conecte-se conosco


Policial

Escrivã homenageia turma por 19 anos de dedicação prestados á Polícia Civil

Publicado

Policial


.

Por: Helke Jamylle Conceição Moraes Neves/ Escrivã de Polícia de Alta Floresta

Ainda trazemos, após 19 anos, o mesmo brilho no olhar, daquela manhã do dia 24 de setembro de 2001, quando assinamos os nossos Termos de Posse. Nos olhos, ainda agora, mistérios, desafios e o desejo ardente, de construirmos uma nova história, na Polícia Judiciária Civil do Estado de Mato Grosso.

Em meio a tantas incertezas e reprovações, não hesitamos em vestir e honrar esta camisa, procurando junto à população, o respeito e a dignidade a que nos propusemos, enquanto servidores públicos. E assim, os nossos sonhos, foram se atrelando com aquela caminhada, que não tínhamos dúvidas, seria dura, mas estávamos confiantes de podermos, juntos, transformarmos, os caminhos a serem percorridos. A nossa esperança, fortalecia a cada dia, os nossos ideais.

Sem pedidos de remoção, aqui estamos, após 19 anos, lotados na mesma Regional e podemos garantir o orgulho que temos, de nossa aptidãopara re alizarmos nossas atividades laborais, enquanto policiais. Neste período, quantas coisas mudaram! -Sistemas, gestão, colegas, convivências e, em meio a todas estas novas fases, estivemos firmes, nos adaptando ao progresso da Polícia e juntos, construindo novos capítulos de uma nova história.

Veja Também  Dupla é rendida quando abria rede de pesca predatória em Cuiabá

Aqui estamos nós, escrivães e investigadores, com muitas lutas de glórias e derrotas, que se misturam e compõem a nossa história de resistência e dedicação. E assim, os anos parecem ter se evaporado, como a poeira no tempo. E, enquanto continuamos nossa lida diária, nos resta esperar completar nossa meta e enfim, conquistarmos a tão sonhada aposentadoria e junto com ela, levaremos lembranças que jamais se apagarão e muitas delas, se encarregarão de nos tornar realizados, mesmo por instantes passageiros.

Não somos heróis e tampouco, estrelas da história da Polícia, mas temos o prazer de olhar para trás e podermos contemplar o trabalho que temos realizado até aqui e que não poderá ser apagado ou simplesmente, desaparecer, pois foi de grande importância para esta nova imagem da Polícia Judiciária Civil do Estado de Mato Grosso, que tem se transformado a cada ano, atendendo as perspectivas da população e nos fazendo aos poucos, atingir os nossos objetivos iniciais.

E assim, a turma de 2001/2002, vai seguindo consciente, com vigor e determinação, traçando o mapa desta ‘NOVA POLÍCIA’, com a pureza na alma e a certeza de um trabalho digno, que vem sendo realizado por cada um de nós. E cada ato, das nossas atividades, são gestos “singulares” de inspiração para os nossos colegas, familiares e amigos, que acompanharam nossa evolução e dedicação, nesses 19 anos, como parte integrante da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. Gratidão!

Veja Também  Patrulha Rural da PM flagra suspeito com pistola 380 em Ribeirãozinho

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Policial

Policiais civis femininas participam de treinamento Prevenção e Reação à Violência Urbana

Avatar

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Seis policiais civis mulheres latadas em unidades da Capital participaram nesta semana de treinamento de Prevenção e Reação a Violência Urbana, ministrado pela equipe da Gerência de Operações Especiais (GOE). As policiais destacaram a importância da atuação da mulher na área de segurança, assim como prestigiaram a Campanha de prevenção ao câncer de mama Outubro Rosa.

A capacitação foi realizada com 20 horas/aula foi realizada na segunda e terça-feira (19.20) contando com a participação das policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá, Gerência Estadual de Polinter e Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

O curso de Prevenção e Reação a Violência Urbana, ministrado pela GOE, tem como objetivo alertar os policiais para os riscos quando estão descaracterizados, seja nos momentos de folga ou até mesmo em serviço. Com ações voltadas à precaução e prudência, visando evitar o perigo e resguardar a integridade física do profissional.

Uma das propostas trabalhadas é o desenvolvimento e aprimoramento da postura preventiva do policial contra a violência urbana. Além de aperfeiçoar as técnicas de tiro policial, focadas no combate aproximado nessas situações em que o policial estiver portando sua arma de forma velada.

Veja Também  Vigilante rende suspeito durante tentativa de furto a salão de beleza e aciona a PM

Como força de alertar as mulheres para a Campanha Outubro Rosa, as policiais vestiram a camisa rosa durante o treinamento.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Força Tática recaptura casal foragido da justiça em General Carneiro

Avatar

Publicado


Na segunda- feira (19), policiais da Força Tática recapturaram duas pessoas foragidas da justiça, em General Carneiro. Durante a abordagem, a PM constatou que a suspeita portava um  documento de identificação falso. 

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais receberam informações de que havia um carro Corolla em atitude suspeita saindo da cidade de Novo São Joaquim com destino a Barra do Garças.   

Equipes da Força Tática foram mobilizadas para checar a denúncia. Durante a diligência, os policiais identificaram o referido veículo nas proximidades do município General Carneiro. 

A polícia abordou o  homem de 33 anos e a mulher (28)  e foi constatado que a suspeita  portava um documento de identidade falso, em seu nome verdadeiro possui um mandado de prisão pelo crime de homicídio, artigo 121 do Código Penal. O homem possui contra ele um mandado de prisão expedido pela Comarca de Porto Alegre do Norte pelo crime de tráfico.

Os dois acusados foram levados para Polícia Civil de Barra do Garças.

Veja Também  Suspeita é pega vendendo drogas no Zero KM em Várzea Grande

Serviço  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 0800.65.39.39. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes

 
Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana