conecte-se conosco


Nacional

Prefeita italiana é condenada a seis meses de prisão

Publicado

Nacional


source
mulher de faixa
Movimento 5 Stelle / Reprodução

Chiara Appendino pode recorrer

prefeita de Turim, na Itália, Chiara Appendino, expoente do partido antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S), foi condenada nesta segunda-feira (21) a seis meses de prisão por falsidade ideológica.

A investigação havia sido aberta em 2017, após denúncia dos vereadores Alberto Morano e Stefano Lo Russo, de oposição, a respeito uma dívida de 5 milhões de euros contraída pelo antecessor de Appendino, Piero Fassino, do Partido Democrático (PD), de centro-esquerda.

Em 2012, a empresa Real Estate Asset Management (Ream) havia antecipado essa quantia à Prefeitura para ter direito de construir um centro comercial em uma antiga área industrial de Turim, capital do Piemonte e quarta cidade mais populosa da Itália.

A soma deveria ter sido restituída à Ream em 2017, mas não foi inserida no balanço municipal pela gestão Appendino. O ex-chefe de Gabinete da prefeita, Paolo Giordana, pegou oito meses de prisão, enquanto o secretário municipal de Orçamento, Sergio Ronaldo, foi condenado a seis meses. Ainda cabe recurso.

Veja Também  Polícia busca casal que deu cerveja a filhote de cachorro; veja o vídeo

Após a divulgação da sentença, Appendino disse que levará seu mandato de prefeita até o fim, em meados de 2021, mas anunciou sua autossuspensão do M5S, seguindo determinação do código de ética do partido.

“A tenuidade da condenação demonstra a irrelevância do fato. Vamos ler as motivações e apelaremos, confiantes de poder reverter a sentença”, disse o advogado da prefeita, Luigi Chiappero.

Com 36 anos de idade, Appendino iniciou sua gestão em 30 de junho de 2016, após o Movimento 5 Estrelas ter conquistado seus maiores sucessos eleitorais até então, com as vitórias nos pleitos municipais em Roma e Turim.

O partido surgiu na década passada, na esteira do desencanto da população com a política tradicional, e governa a Itália desde junho de 2018, primeiro em aliança com a Liga, de extrema direita, e depois com o PD, de centro-esquerda.

Comentários Facebook

Nacional

Cidade do RS registra surto de vômito e diarreia

Avatar

Publicado


source
Xangri-lá, no litoral norte do Rio Grande do Sul
Acervo Secretaria de Turismo e Meio Ambiente de Xangri-lá

Xangri-lá, no litoral norte do Rio Grande do Sul

Xangri-lá , município gaúcho de 16 mil habitantes passa por um surto de intoxicação alimentar . Desde o último sábado(17) até esta segunda(19), 94 pessoas procuraram atendimento médico, a maioria delas são crianças.

Segundo Luis Antonio Ferreira, secretário de Saúde da cidade, todos os pacientes relataram terem consumido picolé , comprado do mesmo vendedor, ainda não identificado, que passava de carro vermelho pelos bairros.

“A gente tem algumas suspeitas. É uma bactéria que está causando vômitos e diarreia. Pode ser provavelmente de alguma fábrica de picolés que andou circulando aqui na cidade no final de semana. Já conversamos também com as equipes da Corsan para averiguar se está tudo correto com a água, mas nada foi apontado. Em conversa com todos nossos pacientes que estão sendo atendidos com o mesmo sintoma, todos eles compraram picolé”, afirmou o secretário para o Zero Hora.

Veja Também  Balada "Treta" desrespeita protocolos de saúde e dono discute com denunciantes

Nenhum dos contaminados teve de ser internado, o procedimento padrão para este caso é fazer o soro e ir para casa, mas segundo Antonio, muitas pessoas tiveram de retornar ao posto de saúde pela persistência dos sintomas.

Amostras do picolé serão enviadas para o Laboratório Central do RS(Lacen) para verificar a suspeita nesta terça (20).

O Secretário, que diz ter “99% de chance de que seja” a causa da contaminação, clamou para a população de Xangri-lá que não consuma ou compre o sorvete.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Pantanal: chuvas na região ajudam a diminuir focos de incêndio

Avatar

Publicado


source
pantanal
Reprodução

Pantanal: chuvas na região ajudam a diminuir focos de incêndio

A volta das chuvas na região do Pantanal está ajudando a diminuir os focos de incêndio na região, que há meses sofria por conta dos recordes históricos de queimadas. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a chuva contribuiu para a redução de 48,5% nos focos de calor na última semana.

As queimadas no Pantanal de Mato Grosso devastaram 2.215.000 hectares até o último domingo (11), conforme dados do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) em parceria com o Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais (LASA/UFRJ).

Com a volta das chuvas na região, brigadistas e bombeiros ganharam um importante aliado na luta para que as chamas não voltem a castigar a região.

Segundo os bombeiros, as mudanças climáticas dos últimos dias favoreceram as ações de combate nas regiões pantaneiras, após um longo período de estiagem e baixo nível do Rio Paraguai.

Veja Também  Pantanal: chuvas na região ajudam a diminuir focos de incêndio

A umidade do ar, que ficou vários dias abaixo dos 10%, agora passa dos 60%, considerada ideal.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana