conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil solicita boletins de qualidade do ar para averiguar se houve crime de poluição atmosférica

Publicado

Policial


.

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Delegacia Especialidade de Meio Ambiente da Polícia Civil de Mato Grosso requereu a prefeituras de cidades onde houve incidência de queimadas o boletim de qualidade do ar, que é emitido pelos órgãos municipais. O objetivo da delegacia é avaliar o impacto das queimadas na qualidade do ar e apurar o possível crime de poluição atmosférica.

A delegada titular da Dema, Alessandra Saturnino de Souza Cozzolino, explica que a requisição do boletim foi feita às prefeituras de municípios onde ocorreram incêndios que são objeto de investigação da delegacia. “A partir das informações do boletim e com as investigações que estão em andamento vamos verificar se e quanto os incêndios florestais contribuíram para afetar a qualidade do ar nessas cidades e consequentemente, averiguar o possível crime de poluição, também previsto na legislação ambiental”, pontua a delegada.

Fotos: Mayke Toscano/Secom-MT

 

Inquéritos instaurados pela Delegacia de Meio Ambiente, que tem atribuição investigativa de delitos ambientais em todo o estado, apuram as ocorrências de incêndios florestais nas regiões do Pantanal, que engloba áreas de vários municípios, e tem reflexos em outras cidades, e também na Capital e outras cidades da região metropolitana.

Veja Também  Dupla é rendida quando abria rede de pesca predatória em Cuiabá

Na Reserva Particular do Patrimônio Natural Sesc Pantanal (RPPN), a delegacia investiga a causa do incêndio que está sendo apurada como queima intencional de vegetação desmatada para criação de área de pasto para gado.

Outra ocorrência foi na fazenda Espírito Santo, também no Pantanal. Um relatório do Corpo de Bombeiros aponta que o incêndio teve início em uma área próxima à estrada de acesso ao Sesc Pantanal, causado por uma máquina agrícola que fazia limpeza no local e pegou fogo.

Na Rodovia Transpantaneira, que passa por toda a região, aproximadamente seis mil hectares foram queimados por um incêndio que começou em decorrência de um acidente automobilístico. Um veículo perdeu o controle na cabeceira de uma das pontes da rodovia, caiu no barranco e pegou fogo.

Na Região do Moitão e Fazenda São José, conforme o levantamento do Corpo de Bombeiros, o fogo começou devido à prática de retirada de mel de abelhas silvestres, em uma região de mata fechada, conhecida como Moitão. Vestígios indicam a queima de raízes para o uso de fumaça a fim de retirar os favos de mel.

Veja Também  Suspeito de tráfico de droga é preso em flagrante em Água Boa

Outra ocorrência em investigação pela Dema é de um incêndio que se alastrou em uma área residencial em Cuiabá, próximo à Rodovia Helder Cândia (MT-010). A apuração aponta que o incêndio se propagou após faísca na fiação elétrica de alta tensão.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Policial

Policiais civis femininas participam de treinamento Prevenção e Reação à Violência Urbana

Avatar

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Seis policiais civis mulheres latadas em unidades da Capital participaram nesta semana de treinamento de Prevenção e Reação a Violência Urbana, ministrado pela equipe da Gerência de Operações Especiais (GOE). As policiais destacaram a importância da atuação da mulher na área de segurança, assim como prestigiaram a Campanha de prevenção ao câncer de mama Outubro Rosa.

A capacitação foi realizada com 20 horas/aula foi realizada na segunda e terça-feira (19.20) contando com a participação das policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá, Gerência Estadual de Polinter e Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

O curso de Prevenção e Reação a Violência Urbana, ministrado pela GOE, tem como objetivo alertar os policiais para os riscos quando estão descaracterizados, seja nos momentos de folga ou até mesmo em serviço. Com ações voltadas à precaução e prudência, visando evitar o perigo e resguardar a integridade física do profissional.

Uma das propostas trabalhadas é o desenvolvimento e aprimoramento da postura preventiva do policial contra a violência urbana. Além de aperfeiçoar as técnicas de tiro policial, focadas no combate aproximado nessas situações em que o policial estiver portando sua arma de forma velada.

Veja Também  Armas de fogo apreendidas por disparo ermo, em abordagem e transportada irregularmente

Como força de alertar as mulheres para a Campanha Outubro Rosa, as policiais vestiram a camisa rosa durante o treinamento.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Força Tática recaptura casal foragido da justiça em General Carneiro

Avatar

Publicado


Na segunda- feira (19), policiais da Força Tática recapturaram duas pessoas foragidas da justiça, em General Carneiro. Durante a abordagem, a PM constatou que a suspeita portava um  documento de identificação falso. 

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais receberam informações de que havia um carro Corolla em atitude suspeita saindo da cidade de Novo São Joaquim com destino a Barra do Garças.   

Equipes da Força Tática foram mobilizadas para checar a denúncia. Durante a diligência, os policiais identificaram o referido veículo nas proximidades do município General Carneiro. 

A polícia abordou o  homem de 33 anos e a mulher (28)  e foi constatado que a suspeita  portava um documento de identidade falso, em seu nome verdadeiro possui um mandado de prisão pelo crime de homicídio, artigo 121 do Código Penal. O homem possui contra ele um mandado de prisão expedido pela Comarca de Porto Alegre do Norte pelo crime de tráfico.

Os dois acusados foram levados para Polícia Civil de Barra do Garças.

Veja Também  Armas de fogo apreendidas por disparo ermo, em abordagem e transportada irregularmente

Serviço  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 0800.65.39.39. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes

 
Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana