagram do ator Oscar Magrini

Avatar

Publicado


source
Oscar Magrini
Reprodução/Instagram/@oscarmagrini

Oscar Magrini


O ator Oscar Magrini teve uma surpresa desagradável nesta terça-feira (2). A sua conta no Instagram com mais de 150 mil de seguidores foi invadida por hackers. “Apareceu uma mensagem durante uma conversa que estava tendo com uma amiga por direct dizendo que havia suspeita de que minha conta era um spam e me pedindo para preencher um formulário”, informou o ator. “Resolvi reiniciar meu celular e, ao entrar novamente no Instagram, coloquei a senha e nada. Reiniciei a senha e nada do código chegar pra mim, pois já haviam tomado tudo. É uma máfia muito bem feita. Eles pegam [a conta] para vender”, lamentou.

O SEO da MF Press Global, empresa de assessoria de imprensa e mídia social e amigo próximo de Magrini, Fabiano de Abreu, desconfiou que o ator pudesse estar com algum problema ao receber uma mensagem do amigo. “Desconfiei e logo procurei orientá-lo. Nunca houve tanta invasão, tantos hackers como agora, as pessoas de má índole estão em casa buscando uma maneira de prejudicar o outro para justificar a vida infeliz que tem ou para tentar ganhar dinheiro fácil já que não tem capacidade para ganhar de maneira honesta”, disse Fabiano, que é especialista na área e completou: “Sempre falo para as pessoas para não clicar em nada que mandarem, nenhum link. Se o Facebook tiver que entrar em contato, será por email ou telefone.

Veja Também  "A Fazenda 12": Na roça, Luiza Ambiel canta Raça Negra ao vivo

Magrini teme perder o perfil e já entrou em contato com a rede. “Estou torcendo para recuperarem a minha página. Isso fica de alerta para todo mundi”, agora é avisar ao máximo de pessoas possível para que ninguém clique em nada”, disse.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana